Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Pereira M.R

#1 - Glässer’s disease in swine from Northeastern Brazil

Abstract in English:

Glässer’s disease is an important infectious disorder of swine caused by Haemophilus parasuis. Although well recognized in most regions of Brazil, outbreaks of Glässer’s disease have not been described in Northeastern region. For this reason, three municipalities of the Pernambuco State were visited in order to identify histories of high mortality in growing and finishing pigs. The main clinical signs consisted of dry cough, apathy, fever, anorexia, paresis, muscle tremors, motor incoordination, seizures leading to high mortality rates. Nine pigs were necropsied, and fragments of the nervous system, organs of the abdominal and thoracic cavities were collected for histological analysis. In addition, lung and brain fragments were used for DNA extraction and molecular testing by real-time Polymerase Chain Reaction (PCR). Grossly, the main lesions consisted of petechial hemorrhages or ecchymosis on the skin of the face, abdomen, forelimbs, and hind limbs. The main severe lesions consisted of hydropericardium, hemopericardium, fibrinous pericarditis and pleuropneumonia. Microscopically, pericarditis, epicarditis and subepicardial myocarditis, followed by a moderate to severe multifocal pleuropneumonia, fibrinosuppurative and necrotizing were the most frequent lesions observed. Real-time PCR amplified H. parasuis infB gene in all samples analyzed, confirming the presence of this etiologic agent.

Abstract in Portuguese:

A doença de Glässer é uma importante enfermidade infecciosa de suínos causada pela bactéria Haemophilus parasuis. Embora bem reconhecida na maioria das regiões do Brasil, surtos de doença de Glässer não têm sido descritos na região Nordeste. Por este motivo, três regiões do Estado de Pernambuco foram visitadas com o objetivo de se identificar históricos de alta mortalidade em leitões e suínos em fase de terminação. Nove suínos foram necropsiados e fragmentos do sistema nervoso, órgãos das cavidades abdominal e torácica foram coletados para análise histopatológica. Além disso, fragmentos de pulmão e cérebro foram utilizados para extração de DNA e realização de teste molecular por meio da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em tempo real. Os principais sinais clínicos consistiram em tosse seca, apatia, febre, anorexia, paresia, tremores musculares, incoordenação motora e convulsões levando a altas taxas de mortalidade. As lesões macroscópicas mais severas consistiam em petéquias e equimoses na pele da face, abdome, membros anteriores e posteriores, além de hidropericárdio, hemopericárdio, pericardite fibrinosa e pleuropneumonia. Microscopicamente, pericardite, epicardite e miocardite subepicárdica, seguidas de pleuropneumonia multifocal moderada a grave, fibrino-supurativa e necrosante foram as lesões mais frequentes observadas. A PCR em tempo real amplificou o gene infB de H. parasuis em todas as amostras analisadas, confirmando a presença deste agente etiológico.


#2 - Comparative analysis between ventricular and sinoatrial node vascularization in cats, 32(1):78-82

Abstract in English:

ABSTRACT.- Biasi C., Borelli V., Benedicto H.G., Pereira M.R., Favaron P.O. & Bombonato P.P. 2012. [Comparative analysis between ventricular and sinoatrial node vascularization in cats.] Análise comparativa entre a vascularização ventricular e do nó sinoatrial em gatos. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(1):78-82. Setor de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-000, Brazil. E-mail: caiobiasi@usp.br The possible existence of interdependence in the blood nutrition of both atrial and ventricular territories has been a subject of concern to cardiologists, mainly related to vascularization of the sinoatrial node and its dependence on just one coronary artery or both, and its relation with the predominance of these vessels in the ventricular vascularization. Therefore, this research aimed evaluated the relation of blood irrigation of the sinoatrial node in relation to the coronary artery predominance in the ventricle vascularization. In doing so, we analyzed 30 hearts of cats without pedigree, males and females, adults of several ages. They were not carrying any heart problems. The hearts were injected by the thoracic aorta with Neoprene Latex 450, stained with red pigment, and then they were dissected. It was found that when there was a prevalence of ventricular vascularization of the left type (63.34%) the sinoatrial node irrigation was predominantly in the dependency of the Ramus proximalis atrii dextri (78.9%) or with less frequency by Ramus proximalis atrii sinister (21.1%). In the ventricular vascularization of the balanced type (33.34%), the pacemaker irrigation was in dependence more often of Ramus proximalis atrii dextri (80%) or with less frequency the nutrition of the sinoatrial node occurred by Ramus proximalis atril sinister (20%). In a single-case, we observed the ventricular vascularization of the right type (3.34%), the pacemaker nutrition was in an exclusive dependence of the Ramus intermedius atril dextri. These results suggest in this species there is no relationship between both the sinoatrial node irrigation and the type of ventricular vascularization, regardless of gender.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Biasi C., Borelli V., Benedicto H.G., Pereira M.R., Favaron P.O. & Bombonato P.P. 2012. [Comparative analysis between ventricular and sinoatrial node vascularization in cats.] Análise comparativa entre a vascularização ventricular e do nó sinoatrial em gatos. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(1):78-82. Setor de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-000, Brazil. E-mail: caiobiasi@usp.br A possível existência de interdependência na nutrição de territórios atriais e ventriculares tem sido objeto de preocupação por partes dos cardiologistas, especialmente no que tange a vascularização do nó sinoatrial e sua dependência apenas de uma artéria coronária ou de ambas e de sua relação com o predomínio destes vasos na vascularização ventricular. Assim, este estudo objetiva avaliar a relação da irrigação do nó sinoatrial e a origem e a predominância das artérias coronárias na vascularização dos ventrículos, para tanto utilizou-se 30 corações de gatos sem raça definida adultos, machos e fêmeas, sem sinais de afecção cardíaca. Os corações foram injetados pela aorta torácica com Neoprene Latex 450, corados com pigmento vermelho e dissecados posteriormente. Verificou-se que quando ocorria predomínio da vascularização ventricular do tipo esquerda (63,34%) a irrigação do nó sinoatrial ficou predominantemente na dependência do ramo proximal atrial direito (78,9%) ou com menor freqüência pelo ramo proximal atrial esquerdo (21,1%). Na vascularização ventricular do tipo equilibrada (33,34%), a irrigação do sinoatrial ficou na dependência mais freqüentemente do ramo proximal atrial direito (80%), ou com menor freqüência a nutrição do nó se deu pelo ramo proximal atrial esquerdo (20%). Em um caso isolado, ocorreu a vascularização ventricular do tipo direita (3,34%), a nutrição do sinoatrial, ficou na dependência exclusiva do ramo intermédio atrial direito. Estes resultados indicam que nesta espécie não existe relação entre a irrigação do nó sinoatrial e o tipo de vascularização ventricular, independentemente do sexo.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV