Resultado da pesquisa (1)

Termo utilizado na pesquisa Raia V.A

#1 - Livestock rabies in Pará state, Brazil: a descriptive study (2004 to 2013)

Abstract in English:

Rabies is an important zoonosis to public health associated with lethal encephalitis and economic losses. Analysis of its spatial distribution is a meaningful tool in understanding its dispersion, which may contribute to the control and prophylaxis of the disease. This study analyzed the spatial-temporal distribution of rabies outbreaks in livestock in Pará state, Brazil, from 2004 to 2013. We used records of neurological syndromes obtained from the state’s livestock authority (Adepará). The analysis recorded 711 neurological syndromes reports in livestock, of which 32.8% were positive for rabies. In 8% of the neurological syndromes (n=57) was not possible to perform the analysis because of bad-packaging conditions of the samples sent. Outbreaks involved at least 1,179 animals and cattle were the most affected animal species (76.8%). The numbers of reported neurological syndromes and of rabies outbreak shad strong positive correlation and exhibited decreasing linear trend. Spatially, most outbreaks occurred in two mesoregions in Pará (Northeast and Southeast). One of the justifications for this spatial distribution may be related with the distribution of the animals in the state, since these mesoregions are the largest cattle producers in Pará and have most of their territory deforested for pasture implementation.

Abstract in Portuguese:

A raiva é uma zoonose importante para a saúde pública associada à encefalite letal e às perdas econômicas. A análise de sua distribuição espacial é uma ferramenta importante no entendimento de sua dispersão, o que pode contribuir para o controle e a profilaxia da doença. Este estudo analisou a distribuição espaço-temporal do surto de raiva em rebanhos no estado do Pará, Brasil, entre 2004 e 2013. Foram utilizados registros de síndromes neurológicas obtidas junto à agência de defesa agropecuária do estado (Adepará). A análise revelou 711 notificações de síndromes neurológicas em herbívoros, das quais 32,8% foram positivas para raiva. Em 8% das síndromes neurológicas (n=57) não foi possível realizar as análises devido às más condições das amostras enviadas. Surtos envolveram pelo menos 1.179 animais e os bovinos foram a espécie animal mais afetada (76,8%). Os números de síndromes neurológicas relatadas e de surtos de raiva apresentam forte correlação positiva e exibem tendência linear decrescente. Espacialmente, a maioria dos surtos ocorreu em duas mesorregiões no Pará (Nordeste e Sudeste). Uma das justificativas para essa distribuição espacial pode estar relacionada à distribuição dos animais no estado, uma vez que essas mesorregiões são os maiores produtores de gado do Pará e possuem grande parte do seu território desflorestado para implantação de pastagens.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV