Resultado da pesquisa (2)

Termo utilizado na pesquisa Seki M.C

#1 - Effect of flunixin or ketoprofen in caudectomy by elastration in lambs: pain and neutrophil function

Abstract in English:

Painful procedures can affect the function of innate immune cells, such as neutrophils and macrophages, increasing the risk of infectious diseases. The present work aimed to verify if the analgesics flunixin meglumine or ketoprofen can attenuate the pain/discomfort of newborn lambs submitted by elastration tail docking and thereby avoid the impairment of blood granulocytes function. Twenty-one neonate lambs were divided into three treatments: the control group (n=7), not subjected to caudectomy; the flunixin group (n=7), subjected to caudectomy under local anesthesia and analgesia with two doses of flunixin meglumine; and the ketoprofen group (n=7), subjected to caudectomy under local anesthesia and two doses of ketoprofen. Pain indicators were observed by pain posture score (PS), the number of vocalizations (V), frequency of the movement of the ears (EF), and respiratory rates (RR), observed by a 10 minutes videos for each time points: -15min, 6h, 48h, and 144h. At the same time points, the reactive oxygen species (ROS) production and phagocytosis of blood granulocytes were measured by flow cytometry. At 6h after caudectomy, there was a pain indicator increase (RR, V, and PS), a blood granulocyte percentage increase, and a granulocytes phagocytosis reduction for both groups. At 48h, the ketoprofen group spend more time in pain posture and, at 144h, they exhibited a ROS production granulocyte reduction without signs of pain. We conclude the flunixin meglumine and ketoprofen did not prevent the acute pain/discomfort caused by caudectomy, because the groups showed a pain behavior and impaired of the innate immune response however, the flunixin meglumine was effective in controlling the chronic pain and their effects on blood granulocytes function in compare ketoprofen.

Abstract in Portuguese:

Procedimentos dolorosos podem afetar a função das células imunes inatas como neutrófilos e macrófagos, aumentando o risco de ocorrer doenças infeciosas. Desta maneira, o presente trabalho pretendeu verificar se os analgésicos flunixin meglumine ou cetoprofeno conseguem atenuar a dor/desconforto de cordeiros neonatos submetidos a caudectomia por elastração, evitando assim o comprometimento da função dos granulócitos sanguíneos. Para tanto 21 cordeiras foram aleatoriamente divididas em três tratamentos: grupo controle (n=7) não submetido a caudectomia, grupo flunixin (n=7) submetido a caudectomia precedida por anestesia local e duas doses de flunixin meglumine, e cetoprofeno (n=7) submetido a caudectomia precedida por anestesia local e duas doses de cetoprofeno. Mensurou-se os indicadores de dor/desconforto após caudectomia por observações de escore de postura de dor (EP), número de vocalizações (V), frequência de movimentar as orelhas (FO) e frequência respiratória (FR), observados em vídeos de 10 minutos nos momentos -15 min e 6, 48 e 144h. Nos mesmos momentos, avaliou-se a as funções de produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) e de fagocitose por granulócitos sanguineos em citometria de fluxo. Notou-se aumento dos indicadores de dor (FR, de V e de EP), da porcentagem dos granulócitos sanguíneos e redução da eficiência de fagocitose em ambos os grupos as 6h. As 48h, os animais do grupo cetoprofeno ainda apresentava mais tempo em postura de dor que os demais grupos e as 144h, apresentou redução da produção ERO por granulócitos. Tais achados permitem concluir que tanto o flunexin meglumine como o cetoprofeno não preveniram dor/desconforto agudo promovido pela elastração, pois os dois grupos manifestaram comportamento de dor e redução da resposta imune inata. Ainda, o analgésico flunixin meglumine foi efetivo em controlar a dor mais tardia e seus efeitos na função de granulócitos sanguíneos em comparação ao cetoprofeno.


#2 - Comparative evaluation of tumor marker CA 15-3 dosage in dogs, healthy or with breast cancer, 38(9):1800-1807

Abstract in English:

ABSTRACT.- Roberto G.B., Ziliotto L. & Seki M.C. 2018 [Comparative evaluation of tumor marker CA 15-3 dosage in dogs, healthy or with breast cancer.] Avaliação comparativa de dosagem do marcado tumoral CA 15-3 em cadelas hígidas ou com neoplasia mamária. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1800-1807. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Estadual do Centro-Oeste, Rua Semeão Camargo Varela de Sá 3, Vila Bela, Guarapuava, PR 85040-080, Brazil. E-mail: gabi_basilio1988@hotmail.com The CA 15-3 antigen is a protein present in the serum, used to monitor women with breast cancer, mainly in metastatic disease detection. The objective of this study was to evaluate the effectiveness and feasibility of the CA 15-3 tumor marker in dogs, comparing the marker values between dogs with or without breast cancer, to estimate changes in marker values after mastectomy, and their correlation between the histological types. Serum quantification of the tumor marker CA 15-3 (electrochemiluminescence test) was performed in twenty healthy bitches and twenty others with mammary neoplasia. Bitches with cancer had the content of thetracer performed before and 10 days after mastectomy. The vaginal cytology was performed at the moment of the mastectomy, dividing the animals into three different groups (diestrus, proestrus and anestrus). All the mammary tumors were examined histopathologically. The evaluation of the vaginal cytology data of the groups Diestro, Proestro and Anestro by the ANOVA test did not show a statistically significant difference between the values found. In the analysis histological types of tumor marker values of neoplasms, divided into two groups, benign and malignant, using the Mann-Whitney Rank Sum Test, there was no statistical significant difference at p>0.05. The values of the marker in the control group had an average of 0.19+0.39 U/mL, of the pre-mastectomy group 1.56+0.39 U/mL, and of the post-mastectomy group 0.66+0.27 U/mL. The statistic was performed comparing groups pre- and post-mastectomy, and the control group with group pre- and post-mastectomy with a statistical significance p< 0.005 in both tests. There was a difference of marker values before and after surgical removal of the neoplasia, suggesting its possible use in post-mastectomy tumor control. But exist variation of results with the different existing methods, and there will be still a standard reference value for each method.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Roberto G.B., Ziliotto L. & Seki M.C. 2018 [Comparative evaluation of tumor marker CA 15-3 dosage in dogs, healthy or with breast cancer.] Avaliação comparativa de dosagem do marcado tumoral CA 15-3 em cadelas hígidas ou com neoplasia mamária. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1800-1807. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Estadual do Centro-Oeste, Rua Semeão Camargo Varela de Sá 3, Vila Bela, Guarapuava, PR 85040-080, Brazil. E-mail: gabi_basilio1988@hotmail.com O antígeno CA 15-3 é uma proteína presente no soro utilizado no acompanhamento de mulheres com câncer de mama, essencialmente na detecção de metástases. Os objetivos deste estudo foram avaliar a efetividade e a viabilidade da utilização do marcador tumoral CA 15-3 em cadelas, comparando-se os valores do marcador entre cadelas sem e com neoplasia mamária, avaliando-se alterações nos valores do marcador após a mastectomia, e suas correlações entre o tipo histológico. Foi realizada a quantificação sérica do marcador tumoral CA 15-3 (teste de eletroquimioluminescência), em vinte cadelas hígidas (grupo controle) e vinte cadelas com neoplasia mamária (grupo teste). Os animais com neoplasia tiveram a dosagem do marcador realizada antes e 10 dias após a mastectomia. Ainda, foi realiza a citologia vaginal no momento da mastectomia e foram estabelecidos três grupos de acordo com a fase estral de cada cadela, Diestro, Proestro e Anestro. As massas tumorais foram encaminhadas para exame histopatológico. A avaliação dos dados de citologia vaginal entre os grupos Diestro, Proestro e Anestro pelo teste de ANOVA não demonstrou diferença estatística significativa entre os valores encontrados. E na análise para a comparação dos valores do marcador tumoral com os tipos histológicos de neoplasias, divididas em dois grupos, benignas e malignas, utilizando o teste de Mann-Whitney Rank Sum Test, o teste não demonstrou diferença estatística significativa visto que p>0,05. Os valores encontrados do marcador no grupo controle foram uma média de 0,19+0,39 U/mL, no grupo pré-mastectomia 1,56+0,39 U/mL e pós-mastectomia 0,66+0,27 U/mL. Em análise estatística com a comparação de grupo pré e pós-mastectomia, e do grupo controle com o grupo pré e pós-mastectomia observou-se significância com p< 0,005. Assim, observou-se diferença nos valores do marcador antes e depois da remoção cirúrgica da neoplasia, sugerindo seu possível uso como controle de crescimento tumoral pós-mastectomia individual. Porém há muita variação dos resultados nos diferentes métodos existentes, e não há ainda um padrão dos valores de referência para cada método, sendo necessários mais estudos sobre o uso dos marcadores.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV