Resultado da pesquisa (8)

Termo utilizado na pesquisa Silveira C

#1 - Hypomagnesemia in dairy cattle in Uruguay

Abstract in English:

An outbreak of hypomagnesemia is reported in Holstein dairy cattle grazing lush oat (Avena sativa) pasture in Uruguay. Nine of 270 (3.3%) cows died in May-July (autumn-winter) 2017. These nine cows were from 2 to 9-years-old (1st-6th lactation), with 22 to 194 days of lactation and 15.8 to 31.4L of daily milk production. Two cows with acute sialorrhea, muscle spasms, lateral recumbency, weakness, opisthotonos, and coma, were euthanized and necropsied. No significant macroscopic or histological lesions were found. One untreated clinically-affected cow and eight out of 14 clinically healthy cows of the same group under similar management and production conditions had low serum levels of Mg (lower than 0.7mmol/L). Secondarily, both clinically affected cows and six out of 14 healthy cows had low serum Ca levels. The K/(Ca+Mg) ratio of two oat forages, corn silage, and ration was 5.10, 7.73, 2.45, and 0.85, respectively. A K/(Ca+Mg) ratio lower than 2.2 represents a risk for hypomagnesemia. The difference between the contribution-requirement of minerals in the diet was established and a daily deficiency of Mg (-0.36g/day), Na (-25.2g/day) and Ca (-9.27g/day) was found, while K (184.42g/day) and P (12.81g/day) were in excess. The diet was reformulated to correct the deficiencies and the disease was controlled by the daily administration of 80g of magnesium oxide, 80g of calcium carbonate and 30g sodium chloride per cow. It is concluded that hypomagnesemia is a cause of mortality in dairy cattle in Uruguay, and that the condition can be prevented by appropriate diet formulation

Abstract in Portuguese:

Descreve-se um surto de hipomagnesemia em bovinos leiteiros da raça Holandês com alimentação a base de pastagens de aveia (Avena sativa) em crescimento no Uruguai, nos meses de maio a julho (outono-inverno) de 2017. De um rebanho de 270 vacas em ordenha, nove (3,3%) morreram. As nove vacas tinham entre dois e nove anos, estavam entre a primeira e a sexta lactação e a produção diária era de 15,8 a 31,4 litros de leite. Duas vacas que apresentaram sialorreia, espasmos musculares, decúbito lateral, debilidade, opistótono e posteriormente, estado comatoso foram eutanasiadas e necropsiadas. Não foram observadas lesões macroscópicas ou histológicas significantes. Uma vaca com sinais clínicos, não tratada, e oito de 14 vacas sem sinais clínicos, do mesmo rebanho, apresentaram baixos níveis séricos de Mg (menos de 0,7mmol/L). Adicionalmente, as duas vacas com sinais clínicos e seis das 14 vacas sem sinais clínicos apresentaram baixos níveis de Ca sérico. A relação do risco tetanizante K/(Ca+Mg) de duas pastagens de aveia, silagem de milho e ração concentrada foi estimada em 5; 10; 7,73; 2,15 e 0,85, respectivamente. Uma  relação K/(Ca+Mg) maior de 2,2 é um indicador do potencial tetanizante da forragem, A diferença entre o aporte e os requerimentos dos minerais foi estabelecida constatando‑se deficiência diária de Mg (-0,36g/dia), Na (-25,2g/dia) e Ca (-9,27g/dia). O potássio (K) (184,42g/dia) e o fósforo (P) (12,81g/dia) estavam em excesso. A dieta foi reformulada para corrigir as deficiências e a doença foi controlada mediante a administração diária de 80g de MgO, 80g de CaCO3 e 30g de NaCl por vaca. Conclui-se que a hipomagnesemia é uma doença de importância crescente em gado leiteiro no Uruguai e que deve ser prevenida mediante a formulação correta da dieta.


#2 - Acute and chronic bovine pulmonary edema and emphysema in Uruguay, 38(10):1929-1934

Abstract in English:

ABSTRACT.- Costa R.A., Schild C., Silveira C.S., Macías-Rioseco M., Mirazo S., Maya L., Clariget J. & Riet-Correa F. 2018. Acute and chronic bovine pulmonary edema and emphysema in Uruguay. [Edema e enfisema pulmonar agudo e crônico em bovinos do Uruguai.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1929-1934. Instituto Nacional de Investigación Agropecuaria, Estación Experimental INIA La Estanzuela, Ruta 50 Km 11, Colonia del Sacramento, Colonia, Uruguay. E-mail: frcorrea@inia.org.uy An outbreak of pulmonary edema and emphysema with acute and chronic cases is reported in a farm in Uruguay. In a herd of 40 Hereford steers, 20 died. The deaths began four days after a change of paddock, from an old pasture of Avena sativa to a lush growing pasture of the same grass. Acutely affected animals showed severe dyspnea, sialorrhea, cough, and subcutaneous edema, and died within 72 hours. Chronically affected steers showed dyspnea, respiratory noises, weight loss, and intolerance to exercise. The deaths began four days after the change of paddock. Ten days after the first death, the steers were withdrawn from the pasture, but continued dying throughout the following 40 days. Twenty animals died and six were necropsied. Grossly, the lungs were diffusely armed and glistening, with reddish and crepitant cut surface, and presented alveolar septae sharply distended by edema and emphysema. There was subpleural emphysema with air blebs distributed across the pleural surface. Presence of Dictyocaulus viviparus was observed in three steers. In some animals, the trachea was diffusely reddish with presence of pink foam; in some others, there was bloody liquid in the tracheal lumen. Histologic examination showed severe diffuse alveolar and interstitial emphysema, hyaline membranes adhered to the alveolar wall, thickening of the interlobular septae with proliferation of type II pneumocytes, and moderate-to-severe multifocal histiocytic, neutrophilic and eosinophilic infiltrate. In the trachea, there was submucosal hemorrhage and moderate multifocal eosinophilic and lymphocytic infiltrate. The steers with chronic signs presented similar lung lesions, but multifocal pulmonary fibrosis and cardiac dilatation were also observed. The diagnosis of acute bovine pulmonary emphysema and edema (ABPE) was based on the occurrence of the disease after introduction of the herd in a lush green pasture, on the characteristic gross and histologic lesions, and on the absence of other toxic or infectious agents causing similar lesions. Cattle raisers should be alert to the risks of occurrence of this disease after the introduction of the herds into paddocks with green and lush pastures.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Costa R.A., Schild C., Silveira C.S., Macías-Rioseco M., Mirazo S., Maya L., Clariget J. & Riet-Correa F. 2018. Acute and chronic bovine pulmonary edema and emphysema in Uruguay. [Edema e enfisema pulmonar agudo e crônico em bovinos do Uruguai.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1929-1934. Instituto Nacional de Investigación Agropecuaria, Estación Experimental INIA La Estanzuela, Ruta 50 Km 11, Colonia del Sacramento, Colonia, Uruguay. E-mail: frcorrea@inia.org.uy Descreve-se um surto de edema e enfisema pulmonar com casos agudos e crônicos em bovinos em uma criação semi-intensiva no Uruguai. De um lote de 40 novilhos da raça Hereford morreram 20. As mortes começaram quatro dias após uma mudança de alimentação, de uma pastagem mais velha de Avena sativa, para uma pastagem recentemente plantada de aveia que estava em brotação. Os animais afetados apresentaram sinais clínicos agudos de dispneia, sialorreia, tosse e alguns desenvolveram edema subcutâneo, morrendo em até 72 horas. Outros novilhos mais cronicamente afetados apresentaram dispneia, ruídos respiratórios, perda de peso e intolerância ao exercício. As mortes começaram quatro dias após a mudança de pastagens. Dez dias após a primeira morte, os novilhos foram retirados do pasto, mas morreram ainda durante 40 dias mais. Ao total, morreram vinte animais e seis foram necropsiados. Nas necropsias dos animais mortos na fase aguda os pulmões estavam difusamente armados e brilhosos e ao corte de coloração avermelhada e crepitante, com os septos alveolares acentuadamente distendidos por edema e enfisema. Havia enfisema subpleural caracterizado por bolhas de ar distribuídas pela superfície pleural. Em três bovinos havia ainda presença de Dictyocaulus viviparus. Alguns animais apresentaram a traqueia difusamente avermelhada com espuma de coloração rósea ou liquido sanguinolento livre na luz traqueal. Histologicamente havia edema e enfisema alveolar e intersticial difuso severo, membranas hialinas espessas aderidas à parede alveolar, espessamento dos septos interlobulares com proliferação de pneumócitos tipo II e infiltrado inflamatório histiocítico, neutrofílico e eosinofílico multifocal moderado a severo. Na traqueia havia hemorragias na submucosa e infiltrado eosinofílico e linfocítico multifocal. Os novilhos com sinais crônicos apresentaram lesões pulmonares semelhantes, entretanto, foram observadas também, fibrose pulmonar multifocal e dilatação cardíaca. O diagnóstico de EEPAB baseou-se na ocorrência da doença após a introdução do rebanho em uma pastagem viçosa em brotação, nas características macroscópicas e histológicas e na ausência de outros agentes tóxicos ou infecciosos que causam lesões semelhantes. Se alerta para os riscos da ocorrência desta enfermidade, quando houver mudanças de pastagens.


#3 - Suture and venous traction test analysis in dogs fixed in alcohol and preserved in saline solution, 38(9):1834-1837

Abstract in English:

ABSTRACT.- Pelógia M.E.S., Cerqueira E.S.F., Silveira C.P.B., Rolim G.S., Fechis A.D.S., Rocha T.A.S.S., Laus J.L. & Oliveira F.S. 2018. Suture and venous traction test analysis in dogs fixed in alcohol and preserved in saline solution. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1834-1837. Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Donato Castelane, Jaboticabal, SP 14884‑900, Brazil. E-mail: singaretti@fcav.unesp.br The objective of this research was to determine in necropsied dogs the best time for fixation in ethylic alcohol (EA) and preservation in 30% sodium chloride aqueous solution (SCAS 30%), aiming micro-surgical training. Five groups of necropsied dogs (G1 to G5) were fixed with EA, and put in boxes containing EA for 30 (G2), 60 (G3), 90 (G4) or 120 days (G5). After that, each group was preserved in SCAS 30% for 120 days. The control group (G1) was composed by cadavers without fixation/preservation. At the end of each period, two fragments of external jugular vein per cadaver were collected, for traction test. Immediately after the collection, the cadavers femoral veins were evaluated (by 2 people) regarding the suture quality in binocular surgical microscope, and attributed scores from 0 (bad) to 5 (excellent), regarding the fresh samples. The average at the maximum rupture strength of the G3 fixation end (21.51N), such as the average of the G2 preserving end (21.62N) remained closer to the control group (19.98N) and the G2 was the group with the best score for venous suture training. The EA was efficient as a fixative just like SCAS as a dog cadavers’ preservative. The small change of the traction test values, together with the best suture score, indicated the group kept for 30 days in EA and SCAS (G2) as the best for venous micro-surgical training.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Pelógia M.E.S., Cerqueira E.S.F., Silveira C.P.B., Rolim G.S., Fechis A.D.S., Rocha T.A.S.S., Laus J.L. & Oliveira F.S. 2018. Suture and venous traction test analysis in dogs fixed in alcohol and preserved in saline solution. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1834-1837. Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Donato Castelane, Jaboticabal, SP 14884‑900, Brazil. E-mail: singaretti@fcav.unesp.br O objetivo deste trabalho foi determinar, em cadáveres de cães, o melhor tempo para fixação em álcool etílico (AE) e conservação em solução aquosa de cloreto de sódio (SACS) a 30% visando o treinamento microcirúrgico. Cadáveres de cinco grupos (G1 a G5) foram fixados com AE e colocados em caixas contendo AE por 30 (G2), 60 (G3), 90 (G4) ou 120 days (G5). Depois, cada grupo foi conservado em SACS 30% por 120 dias. O grupo controle (G1) foi composto de cães sem fixação/conservação. Ao final de cada período, 2 fragmentos da veia jugular externa por cadáver foram coletados para o teste de tração. Imediatamente após a coleta, as veias femorais foram avaliadas (por 2 pessoas) em relação à qualidade da sutura em microscópio cirúrgico binocular, e atribuídos escores de 0 (péssimo) à 5 (excelente), em relação às amostras frescas. A média da força máxima de ruptura no G3 no final da fixação (21,51N), assim como a média do G2 no final da conservação (21,62N) foram as que mais se mantiveram próxima do grupo controle (19,98N) e o G2 foi o grupo com o melhor escore para treinamento da sutura venosa. O AE foi eficiente como fixador assim como a SACS foi efetiva na conservação de cadáveres de cães. A pequena alteração nos valores do teste de tração, junto com o melhor escore para sutura, indicaram o grupo mantido por 30 dias em AE e SACS (G2) como o melhor para treinamento venoso microcirúrgico.


#4 - Epidemiological, clinical and pathological aspects and early diagnosis of bovine seneciosis in the Western region of Rio Grande do Sul, Brazil, 37(12):1423-1429

Abstract in English:

ABSTRACT.- Krabbe A.A., Gonçalves M.A., Silveira C.S., Morais R.M., Quevedo L.S., Ribeiro P.V.R. & Anjos B.L. 2017. [Epidemiological, clinical and pathological aspects and early diagnosis of bovine seneciosis in the Western region of Rio Grande do Sul, Brazil.] Aspectos epidemiológicos, clínico-patológicos e diagnóstico precoce da seneciose bovina no Oeste do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(12):1423-1429. Laboratório de Patologia Veterinária, Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: anjosbl@gmail.com The ingestion of Senecio spp. (ragwort) is perhaps the leading cause of death of cattle in central and southern Rio Grande do Sul, Brazil. Considering the limited information about this condition in the Western region of Rio Grande do Sul, Brazil, this paper describes main epidemiological clinical and pathological aspects of seneciosis in cattle. The assessments were made through questionnaires on 16 rural properties which had suspected cases of poisoning in cattle, from August 2011 to March 2014. During the visits were evaluated epidemiological aspects of poisoning and performed sample collection of Senecio plants for botanical identification, as well as collection of liver samples using transthoracic biopsy for confirmation of the poisoning. Senecio species most common on farms were S. brasiliensis and S. heterotrichius. From 88 cattle that failed to thrive on nine different farms, 69 animals (about 80%) were positive for chronic seneciosis with periportal fibrosis (78% of cases), megalocytosis (76% of cases) and with bile duct proliferation (68% of cases). Lesions were classified as mild, moderate or marked. The current study confirms the occurrence of this poisoning, even in cattle without evident clinical signs. The use of liver biopsy enabled the early diagnosis of poisoning and helped farmers carefully to dispose affectd cattle, as well as to recognize the real situation of poisoning in the herd and minimize economic losses.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Krabbe A.A., Gonçalves M.A., Silveira C.S., Morais R.M., Quevedo L.S., Ribeiro P.V.R. & Anjos B.L. 2017. [Epidemiological, clinical and pathological aspects and early diagnosis of bovine seneciosis in the Western region of Rio Grande do Sul, Brazil.] Aspectos epidemiológicos, clínico-patológicos e diagnóstico precoce da seneciose bovina no Oeste do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(12):1423-1429. Laboratório de Patologia Veterinária, Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: anjosbl@gmail.com A ingestão de Senecio spp. (maria-mole) é, possivelmente, a principal causa de morte de bovinos por agentes tóxicos nas regiões central e sul do Rio Grande do Sul. Ao considerar a limitação de informações acerca dessa condição no Oeste do Rio Grande do Sul, esse trabalho objetiva descrever os principais aspectos epidemiológicos e clínico-patológicos da seneciose em bovinos nessa região. O estudo foi realizado por meio da aplicação de questionários em 16 propriedades rurais de municípios da região que apresentaram casos suspeitos da intoxicação em bovinos, de agosto de 2011 a março de 2014. Durante as visitas as propriedades foram coletadas plantas do gênero Senecio para identificação botânica, bem como se procedeu a coleta de fragmentos de fígado através de biópsia transtorácica para confirmação da intoxicação. As espécies de Senecio mais frequentes nas propriedades foram S. brasiliensis e S. heterotrichius. De um total de 88 bovinos, de nove propriedades distintas, que apresentaram falha no ganho de peso, 69 animais (aproximadamente 80%) foram positivos para seneciose crônica por apresentarem lesões características da intoxicação, tais como fibrose periportal (78% dos casos), megalocitose (76% dos casos) e proliferação de ductos biliares (68% dos casos), classificadas entre discretas e acentuadas. O trabalho confirmou a ocorrência da doença, mesmo em bovinos sem sinais clínicos evidentes. Os resultados obtidos nessas avaliações foram fundamentais para orientar proprietários e técnicos quanto às principais características da doença e às formas de controle a serem adotadas. O emprego da biópsia hepática possibilitou o diagnóstico precoce da intoxicação e auxiliou os criadores quanto ao descarte mais criterioso de bovinos e a real situação da intoxicação no rebanho, minimizando as perdas econômicas.


#5 - Foot lesions of sheep from southwestern Rio Grande do Sul, 36(10):971-978

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silveira C.S., Damboriarena P.A., Morais R.M., Trost M.E., Pozzobon R. & Anjos B.L. 2016. [Foot lesions of sheep from southwestern Rio Grande do Sul.] Lesões podais em ovinos da Mesorregião Sudoeste do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):971-978. Laboratório de Patologia Veterinária, Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: anjosbl@gmail.com Foot lesions in sheep are important causes of economic loss due to fall in productivity, reproduction, by spending on ineffective treatment and elimination of affected animals. The purpose of this study was described the main features of foot lesions of sheep from southwestern Rio Grande do Sul, as well as epidemiological aspects and the importance of occurrence of these lesions for sheep farming in the region. Epidemiological and clinic-pathological information of sheep herds from the region between April 2014 and April 2015, by means of visits to farms. In the study were evaluated 27 sheep flocks on farms located in different municipalities. In 21 farms was reported occurrence of foot lesions in sheep having caused significant economic losses. About 1700 sheep, 10% of herds, showed different degree of lameness caused by foot lesions ranging from mild to severe. It was found that several factors, such as climate and breeding were favorable for the development of foot injuries which may be associated with different disorders and etiologic agents. Although these injuries are important, the control and prevention has proved ineffective. Also was observed that infectious pododermatitis (Footrot) may be the main foot disease of sheep in the region, and can be considered a neglected disease.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silveira C.S., Damboriarena P.A., Morais R.M., Trost M.E., Pozzobon R. & Anjos B.L. 2016. [Foot lesions of sheep from southwestern Rio Grande do Sul.] Lesões podais em ovinos da Mesorregião Sudoeste do Rio Grande do Sul. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):971-978. Laboratório de Patologia Veterinária, Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: anjosbl@gmail.com Lesões podais em ovinos são causas importantes de perdas econômicas por quedas na produtividade, na reprodução, por gastos com tratamentos ineficientes e com o descarte de animais afetados. Dessa forma, os objetivos foram descrever as principais características das lesões podais observadas em ovinos da Mesorregião Sudoeste do Rio Grande do Sul, seus aspectos epidemiológicos e a importância da ocorrência desses distúrbios para a criação de ovinos nessa região. Foram coletados dados epidemiológicos e clinicopatológicos de rebanhos ovinos da região entre abril de 2014 e abril de 2015 através de visitas técnicas em propriedades rurais. Foram avaliados rebanhos ovinos em 27 propriedades rurais localizadas em diferentes municípios, dos quais 21 registraram a ocorrência de lesões podais com relato de perdas econômicas significativas. Aproximadamente 1.700 ovinos, em média 10% dos rebanhos, apresentavam diferentes graus de claudicação decorrente de lesões podais que variavam de brandas a severas. Verificou-se que diversos fatores como clima e manejo foram favoráveis para o desenvolvimento das lesões podais e essas podem estar associadas a diferentes distúrbios e agentes etiológicos. No entanto, embora essas condições sejam importantes, o controle e a prevenção tem se mostrado ineficientes. Observou-se ainda que a pododermatite infecciosa dos ovinos (Footrot), parece ser a principal doença podal na região e atualmente pode ser considerada uma doença negligenciada.


#6 - Use of platelet rich plasma to stimulate angiogenesis in the thoracodorsal axial pattern flap in rabbits (Oryctolagus cuniculus), 36(2):108-118

Abstract in English:

ABSTRACT.- Pazzini J.M., De Nardi A.B., Huppes R.R., Gering A.P., Ferreira M.G.P.A., Silveira C.P.B., Luzzi M.C. & Oliveira J.A. 2016. [Use of platelet rich plasma to stimulate angiogenesis in the thoracodorsal axial pattern flap in rabbits (Oryctolagus cuniculus).] Utilização de plasma rico em plaquetas para estimulação da angiogênese em flape de padrão axial toracodorsal em coelhos (Oryctolagus cuniculus). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(2):108-118. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, Via de Acesso Paulo Donatto Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884.900, Brazil, E-mail: josipazzini@hotmail.com Wounds of large tracts with loss of tissue viability and delayed healing by secondary intention are cases where it is necessary the use of reconstructive surgical techniques. The platelet rich plasma (PRP) is a product with a higher platelet concentration, adjuvant in the healing process of reconstructive surgeries, assisting in the processes of hemostasis and stimulation of angiogenesis. Thus, a study was devised to assess the efficacy of the gel produced from the platelet rich plasma (PRP) in the forward axial flaps thoracodorsal pattern in rabbits to evaluate the ability to promote the integration of the flap the recipient bed. We used 30 white rabbits New Zealand, separated into two groups of 15 animals, comprising the platelet rich plasma groups (GPRP), in which we used the gel before the synthesis of the surgical wound , and control (CG), in which only saline was used. To obtain the PRP, the blood was collected from the animals, was determined and the platelet count before preparation of the gel. At the beginning and end of the experiment the animals were weighed for analysis of average weight gain. After surgery began macroscopic in the 3rd, 7th and 14th day reviews, and we assessed the presence or absence of exudate, skin integrity, edema, redness and necrosis. After this step, yielded the material for the manufacture of surgical wound, followed by microscopic histological slides. We evaluated vascular proliferation, presence of polymorphonuclear and mononuclear cells, fibroblast proliferation, collagen deposition, reepithelialization and hemorrhage. The data were subjected to statistical analysis (Student t test, t paired, and Kruskal Wallis test, and p<0.05). The average weight gain was not significant between the groups; platelet concentration in the final sample of PRP was significantly higher when compared with the original; exudate and necrosis were significantly higher in the control group compared to PRP group, vascular proliferation and reepithelialization were significantly greater in PRP group, whereas the presence of mononuclear cells, polymorphonuclear cells, proliferation of fibroblasts, collagen and hemorrhage were not significant between groups. Obtained on the third day, as the difference significantly greater exudate variable in the control group compared to the PRP group; on the seventh day exudate and flushing were significantly higher in the control group, and the fourteenth day exudate and integrity of the skin were significantly higher in the control group. The results of this study showed that the use of platelet rich plasma gel in the form of reconstructive surgery was able to stimulate angiogenesis in the wound favoring the healing process.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Pazzini J.M., De Nardi A.B., Huppes R.R., Gering A.P., Ferreira M.G.P.A., Silveira C.P.B., Luzzi M.C. & Oliveira J.A. 2016. [Use of platelet rich plasma to stimulate angiogenesis in the thoracodorsal axial pattern flap in rabbits (Oryctolagus cuniculus).] Utilização de plasma rico em plaquetas para estimulação da angiogênese em flape de padrão axial toracodorsal em coelhos (Oryctolagus cuniculus). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(2):108-118. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, Via de Acesso Paulo Donatto Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884.900, Brazil, E-mail: josipazzini@hotmail.com Feridas de grandes extensões, com perda da viabilidade tecidual e retardo na cicatrização por segunda intenção são casos que se faz necessário o emprego de técnicas cirúrgicas reconstrutivas. O plasma rico em plaquetas (PRP) é um produto com maior concentração plaquetária, adjuvante no processo cicatricial de cirurgias reconstrutivas, auxiliando nos processos de hemostasia e estimulação da angiogênese. Dessa forma, delineou-se um estudo a fim de avaliar a eficácia do uso do gel produzido a partir do plasma rico em plaquetas (PRP) em flapes de avanço de padrão axial toracodorsal em coelhos, para avaliar a possibilidade de favorecer a integração do retalho no leito receptor. Utilizaram-se 30 coelhos da raça Nova Zelândia branco, separados em dois grupos de 15 animais, compreendendo os grupos plasma rico em plaquetas (GPRP), na qual empregou-se o gel antes da síntese da ferida cirúrgica, e controle (GC), na qual utilizou-se apenas solução fisiológica. Para obtenção do PRP, coletou-se sangue dos animais, e determinou-se a contagem plaquetária antes da preparação do gel. No início e término do experimento os animais foram pesados para posterior análise de ganho peso médio. Após o procedimento cirúrgico iniciou-se as avaliações macroscópicas no 3º, 7º e 14º dia, e avaliou-se presença ou ausência de exsudato, integridade da pele, edema, rubor e necrose. Após esta etapa, coletou-se o material da ferida cirúrgica para confecção das lâminas histológicas e posterior avaliação microscópica. Avaliou-se a proliferação vascular, presença de células mononucleares e polimorfonucleares, proliferação fibroblástica, colagenização, reepitelização e hemorragia. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística (Teste t Student, t emparalhado, e Kruskall Walis, sendo p<0,05). O ganho de peso médio não foi significativo entre os grupos; a concentração plaquetária da amostra final do PRP foi significativamente maior quando comparada com a inicial; exsudato e necrose foram significativamente maior no grupo controle quando comparado ao grupo PRP; proliferação vascular e reepitelização foram significativamente maior no grupo PRP, enquanto que a presença de mononucleares, polimorfonucleares, proliferação de fibroblastos, colagenização e hemorragia não foram significativas entre os grupos. Obteve-se no terceiro dia, diferença significativamente maior quanto à variável exsudato no grupo controle quando comparado ao grupo PRP, no sétimo dia exsudato e rubor foram significativamente maior no grupo controle, e ao décimo quarto dia exsudato e integridade da pele foram significativamente maior no grupo controle. Os resultados obtidos neste estudo evidenciaram que a utilização do plasma rico em plaquetas na forma de gel em cirurgia reconstrutiva foi capaz de estimular a angiogênese na ferida favorecendo o processo de cicatrização.


#7 - Method to obtain platelet-rich plasma from rabbits (Oryctolagus cuniculus), 36(1):39-44

Abstract in English:

ABSTRACT.- Pazzini J.M., De Nardi A.B., Huppes R.R., Gering A.P., Ferreira M.G.P.A., Silveira C.P.B., Luzzi M.C. & Santos R. 2016. Method to obtain platelet-rich plasma from rabbits (Oryctolagus cuniculus). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(1):39-44. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, Via de Acesso Paulo Donatto Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884.900, Brazil. E-mail: josipazzini@hotmail.com Platelet-rich plasma (PRP) is a product easy and inxpesnsive, and stands out to for its growth factors in tissue repair. To obtain PRP, centrifugation of whole blood is made with specific time and gravitational forces. Thus, the present work aimed to study a method of double centrifugation to obtain PRP in order to evaluate the effective increase of platelet concentration in the final product, the preparation of PRP gel, and to optimize preparation time of the final sample. Fifteen female White New Zealand rabbits underwent blood sampling for the preparation of PRP. Samples were separated in two sterile tubes containing sodium citrate. Tubes were submitted to the double centrifugation protocol, with lid closed and 1600 revolutions per minute (rpm) for 10 minutes, resulting in the separation of red blood cells, plasma with platelets and leucocytes. After were opened and plasma was pipetted and transferred into another sterile tube. Plasma was centrifuged again at 2000rpm for 10 minutes; as a result it was split into two parts: on the top, consisting of platelet-poor plasma (PPP) and at the bottom of the platelet button. Part of the PPP was discarded so that only 1ml remained in the tube along with the platelet button. This material was gently agitated to promote platelets resuspension and activated when added 0.3ml of calcium gluconate, resulting in PRP gel. Double centrifugation protocol was able to make platelet concentration 3 times higher in relation to the initial blood sample. The volume of calcium gluconate used for platelet activation was 0.3ml, and was sufficient to coagulate the sample. Coagulation time ranged from 8 to 20 minutes, with an average of 17.6 minutes. Therefore, time of blood centrifugation until to obtain PRP gel took only 40 minutes. It was concluded that PRP was successfully obtained by double centrifugation protocol, which is able to increase the platelet concentration in the sample compared with whole blood, allowing its use in surgical procedures. Furthermore, the preparation time is appropriate to obtain PRP in just 40 minutes, and calcium gluconate is able to promote the activation of platelets.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Pazzini J.M., De Nardi A.B., Huppes R.R., Gering A.P., Ferreira M.G.P.A., Silveira C.P.B., Luzzi M.C. & Santos R. 2016. Method to obtain platelet-rich plasma from rabbits (Oryctolagus cuniculus). [Método de obtenção de plasma rico em plaquetas de coelhos (Oryctolagus cuniculus).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(1):39-44. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Campus Jaboticabal, Via de Acesso Paulo Donatto Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884.900, Brazil. E-mail: josipazzini@hotmail.com O plasma rico em plaquetas (PRP) é um produto de fácil obtenção a baixo custo, destacando-se pelos seus fatores de crescimento na reparação tecidual. Para obtenção do PRP, a centrifugação do sangue total é realizada com tempos e forças gravitacionais específicas. Assim, o presente trabalho teve por objetivo estudar o método da dupla centrifugação para obtenção do PRP, a fim de avaliar a eficácia de aumento da concentração de plaquetas no produto final, a preparação de gel de PRP e otimizar o tempo de preparação da amostra final. Quinze coelhos Nova Zelândia Branco, fêmeas, foram submetidos à coleta de sangue para a preparação de PRP. As amostras foram separadas em dois tubos estéreis contendo citrato de sódio. Os tubos foram submetidos ao protoloco de dupla centrifugação, com a tampa fechada a 1600 revoluções por minuto (rpm) durante 10 minutos, resultando na separação dos glóbulos vermelhos, plaquetas e plasma contendo os leucócitos. Na sequência, foram destapados para pipetar o plasma e transferí-lo para outro tubo de estéril. O plasma foi novamente centrifugado a 2000pm durante 10 minutos, resultando em duas partes: a parte superior, que consistia em plasma pobre em plaquetas (PPP) e a parte inferior do botão de plaquetas. Parte PPP foi descartado de modo que apenas 1ml de PPP permaneceu no frasco juntamente com o botão de plaquetas. Este material foi agitado suavemente para promover a ressuspensão das plaquetas, o que resultou na produção de PRP. O protocolo de centrifugação dupla foi capaz de promover a concentração de plaquetas 3 vezes maior em relação à amostra de sangue inicial. O volume de gluconato de cálcio utilizado para a ativação das plaquetas foi de 0,3ml, e foi suficiente para coagular a amostra, e o tempo de coagulação variou de 8 a 20 minutos, com uma média de 17,6 minutos. O tempo da centrifugação do sangue até a obtenção do PRP gel levou apenas 40 minutos. Concluiu-se que o PRP foi obtido com sucesso pelo protocolo de centrifugação dupla, sendo capaz de aumentar a concentração de plaquetas na amostra em comparação com o sangue total, permitindo assim a utilização de PRP em procedimentos cirúrgicos. Além disso, o tempo de preparação foi adequado, permitindo a obtenção do PRP em apenas 40 minutos, e a utilização de gluconato de cálcio foi capaz de promover a ativação das plaquetas.


#8 - Dioctophyma renale in 28 dogs: clinicpathological and ultrasonographic findings, 35(11):899-905

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silveira C.S., Diefenbach A., Mistieri M.L, Machado R.L. & Anjos B.L. 2015. [Dioctophyma renale in 28 dogs: clinicpathological and ultrasonographic findings.] Dioctophyma renale em 28 cães: aspectos clinicopatológicos e ultrassonográficos. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(11):899-905. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: anjosbl@gmail.com Dioctophyma renale infection in dogs is being considered uncommon for most parts of the world. However, some regions show an increase of this infection; but many data of the epidemiology and the biological cycle of the parasite are still unclear. The present study describes the epidemiological, clinicpathological and ultrasonographic aspects of 28 cases of infection by Dioctophyma renale in dogs in the West Frontier region of Rio Grande do Sul, Brazil. Street dogs were the most affected and all of them had access to the banks of the Uruguay River. The renal and extra-renal lesions were predominantly characterized by atrophy of the renal parenchyma, sclerotic glomerulonephritis and granulomatous peritonitis, associated with free adult parasites and eggs in the abdominal cavity and erratic migration into the subcutaneous tissue. The ultrasound findings corresponded especially to the circular cross-sectional images with 0.6cm in diameter at most, with hyperechoic margin and hypoechoic center too. These findings were pathognomonic for Dioctophyma renale infection and this examination was essential for the definitive diagnosis by clinical evaluation. The results of the study demonstrate the importance of this parasitism in the region, alert that the diagnosis has being underestimated, and point out the need to clarify its epidemiology in order to reach effective control measures.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silveira C.S., Diefenbach A., Mistieri M.L, Machado R.L. & Anjos B.L. 2015. [Dioctophyma renale in 28 dogs: clinicpathological and ultrasonographic findings.] Dioctophyma renale em 28 cães: aspectos clinicopatológicos e ultrassonográficos. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(11):899-905. Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal, Universidade Federal do Pampa, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: anjosbl@gmail.com A infecção em cães por Dioctophyma renale, relatada em diversas partes do mundo, é considerada incomum, na maioria das vezes. No entanto, em algumas regiões são descritos números crescentes da infecção e muitos dados da epidemiologia e do ciclo biológico do parasito ainda são obscuros. Dessa forma, o trabalho tem como objetivo descrever os aspectos epidemiológicos, clinicopatológicos e ultrassonográficos de casos de infecção por Dioctophyma renale em cães na região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. Foram estudados 28 casos de dioctofimose em cães necropsiados ou clinicamente avaliados, submetidos à ultrassonografia e cirurgia para retirada dos parasitos. Os cães errantes foram os mais acometidos e todos com possível acesso às margens do Rio Uruguai. As lesões renais e extrarrenais foram caracterizadas predominantemente por atrofia do parênquima renal com glomerulonefrite esclerosante e peritonite granulomatosa associada a parasitos adultos livres na cavidade abdominal e ovos, bem como migrações erráticas para o tecido subcutâneo. Por fim, os achados ultrassonográficos corresponderam, especialmente, a imagens transversais circulares de até 0,6 cm de diâmetro, com margem hiperecoica e centro hipoecoico. Esses achados foram patognomônicos para infecção por Dioctophyma renale, e o exame ultrassonográfico se mostrou indispensável para o diagnóstico definitivo durante a avaliação clínica. Os achados observados nesse estudo demonstram a importância dessa parasitose na região. Além disso, alertam para a importância do diagnóstico, que vem sendo subestimado, além de apontar a necessidade de mais dados acerca da epidemiologia da doença para que se chegue a métodos efetivos de controle.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV