Resultado da pesquisa (1)

Termo utilizado na pesquisa Teixeira S.A.M.V

#1 - Uterine secretory activity and histology of prepubertal female dogs in an animal model of partial ablation of endometrial glands development

Abstract in English:

Inadequate exposure of the female reproductive system to steroids in uterine developmental periods can partially inhibit the development of endometrial glands in dogs. However, the effects of steroids on the formed glands functionality remain unknown, as well as the possible occurrence of endometrial fibrosis. This study aimed to evaluate the secretory activity of endometrial glands in prebubertal female dogs submitted to a protocol of partial ablation of the uterine adenogenesis. Sixteen females of non-specific breed were distributed into two groups; MPA (n=8), females that received applications of medroxyprogesterone acetate every 3 weeks; and C (n=8) untreated control females. Ovariohysterectomy was performed in all animals at the age of 6 months and evaluated the uterine horns by histological and histochemistry exams. The secretion intensity (degrees 1-4) was evaluated using periodic acid-Schiff (PAS) and alcian blue (AB) pH 2.5. Histological evaluation was performed using Masson’s trichrome and toluidine blue. Only degree 1 and 2 marks for PAS were observed in both groups, with no difference of uterine secretion intensity between the groups regarding the degrees found. However, the MPA group revealed higher intensity of uterine secretion compared to group C (p<0.05). Staining with AB pH 2.5 also revealed only degree 1 and 2 marks in both groups, with no statistically significance between them. Masson’s trichrome staining revealed no marks in the periglandular region in both groups. A higher among of mast cells was observed in the myometrial region of the uterus in both groups. Prepubertal female dogs with partial ablation of the uterine adenogenesis present minimal uterine secretory activity, absence of periglandular fibrosis and increased presence of mast cells in the myometrium compared to endometrium.

Abstract in Portuguese:

A exposição inadequada do sistema reprodutor feminino a esteróides em períodos do desenvolvimento uterino pode inibir parcialmente o desenvolvimento das glândulas endometriais em cães. Entretanto, não se conhece os efeitos dos esteróides sobre a funcionalidade das glândulas formadas, bem como a possível ocorrência de fibrose endometrial. Objetivou-se avaliar a atividade secretória das glândulas endometriais de cadelas pré-púberes submetidas a protocolo de ablação parcial da adenogênese uterina. Foram utilizadas 16 fêmeas, sem-raça-definida, distribuídas nos grupos MPA (n=8), fêmeas que receberam aplicações de acetato de medroxiprogesterona a cada 3 semanas, e C (n=8), fêmeas controle não tratadas. Aos seis meses de idade, foi realizada ovariohisterectomia em todos os animais, e avaliados os cornos uterinos pelo exame histológico e de histoquímica. Para avaliar a intensidade de secreção (graus 1-4), foram utilizadas periodic acid-Schiff e alcian blue (AB) pH 2,5. Para a avaliação histológica foram utilizados tricrômico de Masson e azul de toluidina. Apenas marcações graus 1 e 2 foram observadas para PAS em ambos os grupos, sem diferença na intensidade de secreção uterina entre grupos com relação aos graus encontrados. Entretanto, o grupo MPA apresentou maior intensidade de secreção uterina em relação ao grupo C (p<0,05). Com relação ao AB pH 2,5, em ambos os grupos também foram encontradas apenas marcações de graus 1 e 2, sem diferença estatística entre grupos. Não foram observadas marcações para a coloração de tricrômico de Masson na região periglandular, em ambos os grupos. Foi observada maior quantidade de mastócitos presentes no útero na região do miométrio, em ambos os grupos. Conclui-se que cadelas pré-púberes com ablação parcial da adenogênese uterina apresentam mínima atividade secretória uterina, ausência de fibrose periglandular e maior presença de mastócitos no miométrio em relação ao endométrio.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV