Resultado da pesquisa (1)

Termo utilizado na pesquisa Vargas D.P

#1 - Causes of death and reason for euthanasia in cats in the central region of Rio Grande do Sul, Brazil (1964-2013)

Abstract in English:

The objective of this study was to determine the main diseases that cause death or euthanasia in cats in the central region of Rio Grande do Sul, Brazil. The Veterinary Pathology Laboratory (LPV-UFSM) files were reviewed from 1964 to 2013 and a total of 1,247 cat necropsies protocols were found. In 878 (70.40%) protocols the cause of death and/or reason for euthanasia has been established while in 369 (29.59%) cases it was not possible to be determined and these were classified as inconclusive. The final diagnosis were evaluated and classified into different categories. The category which includes the largest number of causes of death or reason for euthanasia in cats are disorders due to physical agents (15.63%), followed by infectious and parasitic diseases (13.15%), tumors (10.50%), other disorders (8.34%), poisoning and toxinfections (5.29%), degenerative diseases (4.81%), iatrogenic disorders (3.76%), metabolic and endocrinological diseases (2.72%), immune-mediated diseases (2.08%), nutritional diseases (1.60), convenience euthanasia (1.44%) and congenital disorders (1.04%). The most important diseases were also evaluated according to age and the results demonstrated that adult cats are most affected by lower urinary tract disease, trauma and iatrogenic disorders. Elderly cats are most affected by tumors and chronic renal failure. However, in young cats, feline infections peritonitis were found to be the most important cause of death or euthanasia.

Abstract in Portuguese:

Este trabalho tem por objetivo determinar a prevalência das doenças que causam a morte ou levam à eutanásia de gatos da região central do Rio Grande do Sul. Para isto, foram revisados os arquivos do Laboratório de Patologia Veterinária (LPV) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) entre 1964 a 2013, e foram encontrados um total de 1.247 protocolos de necropsias de gatos. Em 878 protocolos (70,4%) a causa da morte e/ou razão para eutanásia foi estabelecida e em 369 casos (29,6%) não foi possível estabelecer uma causa definitiva. Os diagnósticos encontrados foram avaliados e distribuídos em diferentes categorias. Os grupos responsáveis pelo maior número de causas de morte ou razão para eutanásia em gatos foram os distúrbios causados por agentes físicos (15,6%), seguidos das doenças infecciosas e parasitárias (13,2%) e dos tumores (10,50%). Intoxicações e toxi-infecções (5,3%), doenças degenerativas (4,8%), distúrbios iatrogênicos (3,8%), doenças metabólicas e endocrinológicas (2,7%) foram categorias comuns. Doenças imunomediadas (2,1%), doenças nutricionais (1,6%), eutanásia por conveniência (1,4%) e distúrbios congênitos (1%) foram categorias incomuns. Outros distúrbios perfizeram 8,34% dos casos, As doenças mais importantes também foram avaliadas com relação à idade e os resultados obtidos demonstram que os adultos são mais acometidos pelo distúrbio do trato urinário inferior dos felinos, por traumas e por distúrbios iatrogênicos. Os gatos idosos são mais afetados por tumores e por doenças degenerativas, como a insuficiência renal crônica. Nos filhotes a principal doença que causa a morte ou eutanásia é a peritonite infecciosa felina.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV