Resultado da pesquisa (1)

Termo utilizado na pesquisa dos Santos H.F.

#1 - Molecular detection of Apicomplexa protozoa in tissues from Alouatta guariba clamitans

Abstract in English:

The brown howler monkey (Alouatta guariba clamitans) is a primate species widely distributed in South America. Infections by protozoa are common in primates. However, studies on protozoa in primates in Brazil are scarce, so the goal of this study was to investigate DNA from the apicomplexan protozoa Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii in tissues of A. guariba clamitans. DNA extraction was performed on tissue samples from the heart, brain, liver, spleen, lung and intestine of six A. guariba clamitans from Santa Maria, Central Region of Rio Grande do Sul, Brazil. Conventional PCR was performed using 18S rRNA gene general primers for Apicomplexa and also specific primers to amplify Neospora spp. and Toxoplasma gondii DNA. All animals were positive in the 18S PCR and the genetic sequencing confirmed the presence of Sarcocystis spp. DNA in the tissues of four animals belonging to at least two species (S. neurona and S. gigantea) and T. gondii DNA in the other two animals. One positive sample for T. gondii was genotypically characterized as atypical by the restriction fragment length polymorphism technique. N. caninum DNA was not detected in the tested samples. The presence of Apicomplexa protozoan DNA in the tissues of the six animals tested in this study highlights the importance of howler monkeys as maintainers of these pathogens in nature.

Abstract in Portuguese:

O bugio ruivo (Alouatta guariba clamitans) é uma espécie de primata amplamente distribuída na América do Sul. As infecções por protozoários são comuns em primatas. Entretanto, estudos sobre protozoários em primatas no Brasil são escassos, portanto o objetivo deste estudo foi pesquisar DNA dos protozoários Apicomplexa Neospora caninum, Sarcocystis spp. e Toxoplasma gondii em tecidos de A. guariba clamitans. A extração de DNA foi realizada em amostras de tecido do coração, cérebro, fígado, baço, pulmão e intestino de seis A. guariba clamitans oriundos de Santa Maria, Região Central do Rio Grande do Sul, Brasil. Foi realizada PCR convencional utilizando primers geral do gene 18S rRNA para Apicomplexa e também primers específicos para amplificação de DNA de Neospora spp.e Toxoplasma gondii. Todos os animais foram positivos no PCR geral para Apicomplexa e no sequenciamento genético confirmou-se a presença de DNA de Sarcocystis nos tecidos de quatro animais pertencentes a pelo menos duas espécies (S. neurona e S. gigantea), e DNA de T. gondii foi detectado nos outros dois animais. Uma amostra positiva para T. gondii foi caracterizada genotipicamente como atípico pela técnica de polimorfismo do comprimento do fragmento de restrição. Não foi detectado DNA de N. caninum nas amostras testadas. A presença de DNA de protozoários apicomplexa nos tecidos dos seis animais testados neste estudo destaca a importância dos bugios ruivos como mantenedores desses patógenos na natureza.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV