Resultado da pesquisa (5)

Termo utilizado na pesquisa gastrointestinal parasites

#1 - Research and extension action for parasitic control in pig breeding families located in Tanguá, Rio de Janeiro

Abstract in English:

This study aimed to analyze the parasites infesting pigs and their producers on family farms in Tanguá, RJ, Brazil, and to conduct extension activities between 2018 and 2019. Fecal samples were collected from 132 pigs, as well as, skin scrapings from the ears of 125 animals. In addition, 36 stool specimens from farmers and their families were analyzed. The collected material was processed by direct examination, sedimentation and flotation techniques. Gastrointestinal parasites were detected in 88.6% of the pigs, especially coccidia (71.8%), Balantioides coli (55%), strongyles (40.2%) and Strongyloides ransomi (31.6%) which showed statistically significance (p<0.05). Ectoparasites were identified in 16% of the pigs, mostly Sarcoptes scabiei var. suis (76.2%). Parasites were detected in 19.4% of the humans, including, Entamoeba coli (19.4%), Ascaris lumbricoides (8.3%) and Trichuris trichiura (5.5%). The frequency of B. coli and S. scabiei var. suis (p<0.05) were statistically significant, when analyzing the age group of the animals, having been more detected in the older years, fatterners phase. The pig farmers participated in these activities extension, which included lecture and “field day”, aimed at imparting information about parasites and their prophylaxis. The situation in Tanguá pig farms reinforces the need to carry out programs that provide technical support to these farmers, whose livelihood depends on pig farming.

Abstract in Portuguese:

Este estudo objetivou analisar os parasitos que infectam suínos e seus produtores em propriedades familiares em Tanguá, RJ, Brasil, realizando atividades extensionistas entre 2018 e 2019. Amostras fecais foram coletadas de 132 suínos, bem como raspados da pele da orelha de 125 animais. Além disso, 36 amostras fecais dos produtores e seus familiares foram analisadas. O material coletado foi processado pelo exame direto e por técnicas de sedimentação e flutuação. Parasitos gastrointestinais foram detectados em 88,6% dos suínos, principalmente coccídios (71,8%), Balantioides coli (55%), estrôngilos (40,2%) e Strongyloides ransomi (31,6%) que apresentaram significância estatística (p<0,05). Ectoparasitos foram identificados em 16% dos suínos, principalmente Sarcoptes scabiei var. suis (76,2%). Parasitos foram detectados em 19,4% das amostras fecais humanas, incluindo Entamoeba coli (19,4%), Ascaris lumbricoides (8,3%) e Trichuris trichiura (5,5%). A frequência de B. coli e S. scabiei var. suis foi estatisticamente significativa (p<0,05), quando se analisou os animais por faixa etária, tendo sido principalmente detectado nos animais mais velhos, como na fase de terminação. Os produtores de suínos participaram ativamente das atividades de extensão, incluído a palestra e a atividade “dia de campo”, que tinham como objetivo mediar informações sobre parasitos e suas medidas profiláticas. A situação nas granjas familiares de Tanguá demonstra a necessidade de realização de programas que apoiem tecnicamente esses produtores, que utilizam a suinocultura como fonte de subsistência.


#2 - Gastrointestinal parasites in goats from Quixadá, Ceará, 38(8):1505-1510

Abstract in English:

ABSTRACT.- Oliveira D.A.S., Brito R.L.L., Neves M.R.M., Sousa M.M., Miranda R.R.C., Mourão A.E.B., Cavalcante A.C.R. & Vieira L.S. 2018. [Gastrointestinal parasites in goats from Quixadá, Ceará.] Parasitos gastrintestinais em caprinos no município de Quixadá, Ceará. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(8):1505-1510. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias e Biológicas, Universidade Estadual do Vale do Acaraú, Avenida da Universidade 850, Campus Betânia, Sobral, CE 62040-370, Brazil. E-mail: dalilian.an@gmail.com The objective of this study was to evaluate the occurrence of main gastrointestinal parasites and to quantify and identify the species of Eimeria present in young goats and adults in the city of Quixadá, Ceará, during the dry and rainy season. Six hundred fifty-four animals were used, with 334 animals during the dry season, which were 149 mothers and 185 offspring and 320 animals during the rainy season, with 106 mothers and 214 offspring, independent of breed standard and creation system. Samples were collected in the months of November and December 2012 and May 2013 in the city of Quixadá, Ceará and sent to the Parasitology Laboratory of Embrapa Goats and Sheep at Sobral, Ceará, feces were collected for counting the number of eggs per gram of feces (EPG), counting oocysts per gram of feces (OOPG), coproculture and identification of Eimeria species based on the morphometry. Matrices showed higher means egg type Strongyloidea (372.03) and Strongyloides (8.45) in the dry season and the rainy season had higher mean only to Strongyloidea (502.85). The inverse happened to OOPG, where the offspring showed higher means in the dry season (9387.41) and rainy (9630.37). The genus most frequent of nematode in coprocultures was Trichostrongylus. (63.67%) in the dry season and Haemonchus sp. the rainy (66.67%). One hundred percent of the herds, oocysts of Eimeria were found, with 81% of infected animals. The occurrence of eimeriosis in young and adult categories was 64.3% and 83.2% in the dry season and 87.4% and 92.4% during the rainy season. The species identified were: Eimeria alijevi, E. apsheronica, E. arloingi, E. caprina, E. caprovina, E. christenseni, E. hirci, E. and E. jolchijevi ninakohlyakimovae. In the offspring E. alijevi was the most frequent in the dry season and the rainy E. ninakohlyakimovae. Already in matrices the species E. Alijevi showed the highest frequency in both periods. In herds studied it evidenced the presence of gastrointestinal nematodes eggs and oocysts of Eimeria spp. independent of animal category.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Oliveira D.A.S., Brito R.L.L., Neves M.R.M., Sousa M.M., Miranda R.R.C., Mourão A.E.B., Cavalcante A.C.R. & Vieira L.S. 2018. [Gastrointestinal parasites in goats from Quixadá, Ceará.] Parasitos gastrintestinais em caprinos no município de Quixadá, Ceará. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(8):1505-1510. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Centro de Ciências Agrárias e Biológicas, Universidade Estadual do Vale do Acaraú, Avenida da Universidade 850, Campus Betânia, Sobral, CE 62040-370, Brazil. E-mail: dalilian.an@gmail.com O objetivo desse trabalho foi avaliar a ocorrência dos principais parasitos gastrintestinais que acometem caprinos adultos e jovens do município de Quixadá-Ceará durante a época seca e chuvosa, além de identificar e quantificar as espécies de Eimeria presentes no rebanho. Foram utilizados 654 animais, sendo 334 animais no período seco, dos quais eram 149 matrizes e 185 crias e 320 animais no período chuvoso, sendo 106 matrizes e 214 crias, independente de padrão racial e sistema de criação. As coletas foram realizadas nos meses de novembro e dezembro de 2012 e maio de 2013 no município de Quixadá-Ceará e encaminhadas ao Laboratório de Parasitologia da Embrapa Caprinos e Ovinos na cidade de Sobral-Ceará. Foram coletadas fezes para contagem do número de ovos por gramas de fezes (OPG), contagem de Oocistos por gramas de fezes (OOPG), coprocultura e identificação das espécies de Eimeria com base na morfometria. As matrizes apresentaram maiores médias de ovos do tipo Strongyloidea (372,03) e Strongyloides (8,45) no período seco e no período chuvoso apresentaram maiores médias apenas para Strongyloidea (502,85). O inverso aconteceu com o OOPG, onde as crias apresentaram maiores médias no período seco (9387,41) e no chuvoso (9630,37). O gênero de nematódeo mais frequente na coprocultura foi o Trichostrongylus sp. (63,67%) no período seco e o Haemonchus sp. no chuvoso (66,67%). Em 100% dos rebanhos, foram encontrados oocistos de Eimeria, com 81% dos animais infectados. A ocorrência da eimeriose nas categorias jovens e adultas foi de 64,3% e 83,2% no período seco e de 87,4% e 92,4% no período chuvoso. As espécies identificadas foram: Eimeria alijevi, E. apsheronica, E. arloingi, E. caprina, E. caprovina, E. christenseni, E. hirci, E. jolchijevi e E. ninakohlyakimovae. Nas crias a E. alijevi foi a mais freqüente no período seco e a E. ninakohlyakimovae no chuvoso. Já nas matrizes a espécie E. alijevi apresentou a maior frequência em ambos os períodos. Nos rebanhos estudados foi evidenciado a presença de ovos de nematódeos gastrointestinais e oocistos de Eimeria spp. independente da categoria animal.


#3 - Gastrointestinal parasites of swine raised in different management systems in the State of Rio de Janeiro, Brazil, 35(12):941-946

Abstract in English:

ABSTRACT.- Barbosa A.S., Bastos O.M.P., Dib L.V., Siqueira M.P., Cardozo M.L., Ferreira L.C., Chaves W.T., Fonseca A.B.M., Uchôa C.M.A. & Amendoeira M.R.R. 2015. Gastrointestinal parasites of swine raised in different management systems in the State of Rio de Janeiro, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(12):941-946. Laboratório de Toxoplasmose, Instituto de Oswaldo Cruz (FioCruz), Prédio 108, sala 32/34, Avenida Brasil 4365, Manguinhos, RJ 21045-900, Brazil. E-mail: alynne.barbosa@ioc.fiocruz.br From 2012 to 2013 were surveyed gastrointestinal parasites from pig farms located in different municpaliyies in the state of Rio de Janeiro. Fecal samples from 790 pigs were collected from the rectum on 88 family farms and 702 farms with industrial production. The samples were subjected to Faust et al., Sheather, Ritchie, Lutz and direct examination faecal techniques. The estimated parasite prevalence was 93.1% in family farms and 59.1% in industrial farms. Balantidium coli, coccidia and Entamoeba sp. were the parasites with the highest frequencies, and the male and female reproductive categories and fatteners pigs the most infected (p<0.05). Trophozoites of B. coli were most evident in stool samples from semi-solid followed by solid and diarrheal consistencies. Strongyles eggs and Trichuris suis have been detected exclusively in family farms. Ascaris suum eggs and Strongyloides ransomi showed low frequency. The high degree of parasitism, especially protozoa, indicates the need to reassess the management of pigs in both types of production.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Barbosa A.S., Bastos O.M.P., Dib L.V., Siqueira M.P., Cardozo M.L., Ferreira L.C., Chaves W.T., Fonseca A.B.M., Uchôa C.M.A. & Amendoeira M.R.R. 2015. Gastrointestinal parasites of swine raised in different management systems in the State of Rio de Janeiro, Brazil. [Parasitos gastrintestinais de suínos criados sob diferentes sistemas de manejo no Estado do Rio de Janeiro.] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(12):941-946. Laboratório de Toxoplasmose, Instituto de Oswaldo Cruz (FioCruz), Prédio 108, sala 32/34, Avenida Brasil 4365, Manguinhos, RJ 21045-900, Brazil. E-mail: alynne.barbosa@ioc.fiocruz.br De 2012 a 2013 foram pesquisados parasitos gastrintestinais de suínos de granjas localizadas em diferentes municípios do estado do Rio de Janeiro. Amostras fecais de 790 suínos foram coletadas da ampola retal, sendo 88 de propriedades familiares e 702 de granjas com produção industrial. As amostras foram submetidas às técnicas de Faust et al., Sheather, Ritchie, Lutz e exame direto. A prevalência estimada foi de 93,1% nas granjas familiares e 59,1% nas granjas industriais. Balantidium coli, coccídios e Entamoeba sp. foram os parasitos que apresentaram as maiores frequências, sendo as categorias machos e fêmeas reprodutoras e leitões de terminação as mais infectadas (p<0,05). Trofozoítas de B. coli foram mais evidenciados nas amostras fecais de consistências semi-sólida, seguida pelas fezes com consistências sólida e diarreica. Ovos de estrongilídeos e Trichuris suis foram detectados exclusivamente em criações familiares. Ovos de Ascaris suum e de Strongyloides ransomi apresentaram baixa frequência. O alto grau de parasitismo, principalmente de protozoários, indica a necessidade de reavaliação do manejo dos suínos em ambos os tipos de produção.


#4 - Parasites of birds and mammals in captivity in Pernambuco state, Brazil, 35(9):788-794

Abstract in English:

ABSTRACT.- Santos P.M.S., Silva S.G.N., Fonseca C.F. & Oliveira J.B. 2015. [Parasites of birds and mammals in captivity in Pernambuco state, Brazil.] Parasitos de aves e mamíferos em cativeiro no estado de Pernambuco. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(9):788-794. Laboratório de Parasitologia, Departamento de Biologia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manoel de Medeiros s/n, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: bianque01@yahoo.com.br Wild animals are host to a variety of parasites that may interfere in their ex situ conservation. The objective of this study was to identify gastrointestinal parasites (GP) and ectoparasites of animals of Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) of Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (IBAMA) in Recife/Pernambuco, Brazil, and to determine the aspects of captivity management that may be related to the parasites identified. We collected ectoparasites and fecal samples from 223 birds and mammals, which were processed by direct smear, flotation and sedimentation methods. Overall, helminthes and/or protozoa were detected in 91 (40.8%) fecal samples of 64 (70.3%) birds and 27 (29.7%) mammals. Capillaria sp., Ascaridida and Spirurida eggs and Eimeria sp. oocysts were found in fecal samples of birds, while eggs of Trichuris trichiura, Strongyloides sp., Toxocara canis, Ancylostoma sp., Strongylida and Coccidia oocysts were detected in fecal samples of mammals. Ectoparasites identified in birds were Colpocephalum turbinatum, Kurodaia (Kurodaia) fulvofasciata, Halipeurus sp., Naubates sp., Saemundssonia sp., Austromenopon sp., Paragoniocotes sp., Brueelia sp., Myrsidea sp. and Pseudolynchia sp. In mammals, the ectoparasites identified were Rhipicephalus sanguineus, Amblyomma varium, A. calcaratum, A. nodosum, Ornithodoros talaje and Ctenocephalides felis felis. A. calcaratum e O. talaje are presented for the first time in Pernambuco state and T. tetradactyla is reported as a new host of O. talaje. No animal presented clinical signs due to parasitic infection/infestation. Zoonotic parasites like T. trichiura, Strongyloides sp., T. canis and Ancylostoma sp. were identified in non-human primates and carnivores. Poor structural and sanitary conditions of CETAS-PE are related to the parasites identified in this study and should be taken into account for the adoption of appropriate control measures. The results of this study will contribute significantly to the conservation of wildlife in CETAS-PE and health of the professionals responsible for maintaining these animals.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Santos P.M.S., Silva S.G.N., Fonseca C.F. & Oliveira J.B. 2015. [Parasites of birds and mammals in captivity in Pernambuco state, Brazil.] Parasitos de aves e mamíferos em cativeiro no estado de Pernambuco. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(9):788-794. Laboratório de Parasitologia, Departamento de Biologia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manoel de Medeiros s/n, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: bianque01@yahoo.com.br Os animais silvestres são hospedeiros de uma grande variedade de parasitos que podem interferir em sua conservação ex situ. O objetivo deste estudo foi identificar os parasitos gastrointestinais (PGI) e ectoparasitos dos animais do Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) de Recife, Pernambuco, além de determinar os aspectos do manejo em cativeiro que possam estar relacionados com os parasitos identificados. Foram coletados ectoparasitos e amostras fecais de 223 aves e mamíferos, as quais foram processadas pelos métodos: microscopia direta, flutuação e sedimentação. Helmintos e/ou protozoários foram detectados em 91 (40,8%) amostras fecais, sendo 64 (70,3%) de aves e 27 (29,7%) de mamíferos. Ovos de Capillaria sp., Ascaridida, Spirurida e oocistos de Eimeria sp. foram detectados nas amostras fecais das aves, enquanto ovos de Trichuris trichiura, Strongyloides sp., Toxocara canis, Ancylostoma sp., Strongylida e oocistos de Coccídios foram encontrados nas amostras fecais de mamíferos. Os ectoparasitos identificados em aves foram Colpocephalum turbinatum, Kurodaia (Kurodaia) fulvofasciata, Halipeurus sp., Naubates sp., Saemundssonia sp., Austromenopon sp., Paragoniocotes sp., Brueelia sp., Myrsidea sp. and Pseudolynchia sp., enquanto em mamíferos os ectoparasitos identificados foram Rhipicephalus sanguineus, Amblyomma varium, A. calcaratum, A. nodosum, Ornithodoros talaje e Ctenocephalides felis felis. A. calcaratum e O. talaje são registrados pela primeira vez em Pernambuco e T. tetradactyla é apresentado como novo hospedeiro de O. talaje. Nenhum dos animais estudados apresentou sinais clínicos em decorrência da infecção/infestação parasitária. Parasitos com potencial zoonótico como T. trichiura, Strongyloides sp., T. canis e Ancylostoma sp. foram identificados em primatas não humanos e carnívoros. Precárias condições estruturais e sanitárias do CETAS-PE estão relacionadas com os parasitos identificados neste estudo e devem ser levadas em consideração para a adoção de medidas adequadas de controle. Os resultados deste estudo contribuirão de maneira significativa para a conservação de animais selvagens no CETAS-PE e para a saúde dos profissionais responsáveis pela manutenção destes animais.


#5 - Management practices to control gastrointestinal parasites in sheep farms in Minas Gerais, southeastern Brazil, 33(4):464-468

Abstract in English:

ABSTRACT.- Gouveia A.M.G., Molento M.B., Silva M.X., Brandão H.M., Gouveia G.C., Morlán J.B. & Guimarães A.S. 2013. Management practices to control gastrointestinal parasites in sheep farms in Minas Gerais, southeastern Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(4):464-468. Emprapa Gado de Leite, Rua Eugênio do Nascimento 610, Dom Bosco, Juiz de Fora, MG 36038-330, Brazil. E-mail: alessandro.guimaraes@embrapa.br Parasite related problems are considered one of the major health problems for sheep breeding, causing considerable economic losses to commercial husbandry. The aim of this study was to determine the technological level and the level of knowledge of farmers regarding management practices to control gastrointestinal parasites in sheep in Minas Gerais state, southeastern Brazil. The analysis was based on 213 questionnaires applied by official veterinarians of the State Government Agency for Animal Health (Instituto Mineiro de Agropecuária, IMA), covering 16.6% of all counties. From two hundred and thirteen sheep farms sampled, 117 farms had their technological level determined. From the samples, 0.9% were characterized as high level, 45.3% as medium, and 53.0% as low technological level. The flock size ranged from 2 to 1843 with an average of 80.5 sheep per farm. The majority of the sheep production systems was extensive/semi-extensive (74.5%). The management practices adopted by the farmers to reduce parasitism were: split young and adult animals (5.6%), change pasture after deworm the animals (5.2%), use quarantine for incoming animals (2.3%), deworm newly arrived sheep (1.5%), and have regular technical assistance (31.9%). Although 76.5% of the farmers medicate the animals, treatments were performed without any major technical criteria, with an average interval of 4.6 months. The most commonly used drug families were macrocyclic lactones (38.5%) and benzimidazoles (24.9%). The management practices adopted in Minas Gerais are based on old recommendations and may not return in a good set of strategies to prevent parasite infections. Field observations reinforce the finding where farmers have obtained unsatisfactory results in maintaining the health and productivity level of their enterprises.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Gouveia A.M.G., Molento M.B., Silva M.X., Brandão H.M., Gouveia G.C., Morlán J.B. & Guimarães A.S. 2013. Management practices to control gastrointestinal parasites in sheep farms in Minas Gerais, southeastern Brazil. [Práticas de manejo para controle de parasitas gastrointestinais em fazendas com ovinos em Minas Gerais, Sudeste do Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(4):464-468. Emprapa Gado de Leite, Rua Eugênio do Nascimento 610, Dom Bosco, Juiz de Fora, MG 36038-330, Brazil. E-mail: alessandro.guimaraes@embrapa.br Problemas relacionados com parasitas são considerados um dos principais problemas sanitários na criação de ovinos, causando consideráveis &#8203;&#8203;perdas econômicas para criação comercial. O objetivo deste estudo foi determinar o nível tecnológico e o nível de conhecimento dos criadores sobre práticas de manejo para o controle de parasitas gastrintestinais em ovinos no estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil. A análise foi baseada em 213 questionários aplicados pelos veterinários oficiais da Agência de Governo Estudal de Saúde Animal (Instituto Mineiro de Agropecuária, IMA), cobrindo 16,6% de todos os municípios. Duzentos e treze propriedades com ovinos foram amostradas e 117 tiveram o seu nível tecnológico determinado. A partir da amostra, 0,9% foi caracterizado como nível elevado, de 45,3%, como de médio e 53,0% como baixo nível tecnológico. O tamanho do rebanho variou de 2 a 1843 com uma média de 80,5 ovinos por propriedade. A maioria dos sistemas de produção de ovinos eram extensivos/semi-extensivos (74,5%). As práticas de manejo adotadas pelos criadores para reduzir o parasitismo foram: separar animais jovens e adultos (5,6%), mudança de pastagem após vermifugar os animais (5,2%), uso de quarentena para animais recem adiquiridos (2,3%), vermifugação de ovelhas recém-chegadas (1,5%) e assistência técnica regular (31,9%). Apesar de 76,5% dos criadores vermifugarem os animais, os tratamentos foram realizados sem qualquer critério técnico importante, com um intervalo médio de 4,6 meses. As famílias de drogas mais comumente usadas foram lactonas macrocíclicas (38,5%) e benzimidazóis (24,9%). As práticas de manejo adotadas em Minas Gerais são baseadas em recomendações antigas e não em estratégias para prevenir infecções parasitárias. As observações de campo reforçam os achados em que os proprietários obtiveram resultados insatisfatórios na manutenção dos níveis de saúde e produtividade de seus empreendimentos.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV