Resultado da pesquisa (3)

Termo utilizado na pesquisa tartarugas verdes

#1 - Plasma cholinesterase activity as an environmental impact biomarker in juvenile green turtles (Chelonia mydas)

Abstract in English:

The objective of this study was to evaluate the enzymatic activity of plasma cholinesterase in Chelonia mydas marine turtles belonging to two populations, according to their capture sites, under the absence and probable influence of anthropic effects. A total of 74 animals were used and later divided into two groups, based on the capture site. Blood samples were collected from all captured animals, which were then released into the sea at the site of capture. A descriptive statistical analysis of the plasma cholinesterase activity values and an analysis comparing these values based on the capture site were performed. Samples of heparinized plasma from animals captured at the two different sites were analyzed. Plasma cholinesterase activity ranged from 121 to 248U/L, with a mean and standard deviation of 186.1±30.68U/L. When comparing plasma cholinesterase activity values in individuals based on the capture site, a significant difference was observed. Establishing reference values for different sea turtle populations is necessary to interpret future sampling results and to allow sea turtles to be used as sentinels of ecosystem health. Future studies are needed to evaluate other populations and the activity of plasma cholinesterase in juvenile marine turtles, in relation to environmental contamination.

Abstract in Portuguese:

O objetivo desse estudo foi avaliar a atividade enzimática da colinesterase plasmática em tartarugas marinhas da espécie Chelonia mydas em duas populações de acordo com o local de captura, sob ausência e provável influência de efeito antrópico. Foi utilizado um total de 74 animais e posteriormente divididos em dois grupos de acordo com o local de captura. Foram coletadas amostras de sangue de todos os animais capturados e em seguida liberados ao mar no mesmo local. Foi realizada uma análise estatística descritiva dos valores da atividade plasmática de colinesterase do total de animais e análise comparando os valores de acordo com o local de captura. Foram analisadas amostras de plasma heparinizado de animais capturados em dois locais distintos. Os valores da atividade plasmática de colinesterase variaram de 121 a 248U/L, com média e desvio padrão de 186.1±30.7U/L. Quando comparados os valores de atividade plasmática da colinesterase nos indivíduos de acordo com o local de captura, foi observada diferença significativa. O estabelecimento de valores de referência para diferentes populações de tartarugas marinhas são necessários para interpretar os futuros resultados amostrais e permitir que as tartarugas marinhas sejam usadas como sentinelas da saúde do ecossistema. Estudos futuros são necessários para avaliar outras populações e a atividade da colinesterase plasmática de tartarugas marinhas juvenis em relação à contaminação ambiental.


#2 - Plasma cholinesterase activity as environmental impact biomarker for green turtles (Chelonia mydas) on the coast of Fernando de Noronha, Pernambuco, Brazil, 35(4):385-389

Abstract in English:

ABSTRACT.- Fonseca L.A., Fagundes V., Girardi F.M., Maia N.L., Pimentel F.G., Braga F.R., Hiura E. & Santos M.R.D. 2015. [Plasma cholinesterase activity as environmental impact biomarker for green turtles (Chelonia mydas) on the coast of Fernando de Noronha, Pernambuco, Brazil.] Atividade da colinesterase plasmática como biomarcador de impacto ambiental em tartarugas verdes (Chelonia mydas) no litoral do Arquipélago de Fernando de Noronha, Pernambuco. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(4):385-389. Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida P.H. Rolfs s/n, Campus Universitário, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: leandroabreu@ufv.br Biomarkers can be used in a predictive manner, permitting actions control to be taken before they occur irreversible damage with severe environmental ecological consequences, however, sentinel species are needed to evaluate these markers. Sea turtles affected by fibropapillomas are considered sentinel species, signaling the marine environmental imbalance in their areas of occurrence. With the objective to use the plasma cholinesterase activity in green turtles (Chelonia mydas) as a biomarker, the measurement of enzyme activity was evaluated in healthy animals and in location of low pollution impact (Fernando de Noronha, Pernambuco, Brazil) to serve as a reference for comparison with animals trapped in places with higher pollution impact. Were analyzed heparinized plasma samples from 35 captured animals. All samples analyzed showed enzymatic activity of plasma cholinesterase. The values obtained ranged between 162-379 IU/L, with mean and standard deviation of 216.4 + 51.4 IU/L. In studies of repeatability and reproducibility were obtained variance coefficients of less than 5% in all analyzes, so the analytical methodology proved successful. The longevity of marine turtles of the species C. mydas, feeding behavior, along with the fact possess detectable enzyme activity may indicate this species as a bioindicator of exposure to pollutants that influence plasma cholinesterase activity.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Fonseca L.A., Fagundes V., Girardi F.M., Maia N.L., Pimentel F.G., Braga F.R., Hiura E. & Santos M.R.D. 2015. [Plasma cholinesterase activity as environmental impact biomarker for green turtles (Chelonia mydas) on the coast of Fernando de Noronha, Pernambuco, Brazil.] Atividade da colinesterase plasmática como biomarcador de impacto ambiental em tartarugas verdes (Chelonia mydas) no litoral do Arquipélago de Fernando de Noronha, Pernambuco. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(4):385-389. Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida P.H. Rolfs s/n, Campus Universitário, Viçosa, MG 36570-000, Brazil. E-mail: leandroabreu@ufv.br Biomarcadores podem ser usados de forma pre- ditiva, permitindo que sejam tomadas ações de controle antes que ocorram danos ambientais irreversíveis com consequências ecológicas severas, no entanto, espécies sentinelas são necessárias para avaliação desses marcadores. As tartarugas marinhas são consideradas espécies sentinelas quando acometidas por fibropapilomas, sendo sinalizadora do desequilíbrio ambiental marinho nas suas áreas de ocorrência. Com o objetivo de propor a determinação da atividade da colinesterase plasmática em tartarugas verdes (Chelonia mydas) como biomarcador, procedeu-se a determinação da atividade enzimática em animais saudáveis e em localidade de baixo impacto antrópico (Arquipélago de Fernando de Noronha, Pernambuco, Brasil) para servir como referência para comparação com animais capturados em locais de maior impacto antrópico. Ao todo foram analisadas amostras de plasma heparinizado de 35 animais capturados. Todas as amostras analisadas apresentaram alguma atividade enzimática de colinesterase plasmática. Os valores obtidos de colinesterase variaram de 162 a 379 UI/L, com média e desvio padrão de 216,4 + 51,4 UI/L. Nos estudos de repetibilidade e reprodutibilidade obtiveram-se coeficientes de variação menor que 5% em todas as análises, portanto a metodologia analítica utilizada se mostrou confiável. A longevidade das tartarugas marinhas da espécie C. mydas, o comportamento alimentar, juntamente com o fato de possuirem atividade enzimática detectável podem indicar essa espécie como bioindicadora de exposição a poluentes que influenciam na atividade da colinesterase plasmática.


#3 - Hematological and histopathological evaluation of wildlife green turtles (Chelonia mydas) with and without fibropapilloma from the north coast of São Paulo State, Brazil, 34(7):682-688

Abstract in English:

ABSTRACT.- Zwarg T., Rossi S., Sanches T.C., Cesar M.O., Werneck M.R. & Matushima E.R. 2014. Hematological and histopathological evaluation of wildlife green turtles (Chelonia mydas) with and without fibropapilloma from the north coast of São Paulo State, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(7):682-688. Departamento de Patologia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Avenida Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-900, Brazil. E-mail: ticianamzsd@yahoo.com.br Blood profiles were determined in 47 juvenile green turtles, Chelonia mydas, from São Paulo northern coast, Brazil. Twenty-nine were affected by fibropapillomas and 18 were tumor free. Complete gross and histopathologic examinations of the fibropapillo were performed in 21 green turtles. Biometrical data, size, location and amount of tumors were recorded. The papillomas varied in morphology, location, size, color and texture. We found hyperplastic stroma, rich in blood vessels and connective tissue with increase in thickness of the dermis.  The tumors w0ere classified as papillomas or fibropapillomas according to their epithelial and/or stromal proliferation. The lowest Mean Corpuscular Hemoglobin (HCM) values were observed in affected turtles.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Zwarg T., Rossi S., Sanches T.C., Cesar M.O., Werneck M.R. & Matushima E.R. 2014. Hematological and histopathological evaluation of wildlife green turtles (Chelonia mydas) with and without fibropapilloma from the north coast of São Paulo State, Brazil. [Avaliação hematológica e histopatológica de tartarugas verdes de vida livre (Chelonia mydas) com e sem fibropapilomas do litoral norte do Estado de São Paulo.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(7):682-688. Departamento de Patologia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Avenida Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-900, Brazil. E-mail: ticianamzsd@yahoo.com.br Realizou-se hemograma de 47 tartarugas verdes, Chelonia mydas, provenientes de uma população de vida livre do litoral do estado de São Paulo, Brasil. Dessas, 29 apresentavam fibropapilomas e 18 não apresentavam formação tumoral. Fez-se avaliação macroscópica e histopatológica dos tumores de 21 tartarugas verdes com fibropapilomatose. Foram coletados dados biométricos dos animais, avaliação de tamanho, localização e quantidade dos tumores. As formações papilomatosas apresentaram morfologia, localização, tamanho, coloração e textura variados. Observou-se um estroma hiperplásico, rico em vasos sanguíneos e grande quantidade de tecido conjuntivo, resultando em um espessamento da derme. As formações foram classificadas como papilomas e/ou fibropapilomas, dependendo da proliferação epitelial e/ou de estroma, respectivamente. Os parâmetros hematológicos apresentaram variação, em função do acometimento tumoral, somente para Hemoglobina Corpuscular Média (HCM), sendo observados valores menores em animais com fibropapilomas.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV