Resultado da pesquisa (10)

Termo utilizado na pesquisa tomografia computadorizada

#1 - Malignant perineal tumors in dogs: the contribution of computed tomography for staging and surgical planning

Abstract in English:

The contribution of computed tomography for staging and surgical planning of malignant perineal tumors in dogs is discussed. Five dogs diagnosed with malignant perineal neoplasms underwent to computed tomography (CT) examination. The CT image enabled investigation of cleavage planes between neoplastic lesions and adjacent structures such as the rectum, anus, vagina, urethra and perineal muscles. Accurate assessment regional lymph nodes and adjacent bone structures was also possible. All tumors evaluated in this region presented heterogeneous appearance in pre and postcontrast CT images, but only the anal sac adenocarcinomas presented lymphadenopathy. Computed tomography proved to be a valuable tool for tumor staging and determination of lesion extension and invasion of adjacent tissues, providing significant contributions to clinical and surgical therapeutic planning.

Abstract in Portuguese:

A contribuição da tomografia computadorizada para estadiamento e planejamento cirúrgico de tumores perineais malignos em cães é discutida. Cinco cães diagnosticados com neoplasias perineais malignas foram submetidos ao exame de tomografia computadorizada (CT). A imagem por TC permitiu a investigação de planos de clivagem entre as lesões neoplásicas e estruturas adjacentes, como o reto, o ânus, a vagina, a uretra e os músculos perineais. A avaliação precisa dos linfonodos regionais e estruturas ósseas adjacentes também foi possível. Todos os tumores avaliados nesta região apresentaram aspecto heterogêneo nas imagens de TC pré e pós-contraste, mas apenas os adenocarcinomas de saco anal apresentaram linfonodopatia. A tomografia computadorizada mostrou ser uma ferramenta valiosa para o estadiamento da neoplasia, determinação da extensão da lesão e invasão de tecidos adjacentes, proporcionando contribuições significativas para o planejamento terapêutico clínico e cirúrgico.


#2 - Bone quality evaluation of experimental osteometabolic disease in Pantanal alligators (Caiman yacare) by High Resolution Computerized Microtomography (µCT)

Abstract in English:

Computerized microtomography is the gold standard examination for the evaluation of the three-dimensional bone structure. This experiment was developed to evaluate the structure and bone quality of Caiman yacare with metabolic bone disease using high resolution computerized microtomography (μCT). The animals were distributed into four groups: G1 - hyperphosphatemic diet with sun exposure deprivation (n=4), G2 - hyperphosphatemic diet with sun exposure (n=4), G3 - balanced diet with sun exposure deprivation (n=4), and G4 - balanced diet with exposure to sunlight (n=4). The parameters for the trabecular bone (Trabecular Number, Trabecular Thickness, Trabecular Separation, Bone Pattern Factor, Fractal Dimension, Euler Number, Structural Model Index, Degree of Anisotropy, Eigenvalues 1, 2 and 3, and Centroides X, Y and Z), and cortical bone (Number of Closed Pores, Volume of Closed Pores, Surface of Closed Pores, Closed Porosity, Volume of Open Pores, Open Porosity and Total Porosity). The overall results showed that the structure and bone quality of group G3 and G4 were better than those of groups G1 and G2, and that the diet factor influenced more than the sun exposure factor. The computerized microtomography allowed to evaluate the quality of the cortical and trabecular bones of the Pantanal alligator tibia with osteometabolic disease. The diet and sun exposure factors influenced individually the results of the μCT parameters between the groups, demonstrating the functional and structural complexity. Thus, these parameters can contribute to the interpretation of the mechanical behavior of bones and correlate them with the risk of lesions and fractures associated with osteometabolic diseases.

Abstract in Portuguese:

Microtomografia computadorizada é o exame padrão‑ouro para a avaliação da estrutura tridimensional do osso. Este estudo experimental foi desenvolvido para avaliar a estrutura e a qualidade óssea de jacarés-do-pantanal (Caiman yacare) com doença óssea metabólica utilizando a microtomografia computadorizada (µCT) de Alta Resolução. Os animais foram distribuídos em quatro grupos, G1 - dieta hiperfosfatêmica com privação de luz solar (n=4), G2 - dieta hiperfosfatêmica com exposição à luz solar (n=4), G3 - dieta balanceada com privação de luz solar (n=4) e G4 - dieta balanceada com exposição à luz solar (n=4). Avaliaram-se os parâmetros para o osso trabecular (Número de Trabéculas, Espessura Trabecular, Separação Trabecular, Fator do Padrão Ósseo, Dimensão Fractal, Número de Euler, Índice do Modelo Estrutural, Grau de Anisotropia, Autovalores 1, 2 e 3 e Centroides X, Y e Z) e osso cortical (Número de Poros Fechados, Volume dos Poros Fechados, Superfície de Poros Fechados, Porosidade Fechada, Volume de Poros Abertos, Porosidade Aberta e Porosidade Total). Os resultados gerais evidenciaram que a estrutura e a qualidade óssea dos grupos G3 e G4 foram superiores aos dos grupos G1 e G2, sendo que o fator dieta influenciou mais do que o fator exposição solar. A Microtomografia Computadorizada permitiu avaliar a qualidade dos ossos cortical e trabecular da tíbia de jacarés do pantanal com doença osteometabólica. Os fatores dieta e exposição solar influenciaram individualmente no resultado dos parâmetros do μCT entre os grupos, demonstrando a complexidade funcional e estrutural. Assim, esses parâmetros podem contribuir na interpretação do comportamento mecânico dos ossos e correlacioná-los com o risco de lesões e fraturas associadas às doenças osteometabólicas.


#3 - A retrospective study of quadrigeminal arachnoid cysts diagnosed by Magnetic Resonance Imaging and Computed Tomography in 26 dogs

Abstract in English:

Arachnoid cysts are accumulations of cerebrospinal fluid that occur within the arachnoid membrane due to the splitting or duplication of this structure. The aim of this retrospective study is to report the occurrence of this condition in 26 dogs, as well as to describe the findings of computed tomography imaging and magnetic resonance image scans and to correlate these with the clinical signs. A prevalence of the condition was observed in males, predominantly in the small breeds Miniature Pinscher and Shih Tzu, with age raging from 2 months to 9 years. The mainly clinical signs observed in these dogs were seizures and cerebellar ataxia. The study concluded that in 17 dogs the quadrigeminal arachnoid cyst was regarded as an incidental finding, in 6 dogs this condition was regarded as the determinant cause of the clinical signs, and in 3 dogs some clinical signs were associated with arachnoid cyst, but they also presented clinical signs involving others sites of intracranial lesion.

Abstract in Portuguese:

Cistos aracnoide são acúmulos de líquido cefalorraquidiano que ocorre dentro da membrana aracnoide devido à divisão ou duplicação desta estrutura. O objetivo desse estudo retrospectivo é relatar a ocorrência dessa condição em 26 cães, assim como descrever os aspectos de imagem pela tomografia computadorizada e ressonância magnética e correlacionar com os sinais clínicos. No estudo observamos a prevalência em machos, em raças de pequeno porte, com predomínio de Pinscher miniatura e Shih Tzu, com idade variando de dois meses a nove anos. Os principais sinais neurológicos observados nestes animais foram crises epiléticas e ataxia cerebelar. Foi possível concluir que em 17 cães o cisto aracnoide quadrigeminal foi considerado um achado incidental, em seis cães essa condição foi considerada a causa determinante dos sinais clínicos, e em três cães alguns sinais estavam associados com o cisto aracnoide, porém esses animais apresentaram sinais clínicos relacionados a outros sítios de lesão intracraniana.


#4 - B-mode and Doppler ultrasonography in the renal evaluation of dogs undergoing computed tomography after intravenous administration of different iodinated contrast media, 37(7):759-772

Abstract in English:

ABSTRACT.- Martín C.M., Kogika M.M., Miyashiro S.I. & Fonseca-Pinto A.C.B.C. 2017. [B-mode and Doppler ultrasonography in the renal evaluation of dogs undergoing computed tomography after intravenous administration of different iodinated contrast media.] Ultrassonografia modo B e Doppler na avaliação renal de cães submetidos à tomografia computadorizada após administração intravenosa de diferentes meios de contraste iodado. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):759-772. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: cmmartin@uol.com.br Contrast-induced nephropathy (CIN) is an acute disease, secondary to intravascular administration of iodinated contrast media (ICM). The most important mechanisms of this nephropathy are intrarenal prolonged vasoconstriction, medular hypoxia, and ischemia associated with renal tubular damage due to contrast cytotoxicity. Owing to the limited information available in veterinary literature regarding these mechanisms this study aims to compare the renal effects of intravenous administration of two nonionic ICM of different osmolarities in groups of dogs with risk factors for CIN development, by using a B-mode, color, power- and pulsed-wave Doppler ultrasonography, and other laboratory tests, in order to indirectly estimate the nephrotoxic potential of each contrast. The following two groups were established according to the nonionic ICM used: the GIH group [11 dogs administered iohexol (low osmolarity)] and the GID group [seven dogs administered iodixanol (iso-osmolarity)]. Both the groups were administered the same dose (600mgI/kg/IV). The following renal aspects were evaluated before administration of ICM (baseline) and after 1h30min, 24h, and 48h: renal morphometry (length and volume), renal morphology, cortical echogenicity, renal perfusion, and intrarenal vascular resistance (resistive and pulsatility indices); in addition, urinalysis was performed, and urinary gamma-glutamyl transferase:creatinine ratio (GGT:C), urinary protein:creatinine ratio (UPC), and serum creatinine were also measured. Both groups showed similar characteristics with respect to the length, volume, UPC ratio, urinalysis, and serum creatinine levels. No similarity was observed with respect to the pulsatility index (PI) in both the groups and there were no significant differences between baseline and 1h30min, 24h and 48h time points. With respect to the IR and urinary GGT:C, both groups showed no similarity, and significant increases were observed in the resistive index (RI) and urinary GGT:C only in the GIH group, 1h30min after contrast administration. In conclusion, RI can be used to monitor intrarenal hemodynamics, and along with the urinary GGT:C, revealed that iohexol had higher nephrotoxic potential than iodixanol. Thus, iodixanol is considered a favorable option for dogs with risk factors for CIN development.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Martín C.M., Kogika M.M., Miyashiro S.I. & Fonseca-Pinto A.C.B.C. 2017. [B-mode and Doppler ultrasonography in the renal evaluation of dogs undergoing computed tomography after intravenous administration of different iodinated contrast media.] Ultrassonografia modo B e Doppler na avaliação renal de cães submetidos à tomografia computadorizada após administração intravenosa de diferentes meios de contraste iodado. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):759-772. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: cmmartin@uol.com.br A nefropatia induzida por contraste (NIC) é uma doença de caráter agudo, secundária à administração intravascular de meios de contraste iodado (MCI). Dentre os mecanismos fisiopatológicos desta enfermidade destacam-se a vasoconstrição intrarrenal prolongada, consequente redução da perfusão renal, hipóxia e isquemia medulares, associada ao dano tubular renal devido à citotoxicidade do contraste. Frente à existência de poucas informações relacionadas a estes mecanismos na literatura médico-veterinária, objetivaram-se comparar os efeitos renais da administração intravenosa de MCI não iônicos de diferentes osmolaridades, em grupos de cães com fatores de risco para o desenvolvimento da NIC, por meio das avaliações ultrassonográficas modo B, Doppler colorido, de amplitude e pulsado, pareada aos exames laboratoriais, a fim de estimar indiretamente o potencial nefrotóxico de cada contraste. Constituíram-se dois grupos de acordo com o MCI utilizado: o grupo GIH [11 cães receberam iohexol (baixa osmolaridade)] e o grupo GID [sete cães receberam iodixanol (isosmolar)]. Administrou-se a dose de 600mgI/kg/IV em ambos. Avaliaram-se os seguintes aspectos renais antes da administração do MCI (momento basal) e após 1h30min, 24 horas e 48 horas: morfometria (comprimento e volume), morfologia, ecogenicidade cortical e perfusão renais e resistência vascular intrarrenal (índices hemodinâmicos de resistividade e pulsatilidade). Realizou-se ainda exame de urina e se mensuraram as razões gama-glutamil transferase:creatinina (GGT:C) e proteína:creatinina (RPC) urinárias e a concentração sérica de creatinina. Os grupos apresentaram comportamentos similares para comprimento, volume, RPC, exame de urina e creatinina sérica. Em relação ao índice de pulsatilidade (IP), os grupos apresentaram comportamentos não similares, mas sem diferenças significantes entre o momento basal e os demais. Para o índice de resistividade (IR) e a razão GGT:C urinária, os grupos revelaram comportamentos não similares e se constataram aumentos significantes do IR e da razão GGT:C urinária no período de 1h30min após a administração do contraste, somente para o grupo que recebeu iohexol. Concluiu-se que o IR pode ser utilizado para monitorar a hemodinâmica intrarrenal, visto que junto com a razão GGT:C urinária, demonstrou a existência de maior potencial nefrotóxico do iohexol, quando comparado ao iodixanol. Dessa forma, considera-se o uso do iodixanol, opção favorável para cães com fatores de risco para o desenvolvimento da NIC.


#5 - Radiographic and tomographic study of the elbow joint in dogs, 37(2):160-170

Abstract in English:

ABSTRACT.- Sendyk-Grunkraut A., Martín C.M., Souza A.N.A., Patrício G.C.F., Lorigados C.A.B., Matera J.M. & Fonseca-Pinto A.C.B.C. 2017. [Radiographic and tomographic study of the elbow joint in dogs.] Avaliação morfológica e morfométrica da articulação umerorradioulnar em cães através de exames radiográficos e por tomografia computadorizada. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(2):160-170. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: anacarol@usp.br Elbow dysplasia disease includes an united anconeal process, fragmented medial coronoid process, osteochondrosis of humeral trochlea, articular incongruity and degenerative joint disease. The aim of this study was to present detailed morphologic and morphometric aspects of the elbow joint in dog in clinical and correlate with radiographic and tomographic (CT) exam. Inter-observer variation for articular incongruity measurements by CT, comparative analysis in the radiographic exam, angle in ulnar notch and its comparative analysis between radiographic and tomographic agreement examination in 44 elbow of dogs with different ages were evaluated. The statistics analyses included the kappa coefficient and interclass correlation and Fischer’s test and McNemar’s test. It was evidenced that individual performance of each radiographic incidence had poor agreement with the tomographic exam, suggesting that the accomplishment of more than two radiograph views are needed. There was no agreement between the three evaluators in the ulnar notch angle at radiographic and tomographic exams. However, there was good/moderate agreement for articular incongruity measurement in the sagittal plane between evaluators. It was possible to conclude that none of the five radiographic incidences was better than the others for radiographic analysis because each incidence had a better identification of a particular elbow compartment; measurements at the tomographic exam to evaluate radioulnar incongruity had no reproductiveness in the frontal plane, but in sagittal plan had a good/moderate agreement between observers and the angle in ulnar notch presented no repeatability at radiographic exam and no reproductiveness at tomographic exam.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Sendyk-Grunkraut A., Martín C.M., Souza A.N.A., Patrício G.C.F., Lorigados C.A.B., Matera J.M. & Fonseca-Pinto A.C.B.C. 2017. [Radiographic and tomographic study of the elbow joint in dogs.] Avaliação morfológica e morfométrica da articulação umerorradioulnar em cães através de exames radiográficos e por tomografia computadorizada. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(2):160-170. Programa de Pós-Graduação em Clínica Cirúrgica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: anacarol@usp.br Este estudo teve como objetivo apresentar de forma detalhada dados morfológicos e morfométricos da articulação umerorradioulnar de cães de raça definida avaliados por meio de exames físicos, radiográficos e tomográficos. A amostra dessa pesquisa constituiu-se de 44 cotovelos de cães com idades variadas. Para análise de informações obtidas, o coeficiente kappa e de correlação interclasse e associação foram realizados. Constatou-se que o desempenho individual de cada projeção radiográfica teve pobre concordância com o exame tomográfico; não houve concordância entre os observadores para as mensurações do ângulo da incisura ulnar ao exame radiográfico e tomográfico. Porém houve boa/moderada concordância para mensuração da incongruência radioulnar no plano sagital entre os observadores. Concluiu-se que nenhuma das cinco incidências radiográficas foi superior para análise radiográfica, uma vez que cada projeção apresentou melhor identificação de um compartimento do cotovelo. Medidas ao exame tomográfico para incongruência radioulnar não apresentaram reprodutibilidade no plano de reconstrução frontal, entretanto no corte sagital apresentaram boa e moderada concordância entre os observadores e que a mensuração do ângulo da incisura ulnar não apresentou repetibilidade ao exame radiográfico e nem reprodutibilidade ao exame tomográfico. Esses resultados contribuem para melhor utilização de cada exame de acordo com a região a ser avaliada bem como ressaltam a necessidade da somatória de múltiplos exames de imagem para a correta avaliação desta afecção.


#6 - Epiphora assessment of dogs with dacryocystography and computed tomography, 35(12):989-996

Abstract in English:

ABSTRACT.- Vieira N.M.G., Ranzani J.J.T., Brandão C.V.S., Cremonini D.N., Schellini S.A., Padovani C.R., Vulcano L.C. & Almeida M.F. 2015. [Epiphora assessment of dogs with dacryocystography and computed tomography.] Avaliação da epífora de cães usando dacriocistografia e tomografia computadorizada. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(12): 989-996. Serviço de Oftalmologia Veterinária, Departamento de Cirurgia e Anestesiologia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Distrito de Rubião Jr s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: niveamgv@yahoo.com.br Epiphora evaluation can be done through clinical exams, lachrymal excretion tests, contrasted exams, like radiologic evaluation and tomography studies; those last two allow a detailed analysis of the structures. The present study had as the objective to evaluate the lacrimal drainage system through radiography and contrasted computed tomography, which were made with animals presenting epiphora, comparing them to healthy animals, without the mentioned condition. Twenty dogs were used for tests, from a variety of breeds and coatings, males and females, weight varying from 1kg to 20kg, ages varying from 0.7 to 8 years old, presenting epiphora (epiphora group - GE*). As a control group (GC*) 15 dogs were used, with no clinical alterations of naso-lachrymal drainage system, from different breeds and coatings, males and females, weighing from 1kg to 20kg and ages varying from 0.7 to 8 years old. It was propoused the division of the lacrimal drainage system in four regions. On region 1, the GE had 29 (76.3%) animals with dilation visualized by the RX and 32 (84.2%) by CT, the GC, 4 (12.5%) in the RX and 1 (3.1% ) CT showed dilation. In region 3, 13 (34.2%) dogs showed dilatation of the DLN in RX and 14 (36.8%) on CT, and 21 (55.3%) nasolacrimal duct communication with the sinus and the X-ray 28 (73.7%) by CT. For the CG, 15 (46.9%) the X-ray and 22 (68.7%) by CT had nasolacrimal duct communication with the nasal sinus. It has been concluded that dilations can also be observed in some dogs with no clinical signs of disease; nasolacrimal duct communication to sinus does not indicate epiphora causing alteration, as it is present in animals with and without affection; the present study data confirm that DCG itself can provide important informations, in a similar manner to CT, and should resort to it just in case of doubts about bone lesions, fractures and foreign bodies undetected at first.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Vieira N.M.G., Ranzani J.J.T., Brandão C.V.S., Cremonini D.N., Schellini S.A., Padovani C.R., Vulcano L.C. & Almeida M.F. 2015. [Epiphora assessment of dogs with dacryocystography and computed tomography.] Avaliação da epífora de cães usando dacriocistografia e tomografia computadorizada. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(12): 989-996. Serviço de Oftalmologia Veterinária, Departamento de Cirurgia e Anestesiologia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Distrito de Rubião Jr s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: niveamgv@yahoo.com.br A avaliação da epífora pode ser feita por exames clínicos, testes de excreção lacrimal, exames contrastados, como avaliação radiológica e estudo tomográfico; estes dois últimos permitem análise minuciosa das estruturas. O presente estudo teve como objetivo avaliar a via lacrimal excretora com uso de radiografia e tomografia computadorizada contrastadas, feitas em animais com epífora, comparando-se com animais sadios, sem essa afecção. Foram utilizados 20 cães, de raças e pelagens variadas, machos e fêmeas, com peso de 1 a 20 kg, com 0,7 a 8 anos de idade, apresentando epífora (grupo epífora - GE). Como grupo de controle (GC), foram utilizados 15 cães, sem alterações clínicas de drenagem do sistema lacrimonasal de raças e pelagens variadas, machos e fêmeas, pesando 1 a 20 kg, com 0,7 a 8 anos. Foi proposta a divisão do sistema de drenagem lacrimal em quatro regiões. Na região 1, o GE teve 29 (76,3%) animais com dilatação visibilizada pelo R-X e 32 (84,2%) pela TC; no GC, 4 (12,5%) no R-X e 1 (3,1%) na TC demonstraram dilatação. Na região 3, 13 (34,2%) cães evidenciaram dilatação do DLN no R-X e 14 (36,8%) na TC; e 21 (55,3%) comunicação do ducto lacrimonasal com o seio nasal pelo R-X e 28 (73,7%) pela TC. Já no GC, 15 (46,9%) pelo R-X e 22 (68,7%) pela TC possuíam comunicação do ducto lacrimonasal com o seio nasal. Concluiu-se que: dilatações também podem ser observadas em alguns cães sem sinal clínico da afecção; comunicação do ducto lacrimonasal com o seio nasal não indica alteração causadora de epífora, pois está presente em animais com e sem afecção; os dados do presente estudo confirmam que o exame DCG por si pode dar importantes informações, de forma semelhante à TC, devendo-se recorrer à ela apenas quando houver dúvidas sobre lesões ósseas, fraturas e corpos estranhos não detectados pelo primeiro.


#7 - Diagnosis of neurologic compression of the spinal cord of dogs with use of Helical Computed Tomography (CT), 34(6):569-575

Abstract in English:

ABSTRACT.- Borges-dos-Santos R.R., Requião K.G., Dórea Neto F.A., Moreira E.L.T. & Barrouin-Melo S.M. 2014. [Diagnosis of neurologic compression of the spinal cord of dogs with use of Helical Computed Tomography (CT).] Diagnóstico de alterações neurológicas compressivas da medula espinal de cães com o uso da Tomografia Computadorizada (TC) Helicoidal. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(6):569-575. Departamento de Anatomia, Patologia e Clínicas Veterinárias, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal da Bahia, Av. Adhemar de Barros 500, Salvador, BA 40170-110, Brazil. E-mail: borges12002@yahoo.com.br Neurological disorders in dogs are common in veterinary medical practice routine, being necessary to identify the site of injury in the event of compression on structures of the central nervous system (CNS). The aim of this work was an epidemiological study of neurological changes in compressive spinal cord of pet dogs in Salvador and the metropolitan area. Discopathies, neoplasms and trauma were identified by Computed Tomography (CT). We evaluated 17 dogs of various breeds, aged between 2 and 10 years old and of both sexes, from two veterinary medical routine services and forwarded to the examination as clinically indicated. Slice images with a thickness ranging from 0.5 to 2mm were produced in rotation with the tomograph. Animals that showed disc disease (70.58%) for extradural myelopathy 6/12 (50%) were the breed Dachshund, mean age 7.33±1.97 years and for all other occurrence was timely; 23.53% of vertebral bone disease, bone tumors and fractures, and 5.89% corresponding to neoplasm marrow. There was a higher incidence of injuries segments L2-L3 (25%), followed by C4-C6 (16.67%), T12-T13 (16.67%), L7-S1 (16.67%) of cases

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Borges-dos-Santos R.R., Requião K.G., Dórea Neto F.A., Moreira E.L.T. & Barrouin-Melo S.M. 2014. [Diagnosis of neurologic compression of the spinal cord of dogs with use of Helical Computed Tomography (CT).] Diagnóstico de alterações neurológicas compressivas da medula espinal de cães com o uso da Tomografia Computadorizada (TC) Helicoidal. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(6):569-575. Departamento de Anatomia, Patologia e Clínicas Veterinárias, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal da Bahia, Av. Adhemar de Barros 500, Salvador, BA 40170-110, Brazil. E-mail: borges12002@yahoo.com.br Alterações neurológicas em cães são comuns na rotina da clínica médica, sendo necessário identificar o sítio de lesão quando da ocorrência de neuropatias por compressão em estruturas do Sistema Nervoso Central (SNC). O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo epidemiológico das alterações neurológicas compressivas em medula espinal de cães domiciliados em Salvador e região metropolitana: Discopatias, Neoplasias e Traumas identificadas através da Tomografia Computadorizada (TC). Foram avaliados 17 cães de diversas raças com idade entre 2 e 10 anos e de ambos os sexos, atendidos na rotina de dois serviços médicos-veterinários e encaminhados para realização do exame conforme indicação clínica. Imagens em cortes com espessura variando de 0,5 a 2mm em rotação foram produzidas com o Tomógrafo. Dos animais que apresentaram discopatia 12/17 (70,58%), por mielopatia extradural 6/12 (50 %), foram da raça Dachshund com idade média 7,33±1,97 anos e para todos os outros a ocorrência foi pontual; 23,53 % de osteopatias vertebrais, neoplasias ósseas e fraturas, e 5,89% correspondente a neoplasia de medula. Houve uma maior frequência de lesões nos segmentos C4-C6 3/12 (25%), T12-T13 (25 %) e L2-L3 (25 %) dos casos.


#8 - Computed tomography of mast cell tumors in dogs: assessment before and after chemotherapy, 33(11):1349-1356

Abstract in English:

ABSTRACT.- Lorigados C.A.B., Matera J.M., Coppi A.A., Macedo T.R., Ladd F.V.L., Souza V. A.F. & Pinto A.C.B.C.F. 2013. [Computed tomography of mast cell tumors in dogs: assessment before and after chemotherapy.] Tomografia computadorizada de mastocitomas em cães: avaliação pré e pós-tratamento quimioterápico. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1349-1356. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87 Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508- 2701, Brazil. E-mail: clorigados@usp.br Nineteen dogs with mast cell tumors treated with chemotherapy were evaluated by computed tomography (CT). Were evaluated aspects related to contours, attenuation, post-contrast enhancement and presence of cleavage with adjacent structures. The RECIST criteria and volumetric measurement of lesions were performed to assess the response to treatment. The mast cell tumors presented a homogeneous or heterogeneous attenuation, presented more frequently a well delineated and regular contours and moderate enhancement after intravenous administration of the iodinated contrast media. The methods RECIST and volumetric measurements showed an excellent agreement to the classification of therapeutic response, providing a good parameter of the response to treatment. The CT examination proved to be useful in the delimitation of the tumor and an important tool for planning of surgical margins.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Lorigados C.A.B., Matera J.M., Coppi A.A., Macedo T.R., Ladd F.V.L., Souza V. A.F. & Pinto A.C.B.C.F. 2013. [Computed tomography of mast cell tumors in dogs: assessment before and after chemotherapy.] Tomografia computadorizada de mastocitomas em cães: avaliação pré e pós-tratamento quimioterápico. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1349-1356. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87 Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508- 2701, Brazil. E-mail: clorigados@usp.br Foram avaliados, por meio da tomografia computadorizada, 19 cães com mastocitomas tratados com quimioterapia. Aspectos como contorno, atenuação, realce pós-contraste e presença de clivagem com estruturas adjacentes foram avaliados. Aplicaram-se os critérios RECIST e a mensuração volumétrica das lesões para se avaliar a resposta ao tratamento. Quanto à atenuação, os mastocitomas se mostraram como lesões homogêneas ou heterogêneas, com tendência a limites definidos e contornos regulares e apresentaram realce moderado após administração do contraste iodado intravenoso. Os métodos RECIST e a mensuração volumétrica apresentaram uma excelente concordância na classificação da resposta terapêutica, fornecendo um bom parâmetro da resposta ao tratamento instituído. O exame de tomografia computadorizada se mostrou útil na delimitação do tumor e importante ferramenta no planejamento das margens cirúrgicas.


#9 - Computed tomography image of the mediastinal and axillary lymph nodes in clinically sound Rottweilers, 33(3):405-410

Abstract in English:

ABSTRACT.- Fonseca Pinto A.C.B., Aneli E., Patara A.C., Lorigados C.A.B., Banon G.P.R. & Figueiredo C. 2013. Computed tomography image of the mediastinal and axillary lymph nodes in clinically sound Rottweilers. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(3):405-410. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-701, Brazil. E-mail: anacarol@usp.br Trough computed tomography (CT), it is possible to evaluate lymph nodes in detail and to detect changes in these structures earlier than with radiographs and ultrasound. Lack of information in the veterinary literature directed the focus of this report to normal aspects of the axillary and mediastinal lymph nodes of adult dogs on CT imaging. A CT scan of 15 normal adult male and female Rottweilers was done. To define them as clinically sound, anamnesis, physical examination, complete blood count, renal and hepatic biochemistry, ECG, and thoracic radiographs were performed. After the intravenous injection of hydrosoluble ionic iodine contrast medium contiguous 10mm in thickness thoracic transverse images were obtained with an axial scanner. In the obtained images mediastinal and axillary lymph nodes were sought and when found measured in their smallest diameter and their attenuation was compared to musculature. Mean and standard deviation of: age, weight, body length and the smallest diameter of the axillary and mediastinal lymph nodes were determined. Mean and standard deviation of parameters: age 3.87±2.03 years, weight 41.13±5.12, and body length 89.61±2.63cm. Axillary lymph nodes were seen in 60% of the animals, mean of the smallest diameter was 3.58mm with a standard deviation of 2.02 and a minimum value of 1mm and a maximum value of 7mm. From 13 observed lymph nodes 61.53% were hypopodense when compared with musculature, and 30.77% were isodense. Mediastinal lymph nodes were identified in 73.33% of the dogs; mean measure of the smallest diameter was 4.71mm with a standard deviation of 2.61mm and a minimum value of 1mm, and a maximum value of 8mm. From 14 observed lymph nodes 85.71% were isodense when compared with musculature and 14.28% were hypodense. The results show that it is possible to visualize axillary and mediastinal lymph nodes in adult clinically sound Rottweilers with CT using a slice thickness and interval of 10mm. The smallest diameter of the axillary and mediastinal lymph nodes not surpassed 7mm and 8mm respectively. Their attenuations were equal or smaller than that of musculature in the post contrast scan.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Fonseca Pinto A.C.B., Aneli E., Patara A.C., Lorigados C.A.B., Banon G.P.R. & Figueiredo C. 2013. Computed tomography image of the mediastinal and axillary lymph nodes in clinically sound Rottweilers. [Imagem por tomografia computadorizada dos linfonodos axilares e mediastinais de cães rottweilers clinicamente saudáveis.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(3):405-410. Departamento de Cirurgia, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-701, Brazil. E-mail: anacarol@usp.br A tomografia computadorizada é uma modalidade diagnóstica que possibilita a avaliação detalhada dos linfonodos e que é capaz de detectar mais precocemente alterações envolvendo estas estruturas, que modalidades de imagem como a radiografia e a ultrassonografia. Tendo em vista a escassez de informações na literatura veterinária esta pesquisa objetivou fornecer informações sobre os aspectos tomográficos normais dos linfonodos axilares e mediastinais em cães. Realizou-se o exame tomográfico de 15 cães adultos, machos e fêmeas, da raça Rottweiler, selecionados como clinicamente normais por meio de anamnese, exame físico, hemograma, perfil bioquímico renal e hepático, eletrocardiograma e exame radiográfico do tórax. Após a injeção intravenosa do contraste iodado hidrossolúvel iônico, realizaram-se cortes tomográficos transversais do tórax com 10mm de espessura e 10mm de incremento em um tomógrafo axial. Os exames tomográficos foram avaliados buscando-se identificar os linfonodos axilares e mediastinais. Quando visibilizados, os linfonodos foram mensurados em seu menor eixo e sua atenuação foi comparada com a da musculatura. Foram calculados a média e desvio padrão da idade, do peso, do comprimento dos animais e do menor eixo dos linfonodos axilares e mediastinais. A média de idade dos animais e o desvio padrão foram de 3,87 anos ±2,03, do peso foi de 41,13kg ± 5,12 e do comprimento dos animais foi de 89,61cm ±2,63. Os linfonodos axilares foram visibilizados em 60% dos animais, a média das mensurações dos menores diâmetros e o desvio padrão foi de 3,58mm ±2,02 com valor mínimo de 1mm e máximo de 7mm. Dos 13 linfonodos observados 61,53% apresentaram-se hipoatenuantes comparativamente a musculatura e 30,77% isoatenuantes. Os linfonodos mediastinais foram observados em 73,33% dos cães, a média das mensurações dos menores diâmetros e o desvio padrão foi 4,71mm ±2,61 com valor mínimo de 1mm e máximo de 8mm. Dos 14 linfonodos observados 85,71% apresentaram-se isoatenuantes comparativamente a musculatura e 14,28% apresentaram-se hipoatenuantes. A partir deste estudo confirmou-se que em cães da raça Rottweiler os linfonodos axilares e mediastinais podem ser visibilizados ao exame tomográfico em cortes de 10 milímetros de espessura com igual incremento. Seus diâmetros menores não ultrapassaram 7mm no referente aos linfonodos axilares e 8mm para os mediastinais, e sua atenuação foi iso ou hipoatenuante em relação à musculatura no exame pós-contraste.


#10 - Cone beam computed tomography in veterinary dentistry: Description and standardization of the technique, 29(8):617-624

Abstract in English:

ABSTRACT.- Roza M.R., Silva L.A.F., Januário A.L., Barriviera M., Oliveira A.C.S. & Fioravanti M.C.S. 2009. [Cone beam computed tomography in veterinary dentistry: Description and standardization of the technique.] Tomografia computadorizada de feixe cônico na odontologia veterinária: descrição e padronização da técnica. Pesquisa Veterinária Brasileira 29(8):617-624. Departamento de Medicina Veterinária, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Goiás, Campus II Samambaia, Cx. Postal 131, Goiânia, GO 74001-970, Brazil. E-mail: marcelloroza@gmail.com Eleven dogs and four cats with buccodental alterations, treated in the Centro Veterinário do Gama, in Brasilia, DF, Brazil, were submitted to cone beam computed tomography. The exams were carried out in a i-CAT tomograph, using for image acquisition six centimeters height, 40 seconds time, 0.2 voxel, 120 kilovolts and 46.72 milliamperes per second. The ideal positioning of the animal for the exam was also determined in this study and it proved to be fundamental for successful examination, which required a simple and safe anesthetic protocol due to the relatively short period of time necessary to obtain the images. Several alterations and diseases were identified with accurate imaging, demonstrating that cone beam computed tomography is a safe, accessible and feasible imaging method which could be included in the small animal dentistry routine diagnosis.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Roza M.R., Silva L.A.F., Januário A.L., Barriviera M., Oliveira A.C.S. & Fioravanti M.C.S. 2009. [Cone beam computed tomography in veterinary dentistry: Description and standardization of the technique.] Tomografia computadorizada de feixe cônico na odontologia veterinária: descrição e padronização da técnica. Pesquisa Veterinária Brasileira 29(8):617-624. Departamento de Medicina Veterinária, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Goiás, Campus II Samambaia, Cx. Postal 131, Goiânia, GO 74001-970, Brazil. E-mail: marcelloroza@gmail.com Onze cães e quatro gatos, portadores de alterações buco-dentárias e atendidos no Centro Veterinário do Gama, em Brasília, DF, foram submetidos à tomografia computadorizada de feixe cônico. Os exames foram realizados em um tomógrafo i-CAT, utilizando para aquisição das imagens, altura de seis centímetros, tempo de 40 segundos, 0,2 voxel, 120 kilovolts e 46,72 miliampéres por segundo. O melhor posicionamento dos animais para realização do exame foi definido neste estudo. Esse é um fator fundamental para a realização do exame, que necessitou um protocolo anestésico simples e seguro, em função do tempo mínimo necessário à obtenção das imagens. Várias alterações e enfermidades foram identificadas, com extrema acurácia, credenciando a tomografia computadorizada de feixe cônico como um exame seguro, acessível e exeqüível e que pode ser incorporado à rotina odontológica das clínicas de pequenos animais.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV