Ano 2013 - Volume 33, Número 10


Título
Concentração do fator de crescimento semelhante à insulina tipo I no fluido folicular suíno coletado a partir de folículos ovarianos de diferentes diâmetros, 33(10):1269-1274
Autores

Resumo
RESUMO.- Oberlender G., Murgas L.D.S., Zangeronimo M.G., Pontelo T.P., Menezes T.A. & Silva A.C. 2013. Porcine follicular fluid concentration of free insulin-like growth factor-I collected from different diameter ovarian follicles. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(10):1269-1274. Setor de Fisiologia e Farmacologia Veterinárias, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário s/n, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: guilherme.oberlender@uffs.edu.br

Objetivou-se quantificar as concentrações do IGF-I livre no soro e no fluido de folículos ovarianos de fêmeas suínas pré-púberes e descrever a morfologia ovariana, por meio da mensuração das dimensões dos ovários e da contagem do número de folículos superficiais. Ovários (n=1.000) foram obtidos de fêmeas pré-púberes imediatamente após o abate. Foi realizado um total de 10 coletas, sendo em cada, obtidos ovários de 50 fêmeas. Os folículos localizados na superfície de cada ovário foram classificados em pequenos (FPs, 2-5mm de diâmetro) ou grandes (FGs, 6-10mm de diâmetro) e o fluido folicular foi obtido por aspiração dos folículos. A coleta do soro foi realizada após a exsanguinação das fêmeas com o uso de tubos estéreis. A partir do pool de fluido folicular e do soro obtido das 50 fêmeas, determinou-se a concentração de IGF-I livre em cada amostra por meio de kit de ensaio imunoenzimático (ELISA). A descrição da morfometria ovariana foi realizada em 100 ovários provenientes de fêmeas escolhidas aleatoriamente. Foi mensurado o comprimento maior e menor dos ovários e, também, contabilizado o número total de FPs e FGs presentes na superfície de cada ovário. A concentração de IGF-I foi superior (P<0,05) nos FGs (170,92±88,29ng/mL) em comparação com os FPs (67,39±49,90ng/mL) e o sérico (73,48±34,63ng/mL). O comprimento maior e menor dos ovários foi de 26,0±3,0mm e 19,0±2,0 mm, respectivamente. O número de FPs (70,86±25,76) foi maior (P<0,01) em comparação com os FGs (6,54±5,26). Conclui-se que FGs apresentam níveis de IGF-I superiores aos FPs, e ao sangue, sendo isso relacionado a maior atividade dos FGs e à diferenciação que os mesmos sofrem para a ovulação. Além disso, ovários de fêmeas suínas pré-púberes apresentam elevado número de FPs em comparação aos FGs. Portanto, nosso estudo demonstrou dados originais a respeito da concentração fisiológica de IGF-I livre em folículos ovarianos, que podem ser utilizados em futuras pesquisas para avaliar a adição desse hormônio nos meios de produção in vitro de embriões suínos com o objetivo de melhorar a eficiência da técnica.
Download / Visualização