Ano 2014 - Volume 34, Número 3


Título
Avaliação do quadro eritrocitário e da repercussão do estado anêmico no leucograma de caprinos com verminose gastrintestinal, 34(3):199-204
Autores

Resumo
RESUMO.- Birgel D.B., Muller A.F., Fantinato-Neto P., Benesi F.J. & Birgel Junior E.H. 2014. [Evaluation of the erythrocyte pattern and the repercussions of anemic status in white blood cells of goats with gastrointestinal helminthiasis.] Avaliação do quadro eritrocitário e da repercussão do estado anêmico no leucograma de caprinos com verminose gastrintestinal. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(3):199-204. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte 225, Campus da USP, Pirassununga, SP 13635-900, Brazil. E-mail: dabirgel@gmail.com

RESUMO.- Com o intuito de caracterizar a anemia decorrente da verminose gastrintestinal e avaliar as alterações no leucograma, foram realizadas hemogramas de 96 caprinos da raça Saanen adultos, sendo que 57 destes estavam anêmicos. O diagnóstico da enfermidade foi realizado pelos sintomas característicos da doença como mucosas conjuntival esbranquiçadas, edema submandibular, emagrecimento e pelame arrepiado, confirmados por exame de fezes no qual se detectou a presença de ovos da superfamília Trichostrongyloidea. As amostras de sangue foram colhidas por punção da veia jugular, utilizando-se o EDTA como anticoagulante. Realizaram-se as seguintes provas: contagem do numero de hemácias, determinação do volume globular, dosagem de hemoglobina, cálculo dos índices hematimétricos (VCM, HCM e CHCM), contagem do número total de leucócitos e a contagem diferencial de leucócitos, efetuada em esfregaços sanguíneos, corados pelo método de Rosenfeld. Os animais foram divididos em grupos, baseado na magnitude da diminuição do volume globular, (1) animais sem anemia, (2) anemia de grau leve, (3) anemia moderada e (4) anemia intensa. Nos processos anêmicos leves ou moderados a anemia era do tipo normocítico e normocrômico, enquanto nos animais com anemia intensa (diminuição maior que metade dos valores normais de He, Ht, Hb) observou-se anemia do tipo normocítico e hipocrômico. O estado anêmico decorrente da verminose gastrintestinal determinou normoleucocitemia, neutrofilia sem desvio a esquerda, monocitose e linfopenia absoluta. Observou-se inversão do padrão leucocitário, que passou de linfocitário para neutrofílico. Essa inversão acentuou-se à medida que a gravidade da anemia verminótica tornava-se mais intensa.
Download / Visualização