Ano 2014 - Volume 34, Número 1001


Título
Histologia do fígado de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) alimentados com dietas contendo silagem biológica de pescado, 34(Supl.1):64-68
Autores

Resumo
RESUMO.- Honorato C.A., Cruz C., Carneiro D.J., Machado M.R.F., Nasimento C.A. & Saturnino K.S. 2014. [Histology liver in Nile tilapia (Oreochromis niloticus) fed diets with fish silage.] Histologia do fígado de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) alimentados com dietas contendo silagem biológica de pescado. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(Supl.1):64-68. Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde, Hospital Veterinário, Centro Universitário da Grande Dourados, Dourados, MS 79824-900, Brazil. E-mail: clauciahonorato@yahoo.com.br

Este estudo teve como objetivo avaliar as possíveis alterações histopatológicas hepática de tilápias do Nilo alimentadas com dietas contendo silagem biológica de pescado com diferentes concentrações protéicas. Foram utilizados 180 juvenis alimentados com dietas contendo três níveis de proteína (20, 24 and 28% PB), e duas proporções de silagem biológica (¼ e ½) durante 75 dias. Os fragementos de fígado foram fixados em Bouin e inclusos em Histosec®. Posteriorente foram cortados em microtomo com espessura de 2 a 5μm. O método utilizado para coloração foi hematoxilina/eosina e PAS. Os cortes histológicos foram analisados em microscopio de luz. O desarranjo na morfologia do fígado dos peixes alimentados com silagem biológica foi influenciado pelos altos níveis protéicos, e pelo aumento ½ de proporções de proteínas de origem animal das dietas. Foi observado que a variação dos hepatócitos está diretamente ligada com o tipo da dieta fornecida para os peixes. Nos peixes alimentados com as dietas contendo 28% PB, o fígado apresentou desarranjo da estrutura cordonal dos hepatócitos, pontos de necrose e deslocamento do núcleo para periferia. Níveis elevados de silagem biológica de pescado provoca alterações deletérias no fígado. O nível de proteína adequado para manter o desenvolvimento associado à saúde do peixe é de 24%PB.
Download / Visualização