Ano 2015 - Volume 35, Número 4


Título
Caracterização morfológica e imuno-histoquímica de fatores angiogênicos e apoptóticos e da expressão de receptores tireoidianos no ovário de tilápia Oreochromis niloticus em cativeiro, 35(4):371-376
Autores

Resumo
RESUMO.- Santos F.C., Silva J.F., Boeloni J.N., Teixeira E., Turra E.M., Serakides R. & Ocarino N.M. 2015. Morphological and immunohistochemical characterization of angiogenic and apoptotic factors and the expression of thyroid receptors in the ovary of tilapia Oreochromis niloticus in captivity. [Caracterização morfológica e imuno-histoquímica de fatores angiogênicos e apoptóticos e da expressão de receptores tireoidianos no ovário de tilápia Oreochromis niloticus em cativeiro.] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(4):371-376. Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Pres. Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31270-901, Brazil. E-mail: nataliaocarino@gmail.com

Foram estudadas as caracterizações morfológica e imuno-histoquímica de fatores angiogênicos e apoptóticos e a expressão de receptores tireoidianos no ovário de tilápia Oreochromis niloticus de cativeiro. A avaliação morfológica dos ovários foi realizada por cortes histológicos incluídos em parafina e corados por HE. As expressões imuno-histoquímicas de CDC47, VEGF e seu receptor Flk-1, angiopoetina e seu receptor Tie-2 e recertor tireoidiano (TRα) foram realizadas pela técnica de estreptavideina-biotina-peroxidade. A apoptose foi avaliada utilizando-se kit de TUNEL. A expressão relativa dos receptores de hormônios tireoidianos (TRα e TRβ) foi avaliada pela técnica de RT-PCR tempo real. A expressão nuclear de CDC47 aumentou com a fase de maturação do oócito e foi observada nas células foliculares. Corpos apoptóticos foram observados nas células foliculares de folículos atrésicos e folículos pós-ovulatórios de ovários de peixes com 150g e 350g. A expressão de VEGF e do seu receptor Flk-1 foi também observada nas células foliculares , e a expressão de ambos aumentou com a maturidade do oócito , com uma maior intensidade no folículo maduro. A expressão de angiopoietina e do seu receptor (Tie 2) foi discreta e moderada, respectivamente. A expressão de TRα foi independente do desenvolvimento folicular. No entanto, a tilápia de 350g apresentou maior expressão de TRβ em comparação com a tilápia de 50g. Conclui-se que a atividade proliferativa e a expressão de VEGF e de seu receptor aumenta com a maturação folicular e que a expressão dos TRs aumenta com a maturidade do ovário em tilápia (Oreochromis niloticus).
Download / Visualização