Ano 2015 - Volume 35, Número 5


Título
Enteropatia proliferativa em um haras brasileiro, 35(5):443-447
Autores

Resumo
RESUMO.- Gabardo M.P., Sato J.P.H., Resende T.P. & Guedes R.M.C. 2015. Equine proliferative enteropathy on a Brazilian farm. [Enteropatia proliferativa em um haras brasileiro.] Pesquisa Veterinária Brasileira 35(5):443-447. Departamento de Clinica e Cirurgia Veterinária, Escola de Medicina Veterinária, Universidade de Federal de Minas Gerais, Av. Antônio Carlos 6627, Pampulha, Belo Horizonte, MG 31270-901, Brazil. E-mail: guedesufmg@gmail.com

Descreve-se a infecção por Lawsonia intracellularis em uma propriedade na região Oeste do Brasil. Em um rebanho de 300 equinos, 39 potros com poucos dias de vida à 21 meses apresentaram diarreia de características e intensidades variáveis, com perda de peso e desidratação. Em potros com três a seis meses de idade, hipoproteinemia associada a edema submandibular também foram frequentes. Fragmentos intestinais de um potro de 7 meses foram enviados ao laboratório de patologia animal para diagnóstico. Na macroscopia foi observada hiperemia de serosa e moderado espessamento de parede intestinal. Na histologia do intestino delgado existia hiperplasia de enterócitos de criptas difusa intensa com redução marcante de células caliciformes e marcação positiva na imuno-histoquímica para L. intracellularis. Na sorologia de 11 animais da mesma propriedade, três foram positivos. Já a PCR foi negativa para todos os animais. Com base nos sinais clínicos e nos achados patológicos confirmou-se o diagnóstico de enteropatia proliferativa equina, associada a sorologia positiva que demonstrava circulação do agente na propriedade.
Download / Visualização