Ano 2016 - Volume 36, Número 2


Título
Estudo retrospectivo de exames eletrocardiográficos pré-anestésicos em 700 cães realizados no Hospital Veterinário da UFMG (2013-2014), 36(2):90-93
Autores

Resumo
RESUMO.- Botelho A.F.M., Oliveira M.S., Soto-Blanco B. & Melo M.M. 2016. Retrospective study of pre-anesthetic electrocardiogram examination of 700 dogs conducted at the Veterinary Hospital of UFMG (2013-2014). [Estudo retrospectivo de exames eletrocardiográficos pré-anestésicos em 700 cães realizados no Hospital Veterinário da UFMG (2013-2014).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(2):90-93. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31275-013, Brazil. E-mail: mariliamm@ufmg.br

Foram analisados exames eletrocardiográficos pré-operatórios de 700 cães, com o objetivo de estabelecer correlação entre sexo, idade, indicação cirúrgica, condição corporal, raça e peso. Inicialmente, um questionário clínico foi preenchido por cada proprietário, com informações sobre sexo, raça, sexo, peso, histórico clínico e indicação cirúrgica. Os cães com mais de seis anos de idade e aqueles que apresentavam qualquer tipo de alteração à auscultação cardíaca foram encaminhadas para avaliação por meio de eletrocardiograma (ECG). Todos os ECG foram realizados e analisados pelo mesmo veterinário especialista. As anormalidades ao ECG foram observadas em 364 dos 700 (52%) cães avaliados e a alteração mais frequente foi a arritmia sinusal, observada em 293 (25,4%) cães. Nenhuma correlação significante foi observada entre as alterações eletrocardiográficas com o peso, o sexo e a idade dos animais. Sugere-se, portanto que o exame de ECG seja realizado de forma rotineira, independente de idade, sexo, raça ou indicação cirúrgica, destacando seu valor para a determinação de um protocolo anestésico que promova mínima depressão cardiopulmonar e rápida recuperação pós-cirúrgica.
Download / Visualização