Ano 2016 - Volume 36, Número 6


Título
Detecção fenotípica e molecular de Salmonella sp. nas fases de cria, recria e produção em lote de poedeiras comerciais, 36(6):503-508
Autores

Resumo
RESUMO.- Moraes D.M.C., Andrade M.A, Duarte S.C., Bastos T.S.A., Arnhold E., Jayme V.S. & Nunes J.A. 2016. Phenotypic and molecular detection of Salmonella sp. on growing, rearing and production phases in a commercial group of laying hens. [Detecção fenotípica e molecular de Salmonella sp. nas fases de cria, recria e produção em lote de poedeiras comerciais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):503-508. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Escola de Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Goiás, Campus Samambaia, Avenida Esperança s/n, Campus Universitário, Goiânia, GO 74690.900, Brazil. E-mail: tsabvet@gmail.com

O presente estudo foi desenvolvido com objetivo de detectar Salmonella sp. pelas técnicas de bacteriologia convencional e PCR em tempo real em amostras de forros de caixas de transporte (mecônio), de ambientes de criação (suabes de gaiola e de bebedouro), suabes de cloaca, ração e insetos oriundos das fases de cria, recria e produção de um lote de poedeiras comerciais. Foram coletadas 864 amostras das quais 248 foram originadas da cria, 392 da recria e 224 da produção. Das 864 amostras 2,8% foram positivas na técnica bacteriológica e 15,3% no PCR em tempo real. A contaminação aumentou da fase de cria para a recria e declinou na fase de produção. Vinte e quatro isolados de Salmonella foram tipificados como Salmonella Agona (41,7%), Salmonella Livingstone (33,3%), Salmonella Cerro (16,7%), Salmonella Senftenberg (4,2%) e Salmonella Schwarzengrund (4,2%). Na fase de cria identificou-se Salmonella Livingstone. Esses achados sugerem a contaminação vertical do lote. Nas fases de recria e produção os isolados pertenceram aos sorovares Agona, Cerro, Senftenberg e Schwarzengrund apontando para a contaminação horizontal. Pode-se concluir com este estudo que tanto a contaminação vertical como a horizontal são importantes no ciclo de produção de ovos comerciais e que a contaminação na fase de recria é maior que na fase de cria e de produção.
Download / Visualização