Ano 2016 - Volume 36, Número 7


Título
Rara trombose da veia cava caudal em bovino, secundária à infecção por Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes, 36(7):587-590
Autores

Resumo
RESUMO.- Motta R.G., Motta I.G., Martinez A.C., Da Silva A.V., Paes A.C., Martins L.S.A., Da Silva R.C. & Ribeiro M.G. 2016. Unusual caudal vena cava thrombosis in a cow, secondary to Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes infection. [Rara trombose da veia cava caudal em bovino, secundária à infecção por Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(7):587-590. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: farturavetufpr@hotmail.com

A síndrome da veia cava caudal ou tromboembolismo pulmonar bovino está relacionada à acidose láctica causada por dietas ricas em grãos e altamente fermentáveis, associados ou não a quadros sépticos, usadas em confinamentos de bovinos de corte ou para vacas leiteiras de alta produção. O presente artigo reporta caso raro de trombose da veia cava caudal em uma vaca, secundária a infecção por Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes, apresentando reduzida produção de leite, anorexia, palidez de mucosas, atonia ruminal, decúbito esternal e posição de autoauscultação. À necrópsia observou-se coração aumentado de tamanho, coágulos distribuídos por toda cavidade torácica, aderência entre os pulmões e pleura, abscessos, enfisema, petéquias, sufusões, equimoses nos pulmões, espessamento da parede da veia cava caudal com trombo, hepatomegalia com congestão passiva crônica (aspecto de “noz moscada”), e ruminite. Em laboratório isolou-se o actinomiceto Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes a partir de amostras de fígado e pulmão, provavelmente resultando da disseminação da bactéria proveniente do conteúdo ruminal, e reafirma o comportamento oportunista deste actinomiceto.
Download / Visualização