Ano 2017 - Volume 37, Número 6


Título
Isolamento, cultura e caracterização de células tronco mesenquimais multipotentes provenientes do sangue do cordão umbilical caprino, 37(6):643-649
Autores

Resumo
RESUMO.- Martins G.R., Marinho R.C., Bezerra-Junior R.Q., Câmara L.M.C, Albuquerque-Pinto L.C. & Teixeira M.F.S. 2017. Isolation, culture and characterization of multipotent mesenchymal stem cells from goat umbilical cord blood. [Isolamento, cultura e caracterização de células tronco mesenquimais multipotentes provenientes do sangue do cordão umbilical caprino.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(6):643-649. Laboratório de Virologia, Núcleo de Pesquisa em Sanidade Animal, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Estadual do Ceará, Avenida Dr. Silas Munguba 1700, Fortaleza, CE 60714-903, Brazil. E-mail: rmgabrielle@hotmail.com

As células tronco mesenquimais (MSC) residem em pequenas quantidades em muitos tecidos e órgãos adultos, desempenhando um papel ativo na homeostase destes locais. O isolamento de MSC já foi demonstrado em amostras de medula óssea, tecido adiposo e fluido amniótico de cabras. O sangue de cordão umbilical é considerado uma fonte importante desse tipo de células. No entanto, até o presente momento, não foi demonstrado o isolamento de MSC provenientes do sangue de cordão umbilical de cabras. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi isolar, cultivar e caracterizar células tronco mesenquimais provenientes do sangue do cordão umbilical caprino. As MSC foram isoladas utilizando o gradiente de densidade Ficoll-Paque e cultivadas em DMEM suplementado com 10% ou 20% de FBS. A caracterização desse tipo celular foi realizada através de análise por citometria de fluxo e diferenciação em linhagens celulares mesodermais. A analise no citômetro de fluxo demonstrou a presença de duas populações distintas, um grupo com células maiores e outro com células menores; observando expressão positiva de CD90, CD44 e CD105, e negativa para CD34 nas células maiores; enquanto que as menores foram positivas para CD90 e CD105, mas negativas para CD44 e CD34. As células isoladas demonstraram capacidade de se diferenciar em condrócitos e osteoblastos quando incubadas com meio de diferenciação específico. O presente estudo demonstrou que células tronco mesenquimais podem ser obtidas com sucesso do sangue do cordão umbilical caprino.
Download / Visualização