Ano 2012 - Volume 32, Número 6


Título
Transferência de imunidade passiva e constituintes séricos de bezerros mestiços, 32(6):515-522
Autores

Resumo
RESUMO.- Rocha T.G., Nociti R.P., Sampaio A.A.M. & Fagliari J.J. 2012. Passive immunity transfer and serum constituents of crossbred calves. [Transferência de imunidade passiva e constituintes séricos de bezerros mestiços.] Pesquisa Veterinária Brasileira 32(6):515-522. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Campus de Jaboticabal, Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: thaisgrocha@yahoo.com.br

A avaliação da transferência de imunidade passiva (TIP) é uma ferramenta essencial para manutenção de bezerros saudáveis nos primeiros meses de vida. Uma vez que há influência do número de lactações e da raça de vacas nos teores de imunoglobulinas do colostro, o presente estudo foi conduzido com o objetivo de avaliar a TIP de vacas Canchim primíparas e pluríparas aos seus bezerros. Amostras de sangue dos bezerros foram coletadas antes da ingestão de colostro e 1, 2, 7, 15 e 30 dias após o nascimento e amostras de colostro das vacas foram coletadas imediatamente após o parto. As atividades de gamaglutamiltransferase (GGT), fosfatase alcalina (ALP) e as concentrações de proteína total, albumina, globulinas, imunoglobulina A (IgA) e imunoglobulina G (IgG), cálcio total e ionizado, fósforo, magnésio, sódio e potássio foram avaliadas no soro dos bezerros e as atividades de GGT e ALP e as concentrações de proteína total, IgA e IgG foram avaliadas no soro colostral. A concentração de imunoglobulinas foi avaliada por meio de eletroforese em gel de poliacrilamida. As avaliações bioquímicas do soro sanguíneo dos bezerros revelaram aumento nas atividades das enzimas gamaglutamiltransferase e fosfatase alcalina e nos teores de proteína total, globulinas, imunoglobulina A e imunoglobulina G após a ingestão do colostro. Apenas os teores de proteína total e imunoglobulina G de cadeia leve no soro colostral foram influenciados pelo número de lactações das vacas. Os teores de fósforo e magnésio aumentaram após a ingestão de colostro, enquanto as concentrações de sódio e potássio oscilaram no decorrer do período experimental. A TIP foi influenciada pelo número de lactações das vacas, no entanto mostrou-se eficiente em ambos os grupos.
Download / Visualização