Resultado da pesquisa (291)

Termo utilizado na pesquisa patologia

#1 - V Encontro Internacional de Saúde Animal e Prevenção

Abstract in English:

Os produtos de origem animal se constituem em importantes componentes das exportações brasileiras, sendo a qualidade sanitária um fator essencial para a sua aceitação no mercado internacional. Enfermidades como a febre aftosa, a encefalopatia espongiforme bovina, a peste suína clássica e a enfermidade de Newcasttle são problemas de saúde animal que significam riscos potenciais para os países produtores de carne e derivados, que, além de implicações sanitárias, também possuem importância política, econômica e social. Enfermidades frequentes ou emergentes podem constituir entrave à produção, perda de mercado, repercussão em saúde pública e prejuízos econômicos. Diante disso, as ações de profilaxia e o controle das doenças requerem profissionais capacitados nas ações diretas do diagnóstico clínico, epidemiológico e laboratorial. As diversas técnicas e métodos de diagnóstico têm evoluído constantemente ao longo dos últimos anos. Os laboratórios de universidades, centros de pesquisa e de referência têm direcionado estudos e ações no sentido de obter maior eficácia e confiabilidade nos resultados fornecidos. Os médicos veterinários atuantes em campo formam o elo fundamental na garantia de qualidade dos exames executados pelos laboratórios, por proverem o material biológico utilizado nos ensaios. Face às novas tecnologias, ou mesmo aos métodos de diagnóstico tradicionais, estes profissionais necessitam de constante atualização em relação aos procedimentos de investigação clínica, bem como do envio adequado de amostras, solicitação de exames e a interpretação dos resultados. Neste contexto, este evento permitirá a articulação de importantes centros de pesquisa nacionais e do exterior, reunindo, em Mato Grosso, pesquisadores de destaque para intercâmbio de conhecimentos e discutir conceitos sobre úde animal e prevenção de doenças.

Abstract in Portuguese:

Os produtos de origem animal se constituem em importantes componentes das exportações brasileiras, sendo a qualidade sanitária um fator essencial para a sua aceitação no mercado internacional. Enfermidades como a febre aftosa, a encefalopatia espongiforme bovina, a peste suína clássica e a enfermidade de Newcasttle são problemas de saúde animal que significam riscos potenciais para os países produtores de carne e derivados, que, além de implicações sanitárias, também possuem importância política, econômica e social. Enfermidades frequentes ou emergentes podem constituir entrave à produção, perda de mercado, repercussão em saúde pública e prejuízos econômicos. Diante disso, as ações de profilaxia e o controle das doenças requerem profissionais capacitados nas ações diretas do diagnóstico clínico, epidemiológico e laboratorial. As diversas técnicas e métodos de diagnóstico têm evoluído constantemente ao longo dos últimos anos. Os laboratórios de universidades, centros de pesquisa e de referência têm direcionado estudos e ações no sentido de obter maior eficácia e confiabilidade nos resultados fornecidos. Os médicos veterinários atuantes em campo formam o elo fundamental na garantia de qualidade dos exames executados pelos laboratórios, por proverem o material biológico utilizado nos ensaios. Face às novas tecnologias, ou mesmo aos métodos de diagnóstico tradicionais, estes profissionais necessitam de constante atualização em relação aos procedimentos de investigação clínica, bem como do envio adequado de amostras, solicitação de exames e a interpretação dos resultados. Neste contexto, este evento permitirá a articulação de importantes centros de pesquisa nacionais e do exterior, reunindo, em Mato Grosso, pesquisadores de destaque para intercâmbio de conhecimentos e discutir conceitos sobre saúde animal e prevenção de doenças.


#2 - Hypomagnesemia in dairy cattle in Uruguay

Abstract in English:

An outbreak of hypomagnesemia is reported in Holstein dairy cattle grazing lush oat (Avena sativa) pasture in Uruguay. Nine of 270 (3.3%) cows died in May-July (autumn-winter) 2017. These nine cows were from 2 to 9-years-old (1st-6th lactation), with 22 to 194 days of lactation and 15.8 to 31.4L of daily milk production. Two cows with acute sialorrhea, muscle spasms, lateral recumbency, weakness, opisthotonos, and coma, were euthanized and necropsied. No significant macroscopic or histological lesions were found. One untreated clinically-affected cow and eight out of 14 clinically healthy cows of the same group under similar management and production conditions had low serum levels of Mg (lower than 0.7mmol/L). Secondarily, both clinically affected cows and six out of 14 healthy cows had low serum Ca levels. The K/(Ca+Mg) ratio of two oat forages, corn silage, and ration was 5.10, 7.73, 2.45, and 0.85, respectively. A K/(Ca+Mg) ratio lower than 2.2 represents a risk for hypomagnesemia. The difference between the contribution-requirement of minerals in the diet was established and a daily deficiency of Mg (-0.36g/day), Na (-25.2g/day) and Ca (-9.27g/day) was found, while K (184.42g/day) and P (12.81g/day) were in excess. The diet was reformulated to correct the deficiencies and the disease was controlled by the daily administration of 80g of magnesium oxide, 80g of calcium carbonate and 30g sodium chloride per cow. It is concluded that hypomagnesemia is a cause of mortality in dairy cattle in Uruguay, and that the condition can be prevented by appropriate diet formulation

Abstract in Portuguese:

Descreve-se um surto de hipomagnesemia em bovinos leiteiros da raça Holandês com alimentação a base de pastagens de aveia (Avena sativa) em crescimento no Uruguai, nos meses de maio a julho (outono-inverno) de 2017. De um rebanho de 270 vacas em ordenha, nove (3,3%) morreram. As nove vacas tinham entre dois e nove anos, estavam entre a primeira e a sexta lactação e a produção diária era de 15,8 a 31,4 litros de leite. Duas vacas que apresentaram sialorreia, espasmos musculares, decúbito lateral, debilidade, opistótono e posteriormente, estado comatoso foram eutanasiadas e necropsiadas. Não foram observadas lesões macroscópicas ou histológicas significantes. Uma vaca com sinais clínicos, não tratada, e oito de 14 vacas sem sinais clínicos, do mesmo rebanho, apresentaram baixos níveis séricos de Mg (menos de 0,7mmol/L). Adicionalmente, as duas vacas com sinais clínicos e seis das 14 vacas sem sinais clínicos apresentaram baixos níveis de Ca sérico. A relação do risco tetanizante K/(Ca+Mg) de duas pastagens de aveia, silagem de milho e ração concentrada foi estimada em 5; 10; 7,73; 2,15 e 0,85, respectivamente. Uma  relação K/(Ca+Mg) maior de 2,2 é um indicador do potencial tetanizante da forragem, A diferença entre o aporte e os requerimentos dos minerais foi estabelecida constatando‑se deficiência diária de Mg (-0,36g/dia), Na (-25,2g/dia) e Ca (-9,27g/dia). O potássio (K) (184,42g/dia) e o fósforo (P) (12,81g/dia) estavam em excesso. A dieta foi reformulada para corrigir as deficiências e a doença foi controlada mediante a administração diária de 80g de MgO, 80g de CaCO3 e 30g de NaCl por vaca. Conclui-se que a hipomagnesemia é uma doença de importância crescente em gado leiteiro no Uruguai e que deve ser prevenida mediante a formulação correta da dieta.


#3 - Clostridial diseases diagnosed in cattle from the South of Rio Grande do Sul, Brazil. A forty-year survey (1978-2018) and a brief review of the literature

Abstract in English:

Clostridial diseases are important causes of livestock losses in the southern Rio Grande do Sul. Since 1978 annual surveys conducted at the "Laboratório Regional de Diagnóstico" of the "Universidade Federal de Pelotas" (LRD-UFPel) have shown that clostridial diseases represent 10.40% of the bacterial diseases diagnosed in cattle and 1.65% of all diseases diagnosis in cattle over a 40-year period. The purpose of this study is to review the clinical, epidemiological and pathological aspects of the clostridial diseases diagnosed in cattle from January 1978 to December 2018 at the LRD-UFPel in the hopes that it will constitute a useful guide for field veterinary practitioners and interested farmers. We assessed and review the necropsy protocols of 6,736 cattle; these necropsies were performed either by LRD-UFPel faculty or by field veterinary practitioners; 111 outbreaks (1.65%) were diagnosed as clostridial disease, distributed as follows: 35 outbreaks of tetanus, 34 of blackleg, 23 of bacillary hemoglobinuria, 11 of malignant edema (gas gangrene), and eight of botulism. Approximately 904, from a total of 42,480 cattle at risk, died in these outbreaks.

Abstract in Portuguese:

Clostridioses são doenças produzidas por alguma das espécies do gênero Clostridium e são importantes causas de perdas pecuárias no sul do Rio Grande do Sul. Pesquisas anuais realizadas no Laboratório Regional de Diagnóstico da Faculdade de Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (LRD-UFPel) desde 1978 demonstraram que as clostridioses representaram 11,1% das doenças bacterianas diagnosticadas em bovinos e 1,65% de todos os diagnósticos de doenças em bovinos ao longo de 40 anos. O objetivo deste estudo é revisar os aspectos clínicos, epidemiológicos e patológicos das clostridioses diagnosticadas de janeiro de 1978 a dezembro de 2018, pelo LRD/UFPel com a intenção de que esse trabalho possa servir de guia útil para os veterinários de campo e fazendeiros interessados. Foram avaliados e revisados os protocolos de necropsia de 6.736 bovinos; essas necropsias foram realizadas pelo pessoal do LRD/UFPel ou por veterinários de campo. Cento e quatro (1,16%) casos foram diagnosticados como clostridioses, distribuídos da seguinte forma: 35 surtos de tétano, 34 de cartbúnculo sintomático, 23 de hemoglobinúria bacilar, 11 de edema maligno (gangrena gasosa) e oito de botulismo. Aproximadamente 904, de um total de 42.480 bovinos sob-risco, morreram nesses surtos.


#4 - Spontaneous and experimental poisoning by Merremia macrocalyx (Convolvulaceae) in cattle

Abstract in English:

The aim of this work was to describe the epidemiological, clinical and pathological aspects of spontaneous poisoning by Merremia macrocalyx in cattle in the Pernambuco state, northeastern Brazil, and to experimentally replicate the poisoning by this plant. To determine the occurrence of poisonings, 30 farms were visited in six municipalities at the Forest Zone of Pernambuco. The plant was found in nine farms, in which history of plant poisoning in cattle, and occasionally in sheep were also reported. Three outbreaks of spontaneous poisonings in cattle were studied. To replicate the disease experimentally, two steers received a single dose of 60g/kg and two steers received 80g/kg of the fresh leaves of M. macrocalyx in the trough for spontaneous ingestion. Two steers were also used as a control group. The main clinical signs observed in spontaneous cases consisted of restlessness, bloat, polyuria, diarrhea, and death within 48 to 72 hours after the onset of clinical signs. Cattle experimentally poisoned presented similar clinical signs to those observed in spontaneous cases. Gross lesions consisted of dryness and impaction of the rumen, omasum and reticulum contents. Abomasal content was fluid, the mucosa was hyperemic, with swollen folds and multiple ulcers. Similar lesions were observed in duodenum mucosae. Histologically, lesions observed in the abomasum and duodenum mucosa consisted of necrosis, hemorrhage and inflammatory infiltration of neutrophils and lymphocytes. The wide distribution and palatability of this plant, associated with the high sensitivity of the bovine species verified in this experiment, highlight the importance of this plant in spontaneous cases of poisoning in cattle.

Abstract in Portuguese:

O objetivo deste trabalho é descrever os aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos da intoxicação espontânea por Merremia macrocalyx em bovinos de Pernambuco, nordeste do Brasil e reproduzir experimentalmente a intoxicação por esta planta. Para determinar a ocorrência das intoxicações, foram visitadas 30 propriedades em seis municípios na Zona da Mata de Pernambuco. A planta foi encontrada em nove fazendas onde também haviam históricos de intoxicações em bovinos e ocasionalmente em ovinos. Três surtos de intoxicações espontâneas em bovinos foram estudados e para reproduzir experimentalmente a doença, dois novilhos receberam doses únicas de 60g/kg e dois novilhos receberam 80g/kg de folhas frescas de M. Macrocalyx para consumo espontâneo no cocho. Dois novilhos foram utilizados como grupo controle. Os principais sinais clínicos observados na intoxicação espontânea consistiram em agitação, timpanismo, poliúria, diarreia e morte dentro de 48 a 72 horas após a observação dos primeiros sinais clínicos. Os bovinos intoxicados experimentalmente apresentaram sinais clínicos semelhantes aos observados nos casos espontâneos. À necropsia as lesões consistiam em compactação e ressecamento dos conteúdos do rúmen, omaso e retículo. O conteúdo do abomaso estava fluido, notava-se hiperemia das mucosas, as pregas estavam edemaciadas e continham múltiplas úlceras. Lesões semelhantes também foram observadas na mucosa do duodeno. Histologicamente, as lesões observadas na mucosa do abomaso e do duodeno consistiam em necrose, hemorragia e infiltrado inflamatório neutrofílico e linfocítico. A ampla distribuição de Merremia macrocalyx na região estudada e a boa palatabilidade associada à alta sensibilidade da espécie bovina verificada neste experimento, reforça a importância desta planta em casos espontâneos de intoxicação em bovinos.


#5 - Equine pythiosis in the eastern wetlands of Uruguay

Abstract in English:

Equine pythiosis is an ulcerative and granulomatous disease of the skin, caused by the oomycete Pythium insidiosum (Pythiaceae). The objective of this study was to describe seven cases of equine pythiosis that occurred from 2012 to 2017 in the eastern region of Uruguay. Six of the seven cases occurred in the eastern wetland ecosystems of the Merin basin, and the remaining case occurred in the wetland fluvial plains of the Tacuarembó River. Lesions consisted of a large, rapidly growing ulcerated tumor with abundant granulation tissue, serosanguineous secretion, and fistulous tracts containing large concretions or kunkers. The animals presented intense pruritus, claudication and loss of body condition, with death or euthanasia in extremis in six cases. The main histological lesions consisted of an eosinophilic and pyogranulomatous inflammatory process, with numerous foci of eosinophilic necrosis (kunkers), collagenolysis, and a Splendore–Hoeppli reaction. In all cases, silver coloration (Grocott) showed intralesional hyphae compatible with P. insidiosum, which was confirmed by immunohistochemistry in three cases. A horse in the terminal phase of the disease was treated with triamcinolone acetonide (50mg IM every 15 days), and fully recovered after 1 year. It is concluded that equine pythiosis is prevalent in the wetland ecosystems of eastern Uruguay and that treatment with triamcinolone is auspicious.

Abstract in Portuguese:

Pitiose é uma doença granulomatosa e ulcerativa da pele dos equinos causada pelo oomyceto Pythium insidiosum (Pythiaceae). O objetivo deste trabalho foi descrever sete casos de pitiose equina que ocorreram de 2012 a 2017 na região leste do Uruguai. Seis dos sete casos ocorreram no ecossistema de áreas pantanosas da bacia da bacia da Lagoa Mirim Merin e o restante nas planícies fluviais pantanosas do rio Tacuarembó. As lesões se caracterizaram por tumores ulcerados de crescimento rápido com abundante tecido de granulação, secreção serossanguinolenta e presença de tratos fistulosos contendo material coraloide ou kunkers. Os equinos apresentavam prurido intenso, claudicação e perda da condição corporal e seis morreram ou foram eutanasiados in extremis. As principais lesões histológicas consistiam de um processo inflamatório piogranulomatoso com numerosos focos de necrose eosinofílicos (kunkers), colagenólise e reação de Splendori-Hoepli. Em todos os casos a impregnação pela prata (Grocott) revelou a presença de hifas intralesionais compatíveis com P. insidiosum, o que foi confirmado pela imuno histoquímica em três casos. Um equino em fase terminal da doença foi tratado com triamcinolona acetonida (50mg, IM, a cada 15 dias), recuperando-se completamente após um ano. Conclui-se que a pitiose é uma enfermidade presente em áreas úmidas na região leste do Uruguai e o tratamento com triamcinolona pode ser uma alternativa promissora.


#6 - Clinical-epidemiological, anatomic-pathological, histochemical and immunohistochemical characterization of renal cystadenocarcinoma-nodular dermatofibrosis syndrome in 11 German Shepherd dogs

Abstract in English:

Eleven cases of renal cystadenoma/cystadenocarcinoma-nodular dermatofibrosis syndrome (RCND) are described in German Shepherd dogs diagnosed from January 1994 to January 2018 at the Veterinary Pathology Laboratory of the “Universidade Federal de Santa Maria” (LPV-UFSM). The study sample was composed of eight male and three female dogs at a ratio of 2.67:1. Age ranged from six to 12 years (mean=8.7 years). The main clinical signs reported in descending order of frequency were multiple cutaneous nodules (nodular dermatofibrosis), dyspnea, anorexia, weight loss, recurrent hematuria, vomiting, and polydipsia. Results demonstrated that it is not always easy to clinically recognize this syndrome, but its peculiar anatomical-pathological characteristics allow safe diagnosis. Histologically, it was possible to detect all phases (cysts, papillary intratubular hyperplasia, and cystadenomas or cystadenocarcinomas) of a possible pathological continuum of the renal lesions. Uterine leiomyomas were observed in only one of the cases. Through histochemical techniques, it was possible to identify the presence of type I collagen in both cutaneous and renal lesions and consider its possible involvement in the pathogenesis of renal cystadenocarcinoma. Immunohistochemistry (IHC) showed partially satisfactory results in the staining of epithelial cells of renal cysts and neoplasms for pan-cytokeratin.

Abstract in Portuguese:

São descritos 11 casos da síndrome cistadenoma/cistadenocarcinoma-dermatofibrose nodular (CR-DN) em cães Pastor Alemão, diagnosticados entre janeiro de 1994 e janeiro de 2018 no Laboratório de Patologia Veterinária da Universidade Federal de Santa Maria (LPV-UFSM). Os cães afetados foram oito machos e três fêmeas, estabelecendo-se uma relação de 2,67:1. A idade variou de seis a 12 anos, sendo a média de idade de 8,7 anos. Os principais sinais clínicos relatados foram, em ordem decrescente de frequência, múltiplos nódulos cutâneos (dermatofibrose nodular), dispneia, anorexia, emagrecimento, hematúria recorrente, vômito e polidipsia. Este estudo permitiu estabelecer que o reconhecimento clínico da síndrome nem sempre é fácil, porém suas características anátomo-patológicas peculiares permitem um diagnóstico com segurança. Histologicamente, foi possível detectar todas as fases (cistos, hiperplasia intratubular papilífera, cistadenomas ou cistadenocarcinomas) de um possível continuum patológico das lesões renais. Leiomiomas uterinos foram observados somente em um caso. Através das técnicas histoquímicas foi possível estabelecer que o colágeno tipo I está presente em ambas as lesões, cutâneas e renais, e cogitar seu possível envolvimento na patogênese dos cistadenocarcinomas renais. A técnica de IHQ mostrou resultados parcialmente satisfatórios na imunomarcação das células epiteliais dos cistos e dos neoplasmas renais para pancitoceratina.


#7 - Experimental reproduction of congenital anomalies in the progeny of cows fed apple pomace during pregnancy

Abstract in English:

This study aimed to describe and discuss the results of an experiment carried out in two stages with pregnant cows fed 25kg/apple pomace/day. The first stage involved 16 pregnant Holstein Friesian cows divided into four groups: Group 0 - Control (5 cows); Group I - 1 month‑gestation (4 cows); Group II - 3 month-gestation (4 cows); Group III - 6 month‑gestation (3 cows) and was performed from September to December 2015. The second stage comprised 12 pregnant Holstein Friesian cows divided into three groups: Group 0 - Control (6 cows), Group I - 1 month-gestation (3 cows), and Group II - 3 month-gestation (3 cows) and was conducted from April 2016 to February 2017. All study animals received apple pomace at a dose of 25kg/day. As for the first experiment stage, a cow in Group III bred a calf with complete absence of the coccygeal vertebrae and tail, slight bending of the hind limbs, scoliosis in the thoracic spine, and limited mobility. At 30 days, it presented with diarrhea and underdevelopment, and was euthanized for necropsy. At gross examination, malformations were observed in the thoracic spine, coxofemural joint, and genitourinary tract. Regarding the second experiment stage, a cow in Group I gave birth to a calf with curved pelvic and thoracic limbs with thick joints and flattening hooves. Microscopic examination of the femur showed disorganized, irregular hypertrophic zone and scarce growth zone, in addition to primary spongy zone with short, slightly mineralized trabeculae. Samples of the apple pomace used in this study were frozen and sent for laboratory evaluation of pesticide residues, which showed a positive result for the fungicide carbendazim.

Abstract in Portuguese:

O presente trabalho tem por finalidade descrever e discutir os resultados do experimento realizado em vacas prenhes que foram alimentadas com 25kg/dia de bagaço de maçã. Experimentos foram conduzidos em duas etapas, a primeira no ano de 2015, de setembro a dezembro onde foram utilizadas 16 vacas prenhes da raça holandês. Estas foram divididas em quatro grupos: Grupo 0, Controle (5 vacas); Grupo I, 1 mês gestação (4 vacas); Grupo II, 3 meses gestação (4 vacas); Grupo III, 6 meses gestação (3 vacas). A segunda etapa foi realizada em abril de 2016 a fevereiro de 2017. Foram utilizadas 12 vacas prenhes da raça holandês, divididas em três grupos: Grupo 0, Controle (6 vacas); Grupo I, 1 mês gestação (3 vacas); Grupo II, 3 meses gestação (3 vacas). Todas as vacas receberam bagaço de maçã na dose de 25kg/dia/vaca. Para o primeiro experimento, uma vaca do Grupo III pariu uma bezerra, com ausência completa das vértebras coccígeas e cauda, encurvamento leve dos membros posteriores, escoliose na coluna torácica e dificuldade de locomoção. Decorridos 30 dias do nascimento, manifestou diarreia e pouco desenvolvimento, sendo eutanasiada para necropsia. Na macroscopia, havia malformações na coluna torácica, articulação coxofemoral e no aparelho urogenital. Em relação ao segundo experimento uma vaca do Grupo I pariu uma bezerra com membros pélvicos e torácicos, curvos e com articulações consideravelmente grossas e “achinelamento” de cascos. Na microscopia do fêmur foi observado na placa epifisária, zona hipertrófica desorganizada, irregular e zona de crescimento escassa. Na zona esponjosa primária observou-se trabéculas curtas e pouco mineralizadas. Amostras do bagaço de maçã utilizado na experimentação foram congeladas e enviadas para avaliação de resíduos agrotóxicos, onde foi encontrado resultado positivo para o fungicida carbendazim.


#8 - Polioencephalomalacia (PEM) in calves associated with excess sulfur intake

Abstract in English:

Polioencephalomalacia (PEM) is the morphological characterization for softening of brain gray matter, and excess sulfur intake is one of its main causes. This study describes an outbreak of this disease in 1-to-3-month-old calves in a farm located in Santa Catarina state, Brazil. The herd consisted of 27 Jersey male calves whose diet was composed of initial feed, ground whole corn, and mineral salt. From this herd, 10 animals became ill, showing signs of apathy, anorexia and blindness, evolving to generalized weakness and death. Necropsy was performed in three of these animals, which showed flattening of the cerebral convolutions in addition to softened, yellowish areas in the cerebral cortex. Histopathological examination revealed deep laminar necrosis associated with perineuronal and perivascular edema, as well as neurons with wrinkled, eosinophilic, or vacuolated cytoplasm. The following sulfur doses were observed: 8,010mg/kg in corn, 6,385mg/kg in initial feed, 1,060mg/kg in mineral salt and 2.3mg/L in water, reaching dose values ​​far above the accepted, totaling a daily intake of approximately 6,533.5mg sulfur/animal/day. As differential diagnosis, lead was dosed in the kidneys and liver of the three calves, with negative results. Also, the calf that sickened last was treated with 20mg/kg thiamin and 0.2mg/kg dexamethasone (IM; QID) for three days and eventually recovered. According to anatomopathological findings, excess sulfur intake and therapeutic diagnosis, sulfur poisoning was suggested as the cause of PEM in these 1-to‑3-month-old calves. Occurrence of PEM is rare in calves at such a young age.

Abstract in Portuguese:

A polioencefalomalacia (PEM) é a caracterização morfológica para o amolecimento da substância cinzenta encefálica, e uma de suas principais etiologias é a ingestão excessiva de enxofre. Este trabalho descreve um surto desta enfermidade em bezerros de um a três meses de idade em uma propriedade de Santa Catarina. O lote era composto por 27 bezerros machos da raça Jersey, com alimentação composta por ração inicial, milho inteiro triturado e sal mineral. Deste lote, 10 animais adoeceram, apresentando sinais de apatia, anorexia e cegueira, com evolução para fraqueza generalizada. Nove bezerros morreram e três foram submetidos a necropsia, que demonstraram achatamento das circunvoluções cerebrais além de áreas de amolecimento e coloração amarelada no córtex cerebral. Realizou-se exame histopatológico que evidenciou necrose laminar profunda associada a edema perineuronal e perivascular, além de neurônios com citoplasma enrugado, eosinofílico ou vacuolizado. A dosagem de enxofre resultou em 8010mg/Kg no milho, 6385mg/Kg na ração, 1060mg/Kg no sal mineral e 2,3mg/L na água, atingindo valores muito acima do tolerado, totalizando a ingestão diária de cerca de 6533,5mg de enxofre/animal/dia. Como diagnóstico diferencial realizou-se dosagem de chumbo de amostras de rim e fígado dos três bezerros com resultado negativo. Ainda, o último bovino a adoecer foi tratado com 20mg/Kg de tiamina e 0,2mg/Kg de dexametasona IM, QID, durante três dias e recuperou-se. De acordo com os achados anatomopatológicos e o excesso de enxofre na dieta, sugere-se que a intoxicação por enxofre seja a causa de PEM nestes bezerros de um a três meses de idade, sendo essa enfermidade rara em bovinos tão jovens.


#9 - Obstructive urolithiasis in growing-finishing pigs

Abstract in English:

Obstructive urolithiasis is a disease characterized by the presence of uroliths in the urinary tract, with consequent obstruction of excretion pathways. This paper described the epidemiological and clinical-pathological findings of 22 outbreaks of urolithiasis in growing‑finishing pigs in Southern Brazil. All affected pigs were male and clinical presentation consisted of lethargy, dysuria, rectal prolapse, abdominal distention, peripheral cyanosis and reluctance to move. Clinical progression course ranged from 12 hours to one week, and the lethality rate was 100%. Gross changes were characterized by urinary bladder rupture associated with marked amount of yellowish liquid with ammoniacal odor (urine) in the abdominal cavity (uroperitoneum), as well as mild fibrin deposition on the surface of abdominal organs and hydronephrosis. Urinary uroliths ranging from 0.3 to 1cm in diameter were often observed obstructing the lumen of the penile urethra and sometimes those were free in the abdominal cavity. Histopathological findings included diffuse and marked urinary bladder edema and hemorrhage associated with inflammatory infiltrate of lymphocytes, plasma cells, and macrophages. Diffuse and marked necrosis of the mucosal epithelium was observed in the penile urethra. Intense fibrin deposition and inflammatory infiltrate of neutrophils were noted in the peritoneum, as well as in the serosa of the organs in the abdominal cavity. Uroliths were submitted to the method of qualitative determination of the mineral components, and were compatible with calcium carbonate and magnesium ammonium phosphate. Growing pigs ration analysis revealed low levels of calcium in relation to phosphorus, resulting in a Ca:P ratio of approximately 0.35:1. Histological findings and mineral analysis suggest that outbreaks of urolithiasis were related to a nutritional imbalance in the proportions of dietary calcium and phosphorus. The main cause of mortality was related to dehydration and uroperitoneum.

Abstract in Portuguese:

Urolitíase obstrutiva é uma enfermidade caracterizada pela presença de urólitos no trato urinário, com consequente obstrução das vias de excreção. Este artigo descreve os achados epidemiológicos e clínico-patológicos de 22 surtos de urolitíase em suínos de crescimento e terminação no Sul do Brasil. Os suínos afetados eram machos e clinicamente apresentavam letargia, disúria, prolapso retal, abaulamento do abdômen, extremidades cianóticas e relutância em movimentar-se. A duração dos sinais clínicos variou de 12 horas a uma semana, e a letalidade foi de 100%. As alterações macroscópicas caracterizaram-se por ruptura da bexiga com acentuada quantidade de líquido de coloração amarelada e odor amoniacal (urina) livre na cavidade abdominal (uroperitônio), além de discreta deposição de fibrina sobre os órgãos e hidronefrose. Frequentemente obstruindo o lúmen da uretra peniana e por vezes livre na cavidade abdominal, era possível observar urólitos urinários que variavam de 0,3 a 1cm de diâmetro. Os achados histopatológicos incluíram edema e hemorragia difusos e acentuados na bexiga, associado a infiltrado inflamatório predominante de linfócitos, plasmócitos e macrófagos. Na uretra peniana havia necrose difusa e acentuada do epitélio da mucosa. No peritônio e nas serosas dos órgãos da cavidade abdominal havia intensa deposição de fibrina e infiltrado neutrofílico. Os urólitos foram submetidos ao método de determinação qualitativa dos componentes minerais, os quais foram compatíveis com carbonato de cálcio e fosfato de amônio magnesiano. A análise da ração de crescimento revelou baixos níveis de cálcio, em relação ao fósforo, perfazendo uma relação Ca:P de aproximadamente 0,35:1. Os achados histológicos e as dosagens minerais sugerem que os surtos de urolitíase foram relacionados a um desequilíbrio nutricional nas proporções de cálcio e fósforo dietético. A principal causa da morte dos suínos foi relacionada à desidratação e ao uroperitônio.


#10 - Feline lymphoma in the nervous system: pathological, immunohistochemical, and etiological aspects in 16 cats

Abstract in English:

The pathological, immunohistochemical (IHC), and etiological features of lymphoma involving the nervous system (NS) in cats were analyzed through a retrospective study (2004-2017) in Rio Grande do Sul State, Brazil. The NS involvement was observed in 16 (12.2%) of 125 felines with lymphoma. Young cats were mainly affected, with a median of 24 months old. Most cases were secondary central NS lymphoma, whereas in three cats, the NS involvement was primary. IHC revealed 14 (87.5%) FeLV-positive, six FIV-positive, and one FeLV/FIV-negative cats. Distribution of feline lymphoma in the NS was 8/16 in the spinal cord, 7/16 in the brain, and 1/16 in the paravertebral nerves and ganglia (neurolymphomatosis). The lymphoma pattern in the spinal cord was exclusively extradural, often focal (6/8), and located in the lumbar (3/6), sacral (1/6), thoracic (1/6), and cervical segments (1/6). Brain neuroanatomical patterns were: leptomeningeal lymphomatosis (4/7), lymphomatous choroiditis (2/7), and intradural lymphoma (1/7). The feline with primary neurolymphomatosis presented a marked thickening of paravertebral nerves and ganglia from the sacral region. B-cell lymphoma (75%) was often diagnosed, and diffuse large B-cell lymphoma (DLBCL) (11/16) was the main subtype. T-cell lymphoma (25%) was less commonly observed and was classified as peripheral T-cell lymphoma (PTCL) (3/16) and T-cell lymphoblastic lymphoma (T-LBL) (1/16).

Abstract in Portuguese:

Os aspectos patológicos, imuno-histoquímicos (IHQ) e etiológicos do linfoma envolvendo o sistema nervoso de felinos foram analisados através de um estudo retrospectivo (período de 2004-2017) no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. O envolvimento do sistema nervoso foi observado em 16 (12,2%) dos 125 felinos com linfoma desse estudo e afetou principalmente, jovens com idade mediana de 24 meses. A grande maioria dos casos o linfoma era secundário no sistema nervoso central e somente em três gatos o linfoma foi primário do sistema nervoso. Na IHQ, 14 (87,5%) casos foram positivos para FeLV, seis (37,5%) para FIV, e um foi negativo para ambos. A distribuição do linfoma no sistema nervoso foi em 8/16 felinos na medula espinhal, 7/16 no encéfalo e em 1/16 em nervos e gânglios paravertebrais (neurolinfomatose). Na medula espinhal, o padrão do linfoma foi exclusivamente extradural e frequentemente focal (6/8), localizadas nos segmentos lombares (3/6), sacrais (1/6), torácicos (1/6) e cervicais (1/6). No encéfalo, os padrões neuroanatômicos observados foram: linfomatose leptomeningeal (4/7), coroidite linfomatosa (2/7), linfoma intradural (1/7). No felino diagnosticado com neurolinfomatose primária, foi observado acentuado espessamento dos nervos e gânglios paravertebrais da região sacral. Os linfomas de células de células B (75%) foram os mais frequentes e o principal tipo foi o linfoma difuso de grandes células B (11/16). Os linfomas de células T (25%), menos observados, foram classificados como linfomas de células T periférico inespecífico (3/16) e linfoma linfoblástico T (1/16).


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV