Resultado da pesquisa (1928)

Termo utilizado na pesquisa cão

#1 - Research and extension action for parasitic control in pig breeding families located in Tanguá, Rio de Janeiro

Abstract in English:

This study aimed to analyze the parasites infesting pigs and their producers on family farms in Tanguá, RJ, Brazil, and to conduct extension activities between 2018 and 2019. Fecal samples were collected from 132 pigs, as well as, skin scrapings from the ears of 125 animals. In addition, 36 stool specimens from farmers and their families were analyzed. The collected material was processed by direct examination, sedimentation and flotation techniques. Gastrointestinal parasites were detected in 88.6% of the pigs, especially coccidia (71.8%), Balantioides coli (55%), strongyles (40.2%) and Strongyloides ransomi (31.6%) which showed statistically significance (p<0.05). Ectoparasites were identified in 16% of the pigs, mostly Sarcoptes scabiei var. suis (76.2%). Parasites were detected in 19.4% of the humans, including, Entamoeba coli (19.4%), Ascaris lumbricoides (8.3%) and Trichuris trichiura (5.5%). The frequency of B. coli and S. scabiei var. suis (p<0.05) were statistically significant, when analyzing the age group of the animals, having been more detected in the older years, fatterners phase. The pig farmers participated in these activities extension, which included lecture and “field day”, aimed at imparting information about parasites and their prophylaxis. The situation in Tanguá pig farms reinforces the need to carry out programs that provide technical support to these farmers, whose livelihood depends on pig farming.

Abstract in Portuguese:

Este estudo objetivou analisar os parasitos que infectam suínos e seus produtores em propriedades familiares em Tanguá, RJ, Brasil, realizando atividades extensionistas entre 2018 e 2019. Amostras fecais foram coletadas de 132 suínos, bem como raspados da pele da orelha de 125 animais. Além disso, 36 amostras fecais dos produtores e seus familiares foram analisadas. O material coletado foi processado pelo exame direto e por técnicas de sedimentação e flutuação. Parasitos gastrointestinais foram detectados em 88,6% dos suínos, principalmente coccídios (71,8%), Balantioides coli (55%), estrôngilos (40,2%) e Strongyloides ransomi (31,6%) que apresentaram significância estatística (p<0,05). Ectoparasitos foram identificados em 16% dos suínos, principalmente Sarcoptes scabiei var. suis (76,2%). Parasitos foram detectados em 19,4% das amostras fecais humanas, incluindo Entamoeba coli (19,4%), Ascaris lumbricoides (8,3%) e Trichuris trichiura (5,5%). A frequência de B. coli e S. scabiei var. suis foi estatisticamente significativa (p<0,05), quando se analisou os animais por faixa etária, tendo sido principalmente detectado nos animais mais velhos, como na fase de terminação. Os produtores de suínos participaram ativamente das atividades de extensão, incluído a palestra e a atividade “dia de campo”, que tinham como objetivo mediar informações sobre parasitos e suas medidas profiláticas. A situação nas granjas familiares de Tanguá demonstra a necessidade de realização de programas que apoiem tecnicamente esses produtores, que utilizam a suinocultura como fonte de subsistência.


#2 - Clostridium perfringens α and β recombinant toxoids in equine immunization

Abstract in English:

Clostridium perfringens is considered one of the main causative agents of superacute enterocolitis, usually fatal in the equine species, due to the action of the β toxin, and is responsible for causing severe myonecrosis, by the action of the α toxin. The great importance of this agent in the equine economy is due to high mortality and lack of vaccines, which are the main form of prevention, which guarantee the immunization of this animal species. The aim of this study was to evaluate three different concentrations (100, 200 and 400µg) of C. perfringens α and β recombinant toxoids in equine immunization and to compare with a group vaccinated with a commercial toxoid. The commercial vaccine was not able to stimulate an immune response and the recombinant vaccine was able to induce satisfactory humoral immune response in vaccinated horses, proving to be an alternative prophylactic for C. perfringens infection.

Abstract in Portuguese:

Clostridium perfringens é considerado um dos principais agentes causadores de enterocolites superagudas, geralmente fatais na espécie equina, devido à ação da toxina β, além de ser responsável por causar quadros graves de mionecrose, pela ação da toxina α. A grande importância desses agentes na equinocultura, deve-se a elevada mortalidade e a inexistência de vacinas, principal forma de prevenção, que garantam a imunização dessa espécie animal. O objetivo deste trabalho foi avaliar três diferentes concentrações (100, 200 e 400µg) dos toxóides recombinantes α e β de C. perfringens na imunização de equinos, bem como comparar com um grupo vacinado com um toxóide comercial. A vacina comercial não se mostrou capaz de estimular uma resposta imune e a vacina recombinante foi capaz de induzir resposta imune humoral satisfatória em equinos vacinados, provando ser uma alternativa profilática para infecção por C. Perfringens.


#3 - Investigation of Listeria monocytogenes, Salmonella enterica and Yersinia enterocolitica in pig carcasses in Southern Brazil

Abstract in English:

The intensification of pig production and advances in the sanitary control of herds profoundly changed the profile of risk attributed to pork consumption. In the actual scenario, most microorganisms related to macroscopic lesions observed in the post mortem inspection are not transmitted by food, while foodborne bacteria of importance to consumer health do not cause macroscopic lesions. In Brazil, the “Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento” requested a scientific opinion on the prioritizing of pathogens potentially transmitted by unprocessed pork. After conducting a qualitative risk assessment, only Salmonella enterica was classified as of high risk to consumers. The present study was part of the validation step of the risk assessment and aimed to investigate the frequency of S. enterica, Yersinia enterocolitica and Listeria monocytogenes and hygienic-sanitary indicators in pig carcasses of pigs rose under intensive production and slaughtered under the Federal Inspection System in three slaughterhouses located in Southern Brazil. Additionally, the antimicrobial resistance profile of the isolated pathogens was also investigated. A total of 378 carcasses were sampled by superficial sponges before the chilling step in three slaughterhouses. Samples were investigated for the presence of the three aforementioned pathogens and subjected to enumeration of Colony Formation Units (log CFU.cm-1) of total aerobic mesophiles (TAM) and Enterobacteriaceae. Salmonella strains were tested by disc diffusion test for resistance to eleven antimicrobials. There were significantly statistical differences (p<0.0001) on the median counts of both indicators between the slaughterhouses. The median of TAM was very close for Slaughterhouses A and B: 1.573 log CFU.cm-1 and 1.6014 log CFU.cm-1, respectively. While in Slaughterhouse C, a higher TAM median was detected (2.216 log CFU.cm-1). A similar profile was observed regarding to Enterobacteriaceae, and medians were calculated as follow: -0.426 log CFU.cm-1 in Slaughterhouse A; 0.2163 log CFU.cm-1 in B; and 0.633 log CFU.cm-1 in C. Regarding the pathogens investigated, L. monocytogenes was not detected and only one carcass from Slaughterhouse C was positive for Y. enterocolitica. Thus, the results suggest a very low prevalence of L. monocytogenes and Y. enterocolitica in the sampled population. A total of 65 (17.2%) carcasses were positive for S. enterica, with a difference in frequencies between slaughterhouses and slaughter days. The prevalence of Salmonella positive carcasses was higher in the Slaughterhouse C (25.4%; CI 95% 19-32%) in comparison with A (9.5%; CI 95% 9-14%) and B (18.3%; CI 95% 12-24%). There was no significantly statistical association between Enterobacteriaceae counts and Salmonella isolation on carcass surface (p=0.69). The slaughtering day, nested within the slaughterhouse, explains 31.3% of Salmonella prevalence variability. S. Typhimurium (38.1%) was the most prevalent, followed by S. Infantis (30.1%). Among the 61 Salmonella strains tested for resistance to antimicrobials, 18 (31.6%) were full-susceptible. No strain displayed resistance to azithromycin, ceftazidime, cefotaxime and meropenem. The highest resistance frequency was displayed to tetracycline (54.1%), followed by ampicillin (50.82%), nalidixic acid (42.62%) and chloramphenicol (42.62). Multi-resistance was detected in 52.54% of the, strains. In conclusion, S. enterica is more prevalent in pre-chill pig carcasses than Y. enterocolitica and L. monocytogenes and thus should be prioritized in monitoring and control programs at slaughter. Salmonella serovars varied among slaughterhouses and present significant differences in their resistance to antimicrobials. Slaughterhouses that present higher medians of TAM or Enterobacteriaceae in a monitoring period may have higher S. enterica prevalences as well. However, there is a high variation of S. enterica prevalence among slaughter days, which cannot be always related to the hygienic indicators counts observed on a given day.

Abstract in Portuguese:

A intensificação da produção de suínos e os avanços no controle sanitário dos rebanhos alterou de forma importante o perfil de risco do consumo de carne suína. No cenário atual, a maioria dos microrganismos causadores de lesões macroscópicas detectáveis na inspeção post mortem não são transmissíveis por alimentos, enquanto bactérias de importância como causadoras de doenças transmitidas por alimentos não causam lesões macroscópicas. No Brasil, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento solicitou uma opinião científica sobre a priorização de patógenos potencialmente transmitidos pela carne suína in natura. Após conduzir uma avaliação de risco qualitativa, apenas Salmonella enterica foi classificada como de alto risco para o consumidor. O presente estudo foi parte da etapa de validação da avaliação de risco e objetivou: investigar a frequência de S. enterica, Yersinia enterocolitica e Listeria. monocytogenes; e enumerar indicadores higiênico-sanitários em carcaças de suínos abatidos sob inspeção federal em frigoríficos dedicados ao abate de suínos sob sistema intensivo de criação no sul do Brasil. Além disso, o perfil de resistência a antimicrobianos dos patógenos isolados foi investigado. A superfície de um total de 378 carcaças foi amostrada por esponjas, na etapa de pré-resfriamento em três matadouros frigoríficos (A, B, C). As amostras foram investigadas quanto à presença dos três patógenos acima mencionados e quanto à enumeração de Unidades Formadoras de Colônia (log UFC.cm-1) de mesófilos aeróbios totais (MAT) e Enterobacteriaceae. As cepas isoladas de Salmonella foram testadas quanto à resistência a onze antimicrobianos pela técnica de disco difusão. As medianas de contagem de ambos os indicadores apresentaram diferença significativa (p<0,0001) entre matadouros-frigoríficos. A mediana de MAT foi bastante próxima para A e B (1,573 log UFC.cm-1 e 1,6014 log UFC.cm-1, respectivamente), enquanto em C uma mediana de MAT mais elevada foi determinada (2,216 log CFU.cm-1). Um perfil semelhante foi observado em relação a Enterobacteriaceae, sendo as medianas calculadas para A, B e C, respectivamente: -0,426 log CFU.cm-1; 0,2163 log UFC.cm-1; e 0,633 log UFC.cm-1. Em relação aos patógenos investigados, L. monocytogenes não foi detectada e apenas uma carcaça, do Matadouro C, foi positiva para Y. enterocolitica. Portanto, os resultados sugerem uma prevalência muito baixa desses patógenos na população amostrada. Em um total de 65 (17,2%) carcaças houve isolamento de S. enterica, com diferença nas frequências observadas entre matadouros e dias de abate. A prevalência de carcaças positivas para S. enterica foi maior no Matadouro C (25,4%; IC95% 19-32%) em comparação com A (9,5%; IC95% 9-14%) e B (18,3%; IC95% 12-24%). Não houve associação estatística entre o número de Enterobacteriaceae e o isolamento de S. enterica na superfície das carcaças (p=0,69). O dia de abate agrupado por frigorífico explica 31,3% da variação na prevalência de Salmonella. O sorovar mais frequente de S. enterica foi Typhimurium (38,1%) seguido de S. Infantis (30,1%). Entre as 61 cepas de S. enterica testadas quanto à resistência a antimicrobianos, 18 (31,6%) foram totalmente suscetíveis aos antimicrobianos testados. Nenhuma cepa apresentou resistência a azitromicina, ceftazidima, cefotaxima e meropenem. As maiores frequências de resistência foram demonstradas contra tetraciclina (54,1%), ampicilina (50,8%), ácido nalidíxico (42,62%) e cloranfenicol (42,62%). Em 52,54% das cepas foi detectada multi-resistência. Em conclusão, S. enterica é mais prevalente em carcaças suínas no pré-resfriamento do que Y. enterocolitica e L. monocytogenes. Portanto, S. enterica deve ser priorizada em programas de monitoramento e controle ao abate. Os sorovares de Salmonella variam entre matadouros e apresentam diferenças significativas na resistência a antimicrobianos. Matadouros de suínos que apresentam medianas de MAT e Enterobacteriaceae num período de monitoramento podem apresentar também prevalências mais de altas de presença de S. enterica. Entretanto, há uma alta variabilidade na frequência de S. enterica entre dias de abate, e nem sempre há relação entre essa frequência e a contagem de indicadores higiênico-sanitários determinados num determinado dia.


#4 - Description of brachial plexus of sloth (Bradypus variegatus)

Abstract in English:

The species Bradypus variegatus is known as the common sloth, an endemic mammal from neotropical regions, which has been suffering from devastating anthropogenic activities. Our study aimed to describe the brachial plexus of B. variegates, regarding the origin and distribution of nerves, through the sampling of 10 adult females. Analyses were carried out at the Anatomy Section, “Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal”, “Universidade Federal Rural de Pernambuco”, under license no. 034/2015 of the Ethics Committee on the Use of Animals. The results determined that the brachial plexus of the common sloth starts from the fifth cervical spine segment until the second thoracic segment. This area contains the long and suprascapular thoracic nerves, which originate immediately from the medullary segment 5 and 6, respectively, and from the pectoral, subscapular, axillary, radial, musculocutaneous, medial, forearm and ulnar medial cutaneous nerves, arising from a trunk comprised of cervical spine nerves (C) 7, C8, C9, and thoracic (T) 1 and T2. Regarding other wild and domestic animals, different suggestions were observed about the origin of the plexus in B. variegatus, however, the constituent nerves and their innervation areas did not demonstrate any discrepancies.

Abstract in Portuguese:

A espécie Bradypus variegatus é conhecida como preguiça-comum. Trata-se de um mamífero endêmico de regiões neotropicais que vem sofrendo com a ação antrópica devastadora. Esses Bradipodídeos possuem três dedos nos membros torácicos e pélvicos, são arborícolas consagrados e descem ao solo apenas para excretar e trocar de árvore. O estudo teve como objetivo descrever o plexo braquial de B. variegatus em relação à origem e distribuição dos nervos. Para tal, utilizou-se 10 fêmeas adultas. As análises foram realizadas no Pavilhão de Anatomia do Departamento de Morfologia e Fisiologia Animal da Universidade Federal Rural de Pernambuco, sob a licença nº 034/2015 do Comitê de Ética no Uso de Animais. Os cadáveres foram obtidos após morte natural, fixados em formaldeído a 20%, conservados em solução salina a 30% em tanques e dissecados para a visualização dos nervos destinados a inervar os membros e músculos torácicos. Uma vez feito, constatou-se que o plexo braquial da preguiça-comum se origina do quinto segmento espinal cervical, se estendendo até o segundo segmento torácico. Sendo formado pelos nervos torácico longo e supraescapular, de origem imediatamente do segmento medular 5 e 6, respectivamente, e pelos nervos peitorais, subescapulares, axilar, radial, musculocutâneo, mediano, cutâneo medial do antebraço e ulnar, decorrentes de um tronco formado a partir de nervos espinais cervicais (C) 7, C8, C9, e torácicos (T) 1 e T2. Em comparação a outros animais silvestres e domésticos foram observadas diferentes disposições em relação à origem do plexo de B. variegatus, todavia, os nervos constituintes e suas áreas de inervação não apresentaram discrepâncias.


#5 - Use of bone marrow for detection of toxic chemicals for the elucidation of poisoning in forensic veterinary medicine

Abstract in English:

In forensic toxicology, the detection of toxic chemicals from human bone marrow is often used in cases with an extended post mortem interval; however, in veterinary medicine, this practice is not used. Therefore, this study was performed to investigate the suitability of bone marrow for toxicological analysis in dogs and cats. Six animals with suspected poisoning were selected; the carcasses were sent for necropsy, and the organs were collected and preserved in buffered formalin and processed routinely for histological examination. In addition, bone marrow samples from the femur, humerus, and tibia were collected for toxicological analysis by liquid chromatography coupled to mass spectrometry detection (LC-MS). This analysis confirmed the presence of aldicarb, aldicarb sulfone, asulam, carbendazim, chlorpyrifos, dichlorvos, thifensulfuron methyl and trifloxysulfuron-sodium and associated with clinical symptoms and anatomo-histopathological alterations it was recognized the poisonings. It is expected that this study will promote the toxicological investigation of bone marrow and open avenues for the use of this tissue as an option for the detection of toxic chemicals in cases of forensic pathology.

Abstract in Portuguese:

Na toxicologia forense, a detecção de substâncias químicas tóxicas provenientes da medula óssea humana é frequentemente usada em casos com intervalo post mortem prolongado; no entanto, na medicina veterinária, essa prática não é utilizada. Portanto, este estudo foi realizado para investigar a utilização da medula óssea nas análises toxicológicas em cães e gatos. Seis animais com suspeita de intoxicação foram selecionados; as carcaças foram enviadas para necropsia e os órgãos foram coletados e preservados em formalina tamponada e processados rotineiramente para exame histológico. Amostras de medula óssea de fêmur, úmero e tíbia foram coletadas para análise toxicológica por cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massa-massa (LC-MS). A análise por LC-MS confirmou a presença dos agrotóxicos aldicarbe, aldicarbe sulfona, asulam, carbendazim, clorpirifós, diclorvós, tifensulfuron metil e trifloxisulfuron-sódico, e em associação com sinais clínicos e achados anatomo-histopatológicos comprovou-se as intoxicações. Espera-se que este estudo promova a utilização da medula óssea como uma opção na investigação toxicológica para a detecção de produtos químicos tóxicos em casos de patologia forense.


#6 - Antimicrobial resistance evaluation of bacteria isolated from infections in small animals in the Umuarama region, Paraná

Abstract in English:

Bacterial resistance is shown to be an inevitable side effect due to the excessive use of antibiotics, becoming a significant concern worldwide. Knowledge of regional bacterial resistance profiles enables the development of site-specific infection control practices, making conscious and moderate use of commercially available antibiotics. The aim of this study was the retrospective evaluation of the antimicrobial resistance profile of bacteria isolated from companion animal infections in the region of Umuarama/PR, from 2013 to 2017. This research was performed by analyzing the database belonging to the “Laboratório de Microbiologia Animal” at the “Universidade Estadual de Maringá” (UEM). Staphylococcus spp. represented 45.53% of the bacteria isolated from clinical infections in small animals in the period and place evaluated, followed by enterobacteria (34.04%), non-fermenting Gram-negative bacilli (NFGNB, 11.06%) and Streptococcus/Enterococcus (9.36%). A high number of antimicrobial resistance to antibiotics used in veterinary medicine was found. The lowest resistances associated with the best impact factor values were found for aminoglycosides, especially amikacin, chloramphenicol, and fluoroquinolones (norfloxacin and ciprofloxacin). Intermediate results were found for sulbactam-associated ampicillin, ceftriaxone, amoxicillin-clavulanic acid, and enrofloxacin. According to the number of resistant antimicrobial drugs, 64.26% (151/235) of the isolates were classified as multidrug-resistant, being 15.32% extensively resistant. Considering the resistance to antimicrobial classes, 68.94% (162/235) of the isolates were classified as multiresistant, being 19.15% extensively resistant. No bacterial strains were characterized as pan-resistant, but ten bacteria were resistant to all classes tested, with isolated susceptibility to certain drugs. Through the evaluation of resistance profiles found in the period and place studied and relevant literature, it is clear that there is a growing increase in the number of multiresistant bacteria among domestic animals which characterizes a serious risk to public health. The therapeutic arsenal is becoming increasingly diminished, and there is more difficulty in empirical drug selection, making antimicrobial susceptibility testing essential for more specific selection in antimicrobial therapy. Educational measures on the conscious use of antibiotics, infection control, and prevention of local specific zoonoses need to be instituted for the knowledge of health professionals and general access of the population.

Abstract in Portuguese:

A resistência bacteriana, mostra-se como um efeito colateral inevitável pelo excessivo uso de antibióticos, tornando-se alvo de grande preocupação mundial. O conhecimento dos perfis de resistência bacteriana regionais possibilita o desenvolvimento de práticas de controle de infecções específicas para cada localidade, fazendo uso consciente e moderado dos antibióticos disponíveis no mercado. O objetivo deste estudo foi a avaliação retrospectiva do perfil de resistência antimicrobiana de bactérias isoladas de infecções de animais de companhia na região de Umuarama/PR, no período de 2013 a 2017. Esta pesquisa foi realizada por meio da análise do banco de dados pertencente ao Laboratório de Microbiologia Animal da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Os Staphylococcus spp. representaram 45,53% das bactérias isoladas de infecções clínicas em pequenos animais no período e local avaliado, seguido por enterobactérias (34,04%), bacilos Gram-negativos não fermentados (BGNNF, 11,06%) e Streptococcus/Enterococcus (9,36%). Um número elevado de resistência antimicrobiana frente aos antibióticos utilizados na medicina veterinária foi encontrado. As menores resistências associadas aos melhores valores do fator de impacto foram encontrados para aminoglicosídeos, em especial amicacina, cloranfenicol, fluoroquinolonas (norfloxacina e ciprofloxacina). Já resultados intermediários foram encontrados para ampicilina associada a sulbactam, ceftriaxona, amoxacilina com ácido clavulônico e enrofloxacina. Conforme o número de drogas antimicrobianas resistentes, foram classificados como multirresistentes 64,26% (151/235) dos isolados, sendo 15.32% extensivamente resistentes. Já considerando a resistência a classes de antimicrobianos, 68,94% (162/235) dos isolados foram classificados como multirresistentes, sendo 19.15% extensivamente resistentes. Nenhum isolado bacteriano foi caracterizado como pan-resistente, porém 10 bactérias foram resistentes a todas as classes testadas, com susceptibilidade isolada a determinadas drogas. Por meio da avaliação dos perfis de resistência encontrados no período e local estudados e de literatura pertinente, percebe-se que há um aumento crescente no número de bactérias multirresistentes entre os animais domésticos o que caracteriza um grave risco à saúde pública. O arsenal terapêutico está se tornando cada vez mais diminuto e há mais dificuldade na seleção empírica de drogas, tornando essencial a realização de testes de susceptibilidade antimicrobiana para uma seleção mais específica na terapêutica antimicrobiana. Medidas educativas sobre o uso consciente dos antibióticos, controle de infecções e prevenção de zoonoses específicas para as localidades precisam ser instituídas para conhecimento dos profissionais do setor da saúde e acesso geral da população.


#7 - Causes of death in growing-finishing pigs in two technified farms in southern Brazil

Abstract in English:

The aim of this study was to investigate the main causes of death in growing-finishing pigs in southern Brazil. During a one-year period (from 2018 to 2019), two industrial pig herds (18 and 20 thousand pigs each farm) in southern Brazil were monitored along the four seasons of the year (12 days per season on each farm), in order to perform necropsies of all pigs that died in that period. The two farms had an average monthly mortality rate ranging from 0.94 to 3.93% in the evaluated months. At necropsy, tissues were collected, fixed in 10% formalin solution and processed routinely for histopathological examination. When necessary, samples were sent for bacterial culture and PCR to identify etiologic agents. A total of 601 necropsies were performed, with 94.9% of conclusive diagnoses. Infectious diseases corresponded to 64.4% of conclusive diagnosis and non-infectious diseases to 35.6%. The most prevalent causes of death were: pneumonia (33%), gastric ulcers (15.4%), circovirosis (9.9%), systemic bacterial embolism (5.4%), polyserositis (4.4%), dilated cardiomyopathy and torsion of abdominal organs (4.3% each), and bacterial pericarditis (3.4%). Regarding pneumonias (199/601), the main agents identified in these cases were Pasteurella multocida, Influenza A virus and Mycoplasma hyopneumoniae, mainly in associations.

Abstract in Portuguese:

O objetivo do presente trabalho foi investigar as principais causas de morte de suínos em fase de crescimento e terminação no Sul do Brasil. Durante o período de um ano (entre 2018 e 2019), duas granjas tecnificadas de suínos no Sul do Brasil foram acompanhadas nas quatro estações (12 dias por estação em cada granja), para realização de necropsias dos suínos que morreram nesse período. As duas propriedades apresentavam mortalidade mensal média entre 0,94 e 3,93% nos meses avaliados. Na necropsia, amostras de órgãos foram colhidas, fixadas em formol 10% e processadas rotineiramente para o exame histopatológico. Quando necessário, amostras foram enviadas para o cultivo bacteriano e PCR para identificação de agentes etiológicos. Foram realizadas um total de 601 necropsias, com 94,9% de diagnósticos conclusivos. As doenças infecciosas corresponderam a 64,4% dos diagnósticos conclusivos e as não infecciosas a 35,6%. As principais causas de morte foram: pneumonias (33%), úlcera gástrica (15,4%), circovirose (9,9%), embolia bacteriana sistêmica (5,4%), polisserosite (4,4%), cardiomiopatia dilatada e torção de órgãos abdominais (4,3% cada) e pericardite bacteriana (3,4%). Com relação às pneumonias (199/601), os principais agentes associadas as lesões foram Pasteurella multocida, vírus da Influenza A e Mycoplasma hyopneumoniae, principalmente associados entre si.


#8 - Embryonic loss, abortion, and malformations in ewes caused by the ingestion of hay leaves of Cenostigma pyramidale

Abstract in English:

Determining if reproductive failures in ewes at the semiarid region in the state of Bahia are related to the consumption of the species Cenostigma pyramidale (Tul.) Gagnon & G.P. Lewis, and this study was developed using pregnant ewes divided into six groups: G1, G2, G3, G4 with six animals each, G5 and G6 with ten animals. Each group received fence leaves in the proportion of 1%, 2%, 0.5%, and 0.25% of live weight (LW) respectively; G5 and G6, with ten animals each, receiving 0.25% and 0.5% of the LW, respectively, and the Control Group, comprising 16 ewes, were grass feeding (Cynodon dactylon). Ewes from G1 to G4 were the same, except for two, and started ingestion of the plant four days after ending of natural mating on the 80th day of gestation, while those regarding from G5 to G6 groups started ingestion on the 26th day of gestation ending on the 98 day. The ultrasonographic test was performed weekly. In G1 ewes (1%), there was an embryonic loss on the 32nd and 39th days of gestation and abortion on the 46th day. In G2 (2%), the embryo loss was earlier (on the 26th day of gestation), and abortion on the 46th day of gestation. In G3 group (0.5%), there was an embryonic loss around the 40th day of gestation. In G4 group (0.25%), it was observed the occurrence of one death lamb with bone malformations. In G6 (0.5%), abortion occurred later (108 days), followed by retained placenta. This was also verified in G5 group (0.25%). The presence of fetal malformation was found in death lambs born in G4 group, born alive from G5 and G6 groups, and one aborted from G6. In G5 and G6 groups, there were also genetic alterations on surviving lambs. In addition to these results, recurrent estrus was observed without gestation in G1, G2, G3, and G4 ewes. From the Control Group, 13 normal lambs were born without genetic alterations; furthermore, concerning a quadruple birth, three lambs were born dead. The results infer that species of C. pyramidale in low doses causes reproductive losses in pregnant ewes, therefore it is not recommended for sheep diet over the first 60 days of gestation.

Abstract in Portuguese:

Para determinar se falhas reprodutivas em ovelhas na região semiárida da Bahia estão relacionadas ao consumo de Cenostigma pyramidale (Tul.) Gagnon & G.P. Lewis, foi realizado um estudo utilizando-se ovelhas prenhes divididas em seis grupos e dois Grupos Controle. Os grupos G1, G2, G3 e G4 com seis animais cada. Cada grupo recebeu folhas fenadas na proporção de 1%, 2%, 0,5% e 0,25% do peso vivo (PV) respectivamente; G5 e G6, com 10 animais cada, que receberam 0,25% e 0,5% do PV respectivamente. Os Grupos Controle foram alimentados com ração e capim (Cynodon dactylon). Ovelhas dos grupos 1 a 4 iniciaram ingestão da planta quatro dias após monta natural com término aos 80 dias de gestação, enquanto as dos grupos 5 a 6 iniciaram ingestão no 26º dia de gestação com término aos 98 dias. Avaliação ultrassonográfica foi realizada semanalmente. Nos animais do G1 (1%), verificou-se perda embrionária aos 32 e 39 dias de gestação, e aborto aos 46 dias. Nos do G2 (2%) a perda embrionária foi mais precoce (26 dias), e aborto aos 46 dias. No G3 (0,5%), houve perda embrionária em torno dos 40 dias. No G4 (0,25%), verificou-se ocorrência de natimorto com malformações aos 150 dias de gestação. No G6 (0,5%) o aborto ocorreu mais tardiamente (108 dias), seguido de retenção de placenta. Essa ocorrência também foi verificada no G5 (0,25%). A presença de malformação fetal foi encontrada em fetos natimorto do G4, nascidos vivos do G5 e G6, e um abortado do G6. No G5 e G6 também foram observadas alterações de aprumos em cordeiros sobreviventes. Do Grupo Controle nasceram 13 borregos normais, porém uma ovelha apresentou gestação quádrupla com três natimortos. Os resultados inferem que C. pyramidale fenada em baixas doses causa perdas reprodutivas em ovelhas gestantes, não sendo por isso recomendada para a dieta de ovelhas durante os primeiros 60 dias de gestação.


#9 - Glässer’s disease in swine from Northeastern Brazil

Abstract in English:

Glässer’s disease is an important infectious disorder of swine caused by Haemophilus parasuis. Although well recognized in most regions of Brazil, outbreaks of Glässer’s disease have not been described in Northeastern region. For this reason, three municipalities of the Pernambuco State were visited in order to identify histories of high mortality in growing and finishing pigs. The main clinical signs consisted of dry cough, apathy, fever, anorexia, paresis, muscle tremors, motor incoordination, seizures leading to high mortality rates. Nine pigs were necropsied, and fragments of the nervous system, organs of the abdominal and thoracic cavities were collected for histological analysis. In addition, lung and brain fragments were used for DNA extraction and molecular testing by real-time Polymerase Chain Reaction (PCR). Grossly, the main lesions consisted of petechial hemorrhages or ecchymosis on the skin of the face, abdomen, forelimbs, and hind limbs. The main severe lesions consisted of hydropericardium, hemopericardium, fibrinous pericarditis and pleuropneumonia. Microscopically, pericarditis, epicarditis and subepicardial myocarditis, followed by a moderate to severe multifocal pleuropneumonia, fibrinosuppurative and necrotizing were the most frequent lesions observed. Real-time PCR amplified H. parasuis infB gene in all samples analyzed, confirming the presence of this etiologic agent.

Abstract in Portuguese:

A doença de Glässer é uma importante enfermidade infecciosa de suínos causada pela bactéria Haemophilus parasuis. Embora bem reconhecida na maioria das regiões do Brasil, surtos de doença de Glässer não têm sido descritos na região Nordeste. Por este motivo, três regiões do Estado de Pernambuco foram visitadas com o objetivo de se identificar históricos de alta mortalidade em leitões e suínos em fase de terminação. Nove suínos foram necropsiados e fragmentos do sistema nervoso, órgãos das cavidades abdominal e torácica foram coletados para análise histopatológica. Além disso, fragmentos de pulmão e cérebro foram utilizados para extração de DNA e realização de teste molecular por meio da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em tempo real. Os principais sinais clínicos consistiram em tosse seca, apatia, febre, anorexia, paresia, tremores musculares, incoordenação motora e convulsões levando a altas taxas de mortalidade. As lesões macroscópicas mais severas consistiam em petéquias e equimoses na pele da face, abdome, membros anteriores e posteriores, além de hidropericárdio, hemopericárdio, pericardite fibrinosa e pleuropneumonia. Microscopicamente, pericardite, epicardite e miocardite subepicárdica, seguidas de pleuropneumonia multifocal moderada a grave, fibrino-supurativa e necrosante foram as lesões mais frequentes observadas. A PCR em tempo real amplificou o gene infB de H. parasuis em todas as amostras analisadas, confirmando a presença deste agente etiológico.


#10 - Intention to adopt Electronic Animal Movement Permit (e-GTA) systems in Rio Grande do Sul, Brazil

Abstract in English:

Control of livestock and their movement has long been recognized as a crucial for the prevention and control of diseases. In Brazil, the control of livestock movement established in 1934. Since 1995 is regulated based on the Animal Movement Permit (GTA). Since then, the process has been improved and updated on its legal framework and strategies, including the use of emerging technological alternatives, which made possible the launching of the electronic Animal Movement Permit (e-GTA) in 2011. From a broader perspective, the e-GTA is inserted in a global context of the development of Information and Communication Technology (ICT) which since the early 1980s enabled governments worldwide to drive policies for the development of electronic government systems (e-government). After that, at a global level, there was an expansion and improvement of e-government services; however, discrepancies among countries persisted. Nonetheless, the levels of adoption of e-government by citizens have been lower than those expected by government authorities, which has attracted the attention of researchers in the area. In this context, studies of this nature that used theoretical antecedents related to the adoption of ICT have exposed peculiarities of the process of adoption of e-government, demanding research efforts directed to the structuring of specific models for this area. In Brazil, studies of this nature are still at an early stage, although government actions aimed at e-government date back to the 1990s. The objective of this article was to investigate, in an exploratory way, influence factors on the adoption intention of e-government related to animal health, having the e-GTA as the object of research. The conceptual framework was defined based upon the e-Government Adoption Model (GAM) For this objective, an online questionnaire oriented to intention to adopt e-GTA was applied to equine owners of Rio Grande do Sul not users of this system. Results indicated that respondents positively evaluated the quality of their computers and cellphones, as well as their efficacy to operate them, while quality of the internet connection was considered regular. In this context, the availability of computer and cellphone resources and computer self-efficacy did not influence the intention to adopt e-GTA. Moreover, aspects related to compatibility of e-GTA with users lifestyle have a positive association with the intention to adopt e-GTA. Also the study indicated that public information campaigns could contribute to the improvement of adoption of the e-GTA. Additionally, the authors suggested that further investigations considering other livestock sectors and variables, as well as the continuity of use after the adoption, could contribute to the expansion of the knowledge on this field.

Abstract in Portuguese:

O controle dos estoques e de movimentações de animais pecuários há muito tempo é reconhecido como um fator crucial para a prevenção e resposta para a introdução e disseminação de doenças animais ou zoonóticas. No Brasil, o controle de movimentação animal foi inicialmente estabelecido em 1934 e, desde 1995, é regulamentado com base na Guia de Trânsito Animal (GTA). Desde então, o processo foi aprimorado e atualizado em seu arcabouço legal e estratégias, inclusive no uso de alternativas tecnológicas emergentes, que possibilitaram o lançamento em 2011 da Guia de Trânsito Animal Eletrônica (e-GTA). Considerado desde uma perspectiva mais abrangente, o e-GTA está inserido em um contexto global de desenvolvimento da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), que desde o início dos anos 80 permite que governos em todo o mundo conduzam políticas para o desenvolvimento de sistemas de governo eletrônico (governo eletrônico). Posteriormente, a disponibilidade do governo eletrônico tem estado em expansão de qualidade e de amplitude dos serviços oferecidos, embora este processo seja permeado por desigualdades entre os países. No entanto, os níveis de adoção do governo eletrônico pelos cidadãos têm sido inferiores aos esperados pelas autoridades governamentais, o que tem atraído a atenção dos pesquisadores da área. Nesse contexto, estudos dessa natureza, que utilizaram antecedentes teóricos relacionados à adoção das TIC expuseram idiossincrasias do processo de adoção do governo eletrônico, exigindo que esforços de pesquisa sejam direcionados à estruturação de modelos específicos para essa área. No Brasil, estudos dessa natureza ainda estão em estágio inicial, embora as ações governamentais direcionadas ao governo eletrônico datem dos anos 90. Dessa forma, o objetivo deste artigo foi investigar, de forma exploratória, fatores de influência na intenção de adoção do governo eletrônico relacionado à saúde animal, tendo o e-GTA como objeto de pesquisa. A estrutura conceitual foi definida com base no Modelo de Adoção de Governo Eletrônico (GAM). Para esse objetivo, um questionário online dirigido à intenção de adoção do e-GTA foi aplicado a proprietários de equinos do Rio Grande do Sul que não eram usuários deste sistema. Os resultados indicaram que os entrevistados avaliaram positivamente a qualidade de seus computadores e telefones celulares, bem como sua eficácia em operá-los, enquanto a qualidade da conexão de internet foi considerada regular. Nesse contexto, a disponibilidade de recursos informáticos e de celulares, bem como a capacidade de operação dos mesmos não influenciaram a intenção de adoção do e-GTA. Além disso, aspectos relacionados à compatibilidade do e-GTA com o estilo de vida do usuário têm uma associação positiva com a intenção de adoção do e-GTA. Além disso, o estudo indicou que as campanhas de informação pública poderiam contribuir para o incremento na adoção efetiva do e-GTA. Finalmente, o estudo identificou oportunidades para o desenvolvimento de investigações adicionais, considerando distintas variáveis, setores produtivos e sistemas de governo eletrônico dirigidos à saúde animal, o que poderia contribuir para a expansão do conhecimento nesta área.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV