Resultado da pesquisa (8)

Termo utilizado na pesquisa cardiologia

#1 - Echocardiographic features of pre- and postcapillary pulmonary hypertension with a focus on the right ventricle in dogs

Abstract in English:

Pulmonary hypertension (PH) in dogs is a syndrome that can occur secondary to several causes, including left heart disease (postcapillary) and chronic respiratory disease (precapillary). This study evaluates morphological and functional consequences in the right ventricle (RV) of dogs with pre- and postcapillary PH through echocardiography, and also considers the severity of PH (mild, moderate or severe). Echocardiography was performed on 66 dogs of various breeds and weights (age >3 years old) which were assigned to three groups: postcapillary PH, which included mitral valve disease/endocardiosis, precapillary PH, which included chronic respiratory diseases (bronchitis, collapse of the trachea and primary lung cancer or metastasis), and finally, a healthy group of controls. The parameters for RV morphology were RV1, RV2, and RV3 for systole and diastole. The following measurements were used to assess RV systolic function: tricuspid annular plane systolic excursion (TAPSE), TAPSE:Ao (aorta), maximum velocity of the tricuspid systolic wave obtained by tissue Doppler (S’), S’:Ao, right ventricle end-diastolic area (RVEDA); RVEDA:BSA (body surface area); flow velocity integral (FVI) and FVI:Ao. The variables were assessed using ANOVA. The results showed that RV3d, RV1s, S’:Ao, S’, and FVI were able to distinguish cases of pre- and postcapillary PH in this study. Remodeling of the RV of dogs with PH was observed, which can be influenced by the pre- or postcapillary origin of the PH, with dilation in dogs with postcapillary PH and severe PH. The results for RV systolic function were similar, with FVI and FVI:Ao showing that RV ejection function is reduced in dogs with postcapillary PH and with severe PH.

Abstract in Portuguese:

A hipertensão pulmonar (HP) em cães é uma síndrome que pode ocorrer secundária às diversas causas, dentre elas, a doença cardíaca esquerda (pós-capilar) e a doença respiratória crônica (pré-capilar). Essa é uma condição importante que motivou os objetivos do estudo: avaliar ecocardiograficamente as consequências morfológicas e funcionais no ventrículo direito (VD) dos cães acometidos com HP pré- e pós-capilar, considerando também o estágio de severidade da HP (leve, moderada ou severa). A ecocardiografia foi realizada em 66 cães de diversas raças e pesos, com pelo menos quatro anos de idade, que compuseram um grupo com doença valvar mitral, ou endocardiose, outro com doença respiratória crônica (bronquite, colapso de traqueia e neoplasia pulmonar primária ou metástase), e por último, um grupo saudável. Os parâmetros para a morfologia do VD foram RV1, RV2 e RV3 na sístole e na diástole. Para a avaliação da função sistólica do VD foram mensurados: excursão sistólica do plano anular tricúspide (TAPSE), TAPSE:Ao (aorta), velocidade máxima da onda sistólica da tricúspide obtida pelo doppler tecidual (S’), S’:Ao, área do ventrículo direito no final da diástole (RVEDA); RVEDA:BSA (body superficie area); integral tempo velocidade (FVI) e FVI:Ao. As variáveis foram avaliadas por meio da ANOVA. Os resultados mostraram que RV3d, RV1s, S’:Ao, S’ e FVI foram capazes de distinguir casos de HP pré e pós-capilar neste estudo. Observou-se que há remodelamento do VD de cães com HP e este pode ser influenciado pela origem pré ou pós-capilar da HP, encontrando-se dilatado em cães com HP pós capilar e com HP severa. Os resultados para a função sistólica do VD foram similares, uma vez que o FVI e FVI:Ao mostraram que a capacidade de ejeção do VD está reduzida nos cães com HP pós-capilar e com HP severa.


#2 - Clinical-pathological and immunohistochemical evaluations of cardiac lesions in cats with chronic kidney disease

Abstract in English:

Chronic kidney disease (CKD) is characterized by irreversible morphostructural lesions that can progressively evolve to chronic renal insufficiency and kidney failure. It is known that the heart and kidneys are closely related, and that communication between these organs occurs through a variety of pathways; subtle physiological changes in one of them are compensated by the other. Histopathological cardiac evaluation through routine staining presents a limitation to identify specific or discreet lesions in the cardiomyocytes. This study aimed to evaluate serum troponin levels in cats with CKD, associated with clinical and pathological findings, as well as to correlate the morphostructural cardiac lesions to determine their distribution through macroscopic and histological assessments and anti-cardiac troponin C (cTnC) immunohistochemistry (IHC). To this end, 20 cats (18 diagnosed with CKD and two controls) were selected. Anti-human cTnC IHC was conducted after necropsy and separation in eight regions of each collected heart. Heart fragments from two cats without CKD were used as controls. The anti-human cTnC antibody is useful in detecting cardiac lesions and has shown decreased expression in cardiomyocytes of cats with CKD. Serum troponin was above the reference values in 11/18 (61.11%) animals and decreased expression for the cTnC antibody was observed in individual cardiomyocytes in 9/18 (50%) animals. It was verified that the number of regions with decreased expression for the cTnC antibody in cardiomyocytes is significantly correlated with serum troponin. The anti-human cTnC antibody has been found effective in detecting cardiac lesions and has shown decreased expression in the cardiomyocytes of cats with CKD. Correlation was observed between increased serum cTnI and loss of immunoreactivity at anti-cTnC antibody IHC in cats with CKD, which proves damage to cardiomyocytes secondary to kidney disease.

Abstract in Portuguese:

A doença renal crônica (DRC) é caracterizada por lesões morfoestruturais irreversíveis, que podem evoluir progressivamente para insuficiência renal crônica e falência renal. Sabe-se que o coração e os rins mantêm estreita relação e a comunicação entre esses órgãos ocorre por uma variedade de vias; alterações fisiológicas sutis em um desses órgãos são compensadas pelo outro. A avaliação histopatológica cardíaca mediante a colorações rotineiras são limitadas para identificar lesões específicas ou discretas em cardiomiócitos. O presente trabalho teve como objetivos avaliar os níveis séricos de troponina em gatos com DRC, associados aos achados clínico-patológicos, bem como correlacionar as lesões cardíacas morfoestruturais, a fim de determinar a distribuição destas, por meio da avaliação macroscópica, histológica e imuno-histoquímica com anti-cTnC. Neste estudo foram selecionados 20 gatos (18 diagnosticados com DRC e 2 animais controle). Para a aplicação da técnica de imuno-histoquímica anti-troponina C humana, necropsias foram realizadas e cada coração coletado separadamente em 8 regiões. Fragmentos do coração de 2 gatos sem lesão cardíaca foram utilizados como controle. O anticorpo anti-TnC humano é útil na detecção de lesões cardíacas e apresentou expressão diminuída em cardiomiócitos de gatos com DRC. Em 11/18 animais (61,11%) a troponina sérica encontrava-se acima dos valores de referência e foram observadas diminuição da expressão para anticorpo-cTnC em cardiomiócitos individuais em 9/18 (50%). Notou-se que o número de regiões com diminuição da expressão para anticorpo-cTnC em cardiomiócitos está significativamente correlacionado com a troponina sérica. O anticorpo anti-TnC humano se mostrou eficaz para detectar lesões cardíacas e demonstrou diminuição da expressão nos cardiomiócitos de gatos com DRC. Houve correlação entre o aumento da CTnI sérica e perda da imunorretividade na avaliação imuno-histoquímica com anticorpo anti-TnC em gatos com DRC o que comprova danos em cardiomiócitos secundários a doença renal.


#3 - Assessment of the vertebral heart scale and cardiothoracic ratio to standardize the heart size of collared peccaries (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) restrained with ketamine and midazolam, 38(8):1705-1711

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silva-Filho O.F, Pessoa G.T., Sousa F.C.A., Rodrigues R.P.S., Moura L.S., Ambrósio C.E., Silva A.B.S & Alves F.R. 2018. Assessment of the vertebral heart scale and cardiothoracic ratio to standardize the heart size of collared peccaries (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) restrained with ketamine and midazolam. [Avaliação do vertebral heart scale e índice cardiotorácico na padronização do tamanho cardíaco de cateto (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) contidos com cetamina e midazolam.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(8):1705-1711. Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br Wild species, especially those threatened with extinction, are increasingly being investigated to obtain information that can be useful for their preservation. The objective of the present study was to standardize the vertebral heart scale (VHS) and cardiothoracic ratio (CTR) of the collared peccary (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) sedated with ketamine and midazolam. Fourteen clinically healthy collared peccaries were examined in the two‑year age group weighing 15-22kg. The animals were submitted to digital radiography of the thorax in lateral and dorsal ventral projections to calculate the VHS and CTR. The VHS mean values for males and females was 8.88±0.51v for right recumbency and 8.84±0.39v for left decubitus, and there were no significant between-gender differences regarding recumbency (p>0.05). The CTR showed mean values of 0.50±0.05 (males) and 0.45±0.04 (females), but the gender-differences were not significant (p>0.05). A positive correlation was shown between VHS and CTR (r=0.98, right decubitus; r=0.96, left decubitus). Establishing reference values for heart measurements in collared peccaries using digital radiography of the thorax permitted standardization of the VHS and CTR values for this wild species. In the studied wild animal model, the VHS and CTR heart assessment indexes were shown to be essential diagnostic tools for investigations of alterations in the size of the cardiac silhouette.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silva-Filho O.F, Pessoa G.T., Sousa F.C.A., Rodrigues R.P.S., Moura L.S., Ambrósio C.E., Silva A.B.S & Alves F.R. 2018. Assessment of the vertebral heart scale and cardiothoracic ratio to standardize the heart size of collared peccaries (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) restrained with ketamine and midazolam. [Avaliação do vertebral heart scale e índice cardiotorácico na padronização do tamanho cardíaco de cateto (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) contidos com cetamina e midazolam.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(8):1705-1711. Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br Espécies silvestres têm sido cada vez mais exploradas como forma de obter informações que favoreçam sua conservação, especialmente aquelas ameaçadas de extinção. Este trabalho teve por objetivo a padronização dos valores de VHS (vertebral heart scale) e índice cardiotorácico (ICT) de catetos (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758) contidos com Cetamina e Midazolam. Foram avaliados 14 catetos clinicamente saudáveis, com faixa etária de 2 anos e variação média de peso entre 15 a 22Kg. Os animais foram submetidos a radiografia digital de tórax em projeções laterolaterais e dorsoventrais para o cálculo do vertebral heart scale (VHS) e Índice Cardiotorácico (ICT). O VHS evidenciou valores médios entre machos e fêmeas de 8,88±0,51v para decúbito direito e 8,84±0,39v para decúbito esquerdo, não ocorrendo diferença estatística entre os decúbitos (p>0,05). O ICT revelou valores médios de 0,50±0,05 (machos) e de 0,45±0,04 (fêmeas), não sendo verificada diferença estatística significativa entre os sexos (p>0,05). Verificou-se correlação positiva entre VHS e o ICT (r=0,98, decúbito direito, r= 0,96, decúbito esquerdo). O estabelecimento dos valores de referência para mensurações cardíacas em catetos, a partir de radiografias digitais do tórax, permitiu a padronização do VHS e ICT para esta espécie silvestre. No modelo animal silvestre estudado, os índices de avaliação cardíaca VHS e ICT mostraram-se como uma ferramenta diagnóstica imprescindível para investigações sobre as alterações do tamanho da silhueta cardíaca.


#4 - Influence of body position on the measurement of electrocardiographic waves in healthy dogs

Abstract in English:

The agreement between the electrocardiographic waves measured from tracings recorded in right lateral recumbency and several other unusual body positions was assessed. Electrocardiograms were recorded in 160 healthy dogs in right lateral, left lateral, dorsal and sternal recumbencies, as well as in standing position. Considering the right lateral recordings as the gold standard, the lowest biases for the majority of ECG parameters were calculated from left lateral recordings, whereas the highest biases were documented from dorsal and standing positions. For the mean electrical axis, the dorsal recumbency produced the lowest bias, while the greatest one was identified in sternal position. An analysis of variance indicated differences when the means of P wave duration and amplitude, duration of QRS and QT, and mean electrical axis obtained in unusual positions were compared with right lateral. In conclusion, left lateral recumbency produced the most similar measurements as compared to right lateral, but the wide limits of agreement preclude the use and interpretation of these positions interchangeably.

Abstract in Portuguese:

A concordância entre a mensuração das ondas eletrocardiográficas a partir de traçados registrados em cães mantidos em decúbito lateral direito e em vários outros posicionamentos corporais foi avaliada nesta pesquisa. Para tanto, traçados eletrocardiográficos de 160 cães saudáveis foram registrados com os pacientes posicionados nos decúbitos lateral direito, lateral esquerdo, dorsal e esternal, assim como em posição quadrupedal. Tomando como padrão ouro os registros obtidos em decúbito lateral direito, as menores diferenças médias para a maioria dos parâmetros eletrocardiográficos foram obtidas a partir dos traçados registrados com o cão mantido em decúbito lateral esquerdo, enquanto as maiores diferenças médias foram documentadas nos registros obtidos nos decúbitos dorsal e quadrupedal. Para o eixo elétrico médio, o decúbito dorsal produziu a menor diferença média, enquanto a maior foi identificada no registro em posição esternal. A análise de variância mostrou diferenças entre as médias da duração e amplitude da onda P, duração do QRS e do intervalo QT e o eixo elétrico médico quando as posições não usuais foram comparadas com o decúbito lateral direito. Esta pesquisa mostrou que o decúbito lateral esquerdo produziu as medidas mais semelhantes quando comparado àquelas obtidas em decúbito lateral direito. No entanto, os limites de concordância amplos impedem que essas posições sejam utilizadas e interpretadas de maneira intercambiável.


#5 - Computerized electrocardiogram in agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam, 37(2):150-155

Abstract in English:

ABSTRACT.- Diniz A.N., Pessoa G.T., Moura L.S., Sanches M.P., Rodrigues R.P.S., Sousa F.C.A., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2017. Computerized electrocardiogram in agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(2):150-155. Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br An electrocardiogram is a test that assesses heart electrical activity and is applied more frequently in the veterinary care of wild animals. The present study aimed to define the electrocardiogram pattern of agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam. Eighteen clinically healthy agoutis (D. prymnolopha) were used from the Nucleus for Wild Animal Studies and Conservation (NEPAS) of the Federal University of Piauí, Brazil. The animals were chemically restrained with 5% ketamine hydrochloride at a dose of 15mg/kg and midazolam at a dose of 1mg/kg by intramuscular injection. Electrocardiogram tests were carried out by a computerized method with the veterinary electrocardiogram [Acquisition Model for Computer (ECG - PC version Windows 95) Brazilian Electronic Technology (TEB) consisting of an electronic circuit externally connected to a notebook computer with ECGPC-VET (TEB) software installed on the hard disc. In analysing the EKG results, significant differences were observed for QRS complex duration, PR and QT intervals and for R wave millivoltage between the genders; but we observed a significant influence of weight despite the gender. In the present experiment, the anaesthetic protocol was shown to be well tolerated by the agoutis, and no arrhythmias occurred during the time the animals were monitored. The reference values obtained should be used to better understand the cardiac electrophysiology of the species and for its clinical and surgical management.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Diniz A.N., Pessoa G.T., Moura L.S., Sanches M.P., Rodrigues R.P.S., Sousa F.C.A., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2017. Computerized electrocardiogram in agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(2):150-155. Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br O eletrocardiograma computadorizado é um dos meios de diagnóstico utilizado para avaliação do coração e vem sendo cada vez mais presente na rotina veterinária. Este trabalho teve por objetivo definir o padrão eletrocardiográfico de cutias (D. prymnolopha) anestesiadas com cetamina e midazolam. Foram utilizadas 18 cutias clinicamente saudáveis, provenientes do Núcleo de Estudos e Preservação de Animais Silvestres (NEPAS) da Universidade Federal do Piauí. Os animais foram submetidos à contenção química com cloridrato de cetamina a 5% na dosagem de 15mg/kg associado ao midazolam, na dosagem de 1mg/kg, por via intramuscular. Os exames eletrocardiográficos foram realizados pelo método computadorizado, com o eletrocardiógrafo veterinário (Módulo de Aquisição de ECG Para Computador (ECG - PC versão Windows 95) Tecnologia Eletrônica Brasileira (TEB) composto por um circuito eletrônico ligado externamente a um notebook, e de um software instalado no disco rígido do computador. Os valores de duração do complexo QRS, intervalos PR e QT, comparados entre machos e fêmeas, apresentaram diferença significativa. Em milivoltagem a onda R foi o único parâmetro que apresentou diferença significativa entre machos e fêmeas. O peso dos animais também foi significativamente diferente entre os gêneros. O protocolo anestésico mostrou-se bem tolerado pelos animais deste experimento, não ocorrendo quadros de arritmias durante o tempo de monitoramento dos animais.


#6 - Influence of altitude on electrocardiographic parameters by means of the Holter system utilization in endurance horses in different levels of physical conditioning, 35(Supl.1):10-14

Abstract in English:

ABSTRACT.- Griska P.R., Michima L.E.S., Oliveira T.M. & Fernandes W.R. 2015. [Influence of altitude on electrocardiographic parameters by means of the Holter system utilization in endurance horses in different levels of physical conditioning.] Influência da altitude sobre parâmetros eletrocardiográficos, obtidos por meio do uso do “Holter” em cavalos de enduro em diferentes níveis de condicionamento físico. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(Supl.1):10-14. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270,, Brazil. E-mail: wilsonrf@usp.br The aim of this paper was to study the influence of altitude on electrocardiographic parameters by means of the Holter system in 40 Arabian and Arabian crossbred horses, at different levels of physical conditioning, during training in trails of 15 km extension with mean speed of 15 km/h, and altitude varying from sea level to 1700m high. The electrocardiographic monitoring was obtained by standard electrocardiography at rest before exercise, and by dynamic electrocardiography with the Holter system applied during exercise and in post-exercise recovery. The animals presented sinusal rhythm, with a mean registered period for sinusal tachycardia of 32%, and 14% for sinusal bradycardia. Among the arrhythmias there was first-degree atrioventricular block (20%) and second-degree atrioventricular block (5%). Supraventricular ectopic arrhythmias were observed in two horses and only one showed ventricular arrhythmia. The number of asystoles was greater in less conditioned horses. Mean and maximal heart rates were influenced by altitude, with higher values in higher altitudes.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Griska P.R., Michima L.E.S., Oliveira T.M. & Fernandes W.R. 2015. [Influence of altitude on electrocardiographic parameters by means of the Holter system utilization in endurance horses in different levels of physical conditioning.] Influência da altitude sobre parâmetros eletrocardiográficos, obtidos por meio do uso do “Holter” em cavalos de enduro em diferentes níveis de condicionamento físico. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(Supl.1):10-14. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270,, Brazil. E-mail: wilsonrf@usp.br O presente trabalho teve por objetivo o estudo da influência da altitude sobre os parâmetros eletrocardiográficos obtidos por meio do uso do Holter em 40 cavalos das raças Árabe e Cruza Árabe, em diferentes níveis de condicionamento físico, realizando treinamento em trilhas de 15 km de extensão com velocidade média de 15km/h e variando entre o nível do mar até 1700m de altitude. O monitoramento eletrocardiográfico foi obtido por eletrocardiografia padrão em repouso antes do exercício e por eletrocardiografia dinâmica, com o uso do Holter, durante o exercício e na recuperação pós-exercício. Os animais apresentaram ritmo sinusal com período médio gravado para taquicardia sinusal (32%) e bradicardia sinusal (14%). Entre as arritmias observadas estão o bloqueio atrioventricular de primeiro grau (20%) e o bloqueio atrioventricular de segundo grau (5%). As arritmias ectópicas supraventriculares foram observadas em dois animais e somente um animal apresentou arritmia ventricular. O número de assistolias foi maior em animais menos condicionados. As frequências cardíacas médias e máximas sofreram efeito da altitude com valores maiores em altitude elevada.


#7 - Electrocardiographic study of the Creole breed mares, 35(4):319-323

Abstract in English:

ABSTRACT.- Pascon J.P.E., Santos F.P., Pereira D.T.P., Mistieri M.L.A. & Mozzaquatro F.D. 2015. [Electrocardiographic study of the Creole breed mares.] Estudo eletrocardiográfico de éguas da raça Crioula. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(4):319-323. Serviço de Cardiologia Veterinária, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pampa, Rodovia BR-472 Km 592, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: joaopascon@unipampa.edu.br The electrocardiography is an indispensable diagnostic tool to detect heart arrhythmias and electrical conductions disturbances in equines, as well as on prognosis determination of heart diseases, athletical performance, efficiency of training, and on electrolytic disturbance evaluation. However, electrocardiographic variables can be influenced by several factors such as age, gender, breed and phenotypic characteristics. Therefore the establishment of the characteristics of normality for different breed and phases of development is fundamental. Creole breed were firstly introduced to the American continent more than four centuries ago and it descends from horses of Iberian Peninsula. The breed is a result of natural selection that configured resistance and unique physical attributes. The present study aimed to analyze and compare the electrocardiographic parameters of Creole females in different ages, and verify the possibly influence of pregnancy on it. Digital electrocardiographic evaluation on apex-base lead was performed on 84 healthy creole mares (34 pregnant and 50 non-pregnant). The electrocardiograms were divided in groups concerning the age as G1 (until 4 years old), G2 (from 5 to 9 years old) and G3 (over 10 years old). No physiological or pathological heart arrhythmias and electrical conduction disturbances were seen in all examined mares. Sinus tachycardia , bifid P waves, rS configuration of QRS and biphasic T waves were the predominant patterns in all evaluated groups. Only the average of QRS duration of G1 females was significant superior (110,65±8,49) (p=0,0002) when compared with G2 (101,98±10,02) and G3 (100,92±10,72). The autonomic variables (ITV, average NN and SDNN) were lower in pregnant mares comparing to non-pregnant mares, suggesting a greater sympathetic autonomic system tonus and/or decrease of parasympathetic tonus on pregnant mares. In conclusion, the age affect only the QRS duration, and the pregnant condition was capable to decrease the time domain heart rate variability indexes with maybe influence the electrocardiographic evaluation of enrolled Creole mares.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Pascon J.P.E., Santos F.P., Pereira D.T.P., Mistieri M.L.A. & Mozzaquatro F.D. 2015. [Electrocardiographic study of the Creole breed mares.] Estudo eletrocardiográfico de éguas da raça Crioula. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(4):319-323. Serviço de Cardiologia Veterinária, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pampa, Rodovia BR-472 Km 592, Uruguaiana, RS 97500-970, Brazil. E-mail: joaopascon@unipampa.edu.br A eletrocardiografia constitui ferramenta indispensável no diagnóstico de arritmias e distúrbios de condução elétrica do coração de equinos, bem como na determinação do prognóstico de cardiopatias, do desempenho atlético, da eficiência do treinamento, além de sugerir distúrbios eletrolíticos. No entanto, as variáveis eletrocardiográficas em equinos podem sofrer influência de diversos fatores como a idade, sexo, raça e constituição morfofuncional, dentre outas, tornando-se necessário conhecer as características de normalidade para as diferentes raças e fases do desenvolvimento. Descendentes dos cavalos da Península Ibérica, a raça Crioula foi trazida ao continente americano há mais de quatro séculos, resultando em características físicas e de resistência únicas, dada por sua seleção natural. Desta forma, objetivou-se com o presente trabalho avaliar e comparar os aspectos eletrocardiográficos de fêmeas da raça Crioula, em diferentes idades, bem como avaliar possíveis alterações eletrocardiográficas secundárias a prenhes. Para tanto, 84 éguas hígidas (34 prenhes e 50 não prenhes) da raça Crioula foram submetidas à avaliação eletrocardiográfica digital na derivação ápice-base, e os registros eletrocardiográficos subdivididos quanto à idade em G1 (até 4 anos), G2 (5 a 9 anos), G3 (acima de 10 anos). Não foram observadas arritmias cardíacas fisiológicas ou patológicas e distúrbios de condução elétrica do coração nas 84 éguas. Houve predomino de taquicardia sinusal, ondas P bífidas, complexos QRS do tipo rS e ondas T bifásicas em todos os grupos. Apenas a duração média do complexo QRS foi superior no grupo G1 (110,65±8,49) quando comparadas aos grupos G2 (101,98±10,02) e G3 (100,92±10,72). As variáveis autonômicas mensuradas (ITV, NNmédio e SDNN) foram inferiores nas éguas prenhes em relação às não prenhes, sugerindo maior participação do sistema nervoso autônomo simpático e ou menor participação parassimpática. Conclui-se, portanto, que a idade influenciou apenas na duração do complexo QRS , e que a prenhes foi capaz de diminuir as variáveis de variabilidade da frequência cardíaca no domínio do tempo e, possivelmente, influenciar na avaliação eletrocardiográfica das éguas Crioulas aqui testadas.


#8 - Electrocardiogram assessment in non-anaesthetized clinically healthy agouti (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831), 33(Supl.1):8-14

Abstract in English:

ABSTRACT.- Diniz A.N., Silva Júnior J.R., Guerra P.C., Barreto-Junior R.A., Almeida H.M., Freire L.D., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2013. Electrocardiogram assessment in non-anaesthetized clinically healthy agouti (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831). Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):8-14. Departamento de Morfisiologia Veterinária, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br The agouti is one of the most intensely hunted species throughout the Amazon and the semiarid regions of north-eastern Brazil. Considering the current tendency of wild animal management in captivity, the objective of this study was to determine heart reference values for agouti raised in captivity, based on electrocardiographic assessments (ECG). Adult agouti were selected without clinical signs of heart disease (n=30). The animals were restrained physically and then the ECG was performed. Standardized measurements were taken to establish the statistical analysis of the data. Analysis of the QRS complex showed values compatible with previous reports in peer animals and the limited data available for other wild and exotic species, except for the T wave that showed similar amplitude to the R wave in all the animals studied. The data obtained provided the first reference values for ECG tracings in agouti, contributing to a better understanding of heart electrophysiology in identifying myocardial pathology in these animals.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Diniz A.N., Silva Júnior J.R., Guerra P.C., Barreto-Junior R.A., Almeida H.M., Freire L.D., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2013. Electrocardiogram assessment in non-anaesthetized clinically healthy agouti (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831). [Avaliação do eletrocardiograma em cutias (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831) não-anestesiadas clinicamente saudáveis.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):8-14. Departamento de Morfisiologia Veterinária, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br A cutia é uma das espécies mais intensamente caçados em toda a Amazônia e as regiões semi-áridas do nordeste do Brasil. Considerando-se a tendência atual no manejo de animais silvestres em cativeiro, o objetivo deste estudo foi determinar os valores de referência para o coração cutia criadas em cativeiro, com base em avaliações do eletrocardiograma (ECG). Foram selecionadas cutias adultas e sem sinais clínicos de doença cardíaca (n=30). Os animais foram contidos fisicamente e, em seguida, o ECG foi realizado. Medições padronizadas foram tomadas para estabelecer a análise estatística dos dados. Análise do complexo QRS apresentou valores compatíveis com os relatórios pregressos em animais animais de companhia, assim como para os poucos dados disponíveis para outras espécies selvagens e exóticas, com exceção da onda T, que mostrou amplitude semelhante à onda R em todos os animais estudados. Os dados obtidos permitiram a aquisição dos primeiros valores de referência para os traçados de ECG em cutias, contribuindo para uma melhor compreensão eletrofisiologia cardíaca, na identificação de miocardiopatia nesses animais.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV