Resultado da pesquisa (61)

Termo utilizado na pesquisa surgery

#1 - Acetabular ventroversion using the sacroiliac wedge, with or without pelvic osteotomies in dogs: an ex vivo study

Abstract in English:

Canine hip dysplasia (CHD) is a common condition observed in the surgical clinics for small animals. Among the surgical techniques for management of CHD, triple pelvic osteotomy and sacroiliac wedge promote acetabular lateral axial rotation (ventroversion), increasing acetabular coverage and joint stability. The present study aimed to evaluate radiographically, by measuring the Norberg angle (NA) and the acetabular coverage percentage (ACP), the acetabular ventroversion induced by the sacroiliac wedge technique, with or without pelvic osteotomies; we also checked the feasibility of wedges made of polyamide with an angulation of 20° and 30°. The software used to measure NA and ACP was AutoCAD® 2009. Pelves from 10 canine corpses were evaluated radiographically at four time-points: M0 (Control Group), M1 (wedges of 20° and 30°), M2 and M3 (wedges associated with bilateral pubis and ischium osteotomies, respectively). There was no significant increase in the acetabular ventroversion at M1, M2, and M3. The polyamide sacroiliac wedge technique proved to be feasible, stable, and easy to apply. Further, the software proved to be efficient and easy to use for NA and ACP measurements. In the present study, even in the cases of non-dysplasic adult canine corpses, it was concluded that the sacroiliac wedge technique does not require to be accompanied by pubis and ischial osteotomies because they did not significantly increase the NA and ACP.

Abstract in Portuguese:

A displasia coxofemoral (DCF) é afecção comum na clínica cirúrgica de pequenos animais. Entre as técnicas cirúrgicas para controle da DCF, a osteotomia pélvica tripla (OPT) e a cunha sacroilíaca (CSI), promovem rotação lateral acetabular no eixo axial (ventroversão), aumentando a cobertura acetabular e a estabilidade da articulação. Desta forma, o presente estudo objetivou avaliar radiograficamente, por meio da aferição do ângulo de Norberg (NA) e da porcentagem de cobertura acetabular (PCA), a ventroversão acetabular induzida pela técnica da cunha sacroilíaca, associada ou não às osteotomias pélvicas, além de verificar a exequibilidade das cunhas confeccionadas de poliamida com angulação de 20ο e 30ο. O software utilizado para aferir o AN e o PCA foi o AutoCAD® 2009. Dez pelves de cadáveres caninos foram avaliadas radiograficamente em quatro momentos: MO (Grupo Controle), M1 (cunhas de 20ο e 30ο), M2 e M3 (cunhas associadas à osteotomia bilateral do púbis e ísquio, respectivamente). Não houve aumento significativo da ventroversão em M1, M2 e M3. A técnica de cunha sacroilíaca de poliamida mostrou-se exequível, estável e de fácil aplicação. Não obstante, o software utilizado mostrou-se eficiente e de fácil utilização nas aferições do AN e PCA. Neste estudo, mesmo tratando-se de cadáveres de cães adultos e de maioria não displásicos, concluiu-se que a utilização da técnica de cunha sacroilíaca não necessita de associação à ostectomia púbica e a osteotomia do ísquio por não promoverem aumento significativo do AN e da PCA.


#2 - Protein-to-creatinine urinary in the early diagnosis of renal injury in canine pyometra

Abstract in English:

Kidney disease that affects bitches with pyometra may lead patients to develop chronic renal failure even after pyometra treatment. Therefore, several studies have sought to clarify the gaps in the understanding of the pathogenesis of renal injury in pyometra. Identification of early detection markers for renal damage, which can predict and identify the prognosis of the disease, is very important. Proteinuria analysis can diagnose kidney damage, since proteins such as albumin are not filtered through the glomerulus and those that undergo glomerular filtration are almost completely reabsorbed by tubular cells. The objective of this study was to evaluate whether the urinary protein-to-creatinine ratio (UPC) can detect renal injury in bitches with pyometra before development of azotemia. For this, 44 bitches with pyometra were divided into two groups: bitches with azotemic piometra (A, n=15, creatinine >1.7) and bitches with non-azotemic pyometra (NA, n=29). The two groups were compared to the control group (CG, n=12), which had no signs of systemic disease. All animals underwent blood and urine tests. Leukocytosis was more evident in bitches in the A group than in the other groups. This shows that the inflammatory response may be associated with the pathogenesis of renal injury. The median UPC in bitches with pyometra was significantly higher than in the CG, with a median above the reference values. In conclusion, the UPC can be used in bitches with pyometra to detect renal damage before the development of azotemia. It has been suggested that the UPC of bitches with pyometra should be followed through during the postoperative period so that permanent renal lesions secondary to pyometra can be diagnosed and treated properly before the development of azotemia.

Abstract in Portuguese:

A doença renal que afeta cadelas com piometra pode levar a insuficiência renal crônica mesmo após o tratamento. Portanto, vários estudos procuraram esclarecer as lacunas na compreensão da patogênese da lesão renal na piometra. A identificação de marcadores de lesão renal precoce, que podem prever e identificar o prognóstico da doença é muito importante. A análise da proteinúria pode diagnosticar lesão renal, uma vez que proteínas como a albumina não são filtradas através do glomérulo e aquelas que sofrem filtração glomerular são quase completamente reabsorvidas pelas células tubulares. O objetivo deste estudo foi avaliar se a relação proteína-creatinina urinária (UPC) pode detectar lesão renal em cadelas com piometra antes do desenvolvimento de azotemia. Para isso, 44 cadelas com piometra foram divididas em dois grupos: cadelas com piometra azotêmica (A, n=15, creatinina >1,7) e cadelas com piometra não azotêmica (NA, n=29). Os dois grupos foram comparados ao grupo controle (CG, n=12), que não apresentaram sinais de doença sistêmica. Todos os animais foram submetidos a exames de sangue e urina. A leucocitose foi mais evidente nas cadelas do grupo A do que nos outros grupos. Isso mostra que a resposta inflamatória pode estar associada à patogênese da lesão renal. A mediana da UPC em cadelas com piometra foi significativamente maior que no CG, com uma mediana acima dos valores de referência. Em conclusão, a UPC pode ser usada em cadelas com piometra para detectar lesões renais antes do desenvolvimento de azotemia. Sugeriu-se que a UPC de cadelas com piometra deve ser acompanhada durante o pós-operatório, de modo que as lesões renais permanentes secundárias à piometra possam ser diagnosticadas e tratadas adequadamente antes do desenvolvimento de azotemia.


#3 - Current trends in bovine abortion in Argentina

Abstract in English:

Bovine abortion is an important cause of significant economic losses in beef and dairy herds. This syndrome is usually difficult to diagnose. The aim of this study was to characterize bovine abortion causes in Argentina by standard diagnosis procedures (histology, bacterial and viral isolation) and other diagnostic tests like direct fluorescent antibody test (DFAT), fetal serology, immunohistochemistry (IHC), and PCR, showing their specific advantages and limitations. Necropsies were performed in 150 aborted bovine fetuses submitted to the diagnostic laboratories of Instituto Nacional de Tecnología Agropecuaria (INTA) Balcarce, Argentina. Etiological diagnosis was confirmed in 78 fetuses (52% of the cases). Most causes of abortion were of infectious origin, being Neospora caninum (14.67%), Campylobacter fetus sp. (9.33%), Leptospira spp. (7.33%) and Brucella abortus (6.65%) the main microorganisms identified. Bovine viral diarrhea virus (BVDV) and bovine herpes virus (BHV) were diagnosed in 2 (1.33%) and 3 (2%) cases, respectively. This study showed a better characterization of bovine abortion compared with previous researches done on this topic.

Abstract in Portuguese:

O aborto bovino é uma causa importante de perdas econômicas significativas em rebanhos bovinos e leiteiros. Esta síndrome é geralmente difícil de diagnosticar. O objetivo deste estudo foi caracterizar o aborto bovino na Argentina por procedimentos diagnósticos de rotina (histologia, isolamento viral e bacteriana) e outros testes diagnósticos como ensaio directo de anticorpos fluorescentes (DFAT), sorologia fetal, imuno-histoquica (IHC), e PCR; mostrando suas vantagens e limitações específicas. As necropsias foram realizadas em 150 fetos bovinos abortados submetidos aos laboratórios de diagnóstico do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) de Balcarce, na Argentina. O diagnóstico etiológico foi confirmado em 78 fetos (52% dos casos). A maioria das causas de aborto foram de origem infecciosa, sendo Neospora caninum (14,67%), Campylobacter fetus sp. (9,33%), Leptospira spp. (7,33%) e Brucella abortus (6,65%) os principais microrganismos identificados. O vírus da diarréia viral bovina (BVDV) e o herpesvírus bovino (BHV) foram diagnosticados em 2 (1,33%) e 3 (2%) casos, respectivamente. Este estudo mostrou uma melhor caracterização do aborto bovino em comparação com pesquisas anteriores feita sobre este tema.


#4 - Physiotherapy protocol during initial postoperative period of arthroscopy in horses

Abstract in English:

This study evaluated the effects of a physiotherapy protocol applied in joints with osteochondritis dissecans submitted to arthroscopy. Twelve horses totaling twenty joints were used and divided into two uniform groups, according to articular lesion grade. Treated Group (TG) received the physiotherapy protocol (cryotherapy, passive rage motion and controlled exercise) that initiate just after anesthetic recovery and extended for five days. Control Group (CG) remained resting in stall during the same period. Physical examination and synovial fluid analysis were used to evaluate the treatment. The synovial fluid examination consisted of physical analysis (color, aspect, and viscosity), mucin clot evaluation, Serum Amyloid A, Prostaglandin E2 and urea concentration. Synovial samples were collected by arthrocentesis at the beginning of the surgical procedure (D1), 48 hours (D3) and 96 hours (D5) after surgery. Before arthroscopy and daily during the postoperative period joints were evaluated by physical exam: superficial temperature (°C), range of motion (degrees) and circumference (centimeters). The joint physical examination showed no significant difference between groups and neither along the days for the same group. The parameters of synovial fluid showed difference over the moments in each group but didn’t have difference between groups. Color and aspect had the same patterns across moments, in CG fluid had significant change when compared D1 with D3 (color and aspect: p<0.001) and D5 (color: p<0.001; aspect: p<0.05) becoming mostly bloody and cloudy in D3 and D5. However in TG the difference was significant just between D1 and D3 (color and aspect: p<0.05), showing an improvement of synovial fluid in D5 (color and aspect: p>0.05). Viscosity and mucin clot evaluation showed significant change in CG between D1 and D3 (viscosity: p<0.01; mucin clot: p<0.05) and between D1 and D5 (viscosity: p<0.01;mucin clot: p<0.01). In TG no significant difference of viscosity and mucin clot was observed over the moments, showing an early improvement of synovial fluid quality. The Serum Amyloid A concentration showed an extremely significant increase in CG (p<0.001) when compared D1 (1217.13±664.47μg/mL) and D3 (42423.80±52309.31μg/mL). The comparison between D1 and D5 in CG, and across moments in TG, had no statistical difference. The PGE2 eicosanoid remained statistically unchanged all over the time. Urea showed significant increase in D3 when compared to D1 (p<0.001) in CG, and had no variation in TG. The physiotherapy protocol minimized the inflammatory mediators and provided minor alterations in synovial fluid after arthroscopy

Abstract in Portuguese:

Este estudo avaliou os efeitos de um protocolo fisioterápico, aplicado em articulações com osteocondrite dissecante, submetidas à artroscopia. Foram utilizados 12 cavalos, totalizando 20 articulações, divididas em dois grupos homogêneos de acordo com a graduação da lesão articular. O grupo tratado (GT) recebeu o protocolo fisioterápico (crioterapia, movimentação passiva e exercício controlado) que se iniciou imediatamente após a recuperação anestésica e se estendeu por cinco dias. O grupo controle (GC) permaneceu em repouso na baia, pelo mesmo período. Exame físico da articulação e análise do líquido sinovial foram utilizados para avaliar o tratamento. O exame do líquido sinovial consistiu em análise física (cor, aspecto e viscosidade), avaliação do coágulo de mucina e concentrações de amiloide sérica A, prostaglandina E2 e ureia. Amostras de líquido sinovial foram colhidas por artrocentese no início do procedimento cirúrgico (D1) e após 48 (D3) e 96 horas (D5) do procedimento cirúrgico. Antes da artroscopia e diariamente no período pós-operatório, as articulações foram avaliadas por exame físico: temperatura superficial (°C), ângulo de flexão (graus), circunferência (centímetros). A avaliação física das articulações não apresentou diferença significativa entre os grupos nem ao longo dos dias em cada grupo. Nas análises do líquido sinovial, observou-se uma variação diferente entre os momentos em cada grupo porém sem diferença significativa entre os grupos. A cor e o aspecto tiveram resultados semelhantes ao longo do tempo, no GC houve uma alteração significativa quando comparados D1 e D3 (cor e aspecto: p<0,001) e D1 e D5 (cor: p<0,001; aspecto: p<0,05) tornando-se sanguinolento e turvo na maioria das amostras em D3 e D5. Já no GT, houve diferença significativa apenas entre D1 e D3 (cor e aspecto: p<0,05), demonstrando melhora no líquido sinovial em D5 (cor e aspecto: p>0,05). A viscosidade e o coágulo de mucina apresentou alteração significativa no GC entre D1 e D3 (viscosidade: p<0,01; coágulo de mucina: p<0,05) e entre D1 e D5 (viscosidade e coágulo de mucina: P<0,01). No grupo tratado não foram observadas alterações significativas em viscosidade e coágulo de mucina, ao longo dos momentos, demonstrando uma melhora precoce na qualidade do líquido sinovial. A amiloide sérica A apresentou um aumento extremamente significante no GC (p<0,001) quando comparados D1 (1217,13±664,47μg/dL) e D3 (42423,80±52309,31μg/dL). Quando comparados D1 e D5 no GC e ao longo do tempo no GT não foram observadas diferenças significativas. A concentração de PGE2 permaneceu sem alterações. As mensurações de ureia apresentaram aumento significativo em D3 quando comparado a D1 (p<0,001) no GC e não apresentou variação no GT. O protocolo fisioterápico minimizou os mediadores inflamatórios e proporcionou menor alteração do líquido sinovial após artroscopia.


#5 - Malignant perineal tumors in dogs: the contribution of computed tomography for staging and surgical planning

Abstract in English:

The contribution of computed tomography for staging and surgical planning of malignant perineal tumors in dogs is discussed. Five dogs diagnosed with malignant perineal neoplasms underwent to computed tomography (CT) examination. The CT image enabled investigation of cleavage planes between neoplastic lesions and adjacent structures such as the rectum, anus, vagina, urethra and perineal muscles. Accurate assessment regional lymph nodes and adjacent bone structures was also possible. All tumors evaluated in this region presented heterogeneous appearance in pre and postcontrast CT images, but only the anal sac adenocarcinomas presented lymphadenopathy. Computed tomography proved to be a valuable tool for tumor staging and determination of lesion extension and invasion of adjacent tissues, providing significant contributions to clinical and surgical therapeutic planning.

Abstract in Portuguese:

A contribuição da tomografia computadorizada para estadiamento e planejamento cirúrgico de tumores perineais malignos em cães é discutida. Cinco cães diagnosticados com neoplasias perineais malignas foram submetidos ao exame de tomografia computadorizada (CT). A imagem por TC permitiu a investigação de planos de clivagem entre as lesões neoplásicas e estruturas adjacentes, como o reto, o ânus, a vagina, a uretra e os músculos perineais. A avaliação precisa dos linfonodos regionais e estruturas ósseas adjacentes também foi possível. Todos os tumores avaliados nesta região apresentaram aspecto heterogêneo nas imagens de TC pré e pós-contraste, mas apenas os adenocarcinomas de saco anal apresentaram linfonodopatia. A tomografia computadorizada mostrou ser uma ferramenta valiosa para o estadiamento da neoplasia, determinação da extensão da lesão e invasão de tecidos adjacentes, proporcionando contribuições significativas para o planejamento terapêutico clínico e cirúrgico.


#6 - Using allogeneic cortical graft preserved in glycerin as spacer in the advancement of tibial tuberosity in 34 dogs

Abstract in English:

Cranial cruciate ligament is the main responsible for knee stability by preventing cranial tibial displacement regarding the femur. Deficiency in this ligament (CCLD) may cause subluxation of the tibia and dysfunction of the pelvic member due to overloading. Tibial osteotomies are among the more current surgical techniques for treating CCLD in dogs and they proportionate the dynamic stability by means of modifying bone geometry and the distribution of forces acting on the articulation. The objective of this work is to describe the use of the allogeneic cortical bone graft conserved in glycerin as a spacer on the tibial tuberosity advancement (TTA) for treating the CCLD. In order to do that, 34 dogs submitted to TTA surgery correction were evaluated, being 23 males (67.35%) and 11 females (32.35%). Surgical procedures happened from May 2011 to October 2015. Regarding the surgical procedure after osteotomy of the tibial tuberosity, a disk of allogeneic cortical disk, sawn wedge-hapsed, conserved in glycerin, proportions of 2x1mm was applied as spacer, enabling TTA. Advancements from 3 to 12 mm were executed, depending on the need of the patient. For animals with patella dislocation, trochleoplasty and TTA were executed in order to correct the deviation. The mean ± SD age of animals was 6.67±3.58 and weight was 15.16±12.97 kg. Mongrel dogs, Poodles and Yorkshire terriers were the most affected ones. From the 36 evaluated knees, 11 (30.56%) were associated with some traumatic process and in 25 (69.44%) there was no relation with previous trauma. From those wounds, 20 (55.56%) happened in the right limb and 16 (44.44%) in the left limb and two animals had CCLD bilaterally. Animals had continuous support, discreet drawer movement and negative tibial compression 15 days after surgery. At 30 days, 26 cases (72.22%) had firm support (FS); at 45 days, 24 cases (66 test at 7 and 67%) had FS and eight cases (22.22%) without claudication (WC). During subsequent radiographic evaluations the progressive incorporation of the graft and osteotomy union were observed. In this study, most of the diagnosed CCLD occurred in males diverging from results obtained by other authors that found greater frequency in females. Support without claudication it was observed in most of the cases of implants at 60 days. We concluded that the conserved allogeneic cortical bone graft was able to promote bone union in TTA of dogs with CCLD. None of the animals had signs of contamination, infection of the surgical wound or rejection related with the presence of the graft, demonstrated by the complete graft bone incorporation observed early at 45 days in some animals. The glycerin was a good conservation medium for those fragments intended for grafting because, besides being of low cost, it kept bone fragments free of contamination, reducing antigenicity and preserving the functions of osteoinduction and osteoconduction. The possibility of molding the graft to the animal need is a characteristic favorable to executing the modified technique that could be molded according to the size of the animal, allowing perfect adaptation to the osteotomized local in different breeds. Intercurrences commonly observed in TTA with patellar dislocation, meniscal lesions, tibial crest fracture and displacement were not found in the animals of this study, probably due to the better distribution of forces between the pass screw in TT and the TTA plate confirming that it has good adaptation to the technique conferring to the modified TTA advantages regarding the conventional TTA.

Abstract in Portuguese:

O ligamento cruzado cranial é o principal responsável pela estabilidade do joelho, impedindo o deslocamento da tíbia cranial em relação ao fêmur. A deficiência neste ligamento (CCLD) pode causar subluxação da tíbia e disfunção do membro pélvico devido à sobrecarga. As osteotomias tibiais estão entre as técnicas cirúrgicas mais atuais para o tratamento de CCLD em cães e proporcionam a estabilidade dinâmica por meio da modificação da geometria óssea da distribuição das forças que atuam sobre a articulação. O objetivo desse estudo é descrever o uso do enxerto ósseo cortical alogênico conservado em glicerina como espaçador no avanço da tuberosidade tibial (TTA) para o tratamento do CCLD. Para isso, 34 cães submetidos à cirurgia de TTA foram avaliados, sendo 23 machos (67,35%) e 11 fêmeas (32,35%). Os procedimentos curúrgicos aconteceram entre maio de 2011 e outubro de 2015. Com relação ao procedimento cirúrgico após a osteotomia da tuberosidade tibial, um disco alogênico cortical, em forma de cunha serrada, conservado em glicerina com proporções de 2 x 1mm foi aplicado como espaçador possibilitando a TTA. Avanços de 3 a 12mm foram executados, dependendo da necessidade do paciente. Para animais com luxação da patela, realizou-se a trocleoplastia e a TTA para a correção do desvio. A idade média dos animais foi de 6,67±3,58 anos e pesos médios de 15,16±12,97kg. Cães sem raça definida, Poodles e Yorkshire Terriers foram os mais afetados. Dos 36 joelhos avaliados, 11 (30,56%) foram associados a algum processo traumático e em 25 (69,44%) não havia nenhuma relação com um trauma prévio. Dos ferimentos, 20 (55,56%) aconteceram no membro direito e 16 (44,44%) no esquerdo, sendo que dois animais apresentavam CCLD bilateralmente. Os animais tiveram suporte contínuo, discreto movimento de gaveta e compressão tibial negativa 15 dias após a cirurgia. Aos 30 dias, 26 casos tinham suporte firme (FS); aos 45 dias, 24 casos tinham FS e oito casos sem claudicação (WC). Durante avaliações radiográficas subsequentes, observou-se a incorporação progressiva da união do enxerto e da osteotomia. Neste estudo, a maior parte do CCLD diagnosticado ocorreu em machos, divergindo dos resultados obtidos por outros autores que encontraram maior frequência em fêmeas. Suporte sem claudicação foi observado na maioria dos casos de implantes aos 60 dias. Foi concluído que o enxerto ósseo cortical alogênico conservado foi capaz de promover a união óssea na TTA de cães com CCLD. Nenhum dos animais apresentou sinais de contaminação, infecção da ferida cirúrgica ou rejeição relacionada à presença do enxerto, demonstrada pela incorporação completa do enxerto ósseo observada precocemente aos 45 dias em alguns animais. A glicerina foi um bom meio de conservação para os fragmentos destinados à enxertia porque, além do menor custo, manteve os fragmentos ósseos livres de contaminação, reduzindo a antigenicidade e preservando as funções de osteoindução e osteocondução. A possibilidade de moldagem do enxerto à necessidade do animal é uma característica favorável à execução da técnica modificada que pode ser moldada de acordo com o tamanho do animal, possibilitando perfeita adaptação ao local osteotomizado em diferentes raças. Intercorrências comumente observadas na TTA com luxação patelar, lesões meniscais, fratura da crista tibial e deslocamento não foram encontradas nos animais deste estudo, provavelmente devido à melhor distribuição de forças entre a passagem do parafuso no TT e a placa do TTA, confirmando que tem boa adaptação à técnica conferindo às vantagens da TTA modificada em relação à TTA convencional.


#7 - Lung biopsy with guillotine cutting needle and biopsy forceps though transdiaphragmatic thoracoscopy in dogs with pulmonary alterations

Abstract in English:

Lung diseases are common in small animal clinical routine. Diagnosis is usually affected due to nonspecific symptoms. Imaging features such as radiography and chest ultrasound are acceptable screening tests, although lung biopsy can provides a precise diagnosis. Thus thoracoscopy provides a minimally invasive diagnostic assessment for chest diseases and offers the benefits such as improved illumination and magnification of the image when compared with thoracotomy. In this study we evaluated the transdiaphragmatic thoracoscopic-assisted techniques of lung biopsy with a the guillotine cutting needle and biopsy forceps, in dogs presenting radiographic suspicion on pulmonary tumors. Fourteen dogs regardless of breed, gender, age and body weight admitted at the Hospital of Veterinary Clinics (HCV) of the Veterinary College (FAVET) of Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), were assessed. Inclusion criteria were presence of nodules on chest radiography and triage tests without changes that could hinder general anesthesia and surgical approach. The animals were positioned in dorsal recumbence and two thoracoscopic ports were established: the first port for working instruments; the second paraxyphoid port for the telescope. Three samples were collected using each sampling method from each lesion or from tumors macroscopically similar whenever their size was less than one centimeter. The samples were sent for histopathological examination in the Veterinary Pathology Laboratory of FAVET/UFRGS. Surgical time was recorded from first incision to wound closure and surgical complications were reported. The dogs were evaluated for the presence of subcutaneous emphysema, hematoma, seroma, local infection and dehiscence. No conversion to open surgery was necessary during the thoracoscopic procedure in any patient. Thoracoscopic assisted biopsy using guillotine needle and biopsy forceps was a safe and fast technique, without perioperative complications. Both devices provided good quality samples for histopathological analysis of lung abnormalities. However the cutting guillotine needle was more efficient especially in larger pulmonary nodules. The transdiaphragmatic access provided optimal approach for both hemithoraces.

Abstract in Portuguese:

As afecções pulmonares são comuns na rotina clínica de pequenos animais, todavia, por apresentarem sintomas inespecíficos, muitas vezes o diagnóstico dessas doenças torna-se limitado. Recursos de imagem como a radiografia e a ultrassonografia torácica são válidos como exames de triagem, mas somente a biopsia pulmonar pode possibilitar um diagnóstico específico da doença. A toracoscopia fornece um meio minimamente invasivo de diagnóstico para as doenças torácicas e oferece os benefícios de melhor iluminação e ampliação da imagem, quando comparado com a toracotomia. O presente estudo teve como objetivo avaliar as técnicas de biópsia pulmonar por meio da agulha cortante guilhotinada e da pinça de biopsia, guiadas por toracoscopia, pelo acesso transdiafragmático em cães que apresentavam imagem sugestiva de nódulo pulmonar em exame radiográfico prévio. Foram utilizados 14 cães, independente de raça, sexo, idade e peso corporal. Somente caninos com nódulos visíveis na radiografia torácica e que apresentaram condições clínicas e laboratoriais de serem anestesiados foram incluídos no estudo. Os cães foram posicionados em decúbito dorsal e foram realizados dois acessos à cavidade torácica: um primeiro portal intercostal, para introdução dos dispositivos de biopsia; e outro portal paraxifoide transdiafragmático para introdução do endoscópio. Com cada instrumento de biopsia foram coletadas três amostras do mesmo nódulo ou de nódulos macroscopicamente semelhantes e próximos quando o tamanho destes era inferior a um centímetro. Posteriormente as amostras foram encaminhadas para exame histopatológico. O tempo cirúrgico foi cronometrado da incisão ao fechamento da ferida, etodas as informações foram registradas. No pós-operatório os cães foram avaliados quanto à presença de enfisema subcutâneo, hematoma, seroma, infecção local e deiscência de pontos. Não foi necessário converter os procedimentos toracoscópicos para cirurgia convencional em nenhum dos caninos. Concluiu-se tratar de uma técnica segura, rápida sem complicações trans e pós-operatórias. Ambos dispositivos permitiram aquisição de material suficiente para análise histopatológica das alterações pulmonares, no entanto a agulha cortante guilhotinada apresentou maior eficácia, principalmente, em nódulos pulmonares de maior diâmetro. O acesso transdiafragmático mostrou-se eficiente para exploração de ambos os hemitórax.


#8 - Acute phase proteins in bitches subjected to conventional and minimally invasive ovariohysterectomy

Abstract in English:

The aim of this study was to evaluate and to compare the possible inflammatory changes by screening acute phase proteins concentrations in healthy bitches subjected to ovariohysterectomy. Minimally invasive and conventional (laparotomy) ovariohysterectomies were performed in 17 client-owned adult female mixed breed dogs. Nine animals were subjected to minimally invasive and eight animals to conventional ovariohysterectomy. Blood samples were taken before surgery, 24, 48 hours, and seven days postoperatively. Serum C-reactive concentration was determined by a commercial ELISA kit and serum haptoglobin concentration was measured via hemoglobin binding assay, both previously validated for use in dogs. As the data did not meet the normal distribution criteria, the nonparametric Kruskall-Wallis was performed to compare quantitative variables between groups. One-way ANOVA and the Friedman test were used for multiple comparisons between time points, with a P<0.05 considered significant. C-reactive protein concentration was significantly different (P<0.0001) at 24 hours postoperatively between groups. There was no significant difference in haptoglobin concentration between groups. C-reactive protein and haptoglobin concentrations were significantly different at 24 and 48 hours postoperatively for minimally invasive and conventional ovariohisterectomies. These findings provided an overview of the short-term inflammatory effects produced by minimally invasive and conventional ovariohysterectomies.

Abstract in Portuguese:

O objetivo deste trabalho foi avaliar e comparar o efeito inflamatório, por meio da determinação de proteínas de fase aguda, produzido por dois protocolos cirúrgicos distintos de ovariohisterectomia em cadelas. Para tanto, foram determinadas as concentrações de proteína C reativa (CRP) e haptoglobina (Hp) de 17 cadelas, sem raça definida, adultas,, sendo nove animais submetidos à ovariohisterectomia pela técnica convencional por laparotomia e oito a ovariohisterectomia pela técnica minimamente invasiva. Para avaliar a resposta de fase aguda causada pelo trauma cirúrgico, amostras de sangue foram obtidas antes dos procedimentos cirúrgicos e em quatro momentos distintos após as cirurgias (24, 48 horas e sete dias) para as dosagens de CRP e Hp, com kit comercial ELISA e via ensaio de ligação com a hemoglobina, respectivamente, validados para o uso em cães. Como não houve distribuição normal dos dados, utilizou-se o teste de Kruskall-Wallis para comparação das variáveis quantitativas entre os dois grupos. Os testes de Friedman e One-way ANOVA foram usados para comparações múltiplas entre os momentos avaliados, sendo considerado P<0,05 como significante. Houve diferença significativa (P<0,0001) para as concentrações de CRP 24 horas após o procedimento cirúrgico entre os dois protocolos utilizados. Não houve diferença significativa para as concentrações de Hp entre os dois protocolos cirúrgicos. Foram evidenciadas alterações significativas para as concentrações de CRP e Hp 24 e 48 horas após as ovariohisterectomias, independentemente da técnica cirúrgica utilizada. As concentrações de CRP e Hp demonstraram o efeito inflamatório imediato induzido pela ovariohisterectomia convencional e minimamente invasiva.


#9 - Sensory, motor and cystometric evaluation of dogs with chronic spinal cord injury submitted to mesenchymal stem cell transplantation, 38(10):1955-1965

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silva T.G.F.S.L., Oliveira F.M., Fracaro L., Silva C.E., Rebelatto C.L.K., Pimpão C.T., Brofman P.R.S. & Vill Junior J.A. 2018. [Sensory, motor and cystometric evaluation of dogs with chronic spinal cord injury submitted to mesenchymal stem cell transplantation.] Avaliação sensitiva, motora e cistométrica de cães com lesão medular crônica, submetidos ao transplante de células-tronco mesenquimais derivadas de tecido adiposo. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1955-1965. Departamento de Medicina Veterinária, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Rua Imaculada Conceição 1155, Prado Velho, Curitiba, PR 80215-901, Brazil. E-mail: thais.gabi.ferreira@gmail.com The use of stem cells in injury repair has been extensively investigated. In this study, we examined the therapeutic effects of two transplants (12x106 cells/transplantation) of allogenic adipose-derived stem cells (ASCs) in 11 dogs with chronic spinal cord injury. ASC were cultured in vitro, proliferation and cell viability were evaluated. Cell suspensions were prepared and administered in the intradural space, with a one-week interval between transplants. The animals were submitted to clinical, laboratory, radiographic, tomographic, sensory, motor and cystometric evaluations. Most of the animals were not a breed defined (63.63%), the same proportion for females affected, predominance of vertebral subluxation fracture was observed (81.81%). Before and after the transplants no hematological changes were observed, three animals (27.27%) presented bacterial cystitis, and in relation to motor, cystometry and sensitivity, no improvement was observed; the rates were maintained before and after transplants, predominance of nociceptive absence in most animals (72.73%), and paraplegia and urinary incontinence in the same proportion. In this study it was concluded that the use of ADSCs for the treatment of dogs with chronic spinal cord injury is safe, with a slight improvement in bladder function, but without significantly clinical improvement.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silva T.G.F.S.L., Oliveira F.M., Fracaro L., Silva C.E., Rebelatto C.L.K., Pimpão C.T., Brofman P.R.S. & Vill Junior J.A. 2018. [Sensory, motor and cystometric evaluation of dogs with chronic spinal cord injury submitted to mesenchymal stem cell transplantation.] Avaliação sensitiva, motora e cistométrica de cães com lesão medular crônica, submetidos ao transplante de células-tronco mesenquimais derivadas de tecido adiposo. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(10):1955-1965. Departamento de Medicina Veterinária, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Rua Imaculada Conceição 1155, Prado Velho, Curitiba, PR 80215-901, Brazil. E-mail: thais.gabi.ferreira@gmail.com A utilização de células-tronco na reparação de lesões tem sido extensivamente investigada. Neste estudo, examinamos os efeitos terapêuticos de dois transplantes (12x106 céls/transplante) de células-tronco mesenquimais alogênicas derivadas do tecido adiposo (CTDAs) em 11 cães com lesões crônicas traumáticas toracolombares da medula espinhal. As CTDAs foram foram cultivadas in vitro, a proliferação e a viabilidade foram avaliadas. As suspensões foram expandidas e administradas no espaço intradural com intervalo de uma semana entre transplantes. Os cães foram submetidos à avaliações clínicas, laboratoriais, radiográficas, tomográficas, sensitivas, motoras e cistométricas. A maioria dos animais não tinha raça definida (63,63%), mesma proporção para o acometimento de fêmeas e foi observada predominância de fratura com subluxação vertebral (81,81%). Na comparação dos cães pré e pós-transplante não foram observadas alterações hematológicas e três animais (27,27%) apresentaram cistite bacteriana. Em relação a sensibilidade, motricidade e cistometria, também não houve alterações significativas dos índices antes e pós transplantes, sendo observado a ausência nociceptiva na maioria dos animais (72,73%), paraplegia e incontinência urinária na mesma proporção. Neste estudo concluiu-se que o protocolo utilizado de transplante de CTDAs, demonstrou ser um tratamento seguro para cães com lesão medular crônica, com melhora discreta da funcionalidade vesical, porém sem melhora clínica significativa.


#10 - Effects of the previous bath, trichotomy and antisepsis in reducing contamination of the surgical site in bitches undergoing elective OSH, 38(9):1787-1792

Abstract in English:

ABSTRACT.- Medeiros L.K.G., Rego R.O., Silva M.M., Henrique F.V., Oliveira K.D.S., Garino Júnior F., Sousa A.P. & Nóbrega Neto P.I. 2018. [Effects of the previous bath, trichotomy and antisepsis in reducing contamination of the surgical site in bitches undergoing elective OSH.] Efeitos do banho prévio, da tricotomia e da antissepsia na redução da contaminação do sítio cirúrgico em cadelas submetidas à OSH eletiva. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1787-1792. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária s/n, Bairro Santa Cecília, Patos, PB 58708-110, Brazil. E-mail: lyliankarlla@hotmail.com The objective of this study was to analyze the influence of bath 24 hours before surgery and preoperative shaving in reducing microbial count of the operating field skin and antiseptic efficiency of 0.5% chlorhexidine gluconate and 10% iodine polyvinylpyrrolidone for antisepsis of the surgical site, by checking its action 4 minutes and 2 hours after application. We used 20 healthy bitches, randomly allocated into 2 groups of 10 animals: Group I underwent bath 24 hours before surgery, whereas Group II did not undergo this procedure. Many bacterial genera have been isolated before and after use of antiseptics. Statistical significance was observed between the groups regarding the effect of bath prior to surgery, just two hours after application of chlorhexidine. Shaving reduced 26.48% of the microbial load in Group I and increased the microbial load in 41.19% in Group II, showing statistical difference. After the use of antiseptics, there was no statistical difference between the groups at any time. Similarly, comparison of the efficiency of the bath with or without antiseptic showed no statistical significance. The iodine polyvinylpyrrolidone caused allergic reaction in 15% of animals and was not observed skin irritation caused by chlorhexidine. We conclude that the prior bath is effective in reducing bacterial load just after 2 hours of antisepsis with chlorhexidine; shaving is more effective in reducing microbial when the animal is subjected to the bath and the two antiseptic agents are equally effective in surgical antisepsis or for up to 2 hours the animal did not take a bath or prior to surgery.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Medeiros L.K.G., Rego R.O., Silva M.M., Henrique F.V., Oliveira K.D.S., Garino Júnior F., Sousa A.P. & Nóbrega Neto P.I. 2018. [Effects of the previous bath, trichotomy and antisepsis in reducing contamination of the surgical site in bitches undergoing elective OSH.] Efeitos do banho prévio, da tricotomia e da antissepsia na redução da contaminação do sítio cirúrgico em cadelas submetidas à OSH eletiva. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1787-1792. Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, Av. Universitária s/n, Bairro Santa Cecília, Patos, PB 58708-110, Brazil. E-mail: lyliankarlla@hotmail.com O objetivo deste estudo foi analisar a influencia do banho 24 horas antes do procedimento cirúrgico e da tricotomia pré-operatória na redução da contagem microbiana da pele do campo operatório, bem como a eficiência antisséptica do gluconato de clorexidina 0,5% e da polivinilpirrolidona iodada 10% para antissepsia do sítio cirúrgico, verificando sua ação 4 minutos e 2 horas após aplicação. Utilizaram-se 20 cadelas hígidas, alocadas ao acaso em 2 grupos de 10 animais: os animais do Grupo I foram submetidos ao banho 24 horas antes do procedimento cirúrgico, enquanto os do Grupo II não passaram por este procedimento. Foram isolados diversos gêneros bacterianos antes e após o uso dos antissépticos. Significância estatística foi verificada entre os grupos quanto ao efeito do banho prévio à cirurgia, apenas 2 horas após a aplicação de clorexidina. A tricotomia reduziu 26,48% da carga microbiana nos animais do Grupo I e elevou a carga microbiana em 41,19% nos animais do Grupo II, revelando diferença estatística. Após o uso dos antissépticos, não foi observada diferença estatística entre os grupos em nenhum momento. Do mesmo modo, a comparação da eficiência dos antissépticos com ou sem banho, não revelou significância estatística. A polivinilpirrolidona iodada causou reação alérgica em 15% dos animais e não foi observada irritação cutânea causada pela clorexidina. Conclui-se que o banho prévio tem efeito na redução da carga bacteriana apenas após 2 horas de antissepsia com clorexidina; a tricotomia é mais eficaz na redução microbiana quando o animal é submetido ao banho e os dois antissépticos são igualmente eficazes na antissepsia cirúrgica por até 2 horas quer o animal tome banho ou não previamente à cirurgia.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV