Resultado da pesquisa (80)

Termo utilizado na pesquisa cow

#41 - Acid-base balance of dairy cows and its relationship with alcoholic stability and mineral composition of milk, 34(5):398-402

Abstract in English:

ABSTRACT.- Fagnani R., Beloti V. & Battaglini A.P.P. 2014. Acid-base balance of dairy cows and its relationship with alcoholic stability and mineral composition of milk. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(5):398-402. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual de Londrina, Rodovia Celso Garcia Cid PR-445 Km 380, Cx. Postal 6001, Londrina, PR 86051-980, Brazil. E-mail: rafaelfagnani@hotmail.com This study aimed to associate the occurrence of acid-base disorders with the alcoholic stability of milk from animals in the field, and to evaluate differences between the mineral composition of milk that was both stable and unstable in alcohol. The sample comprised 96 dairy cows, where the milk and blood of each corresponding animal was collected. The mineral composition of stable and unstable milk in alcohol was different and may be related to acid-base disturbances. The average amount of phosphate was lower in the milk that was unstable in alcohol, while potassium was greater. Frequency of the alcoholically unstable milk cases was higher in the cows with acid-base disturbances. Respiratory alkalosis was the disorder that was most observed.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Fagnani R., Beloti V. & Battaglini A.P.P. 2014. Acid-base balance of dairy cows and its relationship with alcoholic stability and mineral composition of milk. [Equilíbrio ácido-base de vacas leiteiras e sua relação com a estabilidade alcoólica e composição mineral do leite.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(5):398-402. Laboratório de Inspeção de Produtos de Origem Animal, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual de Londrina, Rodovia Celso Garcia Cid PR-445 Km 380, Cx. Postal 6001, Londrina, PR 86051-980, Brazil. E-mail: rafaelfagnani@hotmail.com Esse trabalho teve como objetivo associar a ocorrência de distúrbios ácido-base com a estabilidade alcoólica do leite de animais a campo, bem como avaliar diferenças entre a composição mineral de leites estáveis e instáveis ao álcool. A amostragem compreendeu 96 vacas leiteiras, das quais o leite e o sangue correspondente de cada animal foram coletados. A composição mineral entre leites estáveis e instáveis ao álcool foi diferente e também pode estar relacionada aos distúrbios ácido-básicos. A quantidade média de fosfato foi menor no leite instável ao álcool, enquanto a de potássio foi maior. A frequência de amostras de leite com instabilidade alcoólica foi maior nas vacas com distúrbios ácido-básicos. A alcalose respiratória foi o desequilíbrio mais observado.


#42 - Anionic mineral supplement to cows in the peripartum: blood, urine parameters and incidence of diseases of importance in dairy cattle, 34(4):337-342

Abstract in English:

ABSTRACT.- Greghi G.F., Netto A.S., Schalch U.M., Bonato C.S., Santana R.S.S., Cunha J.A., Silva S.L. & Zanetti M.A. 2014. [Anionic mineral supplement to cows in the peripartum: blood, urine parameters and incidence of diseases of importance in dairy cattle.] Suplemento mineral aniônico para vacas no periparto: parâmetros sanguíneos, urinários e incidência de patologias de importância na bovinocultura leiteira. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(4):337-342. Departamento de Zootecnia, Faculdade de Zootecnia de Engenharia de Alimentos , Universidade de São Paulo, Avenida Duque de Caxias Norte 255, Pirassununga, SP 13630-000, Brazil. E-mail: giselegreghi@usp.br To evaluate the effect of anionic mineral supplement on blood and urine parameters and incidence of hypocalcemia and retained placenta, eighteen 5 to 10-year-old dairy cows of 7/8 Holstein black and white breed weighing 440-620 kg were divided in complete block according to their parity order into two groups: control (DCAB = 46.38mEq/kg DM) and treatment (with added anionic mineral supplement anion and DCAB = -249.28mEq/kg DM). Total calcium levels and pH were monitored in urine and blood serum; TCO2, pCO2, HCO3, base excess, ionized calcium, Na, K, Se in blood; score body condition, hematocrit and hemoglobin. Blood, urine and ECC data were submitted to the SAS Proc Means (2000) with analysis of variance of 5% and Tukey test, the incidence of retained placenta analyzed by Mann-Whitney (P<0.07) and serum Se concentration by Student’s t test (P<0.05), both by GraphPad Prism 5.0. The anionic mineral supplement decreased the values of TCO2, pCO2 , HCO3 and BE in blood with less weight loss, but the variation of pH and calcium was restricted to time. The anionic mineral supplement did not cause mild metabolic acidosis desired and therefore did not prevent hypocalcemia. However, by presenting Se in its composition, provided greater concentration of this serum micronutrient and contributed to lower retention of placenta.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Greghi G.F., Netto A.S., Schalch U.M., Bonato C.S., Santana R.S.S., Cunha J.A., Silva S.L. & Zanetti M.A. 2014. [Anionic mineral supplement to cows in the peripartum: blood, urine parameters and incidence of diseases of importance in dairy cattle.] Suplemento mineral aniônico para vacas no periparto: parâmetros sanguíneos, urinários e incidência de patologias de importância na bovinocultura leiteira. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(4):337-342. Departamento de Zootecnia, Faculdade de Zootecnia de Engenharia de Alimentos , Universidade de São Paulo, Avenida Duque de Caxias Norte 255, Pirassununga, SP 13630-000, Brazil. E-mail: giselegreghi@usp.br A fim de avaliar o efeito do suplemento mineral aniônico sobre parâmetros sanguíneos, urinários e incidência de hipocalcemia e retenção de placenta, dezoito vacas de aptidão leiteira com grau de sangue 7/8 Holandesa preta e branca, com 440-620 kg e 5-10 anos, foram divididas com delineamento em blocos em função da ordem de parto em dois grupos: controle (BCAD=46,38mEq/kg de MS) e tratamento (com adição de suplemento mineral aniônico e BCAD = -249,28mEq/kg de MS). Foram monitorados níveis de cálcio total e pH na urina e soro sanguíneo; TCO2, pCO2, HCO3, excesso de base, cálcio ionizado, Na, K, Se no sangue; escore de condição corporal, hematócrito e hemoglobina. Os dados sanguíneos, urinários e ECC foram submetidos ao Proc Means do SAS (2000) com análise de variância a 5% e teste de Tukey e a incidência de retenção de placenta analisada por Mann-Whitney (P<0,07) e a concentração sérica de Se por teste t de Student (P<0,05), ambos pelo GraphPad Prism 5.0. O suplemento mineral aniônico diminuiu os valores de TCO2, pCO2, HCO3 e EB no sangue com menor perda de peso, mas a variação de pH e cálcio foi restrita ao tempo. O suplemento mineral aniônico não provocou leve acidose metabólica desejada e, consequentemente, não preveniu a hipocalcemia. Contudo, por apresentar Se em sua composição, proporcionou maior concentração deste micronutriente no soro e contribuiu para menor retenção de placenta.


#43 - Metabolic profile in crossbred dairy cows with low body condition score in the peripartum period, 34(4):362-368

Abstract in English:

ABSTRACT.- Oliveira R.S.B.R., Moura A.R.F., Pádua M.F.S., Barbon I.M., Silva M.E.M., Santos R.M., Mundim A.V. & Saut J.P.E. 2014. [Metabolic profile in crossbred dairy cows with low body condition score in the peripartum period.] Perfil metabólico de vacas mestiças leiteiras com baixo escore de condição corporal no periparto. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(4):362-368. Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG 38400-902, Brazil. E-mail: jpsaut@famev.ufu.br The aim of this study was to evaluate the metabolic profile of protein, energy and enzyme in crossbred dairy cows with low body condition score (BCS) in the peripartum period. Blood samples were collected from 36 animals with 2.6±0.5 BCS, eutocia, physiological postpartum and without any treatment, on following days: one week before calving, calving and 7, 14, 21, 28 and 43 days in milk (DIM). It was evaluated serum total protein, albumin and globulins for protein profile; AST, ALT, GGT and alkaline phosphatase for mineral profile; nonesterified fatty acids (NEFA), b-hydroxybutyrate (BHBA), triglycerides, cholesterol and lipoproteins (VLDL, HDL and LDL) for energy profile. Crossbred dairy cows had hypoproteinemia, hypoalbuminemia, hypocholesterolemia and increased that both enzymes AST and GGT at the precalving. There were lipolysis and hypoglobulinemia at parturition. It was concluded that crossbred dairy cows with low BCS have negative energy balance, hypoproteinemia with hypoalbuminemia and hepatic injury in the peripartum. This condition is restored at 30 DIM, but there is no recovery of the body condition by the end of puerperium.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Oliveira R.S.B.R., Moura A.R.F., Pádua M.F.S., Barbon I.M., Silva M.E.M., Santos R.M., Mundim A.V. & Saut J.P.E. 2014. [Metabolic profile in crossbred dairy cows with low body condition score in the peripartum period.] Perfil metabólico de vacas mestiças leiteiras com baixo escore de condição corporal no periparto. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(4):362-368. Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, MG 38400-902, Brazil. E-mail: jpsaut@famev.ufu.br Objetivou-se avaliar o perfil metabólico energético, proteico e enzimático de vacas mestiças leiteiras com baixo escore de condição corporal (ECC) no periparto. Foram colhidas amostras sanguíneas uma semana antes do parto, no dia do parto, e aos sete, 14, 21, 28 e 43 dias pós-parto (DPP) de 36 animais, com média de ECC de 2,6±0,5, com eutocia e pós-parto fisiológico e sem tratamentos nesta fase. Analisaram-se as concentrações séricas de proteínas totais, albumina e globulinas para o perfil protéico; AST, ALT, GGT e fosfatase alcalina para o perfil enzimático; ácidos graxos não-esterificados (NEFA), b-hidroxibutirato (BHBA), triglicerídeos, colesterol e lipoproteínas (VLDL, HDL e LDL) para o perfil energético. As vacas apresentaram no pré-parto hipoproteinemia, hipoalbuminemia, hipocolesterolemia e aumento das enzimas GGT e AST. No dia do parto houve lipólise e hipoglobulinemia. Concluiu-se que vacas mestiças leiteiras com baixo ECC apresentam balanço energético negativo, hipoproteinemia com hipoalbuminemia e lesão hepática no periparto, com restabelecimento aos 30 DPP, mas não recuperam sua condição corporal até o final do puerpério.


#44 - Detection of specific antibodies in cows after injection of PPD, 34(3):241-243

Abstract in English:

ABSTRACT.- Marassi C.D, Zarden C., Oelemann W. & Lilenbaum W. 2014. Detection of specific antibodies in cows after injection of PPD. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(3):241-243. Laboratório de Bacteriologia Veterinária, Departamento de Bacteriologia e Parasitológica, Universidade Federal Fluminense, Rua Professor Hernani Mello 101, Lab. 309, Niterói, RJ 24210-130, Brazil. E-mail: carladray@yahoo.com.br The diagnosis of bovine tuberculosis aims to identify the immune response against mycobacterial antigens. Although Single Intradermal Comparative Cervical Tuberculin test (SICCT) is broadly used for first identification of the disease, the performance of ELISAs has been investigated for diagnosis improvement. The present study expected to find out the influence of intradermal skin tests on the results of ELISAs using the recombinant proteins MPB70 and MPB83 as antigens on cows from a naturally infected herd. Results were analyzed by the F-test, Mann-Whitney and Friedman tests Although comparable to both proteins, results showed that positive animals presented a tendency of augment reactivity to MPB70, representing a tendency for a booster effect, but not to MPB83.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Marassi C.D, Zarden C., Oelemann W. & Lilenbaum W. 2014. Detection of specific antibodies in cows after injection of PPD. [Detecção de anticorpos específicos em vacas após a injeção de PPD.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(3):241-243. Laboratório de Bacteriologia Veterinária, Departamento de Bacteriologia e Parasitológica, Universidade Federal Fluminense, Rua Professor Hernani Mello 101, Lab. 309, Niterói, RJ 24210-130, Brazil. E-mail: carladray@yahoo.com.br O diagnóstico da tuberculose bovina baseia-se na identificação da resposta imune do animal frente aos antígenos de Mycobacterium bovis. Embora o teste intradérmico comparativo cervical seja o mais empregado como primeiro teste diagnóstico, outras técnicas, como ELISA, tem sido investigadas para aumentar a detecção de animais infectados. O presente estudo analisou se os testes intradérmicos influenciariam os resultados de ELISAs que utilizaram as proteínas MPB70 e MPB83 como antígenos de captura em um rebanho naturalmente infectado. Os resultados foram analisados por meio de testes estatísticos de comparação e correlação de resultados: teste-F, Mann-Whitney e Friedman. O desempenho de ambos os ELISAs foi comparável; no entanto, os resultados demonstraram que entre os animais positivos, houve um aumento de reatividade ao MPB70, dado este que não foi observado junto ao ELISA-MPB83.


#45 - NaOCl effect on biofilm produced by Staphylococcus aureus isolated from the milking environment and mastitis infected cows, 34(2):109-113

Abstract in English:

ABSTRACT.- Melo P.C., Sousa C., Botelho C., Oliveira R. & Nader-Filho A. 2014. NaOCl effect on Staphylococcus aureus biofilm isolated from the milking environment and mastitis infected cows. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(2):109-113. Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais, Universidade Estadual de Santa Cruz, Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, Km 16, Salobrinho, Ihéus, BA 45662-900, Brasil. E-mail: policame@yahoo.com.br Biofilms constitute a physical barrier, protecting the encased bacteria from detergents and sanitizers. The objective of this work was to analyze the effectiveness of sodium hypochlorite (NaOCl) against strains of Staphylococcus aureus isolated from raw milk of cows with subclinical mastitis and Staphylococcus aureus isolated from the milking environment (blowers and milk conducting tubes). The results revealed that, in the presence of NaOCl (150ppm), the number of adhered cells of the twelve S. aureus strains was significantly reduced. When the same strains were evaluated in biofilm condition, different results were obtained. It was found that, after a contact period of five minutes with NaOCl (150ppm), four strains (two strains from milk , one from the blowers and one from a conductive rubber) were still able to grow. Although with the increasing contact time between the bacteria and the NaOCl (150ppm), no growth was detected for any of the strains. Concerning the efficiency of NaOCl on total biofilm biomass formation by each S. aureus strain, a decrease was observed when these strains were in contact with 150 ppm NaOCl for a total period of 10 minutes. This study highlights the importance of a correct sanitation protocol of all the milk processing units which can indeed significantly reduce the presence of microorganisms, leading to a decrease of cow´s mastitis and milk contamination.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Melo P.C., Sousa C., Botelho C., Oliveira R. & Nader-Filho A. 2014. NaOCl effect on Staphylococcus aureus biofilm isolated from the milking environment and mastitis infected cows. [Efeito do hipoclorito de sódio em biofilmes produzidos por Staphylococcus aureus isolados do ambiente de ordenha e de vacas com mastite.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(2):109-113. Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais, Universidade Estadual de Santa Cruz, Campus Soane Nazaré de Andrade, Rodovia Jorge Amado, Km 16, Salobrinho, Ihéus, BA 45662-900, Brasil. E-mail: policame@yahoo.com.br Biofilmes são constituídos de bactérias aderidas a uma superfície e aderidas entre si envolvidas por um polissacarídeo de constituição proteica, lipídica e glicídica que conferem uma barreira física às bactérias dentro deste microambiente. O objetivo deste trabalho foi analisar a eficácia do hipoclorito de sódio (NaOCl) contra estirpes de Staphylococcus aureus isoladas de leite cru de vacas com mastite subclínica e Staphylococcus aureus isolados do ambiente de ordenha (borrachas de ordenhadeiras e mangueiras condutoras de leite). Os resultados revelaram que, na presença de hipoclorito de sódio (150ppm), o número de células aderidas das 12 estirpes de S. aureus analisadas foi significativamente reduzido. Quando as mesmas estirpes foram avaliadas em condições de biofilme, diferentes resultados foram obtidos. Verificou-se que, após um período de contato de cinco minutos com NaOCl (150ppm), quatro estirpes (duas estirpes de leite, uma estirpe das borrachas das ordenhadeiras e uma estirpe de uma mangueira condutora de leite) ainda eram capazes de crescer. Com o aumento do tempo de contato do hipoclorito e as bactérias, cada vez maior, na concentração de 150ppm, não foi detectado o crescimento das estirpes. Em relação à eficácia do NaOCl na formação total da biomassa do biofilme por cada uma das estirpes de S. aureus, observou-se decréscimo da biomassa dos biofilmes quando estas estirpes estavam em contato com o NaOCl na concentração de 150ppm durante um tempo total de 10 minutos. O estudo demonstra a importância de um protocolo de saneamento correto de todas as unidades de processamento de leite, que pode, efetivamente, reduzir a presença de microrganismos de forma significativa, conduzindo a uma diminuição da mastite e da contaminação do leite.


#46 - Milk quality indicators from cows bred on silvopastoral system in Cauca Valley, Colombia, 34(2):134-140

Abstract in English:

ABSTRACT.- Bolaños C.A.D., Pantoja J.C.F., Alves A.C., Risseti R.M., Listoni F.J.P. & Ribeiro M.G. 2014. [Milk quality indicators from cows bred on silvopastoral system in Cauca Valley, Colombia.] Qualidade do leite de vacas criadas no sistema silvipastoril no Vale do Cauca, Colômbia. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(2):134-140. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: mgribeiro@fmvz.unesp.br The silvopastoral system is characterized by increasing the production of milk with a greater number of cows per hectare due to the higher amount of protein in the diet. In silvopastoral system cows are fed in addition to pasture, small trees and shrubs. The aim of this study was determinate the main indicators of milk quality and mastitis causal agents in cows bred on silvopastoral system. We evaluated the composition (fat, total protein, lactose, solids, dry extract, nonfat dry and urea nitrogen), somatic cell count (SCC), total bacterial count (TBC), occurrence of clinical and subclinical mastitis, microbiological isolation, in vitro antimicrobial sensitivity profile and detection of antimicrobial residues in milk produced by 100 cows raised in silvopastoral systems, as well as the bulk tank and churns in farms of Cauca Valley, Colombia. The concentration of the major constituents of milk were 3.24% fat, 3.27% total protein, 4.40% lactose, 10.62% dry extract, 8.57% nonfat dry and 15.82mg/dL urea nitrogen, while the bulk tank and churns was 3.51% fat, 3.20% total protein, 4.34% lactose, 11.72% dry extract, 8.47% nonfat dry and 14.57mg/dL urea nitrogen. The cell count of the cows and the bulk tank was 141,252.75 CS/mL and 363,078.05 CS/mL respectively. The TBC mean in cows and the bulk tank was 4,466.84 CFU/mL and 24,547.01 CFU/mL respectively. The main microorganisms isolated from the udder cows were Corynebacterium bovis, Staphylococcus aureus, Staphylococcus hyicus, Staphylococcus spp., Streptococcus dysgalatiae, while the bulk tank were identified more often Streptococcus spp., Enterobacter cloacae, Hafnia alveii, hemolytic Streptococcus and Streptococcus spp. Antimicrobial residues in cow milk and bulk or churn were detected in 30% and 86% respectively. The silvopastoral system showed to be good alternative to milk production in cow. However is important the care with antimicrobial residues in milk and the analysis of all quality parameters to ensure a differentiated product.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Bolaños C.A.D., Pantoja J.C.F., Alves A.C., Risseti R.M., Listoni F.J.P. & Ribeiro M.G. 2014. [Milk quality indicators from cows bred on silvopastoral system in Cauca Valley, Colombia.] Qualidade do leite de vacas criadas no sistema silvipastoril no Vale do Cauca, Colômbia. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(2):134-140. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: mgribeiro@fmvz.unesp.br O sistema silvipastoril caracteriza-se por aumentar a produção de leite, com maior número de vacas por hectare devido ao maior aporte de proteína na dieta. Neste sistema as vacas são alimentadas, além do pasto, de pequenas árvores e arbustos. O objetivo do presente estudo foi determinar os principais indicadores de qualidade do leite e agentes causais de mastite em vacas criadas em sistema silvipastoril. Foram avaliadas a composição (teor de gordura, proteína total, lactose, extrato seco, extrato seco desengordurado e nitrogênio uréico), contagem de células somáticas (CCS), contagem bacteriana total (CBT), ocorrência de mastite clínica e subclínica, isolamento microbiológico, perfil de sensibilidade bacteriana “in vitro” e detecção de resíduos antimicrobianos no leite produzido por 100 vacas, bem como do tanque de expansão e latões em propriedades do Vale do Cauca, Colômbia. Os teores médios dos principais constituintes do leite foram 3,24% de gordura, 3,27% de proteína total, 4,40% de lactose, 10,62% de extrato seco, 8,57% de extrato seco desengordurado e 15,82mg/dL de nitrogênio uréico, enquanto do tanque de expansão e latões foi 3,51% de gordura, 3,20% de proteína total, 4,34% de lactose, 11,72% de extrato seco, 8,47% de extrato seco desengordurado e 14,57mg/dL de nitrogênio uréico. A celularidade média dos quartos mamários e do tanque de expansão foi 141.252,75 CS/mL e 363.078,05 CS/mL respectivamente. A CBT média dos quartos mamários e do tanque de expansão foi 4.466,84 UFC/mL e 24.547,01 UFC/mL. Os principais micro-organismos isolados dos quartos mamários foram Corynebacterium bovis, Staphylococcus aureus, Staphylococcus hyicus, Staphylococcus spp., Streptococcus dysgalatiae, enquanto do tanque de expansão foram identificados Streptococcus spp., Enterobacter cloacae, Hafnia alveii, Streptococcus hemolítico e Streptococcus spp., com maior frequência. A presença de resíduos de antimicrobianos em leite de vacas e do tanque ou latão foi detectada em 30% e 86% das amostras, respectivamente. O sistema silvipastoril mostrou ser uma boa alternativa para produção de leite em vacas. No entanto, são necessários cuidados no tratamento mamário para evitar resíduos no leite e a análise de todos os parâmetros de qualidade para garantir um produto diferenciado.


#47 - Non-parturient hypocalcaemia in lactating dairy cows grazing in oat and perennial ryegrass pasture: study of predisposing factors, 34(1):15-23

Abstract in English:

ABSTRACT.- Coneglian M.M., Flaiban K.K.M.C. & Lisbôa J.A.N. 2014. [Non-parturient hypocalcaemia in lactating dairy cows grazing in oat and perennial ryegrass pasture: study of predisposing factors.] Hipocalcemia não puerperal em vacas leiteiras sob pastejo de aveia e azevém: estudo de fatores predisponentes. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(1):15-23. Departamento de Clínicas Veterinárias, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual de Londrina, Campus Universitário, Cx. Postal 10011, Londrina, PR 86057-970, Brazil. E-mail: janlisboa@uel.br Non-parturient hypocalcaemia (NPH) is a rare and poor understood condition. There are no studies that explain its relationship with winter pasture intake. The aim of this study was to describe clinical aspects of two natural cases of NPH, and to study the mineral and electrolyte balance of high and medium producing dairy cows feeded with winter pasture in different growing stages. Two cases of NPH in lactating dairy cows, grazing in oat grass and perennial ryegrass in Francisco Beltrão, PR, Brazil, were described. Healthy lactating high producing Holstein cows (n=11) and medium producing Holstein (n=8) and Jersey (n=9) cows were selected from three farms located in the same municipality. They were maintained in a mixing pasture of oats and perennial ryegrass from June to October, and supplemented with corn silage. Blood, urine and ingested food samples were collected before treatment started (May), and during initial (June), intermediate (July) and final stages (September) of the grass maturation cycle. Serum and urinary concentrations of Ca, P, Mg, Na+, K+, Cl- and creatinine were determined, and their fractional excretion were calculated. Dry matter and Ca, P, Mg, Na, K, Cl and S concentrations were determined in food samples, and the dietary cation-anion difference was calculated. Based on clinical evidence we can assure that lactating dairy cows maintained in oat and perennial ryegrass pastures during the winter months can develop hypocalcaemia, showing signs and responding to treatment similar to classic puerperal hypocalcaemia, even in non-parturient period. Partial substitution of corn silage to oat and perennial ryegrass pasture did not cause electrolyte imbalances and did not interfere with the calcemia, phosphatemia or magnesemia of high and medium producing lactating dairy cows. Using winter forage as the only or main source of roughage in the diet can be the triggering factor for the disease, which can be related to excessive cation intake due to increased K concentration, especially during early stages of pasture growing.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Coneglian M.M., Flaiban K.K.M.C. & Lisbôa J.A.N. 2014. [Non-parturient hypocalcaemia in lactating dairy cows grazing in oat and perennial ryegrass pasture: study of predisposing factors.] Hipocalcemia não puerperal em vacas leiteiras sob pastejo de aveia e azevém: estudo de fatores predisponentes. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(1):15-23. Departamento de Clínicas Veterinárias, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Estadual de Londrina, Campus Universitário, Cx. Postal 10011, Londrina, PR 86057-970, Brazil. E-mail: janlisboa@uel.br A Hipocalcemia Não Puerperal (HNP) é uma condição rara e pouco compreendida. Não há estudos que expliquem a sua relação com a ingestão de pastagens de inverno como base da alimentação volumosa. Os objetivos deste trabalho foram descrever aspectos clínicos de dois casos naturais de HNP, e estudar o balanço mineral e eletrolítico de vacas leiteiras de alta e de média produção alimentadas em pastagem de inverno em diferentes estágios de evolução. Foram acompanhados dois casos de HNP em vacas leiteiras, mantidas em pastagens de aveia ou de azevém no município de Francisco Beltrão, PR. De três propriedades localizadas no mesmo município, foram selecionadas vacas lactantes hígidas de alta produção da raça Holandesa (n=11) e de média produção das raças Holandesa (n=8) e Jersey (n=9), mantidas em pastagem mista de aveia e azevém, de junho a outubro de 2011, e complementadas com silagem de milho. Amostras de sangue, de urina e dos alimentos ingeridos foram colhidas antes do ingresso na pastagem (maio), e nos estágios inicial (junho), intermediário (julho) e final (setembro) do ciclo de maturação da forragem. Foram determinadas as concentrações séricas e urinárias de Ca, P, Mg, Na+, K+, Cl- e creatinina e calculada as excreções fracionadas. Nas amostras de alimento foram determinadas a matéria seca (MS) e as concentrações de Ca, P, Mg, Na, K, Cl e S, e calculou-se a diferença entre cátions e ânions da dieta (DCAD) nos diferentes momentos. Com base nas evidências pode-se afirmar que vacas leiteiras em lactação mantidas em pastagem de aveia e/ou de azevém nos meses de inverno podem desenvolver hipocalcemia e exibir sinais clínicos e resposta ao tratamento similares aos da hipocalcemia puerperal clássica, mesmo não sendo recém paridas. A ingestão de aveia e azevém, substituindo parcialmente a silagem de milho como volumoso da dieta, não provoca desequilíbrio eletrolítico e não interfere com a calcemia, a fosfatemia ou a magnesemia de vacas lactantes de alta e de média produção. A utilização das forrageiras de inverno como a única ou principal fonte de volumoso da dieta parece ser o fator desencadeante da doença e pode estar relacionada com o excesso de cátions ingeridos devido à elevada concentração de K, principalmente, quando a planta é jovem.


#48 - Evaluation of the characteristics of ruminal fluid, hemogasometry, pedometer activity and subclinical laminitis diagnosis in dairy cows, 33(Supl.1):99-106

Abstract in English:

ABSTRACT.- Rodrigues M., Deschk M., Santos G.G.F., Perri S.H.V., Merenda V.R., Hussni C.A., Alves A.L.G. & Rodrigues C.A. 2013. [Evaluation of the characteristics of ruminal fluid, hemogasometry, pedometer activity and subclinical laminitis diagnosis in dairy cows.] Avaliação das características do líquido ruminal, hemogasometria, atividade pedométrica e diagnóstico de laminite subclínica em vacas leiteiras. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):99-106. Departamento de Clínica Cirurgia Veterinária, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Distrito de Rubião Jr s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: rodriguesca@fmvz.unesp.br The objectives of this study were to evaluate the characteristics of ruminal fluid, blood gas analysis, pedometer activity and suclinical laminitis occurrence, through the presence of secondary foot diseases in high production dairy cows, from a commercial herd. 200 Holstein cows originating from the same farm, located in Araçatuba/SP, Brazil, were divided into four groups, which are established from the daily milk production. Initially clinical examination of the cows was procedure, followed by sampling of rumen fluid, by esophageal tube. Fluid was evaluated for pH, color, odor, consistency, sedimentation, flotation and methylene blue reduction test. Venous blood samples were also collected for blood gas analysis, in addition to collecting data from pedometrics (number of steps) and daily milk production. Data were tabulated and submitted to correlation analysis. No animal had reported changes in rumen pH. Non-acid base imbalance were found, since the values of blood pH, PCO2, TCO2, HCO3- and BE were normal during hemogasimetric analysis. The pedometric was effective as a screening method to cows with foot diseases. It demonstrated reduction in the number of steps due to pain, correlated with lower milk production. However, the identification of foot lesions was only possible through specific digital clinical examination. The occurrence of 49.5 % of herd foot problems was due to the risk factors present in the farm. The abrasive concrete and inadequate facilities, also associated with the possible occurrence of sub-acute ruminal acidosis, were observed as risk factors. However, sub-acute ruminal acidosis was undiagnosed by the methods used. The correlation between the values of ruminal pH, and blood gas analysis pedometrics showed efficient for the early diagnosis of foot diseases and also in establishing the etiology of these diseases. Subclinical laminitis occurred primarily in cow’s herd, considering the multifactorial etiology of this disease, occurrence and distribution of foot diseases diagnosed.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Rodrigues M., Deschk M., Santos G.G.F., Perri S.H.V., Merenda V.R., Hussni C.A., Alves A.L.G. & Rodrigues C.A. 2013. [Evaluation of the characteristics of ruminal fluid, hemogasometry, pedometer activity and subclinical laminitis diagnosis in dairy cows.] Avaliação das características do líquido ruminal, hemogasometria, atividade pedométrica e diagnóstico de laminite subclínica em vacas leiteiras. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):99-106. Departamento de Clínica Cirurgia Veterinária, Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Distrito de Rubião Jr s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: rodriguesca@fmvz.unesp.br Este estudo objetivou avaliar as características do líquido ruminal, hemogasometria, atividade pedométrica e ocorrência laminite subclínica, por meio da presença de enfermidades podais secundárias, em vacas leiteiras de alta produção, provenientes de um rebanho comercial. Foram avaliadas 200 vacas holandesas, oriundas da mesma propriedade, localizada na região de Araçatuba, SP, divididas em quatro grupos, sendo estes estabelecidos a partir da produtividade diária. Inicialmente procedeu-se o exame clínico dos animais, seguido da colheita de amostras do líquido ruminal, por meio de sondagem esofágica, sendo este avaliado quanto ao pH, cor, odor, consistência, sedimentação, flutuação e prova de redução pelo azul de metileno. Também foram colhidas amostras de sangue venoso para hemogasometria, além da coleta dos dados da pedometria (número de passos) e produção de leite diária das vacas. Os dados obtidos foram tabulados e submetidos à análise de correlação. Nenhum animal avaliado apresentou alterações no pH ruminal, bem como não foram encontrados distúrbios do desequilíbrio ácido básico, pois os valores de pH sanguíneo, PCO2, TCO2, HCO3- e EB estavam dentro da normalidade, durante a análise hemogasométrica. A pedometria foi efetiva como método de triagem para as vacas acometidas de afecções podais, pois se observou a redução no número de passos devido à dor, correlacionada a menor produção leiteira. Contudo, a identificação destas afecções, somente foi possível mediante exame clínico específico dos dígitos. A ocorrência das afecções podais em 49,5% do rebanho deveu-se aos fatores de riscos presentes na propriedade, como o concreto abrasivo e instalações inadequadas, associados também a possível ocorrência de acidose ruminal subaguda, não diagnosticada pela metodologia utilizada. A correlação entre os valores do pH ruminal, pedometria e hemogasometria se mostrou eficiente para o diagnóstico precoce das afecções podais e também no estabelecimento da etiologia destas enfermidades. A laminite subclínica acometeu primariamente as vacas do rebanho, considerando a etiologia multifatorial desta afecção, ocorrência e distribuição das enfermidades podais diagnosticadas.


#49 - Physiological and behavioral responses of Holstein cows housed under cooling system, 33(11):1379-1384

Abstract in English:

ABSTRACT.- Vilela R.A., Leme T.M.C., Fantinato Neto P., Titto C.G., Pereira A.F.M., Balieiro J.C.C. & Titto E.A.L. 2013. [Physiological and behavioral responses of Holstein cows housed under cooling system.] Repostas fisiológicas e comportamentais de vacas Holandesas mantidas em sistema adiabático evaporativo. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1379-1384. Laboratório de Biometeorologia e Etologia, Departamento de Zootecnia, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte 225, Pirassununga, SP 13635-900, Brazil. E-mail: reissa@usp.br This study aimed to evaluate the influence of cooling systems, ventilation and nebulization on the physiology and behavior of Holstein cows housed in free-stall during the summer of southeastern Brazil. 20 Holstein cows were subjected to two treatments with and without cooling system. Environmental parameters dry bulb temperature, relative humidity and black globe temperature were also recorded. Rectal temperature and respiratory rate were evaluated at 5h, 9h30min, 11h30min, 13h30min, 16h30min, 18h30min e 21h30min. The behavioral variables recorded were posture and activities from 5h to 21:30h. Statistics we done using the method of least squares means. Despite the statistical differences obtained for the physiological variables, they were not biologically effective and indicated that the animals were in thermal comfort. Animals that had ventilation and nebulization have eaten even during the hottest hours of the day. The cooling system is a strategy that allows greater thermal comfort to animals and therefore can optimize milk production by increasing the dietary intake.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Vilela R.A., Leme T.M.C., Fantinato Neto P., Titto C.G., Pereira A.F.M., Balieiro J.C.C. & Titto E.A.L. 2013. [Physiological and behavioral responses of Holstein cows housed under cooling system.] Repostas fisiológicas e comportamentais de vacas Holandesas mantidas em sistema adiabático evaporativo. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1379-1384. Laboratório de Biometeorologia e Etologia, Departamento de Zootecnia, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte 225, Pirassununga, SP 13635-900, Brazil. E-mail: reissa@usp.br Este estudo teve como objetivo avaliar a influência de recursos de climatização, ventilação e nebulização, sobre a fisiologia e o comportamento de vacas Holandesas alojadas em free-stall, durante o verão do sudeste brasileiro. Foram utilizadas 20 vacas Holandesas submetidas a dois tratamentos com e sem climatização. Os parâmetros ambientais registrados foram temperatura de bulbo seco, umidade relativa do ar e temperatura de globo negro. As variáveis fisiológicas avaliadas foram temperatura retal e frequência respiratória. As variáveis comportamentais registradas foram postura e suas atividades dentro da instalação. Para análise estatística utilizou-se a metodologia de quadrados mínimos por meio do procedimento PROC MIXED e PROC GLM. Apesar das diferenças estatísticas obtidas para as variáveis fisiológicas, as mesmas não foram biologicamente efetivas e indicaram que os animais se encontravam em conforto térmico. Os animais que dispunham de ventilação e nebulização alimentaram-se mesmo nas horas mais quentes do dia. A climatização é uma estratégia que permite maior conforto térmico aos animais e por consequência pode aperfeiçoar a produção leiteira através do aumento no consumo alimentar.


#50 - Sanitizer residues in the milk of cows which had passed through footbaths, 33(9):1076-1080

Abstract in English:

ABSTRACT.- Goulart D.S., Orlando-Goulart C.F.P., Silva J.A., Freitas S.L.R., Caetano L.B.U., Fioravanti M.C.S. & Silva L.A.F. 2013. Sanitizer residues in the milk of cows which had passed through footbaths. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(9):1076-1080. Escola de Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Goiás, Cx. Postal 24267, Campus Universitário, Goiânia, GO 74690-970, Brazil. E-mail: dsgvet@hotmail.com Copper sulfate and sodium hypochlorite are used in footbath solutions for the prevention and treatment of bovine digital diseases; however, data on the residues of such elements in milk are sparse in Brazil. This study evaluated the cost of applying the footbath treatment and the total amount of copper and chlorite residues in the milk of healthy cows after they had passed through these footbath solutions. Two groups of 7 cows each (GI and GII) were studied. In the case of GI, 1% sodium hypochlorite was used and for GII 5% copper sulfate was employed in the footbath. The milk samples were collected before the 7-day footbath treatment period (M0) and 24 h (M1), 48 h (M2), 72 h (M3) and 15 days (M15) after the last footbath. Statistical analysis to compare the different samples within each group was carried out by applying Friedman’s test, followed by Dunn’s test (p<0.05). It was concluded that the amount of total chlorites and copper in the milk of healthy cattle after routine daily footbaths for a period of 7 days presented some variations. However, the concentrations observed were considered insufficient to represent a risk to human health. The cost of the footbath solutions was found to be reasonable.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Goulart D.S., Orlando-Goulart C.F.P., Silva J.A., Freitas S.L.R., Caetano L.B.U., Fioravanti M.C.S. & Silva L.A.F. 2013. Sanitizer residues in the milk of cows which had passed through footbaths. [Resíduos de sanitizantes em vacas de leite após passagem por pedilúvio.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(9):1076-1080. Escola de Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Goiás, Cx. Postal 24267, Campus Universitário, Goiânia, GO 74690-970, Brazil. E-mail: dsgvet@hotmail.com O sulfato de cobre e o hipoclorito de sódio são empregados na prevenção e tratamento das enfermidades digitais dos bovinos, mas os valores residuais desses elementos foram pouco estudados. Neste estudo, avaliou-se a presença de resíduos de cobre e cloretos totais no leite de vacas saudáveis após passagens dos animais em pedilúvio contendo soluções formuladas com estas substâncias e estimou-se os custos das soluções. Utilizou-se 14 vacas saudáveis distribuídas em dois grupos (GI e GII) de sete animais cada. Em GI, empregou-se solução de hipoclorito de sódio a 1% e, em GII, sulfato de cobre a 5%. As amostras de leite foram colhidas antes da passagem pelo pedilúvio (M0), após 24 (M1), 48 (M2) e 72 (M3) horas, além de 15 dias (M15) subsequentes à última passagem. Na análise estatística, a comparação entre momentos dentro de cada grupo foi realizada com teste de Friedman, seguido pelo teste de Dunn’s (p<0,05). Concluiu-se que os valores de cloretos totais e de cobre no leite de bovinos saudáveis, após passagens diárias dos animais em pedilúvio por um período de sete dias, apresentaram algumas variações consideradas insuficientes para provocarem danos à saúde humana e as soluções medicamentosas não apresentaram custos exorbitantes.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV