Resultado da pesquisa (25)

Termo utilizado na pesquisa Bubalus bubalis

#1 - Nervous form of listeriosis in buffaloes

Abstract in English:

Listeriosis is a disease that affects several animal species, including humans, and has three different forms of presentation: encephalic, reproductive, or septicemic. The nervous form is caused mainly by the bacterium Listeria monocytogenes. In Brazil, this disease has already been described in sheep, goats, and cattle. There are no reports of the disease in buffaloes in Brazil and worldwide. The objective of this study was to describe an outbreak of listeric meningoencephalitis in buffaloes in the state of Pará, Brazil. The outbreak occurred in a property located in the municipality of Bujaru, in the eastern Amazon, from May to July 2016. In a herd of 47 buffaloes, three animals (Cases 1, 2 and 3), aged <40 days, presented a neurological condition with locomotion difficulty characterized by paralysis of the four limbs, hypoesthesia, lateral recumbency, and death. Morbidity was 6.38% and lethality was 100%. At necropsy, no significant macroscopic lesions were found. Samples of the central nervous system were collected, fixed in 10% buffered formalin, and routinely processed for histopathological analysis. The main microscopic changes observed were unilateral microabscesses in the brainstem composed predominantly of mononuclear cells, with fewer polymorphonuclear cells, and perivascular cuffs composed mostly of mononuclear cells and few neutrophils. Samples of Cases 1 and 2 revealed Gram-positive bacteria in the areas of necrosis by the Gram’s stain technique. Samples of Case 1 were positive in immunohistochemistry for L. monocytogenes. Diagnosis of the nervous form of listeriosis was based on epidemiological data, clinical profile, and immunostaining for Listeria monocytogenes. Results showed that listeriosis should be considered in the differential diagnosis in buffaloes with nervous signs.

Abstract in Portuguese:

A listeriose é uma doença que afeta várias espécies animais, incluindo o homem, e possui três formas diferentes de apresentação: nervosa, abortiva ou septicêmica. A forma nervosa é causada principalmente pela bactéria Listeria monocytogenes. No Brasil a doença já foi descrita em bovinos, ovinos e caprinos, mas não foram encontrados relatos desta doença em búfalos no Brasil e no mundo. O objetivo deste trabalho foi descrever um surto de listeriose nervosa em búfalos no estado do Pará, Brasil. O surto ocorreu de maio a julho de 2016, em uma propriedade localizada no município de Bujaru, na Amazônia Oriental. Três bubalinos de um total de 47 animais (Casos 1, 2 e 3), menores de 40 dias, apresentaram um quadro clínico neurológico caracterizado por dificuldade de locomoção, paralisia dos quatro membros, diminuição da sensibilidade cutânea, decúbito lateral e morte. A morbidade foi de 6,38% e a letalidade de 100%. Na necropsia não foram encontradas lesões macroscópicas significativas. Amostras do sistema nervoso central foram coletadas e fixadas em formalina tamponada a 10% e processadas rotineiramente para análise histopatológica. As principais alterações microscópicas observadas foram microabscessos unilaterais no tronco encefálico, compostos predominantemente por células mononucleares, com menor número de polimorfonucleares, e manguitos perivasculares compostos predominantemente por células mononucleares e poucos neutrófilos. Amostras dos Casos 1 e 2 revelaram bactérias Gram positivas nas áreas de necrose na técnica de Gram. Amostras do Caso 1 resultaram positivas na imuno‑histoquímica para L. monocytogenes. O diagnóstico da forma nervosa da listeriose foi baseado nos dados epidemiológicos, no quadro clínico patológico e na imunomarcação para Listeria monocytogenes. Os resultados demostram que a listeriose deve ser considerada no diagnóstico diferencial em bubalinos com sinais nervosos.


#2 - Molecular detection of albinism gene in Brazilian buffalo herds (Bubalus bubalis)

Abstract in English:

Albinism is a genetic disease characterized by deficient melanin production making affected animals more susceptible to skin problems, negatively influencing production systems of the same. In buffalo, a nonsense mutation (c.1431G>A) in the tyrosinase gene was already described, which is responsible for the oculocutaneous albinism buffalo phenotype. However, prevalence studies have never been performed for this anomaly in Brazil. Therefore, the objective of this study was to investigate this mutation in buffalo herd in Brazil. Of the 315 buffalo tested with no albinism phenotype evident, 11 (3.5%) were heterozygous for the mutation and none were mutated homozygous, showing the existence of the albinism gene in buffalo production herds and proving the importance of prevalence studies for hereditary diseases in order to prevent the dissemination of these same genes and their negative productivity consequences.

Abstract in Portuguese:

O Albinismo é uma doença genética caracterizada pela deficiência na produção de melanina, o que torna os animais afetados mais susceptíveis a problemas cutâneos e influencia negativamente a criação destes animais. A mutação nonsense (c.1431G>A) no gene da tyrosinase já foi descrita como responsável pelo albinismo oculocutâneo em búfalos, entretanto estudos prévios sobre a prevalência dessa mutação ainda não foram realizados no Brasil. Portanto, o objetivo deste estudo foi avaliar a presença desta mutação em uma população de búfalos brasileiros. Foram genotipados 315 búfalos clinicamente normais, ou seja, sem o fenótipo albino evidente. Desses, 11 (3,5%) eram heterozigotos para a mutação (N/TYR) e os demais eram homozigotos selvagens (N/N). Este resultado demonstra que o alelo mutado para o albinismo em búfalo está presente no rebanho brasileiro e aponta a importância de estudos de prevalência de enfermidades hereditárias com o objetivo de prevenir a disseminação desses alelos mutados, minimizando os prejuízos.


#3 - Histopathological and immunohistochemical study of the polyserositis in buffalo (Bubalus bubalis)

Abstract in English:

Polyserositis are inflammatory changes of the visceral and parietal serous of body cavities. A special type of polyserositis was identified in buffaloes in the 80s, being associated with infection by Chlamydia psittaci. Since these pioneering studies, there are no additional works about the condition. Considering the importance of buffalo in Pará, the zoonotic character of C. psittaci and the possibility of involvement of other agents in polyserositis in buffaloes the present study is proposed. We collected cases identified as polyserositis by sanitary inspection service in buffalo slaughtered for consumption in Belem for a complementary characterization of inflammatory cell and the research of Chlamydia spp antigens in lesions. Of 2.887 buffaloes slaughtered in a period of six months, there were 48 (1.66%) cases of polyserositis and 39 analyzed. Santa Cruz do Arari in Marajó Island was the city with the highest frequency of cases, whereas 6.49% of buffaloes had lesions. However, 50% of the present study cases came from Soure municipality in Marajó Island, which provided about 49% of buffaloes slaughtered in the period. In the macroscopy, there were opaque areas with white-yellow thickening of the serous, sometimes with fibrous fringes on the surface. Histopathology showed connective tissue projections partially lined by cuboid or flattened mesothelial cells. Often in projections there were mononuclear infiltrate of variable intensity, consisting mainly of lymphoid cells, with occasional ectopic or tertiary lymphoid follicles.

Abstract in Portuguese:

Polisserosites são alterações inflamatórias das serosas viscerais e parietais das cavidades corpóreas. Um tipo especial destas alterações foi identificado em bubalinos abatidos para consumo nos anos 80, sendo associada a infecção por Chlamydia psittaci. Apesar da importância da bubalinocultura no Pará, do caráter zoonótico da C. psittaci e da possibilidade de envolvimento de outros agentes na afecção, são raros trabalhos sobre a enfermidade desde os estudos pioneiros. No presente trabalho casos identificados como polisserosite pelo serviço de inspeção sanitária em búfalos abatidos para consumo foram coletados com objetivo de determinar a frequência e origem dos mesmos e de caracterizar as lesões e pesquisar antígenos de Chlamydia spp. nas mesmas. De um total de 2.887 bubalinos abatidos no período de estudo foram identificados 48 (1,66%) casos. O município de Santa Cruz do Arari na Ilha de Marajó apresentou a maior porcentagem de casos em relação ao número de animais abatidos (6,49%, 5/77). Na macroscopia as lesões se caracterizaram por áreas opacas, branco-amareladas de espessamento das serosas, por vezes com franjas fibrosas na superfície. Os resultados permitem concluir que os casos classificados como polisserosite pelos veterinários da inspeção sanitária nos búfalos abatidos para consumo correspondem na histopatologia a um tipo incomum de polisserosite, caracterizada por infiltrado linfocitário, com ocasionais formações de folículos linfoides terciários ou ectópicos. Foi observado ainda nestas lesões um predomínio de linfócitos T (CD3 positivos) no infiltrado, sendo os linfócitos B (CD79 positivos) presentes em maior número no interior das estruturas foliculares. Não foram demonstrados antígenos de clamídias nas lesões do presente estudo, o que demonstra a necessidade de estudos adicionais relativos a(s) etiologia(s) das lesões.


#4 - Detection of coronavirus in diarrhea samples from water buffaloes (Bubalus bubalis) raised in the State of São Paulo, Brazil, 37(8):802-804

Abstract in English:

ABSTRACT.- Rossi R.S., Gaeta N.C., Gregori F. & Gregory L. 2017. [Detection of coronavirus in diarrhea samples from water buffaloes (Bubalus bubalis) raised in the State of São Paulo, Brazil.] Detecção de coronavírus em amostras de fezes diarreicas de búfalos (Bubalus bubalis) criados no Estado de São Paulo. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(8):802-804. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Professor Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: lgregory@usp.br Neonatal diarrhea can be a consequence of bacterial, endoparasite and viral infections. Although virus involved in diarrhea is frequently studied in cattle herds, there is lack of studies in Brazilian buffalo herds. The aim of this study was evaluate the presence of rotavirus and coronavirus in diarrhea samples of buffaloes (Bubalus buballis) raised on eight farms in Pariquera-açu, Registro, Pirassununga, Dourado, São João da Boa Vista e Congonhas, State of São Paulo, Brazil. We collected 40 diarrhea samples from water buffalo calves. While coronavirus was detected using nested polymerase chain reaction, rotavirus was detected using Polyacrylamide Gel Electrophoresis (PAGE) with silver stain. Rotavirus was not detected, while two samples (2/40, 5.0%) were positive for coronavirus. Although we did not detect rotavirus, a low percentage of coronavirus was observed; possible interference of these viruses in the development of diarrhea should not be discarded. Considering the lack of literature about diarrhea in water buffalo calves, particularly the one related with coronavirus, our results encourage new studies to enhance buffalo health in our country.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Rossi R.S., Gaeta N.C., Gregori F. & Gregory L. 2017. [Detection of coronavirus in diarrhea samples from water buffaloes (Bubalus bubalis) raised in the State of São Paulo, Brazil.] Detecção de coronavírus em amostras de fezes diarreicas de búfalos (Bubalus bubalis) criados no Estado de São Paulo. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(8):802-804. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Professor Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: lgregory@usp.br A diarreia neonatal pode ser consequência de infecções bacterianas, endoparasitarárias e virais. Enquanto esses agentes virais são extensamente estudados nos rebanhos bovinos, faltam informações sobre a importância destes para os rebanhos bubalinos brasileiros. O objetivo deste trabalho foi avaliar a presença de rotavírus e coronavírus em amostras de fezes diarreicas de búfalos (Bubalus buballis) criados em oito propriedades localizadas em Pariquera-açu, Registro, Pirassununga, Dourado, São João da Boa Vista e Congonhas, Estado de São Paulo. Foram coletadas 40 amostras de fezes diarreicas de bezerros búfalos (Bubalus bubalis). A detecção de coronavírus foi realizada pela nested-PCR, enquanto que a detecção de rotavírus foi realizada pela Eletroforese em Gel de Poliacrilamida (PAGE) com coloração com nitrato de prata. Enquanto rotavírus não foi identificado, duas amostras (2/40, 5,0%) foram positivas para coronavírus. Embora no presente trabalho tenha havido baixa detecção de coronavírus e a ausência de rotavírus nos rebanhos estudados, a possível interferência desses vírus no desenvolvimento dos quadros diarreicos não deve ser descartada. Considerando o escasso material encontrado na literatura a respeito da diarreia em bezerros búfalos, principalmente aquele relativo ao coronavírus, nossos resultados são um incentivo para que novos estudos sejam realizados para impulsionar o desenvolvimento da bubalinocultura em nosso país.


#5 - Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon region, 37(7):697-700

Abstract in English:

ABSTRACT.- Salvarani F.M., Otaka D.Y., Oliveira C.M.C., Reis A.S.B., Perdigão H.H., Souza A.E.C., Brito M.F. & Barbosa J.D. 2017. Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon region. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):697-700. Instituto de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pará, BR-316 Km 61, Saudade II, Cristo Redentor, Castanhal, PA 68740-970, Brazil. E-mail: felipems@ufpa.br Botulism is a poisoning caused by botulinum neurotoxins (BoNTs). BoNTs serotypes C and D are involved in botulism outbreaks in cattle in several countries. Despite the high number of buffaloes worldwide, the real impact of botulism in buffaloes is not known, because it is not a notifiable disease in Brazil and only few studies have evaluated the occurrence of the disease in buffaloes. Those studies did not conduct diagnostic tests to confirm the presence of BoNTs. The objective of the present study was to describe three outbreaks of botulism in buffaloes in the Brazilian Amazon region considering epidemiological and clinical data as well as laboratory diagnosis to confirm the presence of BoNTs. The results of the bioassay were negative in the tissues and in feed samples, but positive for BoNT C in water samples. Confirmation of the occurrence of botulism in buffaloes allows the implementation of preventive strategies in susceptible herds. Waterborne botulism in buffaloes is prevented by ensuring the constant circulation of water collections and restricting the presence of dead animals and bones in order to prevent the accumulation of organic matter and the development of anaerobic conditions, which might favor the replication of Clostridium botulinum. Another measure that can be adopted is the shading of the pasture, in order to maintain the thermal comfort for the buffaloes and to avoid the excess of permanence of them in the water pools.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Salvarani F.M., Otaka D.Y., Oliveira C.M.C., Reis A.S.B., Perdigão H.H., Souza A.E.C., Brito M.F. & Barbosa J.D. 2017. Type C waterborne botulism outbreaks in buffaloes (Bubalus bubalis) in the Amazon region. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(7):697-700. Instituto de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pará, BR-316 Km 61, Saudade II, Cristo Redentor, Castanhal, PA 68740-970, Brazil. E-mail: felipems@ufpa.br Botulismo é uma intoxicação causada por neurotoxinas botulínicas (BoNTs). Os sorotipos C e D de BoNTs estão envolvidos em surtos de botulismo em bovídeos em vários países. Apesar do elevado número de búfalos em todo o mundo, o real impacto do botulismo em búfalos não é conhecido; pois não é uma doença de notificação obrigatória no Brasil e poucos estudos avaliaram a incidência desta doença em búfalos. Além disso, estes estudos não realizaram testes diagnósticos para confirmar a presença de BoNTs. O objetivo do presente estudo foi descrever três surtos de botulismo em búfalos na região amazônica brasileira, considerando dados epidemiológicos e clínicos, bem como o diagnóstico laboratorial para confirmar a presença de BoNTs. Os resultados do bioensaio em camundongos foram negativos em todos os tecidos e nas amostras de alimentos testados; no entanto foram positivos para BoNT C nas amostras de água. A confirmação da ocorrência de botulismo em búfalos permite a implementação de estratégias preventivas nos rebanhos. O botulismo hídrico nos búfalos pode ser prevenido assegurando-se que coleções de água fossem mantidas limpas, sem a presença de animais mortos e ossadas no seu interior e não permitindo o acúmulo de matéria orgânica e condições de anaerobiose favoráveis à multiplicação de Clostridium. botulinum. Outra medida que pode ser adotada é o sombreamento das pastagens, a fim de manter o conforto térmico dos búfalos e assim evitar o excesso de sua permanência dentro das fontes de água.


#6 - Brucellosis in water buffaloes, 37(3):234-240

Abstract in English:

ABSTRACT.- Sousa M.G.S., Salvarani F.M., Bomjardim H.A., Brito M.F. & Barbosa J.D. 2017. Brucellosis in water buffaloes. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(3):234-240. Instituto de Medicina Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pará, Campus de Castanhal, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.br The domestication of water buffaloes (Bubalus bubalis) originated in India and China and spread throughout the world and represents an important source of food of high biological value. Given the importance and relevance of brucellosis for buffalo production, this article reviews the history, etiopathogenesis, epidemiology, clinical signs, anatomopathological findings, diagnosis and control of the disease, focusing on data from studies on water buffaloes performed in different countries and the Brazilian Amazon biome.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Sousa M.G.S., Salvarani F.M., Bomjardim H.A., Brito M.F. & Barbosa J.D. 2017. Brucellosis in water buffaloes. [Brucelose em bubalinos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(3):234-240. Instituto de Medicina Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Pará, Campus de Castanhal, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.br A domesticação do búfalo (Bubalus bubalis) ocorreu particularmente na Índia e China, difundindo-se pelo mundo, gerando fontes de alimento de alto valor biológico. Diante da importância e relevância da brucelose para a bubalinocultura este trabalho tem por objetivo fazer uma revisão acerca do histórico da doença, etiopatogenia, fatores epidemiológicos, sinais clínicos, achados anatomopatológicos, diagnóstico e o controle, com enfoque nos dados obtidos em estudos em bubalinos no mundo e no Bioma Amazônico brasileiro.


#7 - Antibodies against Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii detected in buffaloes from Rio Grande do Sul, Brazil, 36(10):947-950

Abstract in English:

ABSTRACT.- Portella L.P., Cadore G.C., Lima M., Sangioni L.A., Fischer G. & Vogel F.S.F. 2016. Antibodies against Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii detected in buffaloes from Rio Grande do Sul, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):947-950. Laboratório de Doenças Parasitárias, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Universidade Federal de Santa Maria, Camobi, Santa Maria, RS 97105-900, Brazil. E-mail: fefevogel@gmail.com The presence of antibodies against Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii was evaluated in buffaloes (Bubalus bubalis) from Rio Grande do Sul state (RS), southern Brazil. Serum samples (n=220) were analyzed for antibodies by indirect fluorescent antibody test (IFAT). Antibody presence was considered when the titers were equal or higher than 100 for these protozoa. A total of 60.5% (133/220) buffalo serum samples were positive for at least one of the protozoa evaluated in this study. Antibodies for N. caninum, Sarcocystis spp. and T. gondii were found in 36.4% (80/220), 25.5% (56/220) and 16.8% (37/220) of the buffaloes respectively, indicating a higher frequency of N. caninum infection (p=0.0133). The IFAT is a suitable method to diagnose N. caninum, Sarcocystis spp. and T. gondii infection in buffaloes for detecting IgG antibodies. This study demonstrates the presence of these three protozoa in buffalo herds in RS, Brazil, which may be source of infection to other animals. The high frequency of animals positive for N. caninum is important and could be related to reproductive problems. Additionally, the presence of Sarcocystis spp. and T. gondii in buffaloes can be a possible public health issue.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Portella L.P., Cadore G.C., Lima M., Sangioni L.A., Fischer G. & Vogel F.S.F. 2016. Antibodies against Neospora caninum, Sarcocystis spp. and Toxoplasma gondii detected in buffaloes from Rio Grande do Sul, Brazil. [Anticorpos contra Neospora caninum, Sarcocystis spp. e Toxoplasma gondii detectados em búfalos no Rio Grande do Sul.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):947-950. Laboratório de Doenças Parasitárias, Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Universidade Federal de Santa Maria, Camobi, Santa Maria, RS 97105-900, Brazil. E-mail: fefevogel@gmail.com A presença de anticorpos contra Neospora caninum, Sarcocystis spp. e Toxoplasma gondii foi avaliada em búfalos (Bubalus bubalis) no estado do Rio Grande do Sul (RS), Região Sul do Brasil. Amostras de soro de 220 bubalinos foi analisada para presença de anticorpos, através de reação de imunofluorescência indireta (RIFI). Foram consideradas positivas as amostras que apresentaram títulos de anticorpos maiores ou iguais a 100, para os protozoários estudados. Um total de 60,5% (133/220) das amostras sorológicas dos búfalos foram positivas para pelo menos um dos parasitas pesquisados. Anticorpos para N. caninum, Sarcocystis spp. e T. gondii foram encontrados em 36,4% (80/220); 25,5% (56/220) e 16,8% (37/220) dos búfalos respectivamente, indicando que houve uma maior frequência de infecção de N. caninum em relação aos demais protozoários (p=0.0133). A RIFI é um método adequado para o diagnóstico sorológico da infecção por N. caninum, Sarcocystis spp. e T. gondii em búfalos. Este estudo demonstrou a presença destes três protozoários em bubalinos no RS, Brasil, que pode ser fonte de infecção para outros animais. A elevada ocorrência de animais positivos para N. caninum é importante e pode estar relacionada a problemas reprodutivos. Adicionalmente, a presença de Sarcocystis spp. e T. gondii em búfalos, pode significar um possível problema de saúde pública.


#8 - Copper, zinc and iron content in the liver of buffaloes (Bubalus bubalis) with paratuberculosis, 36(1):24-28

Abstract in English:

ABSTRACT.- Belo Reis A.S., Brito M.F., Bomjardim H.A., Faial K.C.F., Salvarani F.M., Ubiali D.G., Oliveira C.M.C. & Barbosa J.D. 2016. [Copper, zinc and iron content in the liver of buffaloes (Bubalus bubalis) with paratuberculosis.] Teores de cobre, zinco e ferro no fígado de búfalos (Bubalus bubalis) com paratuberculose. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(1):24-28. Instituto de Medicina Veterinária, Campus de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.com In order to study copper, zinc and iron concentration in the liver of buffaloes with paratuberculosis (PTB), 13 buffalo cows above three years of age of the Murrah and Mediterranean races or their crosses were used. They originated from two farms in the municipalities of São Luís and São Mateus, state of Maranhão, Brazil. The animals were selected according to clinical signs of paratuberculosis, as diarrhea, dehydration and submandibular edema. Rectal biopsies for detection of Mycobacterium avium subsp. paratuberculosis (Map) through PCR in real time (qPCR) and Ziehl-Neelsen (ZN) stain were performed on all animals. Seven buffaloes revealed positive and six were negative for PTB. They were separated into two groups: Group 1 contained seven buffaloes positive for paratuberculosis, and Group 2 contained six animals negative for paratuberculosis. They were euthanized and postmortem examination was performed for the collection of various tissue samples to be fixed in 10% formalin for histopathology; also liver tissue samples were collected to be frozen for chemical analysis of trace minerals (Cu, Zn and Fe). Postmortem showed that all buffaloes with PTB had brown colored mesenteric lymphnodes, indicating hemosiderosis. One buffalo had brown spots on the mucosa of the small intestine. Histopathology revealed moderate to severe hemosiderosis of the spleen in buffaloes of Group 1. All animals positive for PTB showed micromineral levels below the reference values. The average Cu concentration in buffaloes with PTB was only 18.0ppm and the one of Zn only 68.6ppm. In Group 2, negative for PTB, the average Cu concentration was 113.7ppm and the one of Zn 110.0ppm. Fe concentrations in buffaloes of both groups were high (>669ppm). The analysis of trace elements in the liver confirmed copper deficiency, but also showed low levels of zinc and high levels of iron. Based on clinical and pathological findings, and the micromineral concentrations found in the liver, it is concluded that paratuberculosis could lead to mineral deficiency and worsen the clinical condition of the buffaloes.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Belo Reis A.S., Brito M.F., Bomjardim H.A., Faial K.C.F., Salvarani F.M., Ubiali D.G., Oliveira C.M.C. & Barbosa J.D. 2016. [Copper, zinc and iron content in the liver of buffaloes (Bubalus bubalis) with paratuberculosis.] Teores de cobre, zinco e ferro no fígado de búfalos (Bubalus bubalis) com paratuberculose. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(1):24-28. Instituto de Medicina Veterinária, Campus de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.com Com o objetivo de realizar um estudo dos teores de cobre (Cu), zinco (Zn) e ferro (Fe) em búfalas com paratuberculose (PTB) foram utilizadas 13 búfalas, das raças Murrah, Mediterrâneo e seus mestiços acima de três anos de idade, pertencentes a duas propriedades localizadas nos municípios de São Luiz e São Mateus, no Estado do Maranhão. Os animais foram selecionados de acordo com a presença de sinais clínicos sugestivos de paratuberculose, caracterizados por estado nutricional regular a ruim, diarreia crônica líquida a semi-líquida, desidratação, edema submandibular, anestro prolongado, mastites e verminose gastrintestinal. Foi realizada biópsia retal em todos os animais, para detecção de Mycobacterium avium subsp. paratuberculosis (Map) por meio da qPCR, e exames histopatológicos (HE e Ziehl-Neelsen). No Grupo1 sete animais foram positivos para presença de Map, e no Grupo 2 seis foram negativos. Todos os búfalos foram eutanasiados e necropsiados para coleta de diversos tecidos. Parte dos fragmentos foram fixados em formol a 10% para histopatologia e fragmentos de tecido hepático foram congelados para as dosagens dos microminerais (Cu, Zn e Fe). À necropsia todos os animais positivos para PTB apresentavam linfonodos mesentéricos de coloração castanha sugestiva de hemossiderose. Adicionalmente, em um animal foram observados pequenos pontos de cor marrom distribuídos difusamente na mucosa do intestino delgado. Na histopatologia foi observada hemossiderose moderada a acentuada no baço dos animais do Grupo 1. Na dosagem dos microminerais todos os animais com PTB apresentaram níveis abaixo dos valores de referência para Cu e Zn. Observou-se que a média dos teores de Cu dos búfalos com PTB foi 18,0ppm e de Zn 68,6ppm. No Grupo 2 a média dos teores de Cu foi 113,7ppm e de Zn 110,0ppm. Os teores de Fe em ambos os grupos foram elevados (>670ppm). Baseado nos achados clínico-patológicos e nas dosagens de minerais realizadas neste estudo, conclui-se que na região estudada, a PTB agravou o quadro clínico de animais com deficiência de Cu e Zn. Em áreas menos deficientes desses minerais sugere-se que a doença seja capaz de induzir quadros de deficiência mineral secundária.


#9 - Detection of Brucella abortus in lymph nodes of buffalo cows (Bubalus bubalis) at different stages of pregnancy, 35(12):951-955

Abstract in English:

ABSTRACT.- Sousa M.G.S., Brito M.F., Ubiali D.G., Fonseca Jr A.A., Silva J.B., Belo Reis A.S., Oliveira C.M.C & Barbosa J.D. 2015. [Detection of Brucella abortus in lymph nodes of buffalo cows (Bubalus bubalis) at different stages of pregnancy.] Detecção de Brucella abortus em linfonodos de búfalas (Bubalus bubalis) em diferentes fases da gestação. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(12):951-955. Faculdade de Medicina Veterinária, Instituto de Medicina Veterinária, Campus de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.br The objective of this study was to detect Brucella abortus in lymph nodes of buffaloes as well as to describe the lesions caused. Nineteen buffalo cows in various stages of pregnancy, serologically positive for brucellosis and subjected to culling were used. Fetal age was determined by ultrasound examination and the size of fetuses was measured at necropsy. Fragments of lymph nodes were collected for histopathology and qPCR. The detection of B. abortus DNA in the lymph nodes was checked from the fourth month of pregnancy in seven buffaloes and in a post-calving buffalo. Acute to chronic lymphadenitis was histologically diagnosed. B. abortus DNA was detected in all evaluated groups of lymph nodes; the mammary lymph nodes were the most affected.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Sousa M.G.S., Brito M.F., Ubiali D.G., Fonseca Jr A.A., Silva J.B., Belo Reis A.S., Oliveira C.M.C & Barbosa J.D. 2015. [Detection of Brucella abortus in lymph nodes of buffalo cows (Bubalus bubalis) at different stages of pregnancy.] Detecção de Brucella abortus em linfonodos de búfalas (Bubalus bubalis) em diferentes fases da gestação. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(12):951-955. Faculdade de Medicina Veterinária, Instituto de Medicina Veterinária, Campus de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.br O objetivo do presente trabalho foi verificar a presença do DNA de Brucella abortus e caracterizar as lesões causadas por esse agente em linfonodos de búfalas. Foram utilizadas 19 búfalas em diversos estágios de gestação, sorologicamente positivas para brucelose, submetidas ao abate sanitário, das quais se coletou fragmentos de diversos linfonodos. A idade fetal foi determinada através de exames ultrassonográficos associados à mensuração dos fetos durante a necropsia. Amostras foram coletadas e submetidas à qPCR e histopatologia. A detecção de DNA de B. abortus nos linfonodos das búfalas avaliadas foi verificada a partir do quarto mês de gestação em sete búfalas e em uma búfala pós-parição. Os achados histológicos foram linfadenite aguda a crônica. A presença de DNA de B. abortus foi detectada em todos os grupos de linfonodos avaliados, sendo que os linfonodos mais acometidos foram os mamários.


#10 - Placenta and intrauterine infection by Brucella abortus in buffaloes (Bubalus bubalis), 35(11):882-888

Abstract in English:

ABSTRACT.- Sousa M.G.S, Salvarani F.M., Bomjardim H.A., Fonseca Jr A.A., Preis I.S., Brito M.F., Leite R.C. & Barbosa J.D. 2015. [Placenta and intrauterine infection by Brucella abortus in buffaloes (Bubalus bubalis).] Infecção transplacentária e intrauterina por Brucella abortus em búfalos (Bubalus bubalis). Pesquisa Veterinária Brasileira 35(11):882-888. Faculdade de Medicina Veterinária, Instituto de Medicina Veterinária, Campus de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.br The objective of this study was to detect Brucella abortus and injuries caused by the bacteria in fetal membranes and fetuses. Twenty buffaloes serologically positive for brucellosis were used and subjected to stamping for collection of material from the closed uterus of several months gestation. Fetal age was determined by ultrasound examination and the size of fetuses was measured at necropsy. The samples were subjected to histopathology and qPCR. From the second month of pregnancy on it was possible to detect the presence of B. abortus DNA in amniotic fluid, allantoic liquid and uterus, and from the fifth month on in placenta, heart, spleen, kidney, lung, intestine, liver and lymph nodes of the fetuses. The main pathological findings were fibrinous suppurative necrotic placentitis, and chronic endometritis.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Sousa M.G.S, Salvarani F.M., Bomjardim H.A., Fonseca Jr A.A., Preis I.S., Brito M.F., Leite R.C. & Barbosa J.D. 2015. [Placenta and intrauterine infection by Brucella abortus in buffaloes (Bubalus bubalis).] Infecção transplacentária e intrauterina por Brucella abortus em búfalos (Bubalus bubalis). Pesquisa Veterinária Brasileira 35(11):882-888. Faculdade de Medicina Veterinária, Instituto de Medicina Veterinária, Campus de Castanhal, Universidade Federal do Pará, Rodovia BR-316 Km 61, Castanhal, PA 68741-740, Brazil. E-mail: diomedes@ufpa.br O objetivo deste trabalho foi verificar a presença de Brucella abortus e as lesões causadas por esse agente nos anexos fetais e nos fetos de búfalas. Para isso, 20 búfalas em diversos meses de gestação, sorologicamente positivas para brucelose, foram submetidas ao abate sanitário. A idade fetal foi determinada através de exames ultrassonográficos associados à mensuração dos fetos durante a necropsia. Do útero fechado desses animais foram coletadas amostras para histopatologia e qPCR. A partir do segundo mês de gestação foi possível detectar a presença de DNA de B. abortus em líquido amniótico, líquido alantoide e em útero e, a partir do quinto mês, na placenta, coração, baço, rim, pulmão, intestino, fígado e linfonodos dos fetos. Os principais achados anatomopatológicos foram placentite fibrinopurulenta necrótica e endometrite supurativa crônica.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV