Resultado da pesquisa (12)

Termo utilizado na pesquisa eletrocardiografia

#1 - Sedative and electrocardiographic effects of low dose dexmedetomidine in healthy cats

Abstract in English:

In feline veterinary practice sedation is often needed to perform diagnostic or minimally invasive procedures, minimize stress, and facilitate handling. The mortality rate of cats undergoing sedation is significantly higher than dogs, so it is fundamental that the sedatives provide good cardiovascular stability. Dexmedetomidine (DEX) is an α2-adrenergic receptor agonist utilized in cats to provide sedation and analgesia, although studies have been utilized high doses, and markedly hemodynamic impairments were reported. The aim of this study was to prospectively investigate how the sedative and electrocardiographic effects of a low dose of DEX performing in cats. Eleven healthy cats were recruited; baseline sedative score, systolic arterial pressure, electrocardiography, and vasovagal tonus index (VVTI) were assessed, and repeated after ten minutes of DEX 5µg/kg intramuscularly (IM). A smooth sedation was noticed, and emesis and sialorrhea were common adverse effects, observed on average seven minutes after IM injection. Furthermore, electrocardiographic effects of a low dose of DEX mainly include decreases on heart rate, and increases on T-wave amplitude. The augmentation on VVTI and appearance of respiratory sinus arrhythmia, as well as sinus bradycardia in some cats, suggesting that DEX enhances parasympathetic tonus in healthy cats, and therefore will be best avoid in patients at risk for bradycardia.

Abstract in Portuguese:

Na rotina clínica da medicina veterinária felina a sedação é frequentemente requerida para realização de procedimentos diagnósticos ou minimamente invasivos, para minimizar o estresse e facilitar o manuseio dos pacientes. A taxa de mortalidade de gatos submetidos à sedação é mais elevada do que em cães, por esse motivo, é fundamental que os sedativos confiram estabilidade hemodinâmica. A dexmedetomidina (DEX) é um α2-agonista utilizado em felinos para promover sedação e analgesia, porém os estudos têm utilizado doses elevadas, e com isso prejuízos hemodinâmicos importantes foram relatados. O objetivo desta investigação foi avaliar os efeitos sedativos e eletrocardiográficos da baixa dose de DEX em gatos. Para tal, onze felinos saudáveis foram recrutados, foram obtidos valores basais para escore de sedação, pressão arterial sistólica e eletrocardiografia, além do índice de tônus vaso vagal (ITVV). Após dez minutos da aplicação intramuscular (IM) de DEX 5µg/kg todos os exames foram repetidos. Após a DEX, sedação suave foi detectada, e a êmese e sialorreia foram efeitos adversos comuns, observados em média 7 minutos após a injeção IM. Ademais, os principais efeitos eletrocardiográficos foram redução na frequência cardíaca e aumento na amplitude da onda T. O ITVV mais elevado e surgimento de arritmia sinusal respiratória, bem como bradicardia sinusal em alguns gatos, sugerem que a DEX eleva o tônus parassimpático, e por esse motivo deve ser utilizada com cautela em pacientes com predisposição à bradicardia.


#2 - Influence of body position on the measurement of electrocardiographic waves in healthy dogs

Abstract in English:

The agreement between the electrocardiographic waves measured from tracings recorded in right lateral recumbency and several other unusual body positions was assessed. Electrocardiograms were recorded in 160 healthy dogs in right lateral, left lateral, dorsal and sternal recumbencies, as well as in standing position. Considering the right lateral recordings as the gold standard, the lowest biases for the majority of ECG parameters were calculated from left lateral recordings, whereas the highest biases were documented from dorsal and standing positions. For the mean electrical axis, the dorsal recumbency produced the lowest bias, while the greatest one was identified in sternal position. An analysis of variance indicated differences when the means of P wave duration and amplitude, duration of QRS and QT, and mean electrical axis obtained in unusual positions were compared with right lateral. In conclusion, left lateral recumbency produced the most similar measurements as compared to right lateral, but the wide limits of agreement preclude the use and interpretation of these positions interchangeably.

Abstract in Portuguese:

A concordância entre a mensuração das ondas eletrocardiográficas a partir de traçados registrados em cães mantidos em decúbito lateral direito e em vários outros posicionamentos corporais foi avaliada nesta pesquisa. Para tanto, traçados eletrocardiográficos de 160 cães saudáveis foram registrados com os pacientes posicionados nos decúbitos lateral direito, lateral esquerdo, dorsal e esternal, assim como em posição quadrupedal. Tomando como padrão ouro os registros obtidos em decúbito lateral direito, as menores diferenças médias para a maioria dos parâmetros eletrocardiográficos foram obtidas a partir dos traçados registrados com o cão mantido em decúbito lateral esquerdo, enquanto as maiores diferenças médias foram documentadas nos registros obtidos nos decúbitos dorsal e quadrupedal. Para o eixo elétrico médio, o decúbito dorsal produziu a menor diferença média, enquanto a maior foi identificada no registro em posição esternal. A análise de variância mostrou diferenças entre as médias da duração e amplitude da onda P, duração do QRS e do intervalo QT e o eixo elétrico médico quando as posições não usuais foram comparadas com o decúbito lateral direito. Esta pesquisa mostrou que o decúbito lateral esquerdo produziu as medidas mais semelhantes quando comparado àquelas obtidas em decúbito lateral direito. No entanto, os limites de concordância amplos impedem que essas posições sejam utilizadas e interpretadas de maneira intercambiável.


#3 - Computerized electrocardiogram in agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam, 37(2):150-155

Abstract in English:

ABSTRACT.- Diniz A.N., Pessoa G.T., Moura L.S., Sanches M.P., Rodrigues R.P.S., Sousa F.C.A., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2017. Computerized electrocardiogram in agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(2):150-155. Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br An electrocardiogram is a test that assesses heart electrical activity and is applied more frequently in the veterinary care of wild animals. The present study aimed to define the electrocardiogram pattern of agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam. Eighteen clinically healthy agoutis (D. prymnolopha) were used from the Nucleus for Wild Animal Studies and Conservation (NEPAS) of the Federal University of Piauí, Brazil. The animals were chemically restrained with 5% ketamine hydrochloride at a dose of 15mg/kg and midazolam at a dose of 1mg/kg by intramuscular injection. Electrocardiogram tests were carried out by a computerized method with the veterinary electrocardiogram [Acquisition Model for Computer (ECG - PC version Windows 95) Brazilian Electronic Technology (TEB) consisting of an electronic circuit externally connected to a notebook computer with ECGPC-VET (TEB) software installed on the hard disc. In analysing the EKG results, significant differences were observed for QRS complex duration, PR and QT intervals and for R wave millivoltage between the genders; but we observed a significant influence of weight despite the gender. In the present experiment, the anaesthetic protocol was shown to be well tolerated by the agoutis, and no arrhythmias occurred during the time the animals were monitored. The reference values obtained should be used to better understand the cardiac electrophysiology of the species and for its clinical and surgical management.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Diniz A.N., Pessoa G.T., Moura L.S., Sanches M.P., Rodrigues R.P.S., Sousa F.C.A., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2017. Computerized electrocardiogram in agoutis (Dasyprocta prymnolopha Wagler, 1831) anesthetized with ketamine and midazolam. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(2):150-155. Departamento de Morfofisiologia Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br O eletrocardiograma computadorizado é um dos meios de diagnóstico utilizado para avaliação do coração e vem sendo cada vez mais presente na rotina veterinária. Este trabalho teve por objetivo definir o padrão eletrocardiográfico de cutias (D. prymnolopha) anestesiadas com cetamina e midazolam. Foram utilizadas 18 cutias clinicamente saudáveis, provenientes do Núcleo de Estudos e Preservação de Animais Silvestres (NEPAS) da Universidade Federal do Piauí. Os animais foram submetidos à contenção química com cloridrato de cetamina a 5% na dosagem de 15mg/kg associado ao midazolam, na dosagem de 1mg/kg, por via intramuscular. Os exames eletrocardiográficos foram realizados pelo método computadorizado, com o eletrocardiógrafo veterinário (Módulo de Aquisição de ECG Para Computador (ECG - PC versão Windows 95) Tecnologia Eletrônica Brasileira (TEB) composto por um circuito eletrônico ligado externamente a um notebook, e de um software instalado no disco rígido do computador. Os valores de duração do complexo QRS, intervalos PR e QT, comparados entre machos e fêmeas, apresentaram diferença significativa. Em milivoltagem a onda R foi o único parâmetro que apresentou diferença significativa entre machos e fêmeas. O peso dos animais também foi significativamente diferente entre os gêneros. O protocolo anestésico mostrou-se bem tolerado pelos animais deste experimento, não ocorrendo quadros de arritmias durante o tempo de monitoramento dos animais.


#4 - Computerized electrocardiography in healthy conscious guinea pigs (Cavia porcellus), 36(12):1203-1208

Abstract in English:

ABSTRACT.- Botelho A.F.M., Oliveira M.S., Soto-Blanco B. & Melo M.M. 2016. Computerized electrocardiography in healthy conscious guinea pigs (Cavia porcellus). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(12):1203-1208. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31275-013, Brazil. E-mail: anaflaviamabo@gmail.com The purpose of this study is to evaluate healthy conscious guinea pigs as a model for electrophysiology assessment and to describe normal electrocardiographic patterns in controlled laboratory environment, establishing the best QT formula for this method. Electrocardiographic recordings of fifty adult conscious guinea pigs were obtained using a computerized electrocardiography. The electrocardiographic measurements of three different tracings were analyzed. The results obtained established normal mean and range values for the parameters: heart rate, waves and intervals of P-QRS-T deflections, as well as the mean cardiac axis. Groups were separated by body weight: group 1 gathered animals with 500-699g and group 2 with animals 700-900g. No differences were found when measurements were compared between groups, showing no significant difference between weight/body sizes to the electrocardiographic parameters (P<0.05). The mean corrected QT values (QTc) obtained using diverse formulae were significantly different (P<0.05), were the most consistent was Van der Water (QTcV). QTcV values were strongly correlated (r=98) and 95% confidence interval 185.7 to 195.2ms.Considering its simplicity and reliability, the QTcV was deemed the most appropriate to be used for the correction of QT interval in conscious guinea pigs.The results of this study also suggest that the values found can be used as reference for the species.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Botelho A.F.M., Oliveira M.S., Soto-Blanco B. & Melo M.M. 2016. Computerized electrocardiography in healthy conscious guinea pigs (Cavia porcellus). [Eletrocardiografia computadorizada em cobaios (Cavia porcellus) saudáveis e conscientes.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(12):1203-1208. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31275-013, Brazil. E-mail: anaflaviamabo@gmail.com O objetivo desse estudo foi avaliar cobaios hígidos e conscientes como modelos para estudos de eletrofisiologia e descrever os padrões eletrocardiográficos normais em ambiente laboratorial controlado, estabelecendo a melhor fórmula QT para esse método. Gravações eletrocardiográficas de cinquenta cobaios adultos conscientes foram obtidas usando eletrocardiografia computadorizada. As medidas eletrocardiográficas de três trechos diferentes foram analisadas. Os resultados estabeleceram média e desvio padrão para os parâmetros: frequência cardíaca, ondas e intervalos P-QRS-T, assim como o eixo cardíaco médio. Grupos foram separados de acordo com o peso: grupo 1 incluiu animais com 500-699g e o grupo 2 animais de 700-900g. Nenhuma diferença foi encontrada quando as medidas foram comparadas entre os grupos, mostrando que não há diferença significativa entre peso/tamanho corporal com os parâmetros eletrocardiográficos (p<0.05). As médias corrigidas dos valores do QT (QTc) obtidas usando diferentes fórmulas foram significativamente diferentes (p<0.05), sendo a mais consistente a de Van der Water (QTcV). Valores de QTcV fortemente correlacionam com o QT (r=98), com intervalo de confiança a 95% de 185.7 a 195.2 ms. Considerando a simplicidade e confiabilidade, o QTcV foi considerado apropriado para correção do intervalo QT em cobaios conscientes. Os resultados do presente estudo também sugerem que os valores encontrados possam ser utilizados como referência para essa espécie.


#5 - Importance of electrocardiography as a pre-operative examination in dogs, 36(11):1091-1094

Abstract in English:

ABSTRACT.- Figueiredo V.C., Pereira C.S., Muzzi R.A.L., Borges J.C., Muzzi L.A.L., Oberlender G., Oliveira M.M. & Abreu C.B. 2016. [Importance of electrocardiography as a pre-operative examination in dogs.] Importância da eletrocardiografia como um exame pré-cirúrgico em cães. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(11):1091-1094. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brail. E-mail: vaninhafigueiredo@hotmail.com An analysis of the pre-surgical electrocardiographic profile was made of 124 dogs submitted to different surgical interventions to correlate the variables age, sex, size, absence or presence of cardiovascular abnormalities detected during physical examination and of the surgical cases with electrocardiographic findings. No association between these variables and electrocardiographic changes were observed. A total of 79 cães (63.7%) showed some type of change in the electrocardiogram. The study suggests that pre-surgical electrocardiographic examination is of great importance, regardless of sex, age, weight, historic or clinical signs associated with heart disease.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Figueiredo V.C., Pereira C.S., Muzzi R.A.L., Borges J.C., Muzzi L.A.L., Oberlender G., Oliveira M.M. & Abreu C.B. 2016. [Importance of electrocardiography as a pre-operative examination in dogs.] Importância da eletrocardiografia como um exame pré-cirúrgico em cães. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(11):1091-1094. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Cx. Postal 3037, Lavras, MG 37200-000, Brail. E-mail: vaninhafigueiredo@hotmail.com Foi analisado o perfil eletrocardiográfico pré-cirúrgico de 124 cães submetidos a diferentes intervenções cirúrgicas com objetivo de relacionar as variáveis idade, sexo, porte, ausência ou presença de alterações cardiovasculares detectadas durante o exame físico e afecção cirúrgica com os achados eletrocardiográficos. Não foi observada associação entre essas variáveis e as alterações eletrocardiográficas. Um total de 79 animais (63,7%) apresentou algum tipo de alteração no eletrocardiograma. Assim, este estudo sugere que o exame eletrocardiográfico pré-cirúrgico é de grande valia, independente do sexo, idade, peso, histórico ou sinais clínicos associados a doença cardíaca.


#6 - Electrocardiographic exam in female spotted pacas (Cuniculus paca), 36(6):559-563

Abstract in English:

ABSTRACT.- Uscategui R.A.R., Almeida V.T., Kawanami A.E., Restan W.A.Z., Barros F.F.P.C., Feliciano M.A.R., Machado M.R.F. & Vicente W.R.R. 2016. Electrocardiographic exam in female spotted pacas (Cuniculus paca). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):559-563. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, São Paulo, SP 14884-900, Brazil. E-mail: marcusfeliciano@yahoo.com.br Considering the limited physiological information available on neotropical rodents and the importance of this information for pathophysiological and conservation studies of these species, the aim of this study was to evaluate the cardiac electric physiology of healthy captivity spotted pacas (Cuniculus paca) under chemical restraint, due to wild nature of these animals. Eleven adult female pacas were evaluated by blood count and biochemical dosage to rule out any associate disease. Each animal was evaluated in three periods every 15 days. After chemical restraint with intramuscular midazolam 0.5mg/kg and ketamine 25mg/kg, animals were subjected to a computerized electrocardiogram, where bipolar (DI, DII and DIII) and augmented unipolar leads (aVR, aVL, aVF) were obtained. Descriptive statistics were calculated for each parameter and built the confidence interval (CI) at significance level of 95%. The electrocardiographic examination was performed without difficult. ECG tracing in DII represents a QRS complex with positive polarity, preceded by a P wave of the same polarity and proceeded by T wave of variable polarity. Heart rate mean was 150±17 bpm, and cardiac electrical axis 33.4±21.9°. All animals showed sinusal rhythm. The ECG recording technique associated with chemical restraint was well tolerated, allowing quick acquisition of reliable ECG tracings with high repeatability, which produced sufficient results to determine the heart rhythm and suggest measures of ECG complexes duration and amplitude.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Uscategui R.A.R., Almeida V.T., Kawanami A.E., Restan W.A.Z., Barros F.F.P.C., Feliciano M.A.R., Machado M.R.F. & Vicente W.R.R. 2016. Electrocardiographic exam in female spotted pacas (Cuniculus paca). [Exame eletrocardiográfico em pacas fêmeas (Cuniculus paca).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):559-563. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, Via de acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, São Paulo, SP 14884-900, Brazil. E-mail: marcusfeliciano@yahoo.com.br Considerando a limitada informação sobre a fisiologia cardíaca em roedores neotropicais e a importância desta informação para estudos fisiopatológicos e de conservação desta espécie, objetivou-se com este estudo avaliar a atividade elétrica cardíaca de pacas saudáveis mantidas em cativeiro, sob restrição química, devido à natureza selvagem destes animais. Onze fêmeas adultas foram avaliadas clinicamente e por meio do hemograma e testes bioquímicos no intuito de descartar qualquer co-morbidade associada. Cada animal foi submetido a três períodos experimentais a cada 15 dias. Após a restrição química com 25mg/kg de cetamina e 0,5mg/kg de midazolam pela via intramuscular, os animais eram submetidos a eletrocardiografia (ECG) computadorizada, aonde as derivações bipolares (DI, DII E DIII) e unipolares aumentadas (aVR, aVL, aVF) foram obtidas. A estatística descritiva foi calculada para cada parâmetro e o intervalo de confiança (CI), construído a um nível de significância de 95%. O exame eletrocardiográfico foi realizado sem dificuldade. O traçado eletrocardiográfico em DII apresentou QRS com polaridade positiva, precedido por onda P da mesma polaridade e seguida por onda T de polaridade variável. A frequência cardíaca média foi de 150±17 bpm e o eixo elétrico cardíaco de 33.4±21.9°. Todos os animais mostraram ritmo sinusal. A técnica eletrocardiográfica associada com restrição química foi bem tolerada permitindo a pratica aquisição de traçados de confiança e alta reprodutibilidade, que produziram resultados suficientes para determinar o ritmo cardíaco e sugerir medidas de duração e amplitude dos complexos de ECG.


#7 - Sensitivity and specificity of electrocardiographic examination in detecting ventricular or atrial overloads in Persian cats with hypertrophic cardiomyopathy, 36(3):187-196

Abstract in English:

ABSTRACT.- Pellegrino A., Daniel A.G.T., Pessoa R., Guerra J.M., Lucca G.G., Goissis M.D., Freitas M.F., Cogliati B. & Larsson M.H.M.A. 2016. [Sensitivity and specificity of electrocardiographic examination in detecting ventricular or atrial overloads in Persian cats with hypertrophic cardiomyopathy.] Sensibilidade e especificidade do exame eletrocardiográfico na detecção de sobrecargas atriais e/ou ventriculares em gatos da raça Persa com cardiomiopatia hipertrófica. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):187-196. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: arinepel@yahoo.com.br Hypertrophic cardiomyopathy (HCM) is the most common feline heart disease and is characterized by increased cardiac mass with a hypertrophied and not dilated left ventricle. The echocardiography is the best noninvasive diagnostic tool for the differentiation of cardiomyopathies and is considered the gold standard for detection of ventricular hypertrophy present in HCM. Electrocardiographic changes are also common in animals with HCM and the electrocardiogram (ECG) is quick, easy and highly available screening test for the detection of ventricular hypertrophy in humans. In cats, few studies have been conducted regarding the sensitivity and specificity of ECG in detecting ventricular hypertrophy. With the intention of evaluating the use of ECG as a screening tool for diagnosis of HCM in cats, Persian cats (n=82) were evaluated by echocardiographic and electrocardiographic examinations. Animals with blocks and/or conduction disturbances were excluded from statistical analysis (n=22). Subsequently the animals included were classified as normal (n=38), suspicious (n=6) and affected by HCM (n=16). Statistical differences were observed in the P-wave amplitude in DII and R-wave amplitude in DII, CV6LL and CV6LU, with higher values in animals with HCM. Velocities and pressure gradient of aortic flow, left atrial diameter (LA) and LA/Ao ratio were higher in cats with HCM. Among the animals with ECG changes suggestive of left atrial enlargement (n=7), only two actually had LA enlargement on echocardiography, and among animals with left atrial enlargement on echocardiogram (n=7), only two had ECG changes suggestive of overload AE (40,4% of sensibility and 90,9% of specificity). Among the animals with ECG changes suggestive of left ventricular hypertrophy (n=6), five actually had ventricular hypertrophy on echocardiography, and among animals with HCM by echocardiography (n=16), only five showed electrocardiographic abnormalities suggestive of LV hypertrophy (31,25% of sensibility and 97,72% of specificity). We observed a positive correlation between diastolic thickness of the interventricular septum and/or left ventricular free wall and R-wave amplitude in DII and CV6LU. The electrocardiogram is quick and easy to perform, has good specificity in detecting ventricular hypertrophy in cats, however, has low sensitivity, with large numbers of false negative animals. Thus, the ECG assists in the diagnosis, but does not replace echocardiography in confirming ventricular hypertrophy.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Pellegrino A., Daniel A.G.T., Pessoa R., Guerra J.M., Lucca G.G., Goissis M.D., Freitas M.F., Cogliati B. & Larsson M.H.M.A. 2016. [Sensitivity and specificity of electrocardiographic examination in detecting ventricular or atrial overloads in Persian cats with hypertrophic cardiomyopathy.] Sensibilidade e especificidade do exame eletrocardiográfico na detecção de sobrecargas atriais e/ou ventriculares em gatos da raça Persa com cardiomiopatia hipertrófica. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):187-196. Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, São Paulo, SP 05508-270, Brazil. E-mail: arinepel@yahoo.com.br A cardiomiopatia hipertrófica (CMH) é a principal cardiopatia dos felinos e é caracterizada por hipertrofia miocárdica concêntrica, sem dilatação ventricular. O ecocardiograma é o melhor meio diagnóstico não invasivo para a diferenciação das cardiomiopatias e é considerado padrão ouro para a detecção de hipertrofia ventricular presente na CMH. Alterações eletrocardiográficas também são comuns em animais com CMH e o eletrocardiograma (ECG) é um teste de triagem para detecção de hipertrofia ventricular em humanos, sendo um exame rápido e facilmente disponível. Em gatos, poucos estudos foram realizados quanto à sensibilidade e especificidade do ECG na detecção de hipertrofia ventricular. Com a intenção de avaliar o uso do ECG como ferramenta de triagem para diagnóstico de CMH em felinos, gatos da raça Persa (n=82) foram avaliados por meio de exames ecocardiográfico e eletrocardiográfico. Animais com bloqueios e/ou distúrbios de condução foram excluídos da análise estatística (n=22). Posteriormente, os animais incluídos foram classificados em: normais (n=38), suspeitos (n=6) e acometidos pela CMH (n=16). Observaram-se diferenças estatísticas na amplitude da onda P em DII e na amplitude de onda R em DII, CV6LL e CV6LU, com valores maiores nos animais com CMH; e nos valores ecocardiográficos de velocidade e gradiente de pressão do fluxo aórtico, diâmetro do átrio esquerdo (AE) e relação AE/Ao, com valores maiores nos gatos com CMH. Dentre os animais com alterações eletrocardiográficas sugestivas de sobrecarga atrial esquerda (n=7), apenas dois realmente apresentavam aumento do AE no ecocardiograma; e dentre os animais com aumento atrial esquerdo ao ecocardiograma (n=7), apenas dois apresentavam alterações eletrocardiográficas sugestivas de sobrecarga do AE (sensibilidade de 40,40% e especificidade de 90,90%). Dentre os gatos com alterações eletrocardiográficas sugestivas de sobrecarga ventricular esquerda (n=6), cinco realmente apresentavam hipertrofia ventricular ao ecocardiograma; e dentre os animais com CMH ao ecocardiograma (n=16), apenas cinco apresentaram alterações eletrocardiográficas sugestivas de sobrecarga do VE (sensibilidade de 31,25% e especificidade de 97,72%). Observou-se correlação positiva entre espessura diastólica do septo interventricular e/ou da parede livre do ventrículo esquerdo e a amplitude da onda R em derivações DII e CV6LU. O eletrocardiograma é um exame rápido e de fácil execução, apresenta boa especificidade na detecção de hipertrofia ventricular em felinos, porém, possui baixa sensibilidade, com grande número de falsos negativos. Desta forma, o ECG auxilia no diagnóstico, mas não substitui o ecocardiograma na confirmação da hipertrofia ventricular.


#8 - Retrospective study of pre-anesthetic electrocardiogram examination of 700 dogs conducted at the Veterinary Hospital of UFMG (2013-2014), 36(2):90-93

Abstract in English:

ABSTRACT.- Botelho A.F.M., Oliveira M.S., Soto-Blanco B. & Melo M.M. 2016. Retrospective study of pre-anesthetic electrocardiogram examination of 700 dogs conducted at the Veterinary Hospital of UFMG (2013-2014). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(2):90-93. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31275-013, Brazil. E-mail: mariliamm@ufmg.br Pre-operative electrocardiograms performed in 700 dogs were analyzed in order to establish correlation between sex, age, indication for surgery, body condition score, breed and weight. Initially a clinical questionnaire was filled out from each owner, including age, breed, sex, weight, clinical history and surgical indication. Dogs above 6 years of age or those showing any kind of cardiac auscultation disturbances were referred to electrocardiogram (ECG) evaluation. All ECG were performed and analyzed by the same veterinary specialist. Abnormalities at ECG were founnd in 364 of 700 (52%) evaluated dogs, and the most frequent variation was sinus arrhythmia, observed in 293 dogs (25.4%). No significant correlation was found between the electrocardiographic alterations with weight, sex and age of the animals. Therefore ECG should be conducted routinely regardless of age, sex, breed or surgical indication, highlighting its value for determining a safe anesthetic protocol that promotes minimal cardiopulmonary depression and allows rapid post-surgical recovery.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Botelho A.F.M., Oliveira M.S., Soto-Blanco B. & Melo M.M. 2016. Retrospective study of pre-anesthetic electrocardiogram examination of 700 dogs conducted at the Veterinary Hospital of UFMG (2013-2014). [Estudo retrospectivo de exames eletrocardiográficos pré-anestésicos em 700 cães realizados no Hospital Veterinário da UFMG (2013-2014).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(2):90-93. Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias, Escola de Veterinária, Universidade Federal de Minas Gerais, Av. Presidente Antônio Carlos 6627, Belo Horizonte, MG 31275-013, Brazil. E-mail: mariliamm@ufmg.br Foram analisados exames eletrocardiográficos pré-operatórios de 700 cães, com o objetivo de estabelecer correlação entre sexo, idade, indicação cirúrgica, condição corporal, raça e peso. Inicialmente, um questionário clínico foi preenchido por cada proprietário, com informações sobre sexo, raça, sexo, peso, histórico clínico e indicação cirúrgica. Os cães com mais de seis anos de idade e aqueles que apresentavam qualquer tipo de alteração à auscultação cardíaca foram encaminhadas para avaliação por meio de eletrocardiograma (ECG). Todos os ECG foram realizados e analisados pelo mesmo veterinário especialista. As anormalidades ao ECG foram observadas em 364 dos 700 (52%) cães avaliados e a alteração mais frequente foi a arritmia sinusal, observada em 293 (25,4%) cães. Nenhuma correlação significante foi observada entre as alterações eletrocardiográficas com o peso, o sexo e a idade dos animais. Sugere-se, portanto que o exame de ECG seja realizado de forma rotineira, independente de idade, sexo, raça ou indicação cirúrgica, destacando seu valor para a determinação de um protocolo anestésico que promova mínima depressão cardiopulmonar e rápida recuperação pós-cirúrgica.


#9 - Electrocardiogram assessment in non-anaesthetized clinically healthy agouti (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831), 33(Supl.1):8-14

Abstract in English:

ABSTRACT.- Diniz A.N., Silva Júnior J.R., Guerra P.C., Barreto-Junior R.A., Almeida H.M., Freire L.D., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2013. Electrocardiogram assessment in non-anaesthetized clinically healthy agouti (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831). Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):8-14. Departamento de Morfisiologia Veterinária, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br The agouti is one of the most intensely hunted species throughout the Amazon and the semiarid regions of north-eastern Brazil. Considering the current tendency of wild animal management in captivity, the objective of this study was to determine heart reference values for agouti raised in captivity, based on electrocardiographic assessments (ECG). Adult agouti were selected without clinical signs of heart disease (n=30). The animals were restrained physically and then the ECG was performed. Standardized measurements were taken to establish the statistical analysis of the data. Analysis of the QRS complex showed values compatible with previous reports in peer animals and the limited data available for other wild and exotic species, except for the T wave that showed similar amplitude to the R wave in all the animals studied. The data obtained provided the first reference values for ECG tracings in agouti, contributing to a better understanding of heart electrophysiology in identifying myocardial pathology in these animals.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Diniz A.N., Silva Júnior J.R., Guerra P.C., Barreto-Junior R.A., Almeida H.M., Freire L.D., Ambrósio C.E. & Alves F.R. 2013. Electrocardiogram assessment in non-anaesthetized clinically healthy agouti (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831). [Avaliação do eletrocardiograma em cutias (Dasyprocta primnolopha, Wagler 1831) não-anestesiadas clinicamente saudáveis.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):8-14. Departamento de Morfisiologia Veterinária, Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, Teresina, PI 64049-550, Brazil. E-mail: flavioribeiro@ufpi.edu.br A cutia é uma das espécies mais intensamente caçados em toda a Amazônia e as regiões semi-áridas do nordeste do Brasil. Considerando-se a tendência atual no manejo de animais silvestres em cativeiro, o objetivo deste estudo foi determinar os valores de referência para o coração cutia criadas em cativeiro, com base em avaliações do eletrocardiograma (ECG). Foram selecionadas cutias adultas e sem sinais clínicos de doença cardíaca (n=30). Os animais foram contidos fisicamente e, em seguida, o ECG foi realizado. Medições padronizadas foram tomadas para estabelecer a análise estatística dos dados. Análise do complexo QRS apresentou valores compatíveis com os relatórios pregressos em animais animais de companhia, assim como para os poucos dados disponíveis para outras espécies selvagens e exóticas, com exceção da onda T, que mostrou amplitude semelhante à onda R em todos os animais estudados. Os dados obtidos permitiram a aquisição dos primeiros valores de referência para os traçados de ECG em cutias, contribuindo para uma melhor compreensão eletrofisiologia cardíaca, na identificação de miocardiopatia nesses animais.


#10 - Computerized electrocardiography in dogs: a comparative study, 33(7):949-953

Abstract in English:

ABSTRACT.- Oliveira L.S., Santos R.R.B., Melo M.B., Laranjeira D.F. & Barrouin-Melo S.M. 2013. [Computerized electrocardiography in dogs: a comparative study.] Eletrocardiografia computadorizada em cães: estudo comparativo. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(7):949-953. Departamento de Anatomia, Patologia e Clínicas, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal da Bahia, Av. Adhemar de Barros 500, Salvador, BA 40170-110, Brazil. E-mail: barrouin@ufba.br Computerized electrocardiography (C-EKG) has been more frequently used in Veterinary Medicine. Many equipment models are available for this purpose. Due to possible device sensitivity and reproducibility differences during examination, the main goal of this study was to compare electrocardiographic parameters of dogs using two different C-EKG systems: Wincardio Micromed® (WIN) and TEB ECGPC® (TEB). Forty two healthy male and female dogs of different breeds (Cocker Spaniel, Dachshund, Labrador, Pinscher, Pitbull Terrier, Poodle, Schnauzer, Shih Tzu, Yorkshire and mongrel dogs), with age between 4 months and 16 years old were grouped according to weight and evaluated by both systems. The electrocardiographic measurements were performed on DII lead for both systems. The study showed that the TEB system was more sensitive for measurement of P wave and QRS complex duration, while the WIN system showed more sensitivity for the measurements of amplitude of the same parameters. The larger animals (26-37kg) showed greater variance in the measurements of P wave and QRS complex amplitude and duration than the groups of medium (14-25kg) or smaller (3-13kg) dogs. These differences must be considered when using diverse computerized electrocardiography systems to perform measurements due to the possibility of erratic interpretation of the results between veterinary medicine services.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Oliveira L.S., Santos R.R.B., Melo M.B., Laranjeira D.F. & Barrouin-Melo S.M. 2013. [Computerized electrocardiography in dogs: a comparative study.] Eletrocardiografia computadorizada em cães: estudo comparativo. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(7):949-953. Departamento de Anatomia, Patologia e Clínicas, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal da Bahia, Av. Adhemar de Barros 500, Salvador, BA 40170-110, Brazil. E-mail: barrouin@ufba.br O método de eletrocardiografia computadorizada (ECG-C) vem sendo crescentemente difundido na medicina veterinária, havendo atualmente diversas marcas e modelos de eletrocardiógrafos disponíveis no mercado. Diante da possibilidade de diferenças na sensibilidade e na reprodutibilidade das medidas obtidas nos traçados, o presente estudo teve como objetivo comparar os parâmetros eletrocardiográficos de cães, obtidos por dois sistemas. Foram avaliados dois diferentes softwares computadorizados, o Wincardio Micromed® (WIN) e o modelo TEB ECGPC® (TEB). Quarenta e dois cães hígidos, de diferentes raças (Cocker Spaniel, Daschund, Labrador, Pinscher, Pit Bull Terrier Poodle, Schnauzer, Shit Tzu, Yorkshire e sem raça definida), machos e fêmeas e com idade entre 4 meses e 16 anos foram agrupados segundo o peso e examinados pelos dois sistemas. As medidas eletrocardiográficas dos diferentes traçados foram analisadas na derivação DII. Os resultados indicaram que o sistema TEB apresentou maior sensibilidade na obtenção das medidas de duração da onda P e do complexo QRS, enquanto o sistema WIN foi mais sensível para determinar as medidas de amplitude dos mesmos parâmetros. Os animais de maior porte (26-37kg) apresentaram maior variância nas medidas de duração e amplitude de onda P e duração do complexo QRS em comparação aos cães de médio (14-25kg) e pequeno (1-13kg) porte. O achado de diferenças entre os sistemas testados deve ser levado em consideração ao se empregar os diversos equipamentos para diagnóstico por meio de ECG-C na rotina clínica, de modo a evitarem-se divergências na interpretação dos exames entre diferentes prestadores de serviços veterinários.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV