Resultado da pesquisa (8)

Termo utilizado na pesquisa hens

#1 - Diagnosis of Brachyspira pilosicoli, Brachyspira hyodysenteriae and Brachyspira intermedia in hens and laying hens in the western region of Paraná through bacterial isolation and identification in qPCR

Abstract in English:

Bacteria of the genus Brachyspira can cause enteric diseases in poultry causing a decrease in productivity. The occurrence of this disease in chickens has already been verified in countries such as Australia, Italy, and the United States, but in Brazil, until now, epidemiological studies about Brachyspira sp. frequency were only carried out on pig farms. The objective of this study was to evaluate the presence of bacteria of the genus Brachyspira sp. through isolation and confirmation of the species Brachyspira pilosicoli, Brachyspira hyodysenteriae and Brachyspira intermedia using the qPCR technique. Samples from 110 hens aged from 35 to 82 weeks were collected, 40 were from commercial egg farms and 70 were from laying hens matrices. For the first evaluation, bacterial isolation was performed from the feces. Positive samples were submitted to qPCR to identify the three species proposed. Cecum fragments of the birds were collected and fixed in formaldehyde for histological evaluation and counting of goblet cells. Of the 110 samples, 48 characteristic isolates of Brachyspira (43.6%) were obtained and of these in qPCR 13 identified as B. hyodysenteriae (11.8%) and 5 all from the same farm as Brachyspira intermedia (4.5%), 2 samples were positive for both agents (1.8%) and 28 were not characterized by qPCR (25.5%). None histopathological lesions were observed in the chicken cecum and no significant statistical difference was noticed in the count of goblet cells of the positive hens. It can be evidenced by the occurrence of Brachyspira sp. in laying farms and hens in Brazil, with special relevance to Brachyspira intermedia that can be potentially pathogenic for these animals.

Abstract in Portuguese:

Bactérias do gênero Brachyspira podem ocasionar enfermidades entéricas em aves acarretando a queda de produtividade. A ocorrência desta enfermidade em galinhas já foi verificada em países como a Austrália, Itália e Estados Unidos, porém no Brasil, até o momento, trabalhos epidemiológicos sobre a frequencia de Brachyspira sp. só foram realizados em granjas de suínos. O objetivo deste estudo foi avaliar a presença de bactérias do gênero Brachyspira sp. através do isolamento e confirmação das espécies Brachyspira pilosicoli, Brachyspira hyodysenteriae e Brachyspira intermedia utilizando a técnica de qPCR. Foram coletadas amostras de 110 aves com idade entre 35 e 82 semanas, sendo 40 de granjas de postura comercial e 70 de granjas de matrizes de corte. Para avaliação primeiramente procedeu-se o isolamento bacteriano a partir das fezes. As amostras positivas foram submetidas a qPCR para identificação das três espécies propostas. Fragmentos de ceco das aves foram coletados e fixados em formol para avaliação histológica e contagem de células caliciformes. Das 110 amostras foram obtidos 48 isolamentos característicos de Brachyspira (43,6%) e destes na qPCR 13 identificadas como B. hyodysenteriae (11,8%) e 5 sendo todas da mesma granja (4,5%) como B. intermedia, 2 amostras foram positivas para ambos os agentes (1,8%) e 28 não foram caracterizadas através da qPCR (25,5%). Não foram observadas alterações histopatológicas no ceco e diferença estatística significativa na contagem de células caliciformes das aves positivas. Conclui‑se que a Brachyspira sp. é frequente em granjas de poedeiras e matrizes de corte no Brasil, com especial relevância para a B. intermedia que possui potência patogênico para estas aves.


#2 - In vitro antimicrobial activity of the organic extract of Cladonia substellata Vainio and usnic acid against Staphylococcus spp. obtained from cats and dogs, 37(4):368-378

Abstract in English:

ABSTRACT.- Moura J.B., Vargas A.C., Gouveia G.V., Gouveia J.J.S., Ramos-Júnior J.C., Botton S.A., Pereira E.C. & Costa M.M. 2017. In vitro antimicrobial activity of the organic extract of Cladonia substellata Vainio and usnic acid against Staphylococcus spp. obtained from cats and dogs. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(4):368-378. Laboratório de Microbiologia e Imunologia Animal, Universidade Federal do Vale do São Francisco, Campus de Ciências Rurais, BR-407 Km 12, Lote 543, Projeto de Irrigação Nilo Coelho s/n, “C1”, Petrolina, PE 56300-990, Brazil. E-mail: juscikoelho@hotmail.com Cladonia substellata Vainio is a lichen found in different regions of the world, including the Northeast of Brazil. It contains several secondary metabolites with biological activity, including usnic acid, which has exhibited a wide range of biological activities. The aim of this study was to evaluate the in vitro antimicrobial activity of the organic extract of C. substellata and purified usnic acid. Initially, Staphylococcus spp., derived from samples of skin and ears of dogs and cats with suspected pyoderma and otitis, were isolated and analyzed. In antimicrobial susceptibility testing against Staphylococcus spp., 77% (105/136) of the isolates were resistant to the antimicrobials tested. In the assessment of biofilm production, 83% (113/136) were classified as producing biofilm. In genetic characterization, 32% (44/136) were positive for blaZ, no isolate (0/136) was positive for the mecA gene, and 2% (3/136) were positive for the icaD gene. The in vitro antimicrobial activity of the organic extract of C. substellata and purified usnic acid against Staphylococcus spp. ranged from 0.25mg/mL to 0.0019mg/mL, inhibiting bacterial growth at low concentrations. The substances were more effective against biofilm-producing bacteria (0.65mg/mL-0.42mg/mL) when compared to non-biofilm producing bacteria (2.52mg/mL-2.71mg/mL). Usnic acid and the organic extract of C. substellata can be effective in the treatment of pyoderma and otitis in dogs and cats caused by Staphylococcus spp.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Moura J.B., Vargas A.C., Gouveia G.V., Gouveia J.J.S., Ramos-Júnior J.C., Botton S.A., Pereira E.C. & Costa M.M. 2017. In vitro antimicrobial activity of the organic extract of Cladonia substellata Vainio and usnic acid against Staphylococcus spp. obtained from cats and dogs. [Atividade antimicrobiana in vitro do extrato orgânico de Cladonia substellata Vainio e ácido úsnico frente Staphylococcus spp. obtidos de cães e gatos.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(4):368-378. Laboratório de Microbiologia e Imunologia Animal, Universidade Federal do Vale do São Francisco, Campus de Ciências Rurais, BR-407 Km 12, Lote 543, Projeto de Irrigação Nilo Coelho s/n, “C1”, Petrolina, PE 56300-990, Brazil. E-mail: juscikoelho@hotmail.com Cladonia substellata Vainio é um líquen encontrado em diversos continentes do mundo, inclusive no nordeste do Brasil, possui vários metabólitos secundários com atividade biológica, entre eles, o ácido úsnico, que tem apresentado uma vasta gama de atividades biológicas. O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antimicrobiana in vitro do extrato orgânico de C. substellata e do ácido úsnico purificado. Para isto, foram isolados Staphylococcus spp. de amostras de pele e orelha de cães e gatos com suspeita de piodermatite e otite. No teste de sensibilidade aos antimicrobianos frente Staphylococcus spp., 77% (105/136) foram resistentes. Na avaliação da produção de biofilme 83% (113/136) foram classificadas como produtoras de biofilme. Na caracterização genotípica, 32% (44/136) foram positivos para o gene blaZ, nenhum isolado (n=136) foi positivo para o gene mecA, e 2% (3/136) foram positivos para o gene icaD. A atividade antimicrobiana in vitro do extrato orgânico de C. substellata e do ácido úsnico purificado para Staphylococcus spp. variou de 0,25mg/ml a 0,0019mg/ml, inibindo o crescimento bacteriano em baixas concentrações. Foram mais eficazes contra bactérias produtoras de biofilme (0,65mg/ml–0,42mg/ml) quando comparadas às não produtoras de biofilme (2,52mg/ml-2,71mg/ml). Viabilizando a utilização do ácido úsnico e do extrato orgânico de C. substellata, no tratamento de otite e piodermatite em cães e gatos com o envolvimento de Staphylococcus spp.


#3 - Sexual dimorphism and perineal structure in Coendou prehensilis (Prehensile-tailed porcupine), 36(12):1215-1220

Abstract in English:

ABSTRACT.- Cury F.S. & Ambrósio C.E. 2016. [Sexual dimorphism and perineal structure in Coendou prehensilis (Prehensile-tailed porcupine).] Dimorfismo sexual e estrutura perineal em Coendou prehensilis (Ouriço-cacheiro). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(12):1215-1220. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte, Pirassununga, SP 13635-000, Brazil. E-mail: fcury@usp.br Coendou prehensilis is a mammal that belongs to the Rodentia order, which consists of five suborders: Sciuromorfos, to which the squirrels belongs; Castorimorfos where we have the beavers; Myomorfos, which include the mice; Anomaluromorfos, Hare jumper, and Hystricomorfos, where we have the capybara. We used the porcupine clerk in the research (Coendou prehensilis), one male and one female, both adults. These animals were transferred to the Laboratory of Anatomy, Department of Veterinary Medicine, Faculty of Animal Science and Food Engineering, University of São Paulo (FZEA/USP), originating from roadaccidents in Pirassununga, SP (Registration n. 43274-1 SISBIO). The animals were fixed with 10% formaldehyde and dissected in the perineum region. The results showed that the only feature which allows us to differentiate males from females is the space between anus and the genitals of the animals; the male has a larger space than the female. The perineum is an extra cavity region with lozenge definition, and this definition is formed by interpubic bones, the pubic and processes of the pubic and ischium. The male Coendou prehensilis perineum consists of five major muscles, three arranged on the urogenital diaphragm surface (ischiocavernosus muscles, M. bulbocavernosus and Mm. bulboesponjosos) and two in the pelvic diaphragm (M. levator ani and M. penis retractor). The female’s perineum is composed by ischiocavernosus, bulbospongiosus, levator ani and external anal sphincter muscles. We conclude that both sexes have the ischiocavernosus muscles, Mm. bulboesponjosos, M. levator ani and external anal sphincter, and it is very important to study the perineal region of the animals, because understanding the function and location of each muscle we can contribute to future research on reproduction and animal behavior during copulation, helping to a better knowledge about reproductive potential of Erethizontidae rodents, and to contribute in the applied biotechnology development of reproduction, what can be helpful even in captivity reproduction of these animals besides the ones in free environment.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Cury F.S. & Ambrósio C.E. 2016. [Sexual dimorphism and perineal structure in Coendou prehensilis (Prehensile-tailed porcupine).] Dimorfismo sexual e estrutura perineal em Coendou prehensilis (Ouriço-cacheiro). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(12):1215-1220. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte, Pirassununga, SP 13635-000, Brazil. E-mail: fcury@usp.br Coendou prehensilis é um mamífero da ordem Rodentia, que é composta por cinco subordens: Sciuromorfos, a qual pertencem os esquilos; Castorimorfos, onde encontramos os castores; Myomorfos, a qual encontramos os ratos; Anomaluromorfos, Lebre-saltadora, e os Histricomorfos, onde observamos a capivara. Utilizamos nesta pesquisa o ouriço-cacheiro (Coendou prehensilis) sendo um macho e uma fêmea, ambos adultos. Estes animais foram encontrados em óbito por atropelamento nas rodovias da região de Pirassununga-SP e cedidos para o Laboratório de Anatomia do Departamento de Medicina Veterinária da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo FZEA/USP devido a permissão do Ibama para estudar os animais (Registro SISBIO no. 43274-1), os quais foram fixados com formaldeído a 10% e dissecados na região do períneo. Os resultados mostraram que a única característica que nos permite diferenciar machos de fêmeas, é o espaço entre o ânus e as genitais dos animais, sendo que o macho apresenta essa distância maior que a fêmea. O períneo é uma região extra cavitária de delimitação losangular, sendo essa delimitação feita pelos ossos interpubiano, púbico e pelos processos do púbis e ísquio. O períneo do Coendou prehensílis macho é composto por cinco principais músculos, sendo três encontrados dispostos no diafragma urogenital superficial, (Músculos isquiocavernosos, M. bulbocavernoso e Mm. Bulboesponjosos) e dois no diafragma pélvico (M. levantador do ânus e M. retrator do pênis). O períneo da fêmea é composto pelos músculos (isquiocavernoso, o bulboesponjoso, levantador do ânus e esfíncter anal externo). Conclui-se que ambos os sexos possuem os músculos isquiocavernosos, Mm. Bulboesponjosos, M. levantador do ânus e esfíncter anal externo, além de que o estudo da região perineal dos animais é de grande importância, pois através do entendimento da função e localização de cada músculo, podemos contribuir para futuras pesquisas sobre reprodução e comportamento animal durante a cópula auxiliando para um melhor entendimento do potencial reprodutivo de roedores da família Erethizontidae, além de contribuir na base do desenvolvimento da biotecnologia aplicada à reprodução visando até mesmo à reprodução desses animais em cativeiro além do meio ambiente livre.


#4 - Phenotypic and molecular detection of Salmonella sp. on growing, rearing and production phases in a commercial group of laying hens, 36(6):503-508

Abstract in English:

ABSTRACT.- Moraes D.M.C., Andrade M.A, Duarte S.C., Bastos T.S.A., Arnhold E., Jayme V.S. & Nunes J.A. 2016. Phenotypic and molecular detection of Salmonella sp. on growing, rearing and production phases in a commercial group of laying hens. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):503-508. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Escola de Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Goiás, Campus Samambaia, Avenida Esperança s/n, Campus Universitário, Goiânia, GO 74690.900, Brazil. E-mail: tsabvet@gmail.com This present study was developed with the objective of detect Salmonella sp. by conventional bacteriology and qPCR techniques in samples of flooring material from transport crates (meconium); raising environment (swab of cages and drinking fountains); cloacal swab; food and insects from growing, rearing and production phases in a commercial group of laying hens. A total of 864 samples were collected, among whom 248 originated from growing, 392 from rearing and 224 from production phase. Among the 864 samples, 2,8% where positives in bacteriologic technique and 15.3% in qPCR. Contamination was higher in growing and rearing phases and declined in production phase. Twenty four isolations of Salmonella where typified as Salmonella Agona (41.7%), Salmonella Livingstone (33.3%), Salmonella Cerro (16.7%), Salmonella Senftenberg (4.2%) and Salmonella Schwarzengrund (4.2%). During growing phase Salmonella Livingstone was identified. These findings suggest vertical contamination in the group. During rearing and production phases, isolated materials belong to serovars Agona, Cerro, Senftenberg and Schwarzengrund, pointing to horizontal contamination. It is possible to conclude that both vertical and horizontal contaminations are important during the cycle of commercial egg production and contamination in rearing phase is higher than in growing and production phases.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Moraes D.M.C., Andrade M.A, Duarte S.C., Bastos T.S.A., Arnhold E., Jayme V.S. & Nunes J.A. 2016. Phenotypic and molecular detection of Salmonella sp. on growing, rearing and production phases in a commercial group of laying hens. [Detecção fenotípica e molecular de Salmonella sp. nas fases de cria, recria e produção em lote de poedeiras comerciais.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):503-508. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Escola de Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Goiás, Campus Samambaia, Avenida Esperança s/n, Campus Universitário, Goiânia, GO 74690.900, Brazil. E-mail: tsabvet@gmail.com O presente estudo foi desenvolvido com objetivo de detectar Salmonella sp. pelas técnicas de bacteriologia convencional e PCR em tempo real em amostras de forros de caixas de transporte (mecônio), de ambientes de criação (suabes de gaiola e de bebedouro), suabes de cloaca, ração e insetos oriundos das fases de cria, recria e produção de um lote de poedeiras comerciais. Foram coletadas 864 amostras das quais 248 foram originadas da cria, 392 da recria e 224 da produção. Das 864 amostras 2,8% foram positivas na técnica bacteriológica e 15,3% no PCR em tempo real. A contaminação aumentou da fase de cria para a recria e declinou na fase de produção. Vinte e quatro isolados de Salmonella foram tipificados como Salmonella Agona (41,7%), Salmonella Livingstone (33,3%), Salmonella Cerro (16,7%), Salmonella Senftenberg (4,2%) e Salmonella Schwarzengrund (4,2%). Na fase de cria identificou-se Salmonella Livingstone. Esses achados sugerem a contaminação vertical do lote. Nas fases de recria e produção os isolados pertenceram aos sorovares Agona, Cerro, Senftenberg e Schwarzengrund apontando para a contaminação horizontal. Pode-se concluir com este estudo que tanto a contaminação vertical como a horizontal são importantes no ciclo de produção de ovos comerciais e que a contaminação na fase de recria é maior que na fase de cria e de produção.


#5 - Quantitative analysis of testicular echogenicity by technical histogram in sheep of the western lowland region of Maranhão, Brazil, 35(3):297-303

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silva E.G., Gonçalves M.T.C., Pinto S.C.C., Soares D.M., Oliveira R.A., Alves F.R., Araújo A.V.C. & Guerra P.C. 2015. [Quantitative analysis of testicular echogenicity by technical histogram in sheep of the western lowland region of Maranhão, Brazil.] Análise quantitativa da ecogenicidade testicular pela técnica do histograma de ovinos da baixada ocidental maranhense. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(3):297-303. Departamento das Clínicas Veterinárias, Universidade Estadual do Maranhão, Cidade Universitária Paulo VI, Cx. Postal 9, São Luís, MA 65630-410, Brazil. E-mail: elzivania_us@hotmail.com Ultrasound is a diagnostic imaging method that allows a no invasive evaluation of different organs and body structures. However, the personal evaluation of images is one of the major hampers in using this technique. In order to reduce this drawback, it is necessary to find out tools that can help diminish the divergence in the interpretation of sonographic findings. Therefore, this study aimed to identify features of the parenchyma’s and mediastinum’s testis of sheep echogenicity using the technique of gray scale histogram. 30 animals were divided into three groups according to age (FE): three to six months (FE1), seven to 12 months (FE2), 13 to 18 months (FE3). The testicular scans were performed in the frontal, sagital and transverse views, and the gray scale histograms were analyzed. It was observed that such parenchymal as the mediastinum testis echogenicity gradually increased with the aging of the animals, with mean and standard deviation of 95.00±19.05 and 94.35±18.82 for the echogenicity parenchyma of the right and left antimere, respectively, and 127.95±12.97 to 126.59±11.78, for the right and the left mediastinum. The technique of gray scale histogram was an efficient method for determination of testicular echogenicity, enabling the establishment of normal standards that may assist future research in monitoring testicular development as well as for detecting pathologies. For exclusive regimes of extensive farming, as the western lowland region of Maranhão, is a valuable tool for use in social projects of the State to attend the family farm.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silva E.G., Gonçalves M.T.C., Pinto S.C.C., Soares D.M., Oliveira R.A., Alves F.R., Araújo A.V.C. & Guerra P.C. 2015. [Quantitative analysis of testicular echogenicity by technical histogram in sheep of the western lowland region of Maranhão, Brazil.] Análise quantitativa da ecogenicidade testicular pela técnica do histograma de ovinos da baixada ocidental maranhense. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(3):297-303. Departamento das Clínicas Veterinárias, Universidade Estadual do Maranhão, Cidade Universitária Paulo VI, Cx. Postal 9, São Luís, MA 65630-410, Brazil. E-mail: elzivania_us@hotmail.com A ultrassonografia é um método de diagnóstico por imagem que permite a avaliação de diferentes órgãos e estruturas corpóreas de maneira não invasiva. No entanto, a avaliação subjetiva das imagens caracteriza um dos grandes entraves na utilização desta técnica de diagnóstico, havendo necessidade de mecanismos que minimizem a subjetividade do exame e a divergência na interpretação dos achados ultrassonográficos. Desta forma este trabalho objetivou caracterizar a ecogenicidade do parênquima e mediastino testicular de ovinos utilizando a técnica do histograma escala-cinza. Foram utilizados 30 animais divididos em três grupos de acordo com a faixa etária (FE): de três a seis meses (FE1), sete a 12 meses (FE2), 13 a 18 meses (FE3) e realizadas varreduras testiculares nos planos frontal, sagital e transversal, elaborando ao final um histograma a partir das imagens ultrassonográficas. Observou-se que tanto a ecogenicidade do parênquima quanto a do mediastino testicular aumentaram gradativamente com a progressão das idades dos animais, com média e desvio-padrão de 95,00±19,05 e 94,35±18,82 para a ecogenicidade do parênquima do antímero direito e esquerdo, respectivamente, e 127,95±12,97 para o mediastino direito e 126,59±11,78 para o esquerdo. A técnica do histograma escala-cinza demonstrou ser um método eficiente na determinação da ecogenicidade testicular, possibilitando o estabelecimento de padrões de normalidade que venham a auxiliar pesquisas futuras no monitoramento do desenvolvimento testicular bem como na detecção de patologias. Para a regimes exclusivos de criação extensiva, como na baixada maranhense, representa ferramenta valiosa para sua utilização em projetos sociais do Estado que atendem a agricultura familiar.


#6 - Additional information about an outbreak by Allopsoroptoides galli (Acari: Psoroptoididae) in commercial laying hens in the state of São Paulo, Brazil, 34(8):760-762

Abstract in English:

ABSTRACT.- Tucci E.C., Soares N.M., Faccini J.L.H. & Vilas Boas D. 2014. Additional information about an outbreak by Allopsoroptoides galli (Acari: Psoroptoididae) in commercial laying hens in the state of São Paulo, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(8):760-762. Laboratório de Parasitologia, Instituto Biológico, Av. Conselheiro Rodrigues Alves 1252, São Paulo, SP 04014-002, Brazil. E-mail: tucci@biologico.sp.gov.br This paper reports additional information about a mange outbreak by the mite Allopsoroptoides galli in a commercial egg-laying hen facility in the state of São Paulo, Brazil. About half of the 76,000 multi-age birds of the flock were affected. Experimental infestations carried out on naive hens resulted in clinical signs similar to those diagnosed in naturally infested hens, such as generalized scaly dermatitis, presence of mucus-like material and yellowish crusts on the skin and around the calami, feather loss and strong unpleasant odor. About 30% drop of egg production was estimated. The possible source of infestation were wild birds identified on the ground and roofs of the sheds.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Tucci E.C., Soares N.M., Faccini J.L.H. & Vilas Boas D. 2014. Additional information about an outbreak by Allopsoroptoides galli (Acari: Psoroptoididae) in commercial laying hens in the state of São Paulo, Brazil. [Informação adicional sobre um surto de sarna causado por Allopsoroptoides galli (Acari: Psoroptoididae) em uma granja de poedeiras no Estado de São Paulo.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(8):760-762. Laboratório de Parasitologia, Instituto Biológico, Av. Conselheiro Rodrigues Alves 1252, São Paulo, SP 04014-002, Brazil. E-mail: tucci@biologico.sp.gov.br Este artigo acrescenta informações adicionais sobre um surto de sarna causado por Allopsoroptoides galli em uma instalação comercial de galinhas de postura no estado de São Paulo, Brasil. Approximadamente metade das 76.000 aves, com várias idades, mantidas em uma granja, foram infestadas. Um total de 12 galinhas sem prévio contato com os ácaros e infestadas experimentalmente apresentaram sinais clínicos semelhantes aos diagnosticados em galinhas naturalmente infestadas, tais como dermatite escamosa generalizada, presença de material mucoso, crostas amareladas na pele e em torno dos câlamos, perda de penas e forte odor desagradável. A perda na produçãode ovos foi estimada em 30%. As possíveis fontes de infestação foram aves silvestres observadas no chão próximo aos galpões e telhados.


#7 - Occurrence of infection with Toxoplasma gondii and factors associated with transmission in broiler chickens and laying hens in different raising systems, 32(3):231-236

Abstract in English:

ABSTRACT.- Millar P.R., Alves F.M.X., Teixeira V.Q., Vicente R.T., Menezes E.M., Sobreiro L.G., Pereira V.L.A. & Amendoeira M.R.R. 2012. Occurrence of infection with Toxoplasma gondii and factors associated with transmission in broiler chickens and laying hens in different raising systems. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(3):231-236. Laboratório de Toxoplasmose, Instituto Oswaldo Cruz, Fiocruz, Avenida Brasil 4365, Manguinhos, Rio de Janeiro, RJ 21040-900, Brazil. E-mail: amendoei@ioc.fiocruz.br Toxoplasmosis is a zoonotic disease caused by the protozoan Toxoplasma gondii. The aim of the present study was to determine the occurrence and identify the risk factors associated with transmission of T. gondii to chickens raised in different systems (free-ranged and confined) to produce eggs or meat. The 810 animals were allocated in two experimental groups according to the production system purpose: 460 broiler chickens (Group 1) and 350 layer chickens (Group 2). In order to analyze the possible factors involved in T. gondii infection in the chickens, an epidemiological questionnaire was developed for all properties.The serological detection of anti-Toxoplasma gondii antibodies was performed by Indirect Immunofluorescence (IFAT) and by Enzime Linked Imunossorbent Assay (ELISA). Since the agreement index (kappa) between these two serological techniques was considered high, 21.2% of the 810 animals were considered reactive. In Group 1, 12.2% (56/460) were positive, while in the Group 2 the positivity rate was 33.1% (116/350). The production system may be influencing the seropositivity of the animals in both groups. However, only in Group 2 it was possible to notice a statistically significant relationship between the breeding system and the frequency of positive sera. This result indicates that, at least for laying hens, the production system is directly involved in T. gondii infection. The contact with cats in Group 1 did not influence the distribution of seroreactive animals, but in Group 2 a significant relationship was observed. The occurrence of anti-T. gondii antibodies was high in both groups (broiler and posture chickens). Free-ranged chickens raised for egg production proved to be the most exposed group to the T. gondii infection. This can be related to the fact that these animals stay for longer periods in the farms, in direct contact with possibly contaminated soil by the presence of domestic cats.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Millar P.R., Alves F.M.X., Teixeira V.Q., Vicente R.T., Menezes E.M., Sobreiro L.G., Pereira V.L.A. & Amendoeira M.R.R. 2012. Occurrence of infection with Toxoplasma gondii and factors associated with transmission in broiler chickens and laying hens in different raising systems. Ocorrência da infecção por Toxoplasma gon- dii e fatores associados à sua transmissão em aves de corte e postura produzidas em diferentes tipos de criação. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(3):231-236. Laboratório de Toxoplasmose, Instituto Oswaldo Cruz, Fiocruz, Avenida Brasil 4365, Manguinhos, Rio de Janeiro, RJ 21040-900, Brazil. E-mail: amendoei@ioc.fiocruz.br A toxoplasmose é uma zoonose causada pelo protozo- ário Toxoplasma gondii. O objetivo deste estudo foi determinar a ocorrência e identificar os fatores de risco associados à transmissão de T. gondii para frangos criados em diferentes sistemas (caipira e confinado) para produzir ovos ou carne. Os 810 animais foram divididos em dois grupos experimentais de acordo com o propósito do sistema de produção: 460 frangos de corte (Grupo 1) e 350 galinhas poedeiras (Grupo 2). A fim de analisar os possíveis fatores envolvidos na infecção pelo T. gondii nas galinhas, um questionário epidemiológico foi respondido por todos os proprietários. A detecção sorológica de anticorpos anti-Toxoplasma gondii foi realizada pela técnica de imunofluorescência indireta (RIFI) e Enzime Linked Assay Imunossorbent (ELISA). Uma vez que o índice de concordância (kappa) entre estas duas técnicas sorológicas foi considerada alta, 21,2% dos 810 animais foram considerados reativos. No Grupo 1, 12,2% (56/460) foram positivos, enquanto no Grupo 2 a taxa de positividade foi de 33,1% (116/350). O sistema de produção pode estar influenciando a soropositividade dos animais em ambos os grupos. No entanto, apenas no Grupo 2, foi possível notar uma relação estatisticamente significativa entre o sistema de produção e da freqüência de soros positivos. Este resultado indica que, pelo menos para as galinhas poedeiras, o sistema de produção está diretamente envolvido na infecção pelo T. gondii. O contato com os gatos no Grupo 1 não influenciou a distribuição dos animais sororreagentes, mas no Grupo 2 uma relação estatisticamente significativa foi observada. A ocorrência de anticorpos anti-T. gondii foi alta nos dois grupos (frangos de corte e postura). Galinhas cairpiras criadas para produção de ovos provou ser o grupo mais exposto à infecção T. gondii. Isto pode estar relacionado ao fato de que estes animais ficam por períodos mais longos nas fazendas, em contato direto com o solo possivelmente contaminado pela presença de gatos domésticos.


#8 - Occurrence and distribution of Clostridium botulinum type C and D spores in buffalo breeding areas of the Baixada Maranhense, Maranhão, Brazil, 18(3/4):127-131

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silva T.M.D., Dutra I.S., Castro R.N. & Döbereiner J. 1998. [Occurrence and distribution of Clostridium botulinum type C and D spores in buffalo breeding areas of the Baixada Maranhense, Maranhão, Brazil.] Ocorrência e distribuição de esporos de Clostridium botulinum tipos C e D em áreas de criação de búfalos na Baixada Maranhense. Pesquisa Veterinária Brasileira 18(3/4):127-131. Depto Apoio, Produção e Saúde Animal, Unesp - Campus de Araçatuba, Cx. Postal 533, Araçatuba, SP 16015-050, Brazil. As botulism is a common disease in butfaloes raised in the low lands of the State of Maranhão, Brazil, the occurrence of Clostridium botulinum spores was evaluated in butfalo breeding areas of 4 municipalities in the "Baixada Maranhense". Twenty eight samples of faeces, mud and soil were collected and divided into 140 subsamples, being 40 of faeces, 65 of mud and 35 of soil. Botulinum toxin was detected in the filtrates of 104 cultures (74.28%) from 140 subsantples through the inoculation of mice. Using the microcomplement fixation technique for the identification of C. botulinum toxins, type C (14.29%), D (82.14%) and CD complex (3.57%) were found. No significant ditferences (P>0.05%) between faeces, mud and soil samples were observed. There was a high contamination with C. botulinum spores of the butfalo faeces, mud and soil in the areas studied. Identification of other types and subtypes of C. botulinum was not attempted.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silva T.M.D., Dutra I.S., Castro R.N. & Döbereiner J. 1998. [Occurrence and distribution of Clostridium botulinum type C and D spores in buffalo breeding areas of the Baixada Maranhense, Maranhão, Brazil.] Ocorrência e distribuição de esporos de Clostridium botulinum tipos C e D em áreas de criação de búfalos na Baixada Maranhense. Pesquisa Veterinária Brasileira 18(3/4):127-131. Depto Apoio, Produção e Saúde Animal, Unesp - Campus de Araçatuba, Cx. Postal 533, Araçatuba, SP 16015-050, Brazil. Botulismo é enzoótico na criação de búfalos da Baixada Maranhense, Estado do Maranhão. No presente trabalho foram realizados estudos para verificar a ocorrência e distribuição de esporos de Clostridium botulinum tipos C e D em amostras de solo, limo e fezes de búfalos, colhidas aleatoriamente em áreas inundáveis da criação de búfalos nessa Baixada. A evidenciação de esporos foi realizada em 40 amostras de fezes, 65 de limo e 35 de solo, provenientes de quatro municípios, pelo cultivo em meio de cultura com carne cozida e posterior inoculação do sobrenadante filtrado em camundongo, na tentativa de verificação da presença de toxina botulínica. A tipificação de amostras positivas foi realizada pela microfixação de complemento. Os resultados revelaram que 104 (74,28%) das 140 amostras examinadas foram positivas para a presença de esporos de C. botulinum pelo teste indireto. Não houve diferença significativa (P>0,05) entre os valores obtidos quando das análises das amostras de solo (77,1%), limo (60,0%) e fezes (95,0%). Das 28 amostras de solo, limo é fezes positivas, que foram utilizadas para a tipificação, quatro (14,29%) foram classificadas como tipo C, 23 (82, 14%) como tipo D e uma (3,5%) como pertencente ao complexo CD. Os resultados revelaram uma alta contaminação ambiental por C. botulinum em áreas de criação de búfalos da Baixada Maranhense. A identificação de outros tipos e de subtipos de C. botulinum não foi realizada.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV