Resultado da pesquisa (4)

Termo utilizado na pesquisa multiparous

#1 - Serum proteinogram and biochemistry of Holstein cows in the peripartum period

Abstract in English:

In face of the few reports found in national literature analyzing the potential influence of parturition number in serum proteinogram and biochemical profile in the peripartum period of high yielding dairy cows, the aim of the present study was to comparatively evaluate the dynamics of these serum constituents’ concentrations in blood samples obtained from primiparous and multiparous Holstein cows, 60 and 30 days prepartum and in the day of parturition. Data were analyzed by repeated measures variance analysis (ANOVA) and differences between groups and moments were analyzed by Tukey’s test. Results were considered significant when P<0.05. Parity influenced levels of total protein, albumin, globulins, magnesium, cholesterol, which were higher in multiparous cows, as well as concentrations of ceruloplasmin, total calcium, chloride and alkaline phosphatase activity, which were higher in primiparous cows. Parturition influenced serum concentrations of ceruloplasmin (+58%), transferrin (-25%), haptoglobin (+33%), total protein (-17%), globulins (-25%), immunoglobulin A (-43%), immunoglobulin G (-24%), total calcium (-12%), inorganic phosphorus (-10%), chloride (+5%), sodium (+4%), cholesterol (-23%), triglycerides (-38.6%), as well as activities of aspartate aminotransferase (+14%) and alkaline phosphatase (+28%). A decrease in serum levels of total calcium, inorganic phosphorus, cholesterol and triglycerides was more pronounced in multiparous than in primiparous cows. These results demonstrate that the interpretation of proteinogram and serum constituents should take into consideration lactation number and the moment of parturition as relevant factors in high yielding dairy cows in the transition period.

Abstract in Portuguese:

Diante da escassez de relatos encontrados na literatura nacional quanto à potencial influência do número de parições sobre o proteinograma sérico e perfil bioquímico no período periparto de vacas leiteiras de alta produção, o objetivo do presente estudo foi avaliar comparativamente a dinâmica de constituintes séricos em amostras de sangue obtidas de vacas da raça Holandesa primíparas e pluríparas, 60 e 30 dias pré-parto e no dia do parto. Os resultados foram avaliados por análise de variância (ANOVA) com medidas repetidas no tempo e as diferenças entre grupos e entre momentos foram analisadas pelo teste de Tukey, sendo os resultados considerados significativos quando P<0,05. O número de parições influenciou os teores de proteína total, albumina, globulinas, magnésio e colesterol, que foram maiores em vacas pluríparas, bem como as concentrações de ceruloplasmina, cálcio total, cloreto e atividade de fosfatase alcalina, que foram maiores em vacas primíparas. O número de parições influenciou as concentrações séricas de ceruloplasmina (+58%), transferrina (-25%), haptoglobina (+33%), proteína total (-17%), globulinas (-25%), imunoglobulina A (-43%), imunoglobulina G (-24%), cálcio total (-12%), fósforo (-10%), cloretos (+5%), sódio (+4%), colesterol (-23%), triglicérides (-38.6%), bem como as atividades de aspartato aminotransferase (+14%) e fosfatase alcalina (+28%). A diminuição do teor sérico de cálcio total, fósforo, colesterol e triglicérides foi mais acentuada em vacas pluríparas do que em vacas primíparas. Esses resultados mostram que a interpretação do proteinograma e dos constituintes séricos deve levar em consideração o número de lactações e a ocorrência do parto como fatores relevantes em vacas leiteiras de alta produção no período de transição.


#2 - Pelvimetry of multiparous Nellore cows in the cycling and early puerperal stages

Abstract in English:

Pelvis is an osteoligamentous complex, which is classified as dolichopellic in ruminants. Impairments linked to incompatibility of pelvic canal and fetal size is directly related to pelvic anatomy and disposition. Heritability of pelvic area characteristics varies from moderate to high, demonstrating its importance for animal selection. Pelvimetry can be performed through direct and indirect methods that were accessed in this study aiming to establish a correlation between internal and external pelvic dimensions in multiparous Nellore cows (26 animals) at cycling and early puerperal (up to 30 days postpartum) reproductive stages. Pelvic dimensions measured by descriptive analysis were higher at early puerperal stage. Strong Pearson’s correlation was determined between internal and external pelvic dimensions, between reproductive stages, and between pelvic girdle area and internal pelvic area. Significant Tukey’s test differences between animals in internal and external dimensions were also found. According to the results, the pelvic anatomy of Nellore cows varies according to their reproductive stage. We detach that and provide data regarding the use of internal pelvic area for animal selection studies on this breed is determined and should be measured using the proposed formula, since it can confirm statistical differences in the areas of pelvic components between animals in the cycling and early puerperal stages.

Abstract in Portuguese:

A pelve é considerada um complexo osteoligamentoso, classificada como dolicopélvica em ruminantes. Prejuízos ligados à incompatibilidade canal pélvico/tamanho fetal relacionam-se diretamente à anatomia e disposição pélvica. A característica de área pélvica apresenta herdabilidade variando de moderada a alta, indicando sua importância na seleção animal. A pelvimetria inclui formas direta e indireta. Neste estudo utilizaram-se vinte e seis vacas multíparas, da raça Nelore, agrupadas de acordo com o estágio reprodutivo, cíclico e em início de estágio puerperal (até 30 dias pós‑parto). Através deste, objetivou-se evidenciar a relação das medidas pélvicas internas e externas nos diferentes períodos reprodutivos e coletar obter dados referentes a utilização da área interna do hexágono no estudo pelvimétrico dessa espécie em estágio cíclico ou puerperal. Para tanto, realizou‑se, a pelvimetria direta e indireta. Os resultados obtidos, pela análise descritiva, foram maiores para animais em início de estágio puerperal. Por meio da correlação de Pearson podem-se observar fortes correlações entre mensurações pélvicas internas e externas, também entre os grupos propostos, e forte correlação entre elipse pélvica e área interna do hexágono. Pelo teste Tukey diferenças significativas tanto em medidas internas e externas puderam ser demonstradas. Conclui-se que as condições anatômicas da pelve variam de acordo com o estágio reprodutivo do animal, que aferição da área pélvica utilizando a formula proposta para área do hexágono interno é relevante pois foi possível comprovar a diferenças estatísticas de áreas nas fases cíclica e puerperal.


#3 - Impact of vaccination on the reproductive performance of multiparous Nellore cows, 38(3):456-461

Abstract in English:

ABSTRACT.- Ferreira L.C.L., Fernandes H.J., Silva A.G., Fernandes C.E., Dutra I.S. & Lemos R.A.A. 2018. Impact of vaccination on the reproductive performance of multiparous Nellore cows. [Impacto da vacinação sobre o desempenho reprodutivo de vacas Nelore multíparas] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(3):456-461. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Av. Senador Filinto Müller 2443, Campo Grande, MS 79070-900, Brazil. E-mail: ricardo.lemos@ufms.br Two experiments were conducted to evaluate the impact of two vaccines on the reproductive performance of multiparous beef cows in Mato Grosso do Sul, Midwest Brazil. In Experiment 1,765 calved multiparous Nellore cows were subjected to the same fixed-time artificial insemination (FTAI) protocol and rebred. Ultrasound pregnancy diagnosis was performed 30 and 90 days post-FTAI (DPI). Rates of pregnancy and pregnancy loss were determined for three periods: from 30 to 90 DPI, from 30 DPI to calving, and from 90 DPI to calving. The cows were assigned to three groups with different vaccination protocols - namely, Group VACMULT (n=250): vaccine against bovine herpesvirus 1 (BoHV&#8209;1), bovine viral diarrhea virus (BVDV), and leptospirosis; Group VACL (n=245): vaccine against leptospirosis alone; Group NOVAC (n=270): no vaccination. Serum antibody titers for BoHV&#8209;1, BVDV, and leptospirosis, measured in 57 cows from each group indicated active infection, suggesting circulation of these pathogens in the herd. No differences in pregnancy rates were observed across groups. Pregnancy loss rates did not differ significantly across groups within any of the periods investigated (30 to 90 DPI, 30 DPI to calving, or 90 DPI to calving). In Experiment 2, two vaccination protocols for each vaccine were investigated. Group VACGEST was vaccinated on day zero of FTAI (D0) and again 30 days post-FTAI (30 DPI). Group VACPREV was vaccinated on D0 and again on the day of insemination (D11). No significant difference was observed between groups, or significant gestational loss in the group that received the second vaccine on the day of insemination. The results revealed that neither vaccine interfered with the reproductive performance of multiparous cows. No differences were observed between vaccination carried out on both D0 and D11 and that performed on both D0 and D30. The performance of the IBR/BVDV/Leptospirosis vaccine on the day of the artificial insemination did not cause adverse effects on the reproductive parameters.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Ferreira L.C.L., Fernandes H.J., Silva A.G., Fernandes C.E., Dutra I.S. & Lemos R.A.A. 2018. Impact of vaccination on the reproductive performance of multiparous Nellore cows. [Impacto da vacinação sobre o desempenho reprodutivo de vacas Nelore multíparas] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(3):456-461. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Av. Senador Filinto Müller 2443, Campo Grande, MS 79070-900, Brazil. E-mail: ricardo.lemos@ufms.br Foram delineados dois experimentos para avaliar o impacto de duas vacinas no desempenho reprodutivo de vacas multíparas de bovinos de corte em Mato Grosso do Sul, Centro-Oeste do Brasil. No Experimento 1 foram utilizadas 765 vacas multíparas paridas da raça Nelore submetidas ao mesmo protocolo de inseminação artificial em tempo fixo (IATF) e repassadas por touros. O diagnóstico de gestação por ultrassonografia foi realizado aos 30 e 90 dias pós IATF. A prenhez e a taxa de perda de gestação foram determinadas para três períodos: de 30 a 90 DPI, de 30 DPI até para o parto e de 90 DPI até o parto. As vacas foram distribuídas em três grupos: grupo VACMULT (n=250), vacinado com vacina contra herpesvírus bovino tipo 1 (BoHV-1), vírus da diarreia viral bovina (BVDV) e leptospirose; grupo VACL (n=245), vacinado somente contra leptospirose; e grupo NOVAC (n=270), não vacinado. Títulos de anticorpos no soro de 57 vacas de cada grupo evidenciaram infecção por BoHV-1, BVDV e leptospirose, sugerindo circulação desses patógenos no rebanho. No diagnóstico por ultrassonografia, a prenhez não diferiu em nenhum dos três grupos. A taxa de perda de gestação não diferiu significantemente entre os grupos e dentro de qualquer um dos períodos investigados (30 a 90 DPI, 30 DPI até o parto ou 90 DPI até o parto). No Experimento 2 foram testados dois protocolos de vacinação usando as vacinas contra IBR/BVDV/leptospirose e somente contra leptospirose em ambos. No grupo VACGEST as vacas foram vacinas no dia zero (D0) do protocolo da IATF e 30 dias pós- IATF (30 DPI). No grupo VACPREV a primeira dose foi administrada no D0 e a segunda no mesmo dia da IATF (D11). Não houve diferença significativa entre os grupos, nem perda gestacional significativa no grupo que recebeu a segunda vacina no dia da inseminação (VACPREV). Os resultados mostram que as vacinas contra IBR/BVDV/leptospirose e somente contra leptospirose não interferiram no desempenho reprodutivo de vacas multíparas. Não houve diferença significativa entre o protocolo de vacinação empregado em D0 e D11 e aquele utilizado em D0 e 30 DPI. A realização da vacina contra IBR/BVD/leptospirose no dia da inseminação artificial não provocou efeitos adversos nos parâmetros reprodutivos.


#4 - Histology and morphometry in uterus horns of nulliparous bitches, multiparous ones and bitches treated with contraceptives, 29(10):847-851

Abstract in English:

RESUMO.- Monteiro C.M.R., Perri S.H.V., Roberto Gameiro de Carvalho R.G. & Koivisto M.B. 2009. [Histology and morphometry in uterus horns of nulliparous bitches, multiparous ones and bitches treated with contraceptives.] Histologia e morfometria em cornos uterinos de cadelas nulíparas, multíparas e tratadas com contraceptivos. Pesquisa Veterinária Brasileira 29(10):847-851. Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal, Curso de Medicina Veterinária, Faculdade de Odontologia, Universidade Estadual Paulista, Rua Clóvis Pestana 173, Araçatuba, SP 16065-090, Brazil. E-mail: monteiro@fmva.unesp.br Dados histológicos e morfométricos foram obtidos de útero de cadelas nulíparas (n=6), multíparas (n=6) e de cadelas tratadas com contraceptivo (n=6). Para esse fim foram usadas seis amostras de cornos uterinos, em corte médio, para cada grupo. As mensurações das espessuras da parede uterina, endométrio total, miométrio total, miométrio interno, miométrio externo, estrato vascular e diâmetro das glândulas endometriais normais não foram estatisticamente significantes entre as cadelas multíparas e tratadas, com exceção para a altura do epitélio de glândulas normais. As mensurações das espessuras da parede uterina, endométrio total, miométrio total, miométrio interno, diâmetro das glândulas normais e altura do epitélio glandular foram significantes, comparando cadelas nulíparas com as multíparas e/ou tratadas, com exceção para as espessuras do miométrio externo e estrato vascular. Diante dos resultados obtidos, pode-se concluir que os dados numéricos confirmam que (1) o uso de anticoncepcionais e sucessivas gestações afetam a estrutura uterina em seu total; (2) o miométrio externo e estrato vascular foram as regiões que menos sofreram alterações comparando-se os 3 grupos; (3) as variações morfológicas ocorreram com a mesma intensidade no endométrio e miométrio totais para as cadelas tratadas e multíparas, e (4) a presença de glândulas endometriais dilatadas foi o diferencial encontrado nas cadelas tratadas, pois as mesmas estavam ausentes nas multíparas e nulíparas.

Abstract in Portuguese:

ABSTRACT.- Monteiro C.M.R., Perri S.H.V., Roberto Gameiro de Carvalho R.G. & Koivisto M.B. 2009. [Histology and morphometry in uterus horns of nulliparous bitches, multiparous ones and bitches treated with contraceptives.] Histologia e morfometria em cornos uterinos de cadelas nulíparas, multíparas e tratadas com contraceptivos. Pesquisa Veterinária Brasileira 29(10):847-851. Departamento de Clínica, Cirurgia e Reprodução Animal, Curso de Medicina Veterinária, Faculdade de Odontologia, Universidade Estadual Paulista, Rua Clóvis Pestana 173, Araçatuba, SP 16065-090, Brazil. E-mail: monteiro@fmva.unesp.br Histological and morphometric data were obtained from uterus of nulliparous bitches (n=6), multiparous ones (n=6), and bitches treated with contraceptive (n=6). Six samples of uterine horns, cut in average for each group. Measurements of the thickness of the uterine wall, total endometrium, total myometrium, internal myometrium, external myometrium, vascular layer and diameter of normal endometrial glands were not statistically significant between the treated and multiparous bitches, except for the height of the epithelium of normal glands. Measurements of thickness of the uterine wall, total endometrium, total myometrium, myometrium internal diameter and height of the glands of normal glandular epithelium were significant, comparing nulliparous with multiparous bitches and/or treated, except for thickness of the myometrium and vascular outer layer. It can be concluded that (1) the use of contraceptives and successive pregnancies affected uterine structures in its full, (2) the vascular layer and external myometrium were the regions with less variation, (3) morphological changes occurred with the same intensity in the total endometrium and myometrium of treated and multiparous bitches; and (4) the presence of dilated endometrial glands was the difference found in the treated bitches, because they were absent in nulliparous and multiparous ones.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV