Resultado da pesquisa (55)

Termo utilizado na pesquisa vacina

#1 - Immunomodulatory effect of Bacillus toyonensis BCT-7112 supplementation in puppies vaccinated against canine parvovirus

Abstract in English:

Bacillus toyonensis is a probiotic microorganism that for decades has been used in animal nutrition around the world. The objective of this work was to evaluate the immunomodulatory effect of oral B. toyonensis supplementation in dogs vaccinated against canine parvovirus. Puppies were randomly selected and divided in two groups, one received B. toyonensis at a concentration of 2x108 viable spores per day and another group without supplementation was left as control. The puppies were vaccinated against canine parvovirus type 2. B. toyonensis supplementation was efficient in stimulating specific IgG for parvovirus with titers of 2, 3, and 2.5-fold higher than controls at 7, 21, and 35 pos-vaccination days respectively. Peripheral blood mononuclear cells (PBMCs) from dogs were cultured and stimulated with B. toyonensis DNA, vegetative cell and spores. The mRNA transcription of cytokines IL-4, IL-17, and IFN-γ up modulated by the stimuli. Thus, we conclude in this study that B. toyonensis supplementation may amplify the vaccine immune response against canine parvovirus.

Abstract in Portuguese:

Bacillus toyonensis é um micro-organismo probiótico que há décadas é utilizado na nutrição animal em todo o mundo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito imunomodulador da suplementação oral de B. toyonensis em cães vacinados contra o parvovírus canino. Os filhotes foram selecionados aleatoriamente e divididos em dois grupos, um recebeu B. toyonensis na concentração de 2 × 108 esporos viáveis por dia e outro grupo sem suplementação como controle. Os filhotes foram vacinados contra o parvovírus canino tipo 2. A suplementação com B. toyonensis foi eficiente em estimular IgG específica para parvovírus com títulos de 2, 3 e 2,5 vezes maior que os controles aos 7, 21 e 35 dias pós-vacinação, respectivamente. Células mononucleares do sangue periférico (PBMCs) de cães foram cultivadas e estimuladas com DNA de B. toyonensis, células vegetativas e esporos. A transcrição do mRNA das citocinas IL-4, IL-17 e IFN-γ foi modulada pelos estímulos. Assim, concluímos neste estudo que a suplementação com B. toyonensis pode amplificar a resposta imune da vacina contra o parvovírus canino.


#2 - Clostridium perfringens α and β recombinant toxoids in equine immunization

Abstract in English:

Clostridium perfringens is considered one of the main causative agents of superacute enterocolitis, usually fatal in the equine species, due to the action of the β toxin, and is responsible for causing severe myonecrosis, by the action of the α toxin. The great importance of this agent in the equine economy is due to high mortality and lack of vaccines, which are the main form of prevention, which guarantee the immunization of this animal species. The aim of this study was to evaluate three different concentrations (100, 200 and 400µg) of C. perfringens α and β recombinant toxoids in equine immunization and to compare with a group vaccinated with a commercial toxoid. The commercial vaccine was not able to stimulate an immune response and the recombinant vaccine was able to induce satisfactory humoral immune response in vaccinated horses, proving to be an alternative prophylactic for C. perfringens infection.

Abstract in Portuguese:

Clostridium perfringens é considerado um dos principais agentes causadores de enterocolites superagudas, geralmente fatais na espécie equina, devido à ação da toxina β, além de ser responsável por causar quadros graves de mionecrose, pela ação da toxina α. A grande importância desses agentes na equinocultura, deve-se a elevada mortalidade e a inexistência de vacinas, principal forma de prevenção, que garantam a imunização dessa espécie animal. O objetivo deste trabalho foi avaliar três diferentes concentrações (100, 200 e 400µg) dos toxóides recombinantes α e β de C. perfringens na imunização de equinos, bem como comparar com um grupo vacinado com um toxóide comercial. A vacina comercial não se mostrou capaz de estimular uma resposta imune e a vacina recombinante foi capaz de induzir resposta imune humoral satisfatória em equinos vacinados, provando ser uma alternativa profilática para infecção por C. Perfringens.


#3 - Adverse effects of foot-and-mouth disease vaccine in dairy cattle

Abstract in English:

Foot-and-mouth disease represents an important barrier to the international commerce of animal products, potentially associated with significant economic losses. The systematic vaccination of bovines and buffaloes was fundamental for the eradication of this disease; however, the use of vaccines can lead to reactions at the application site. The objectives of this study were to evaluate the effects of the vaccination protocol to the production of dairy cows and to observe the occurrence of vaccinal reactions in the animals. At one property located in the municipality of Salvador do Sul, Rio Grande do Sul, 270 dairy cows were vaccinated against foot-and-mouth disease in May 2019. The vaccine was administered via a subcutaneous application using disposable syringes and needles for each animal. Inspection of the animals was performed before and 20 days after the vaccination to verify the presence of reactions to the vaccine. The study’s sample was set by convenience, including 203 lactating animals with or without bovine somatotropin (BST) administration during the data collection period, which was limited to 20 days before and 20 days after the vaccination. Milk production data was obtained through SmartDairy® HerdMetrix™ software, tabulated in electronic spreadsheets using Microsoft Excel® and processed using the program SAS®, considering a 5% significance level for mixed model statistical analysis. A total of 160 animals (78.82%) presented local lesions at the application site, even when the recommended vaccination practices were followed, suggesting that the high reaction power was provoked by the vaccinal components. In regards to milk production, a statistically significant (p<0.05) decrease of 0.30kg of milk per animal/day was observed in the average daily production in the 20 days post-vaccination. These results demonstrate the local and systemic effects caused by the foot-and-mouth disease vaccine, evidenced by reduced levels of milk production and the occurrence of vaccine reactions, implying significant economic losses.

Abstract in Portuguese:

A febre aftosa representa uma importante barreira no comércio internacional de produtos de origem animal, podendo acarretar em significativas perdas econômicas. A vacinação sistemática de bovinos e bubalinos foi fundamental para a erradicação da doença. No entanto, a utilização de vacinas pode causar reações no local da aplicação. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da vacina em bovinos leiteiros e observar a incidência de reações vacinais no local de aplicação. O estudo foi realizado numa propriedade leiteira do município de Salvador do Sul, Rio Grande do Sul, onde foram vacinados 270 bovinos contra febre aftosa no mês de maio de 2019. A vacina foi administrada por via subcutânea, com seringas e agulhas descartáveis para cada animal. Foi realizada inspeção dos animais antes da vacinação e 21 dias após a vacinação, para verificar a presença de reações vacinais. A amostra foi definida por conveniência, incluindo 203 vacas em lactação com ou sem administração de somatotropina bovina (BST) durante o período de coleta de dados, que l foi de 20 dias antes e 20 dias após a vacinação. Estes dados de produção de leite foram obtidos através do software SmartDairy® HerdMetrix™, tabulados em planilhas eletrônicas do Microsoft Excel® e processados usando o programa SAS®, considerando 5% de nível de significância para uma análise estatística modelo misto. Foi observado que 160 (78,82%) vacas apresentaram lesões no local de aplicação, mesmo quando a aplicação era realizada de acordo com as boas práticas de vacinação, o que indica o alto poder de reação provocada pelos componentes da vacina. Em relação à produção de leite, observou-se uma redução significativa (p<0,05) na produção média diária de 0,30kg de leite por animal/dia nos 21 dias após a vacinação. Esses resultados demonstram os efeitos locais e sistêmicos provocados pela vacina da febre aftosa, evidenciados pela redução na produção de leite e pela incidência de reações vacinais, o que implica em significativas perdas econômicas.


#4 - Meta-analysis of brucellosis vaccinology in natural hosts

Abstract in English:

Brucellosis is a relevant zoonotic disease for which the most important tool for control is vaccination of susceptible animals. Assessment of vaccine efficacy in natural hosts is based on prevention of abortion and Brucella infection in organs of immunized animals. A meta-analysis of experimental vaccination of Brucella spp. natural hosts was performed, including 45 PubMed and/or Scopus-indexed publications, representing 116 individual experiments. Difference of risk was calculated as an indicator of protection, and a temporal analysis (1980-2016) demonstrated that experimental vaccines tested on natural hosts provided levels of protection that were stable over the past decades. The meta-regression model developed in this study included different vaccine categories (attenuated, inactivated, mutant, subunit, and vectored) considering the difference of risk as the dependent variable. The subcutaneous route of vaccination provided better protection when compared to the intramuscular and oral routes of vaccination. Surprisingly, inactivated vaccines provided better protection than live naturally attenuated vaccine strains (spontaneous mutations) that were considered the reference, whereas subunit vaccines provided lower levels of protection. This is the first meta-analysis of Brucella vaccinology in the natural hosts. These results are useful for the development of new vaccination protocols for controlling animal brucellosis.

Abstract in Portuguese:

Brucelose é uma doença zoonótica relevante, para a qual a vacinação de animais susceptíveis é a ferramenta mais importante de controle. Avaliação da eficácia vacinal em hospedeiros naturais é baseada na prevenção de aborto e da colonização de órgãos pela Brucella spp. em animais imunizados. Foi realizada meta-análise de estudos de vacinação experimental de Brucella spp. em hospedeiros naturais, incluindo 45 publicações indexadas pela PubMed e/ou Scopus, representando 116 experimentos individuais. Diferença de risco foi calculada como indicador de proteção e uma análise temporal (1980-2016) demonstrou que vacinas experimentais testadas em hospedeiros naturais promoveram níveis de proteção que foram estáveis ao longo das últimas décadas. O modelo de meta-regressão desenvolvido neste estudo incluiu diferentes categorias de vacinas (atenuada, inativada, mutante, subunidade e vetorial) considerando a diferença de risco como variável dependente. A via de vacinação subcutânea promoveu melhor proteção quando comparada às vias intramuscular e oral. Surpreendentemente, vacinas inativadas promoveram melhor proteção que vacinas vivas atenuadas (com mutações espontâneas) que foram consideradas como referência, enquanto vacinas de subunidades promoveram menor proteção. Este é o primeiro estudo de meta-análise da vacinologia de Brucella em hospedeiros naturais. Estes resultados são úteis para o desenvolvimento de novos protocolos vacinais para controle de brucelose animal.


#5 - Seroprevalence and incidence of Leptospira spp. in domestic dogs in the Southeast region of São Paulo State, Brazil

Abstract in English:

Leptospirosis is a zoonotic disease caused by Leptospira and domestic dogs can act as host of some serovars. In order to analyze the transmission dynamics in a dog population, with and without immunization, a longitudinal study was carried out with a focus to evaluate antibody response and to identify serovars. Blood samples were collected in three consecutive years (2015 to 2017) from 331, 373 and 347 dogs respectively. The dog seroprevalence in each year was 11%, 7% and 14%, respectively, and the incidence in 2016 was 5% and in 2017, 14%. The most frequent serovars were Cynopteri and Butembo in 2015, Cynopteri, Butembo and Hardjoprajitno in 2016, and Canicola and Butembo in 2017. Dogs can play a role as sentinel animals and hosts of Leptospira serovars. The percentage of seropositive dogs due to vaccination was higher than the previous years without immunization and lower than in previous years for other serovars, which we interpret as evidence for the importance of immunization. These parameters associated with active canine population control are important for prevention and control of leptospirosis not only in dogs but alsoto inhibit the transmission between dogs and humans.

Abstract in Portuguese:

A leptospirose é uma zoonose causada pelo agente etiológico Leptospira. Cães domésticos atuam como hospedeiro de diversos sorovares deste agente. Com intuito de analisar a dinâmica da leptospirose em uma população canina, com e sem imunização, um estudo longitudinal foi realizado avaliando a resposta sorológica destes animais e identificando seus sorovares. Foram coletadas amostras de 331, 373 e 347 cães em três anos consecutivos (2015 a 2017). As soroprevalências foram de 11%, 7% e 14%, respectivamente, e a incidência em 2016 foi de 5% e em 2017 de 14%. Os sorovares mais frequentes foram Cynopteri e Butembo em 2015, Cynopteri, Butembo e Hardjoprajitno em 2016, e Canicola e Butembo em 2017. Estes cães estão atuando como bio-indicadores da presença de Leptospira na região do estudo, incluindo sorovares zoonóticos, e contribuindo com a sua manutenção no ambiente. A soropositividade para sorovares protegidos pela vacina foi mais alta do que nos anos anteriores à imunização, enquanto para os sorovares não protegidos pela vacina diminuiu, demonstrando a importância da imunização para essa população de cães. Medidas de prevenção e controle para a leptospirose, como imunização e controle populacional canino, são recomendadas no local para inibir a transmissão do agente entre as populações de cães e humanos envolvidas.


#6 - Pathogenic potential of Brucella ovis field isolates with different genotypic profile and protection provided by the vaccine strain B. ovis ΔabcBA against B. ovis field isolates in mice

Abstract in English:

Brucella ovis causes economic and reproductive losses in sheep herds. The goal of this study was to characterize infection with B. ovis field isolates in a murine model, and to evaluate protection induced by the candidate vaccine strain B. ovis ΔabcBA in mice challenged with these field isolates. B. ovis field strains were able to colonize and cause lesions in the liver and spleen of infected mice. After an initial screening, two strains were selected for further characterization (B. ovis 94 AV and B. ovis 266 L). Both strains had in vitro growth kinetics that was similar to that of the reference strain B. ovis ATCC 25840. Vaccination with B. ovis ΔabcBA encapsulated with 1% alginate was protective against the challenge with field strains, with the following protection indexes: 0.751, 1.736, and 2.746, for mice challenged with B. ovis ATCC25840, B. ovis 94 AV, and B. ovis 266 L, respectively. In conclusion, these results demonstrated that B. ovis field strains were capable of infecting and inducing lesions in experimentally infected mice. The attenuated vaccine strain B. ovis ΔabcBA induced protection in mice challenged with different B. ovis field isolates, resulting in higher protection indexes against more pathogenic strains.

Abstract in Portuguese:

Brucella ovis é responsável por perdas econômicas e reprodutivas em rebanhos ovinos. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a infecção com as cepas isoladas de campo de B. ovis em modelo murino e avaliar a eficiência vacinal da mutante B. ovis ΔabcAB para proteção contra desafio com as cepas isoladas de campo. Foram utilizadas sete cepas isoladas de campo foram capazes de colonizar e provocar lesões no fígado e no baço de camundongos após sete dias pós-infecção. Após triagem, duas cepas foram selecionadas para a melhor caracterização (B. ovis 94 AV and B. ovis 266L). Ambas apresentaram crescimento em placa de cultivo semelhante ao da cepa de referência B. ovis ATCC 25840. A vacinação com a cepa de Brucella ovis ΔabcBA encapsulada com alginato a 1% foi capaz de proteger camundongos desafiados com as cepas isoladas de campo, com os seguintes índices de proteção: 0,751, 1,736 e 2,746, para camundongos desafiados com B. ovis ATCC 25840, B. ovis 94 AV e B. ovis 266 L, respectivamente. Estes resultados demonstraram que as cepas isoladas de campo de B. ovis são capazes de infectar e induzir lesão em camundongos experimentalmente infectados. O uso da cepa mutante atenuada B. ovis ΔabcBA para vacinação de fêmeas C57BL/6 desafiados com diferentes cepas de B. ovis induziu proteção nos camundongos desafiados com diferentes cepas de B. ovis. Deste modo, mostrando-se eficiente na proteção das cepas de campo de B. ovis.


#7 - Serological response against bovine herpesvirus and bovine viral diarrhea virus induced by commercial vaccines in Holstein heifers

Abstract in English:

Vaccination is a strategy to the prevention and control of reproductive diseases caused by bovine viral diarrhea virus (BVDV) and bovine herpesvirus type 1 (BoHV-1), however the various compositions of commercial vaccines should be evaluated for their ability to induce protection mediated by antibodies. The objective of this research was to evaluate the production of specific neutralizing Abs against BVDV-1 and 2, and BoHV-1 induced by commercial vaccines composed by different adjuvants. Holstein heifers were vaccinated and distributed in three experimental groups: Group I (G1) was vaccinated with a commercial vaccine containing inactivated BVDV-1, BVDV-2 and BoHV-1 diluted in alum hydroxide as adjuvant (n=9); Group II (G2) was vaccinated with an product containing inactivated strains of BVDV-1, BVDV-2, BoHV-1 and BoHV-5 diluted in oil emulsion as adjuvant (n=10); Group III (G3) was vaccinated with a commercial vaccine containing inactivated BVDV-1 and BVDV-2, besides live modified thermosensitive BoHV-1, diluted in Quil A, amphigen and cholesterol (n=10); A control, non‑vaccinated group (n=6) was mock vaccinated with saline. Heifers received two subcutaneous doses of 5mL of each commercial vaccine on the right side of the neck, with 21 days interval. Humoral immune response was assessed by the virus neutralization test (VN) against BVDV-1 (NADL and Singer strains), BVDV-2 (SV253 strain) and BoHV-1 (Los Angeles strain) in serum samples collected on vaccination days zero (D0), 21 (D21) and 42 (D42; 21 days after boosting). Neutralizing Abs against BVDV-1 NADL was detected only in D42, regardless of the vaccine used. Similar geometric mean titers (GMT) for BVDV-1 NADL were observed between G1 (log2=5.1) and G3 (log2=5.1). The seroconversion rate (%) was higher in G1 (78%) when compared to G2 (10%) and G3 (40%). For BVDV-1 Singer, it was also possible to detect Abs production in G1 (log2=5.8, 100% seroconversion rate) and G3 (log2=3.5, seroconversion rate = 60%), only after the booster dose (D42). Neutralizing Abs to BVDV-2 (SV253) were detected only in G3, observing 90% seroconversion associated with high titers of Abs (log2=6.7) after the 2nd dose of vaccine (D42). Heifers from G1 and G3 responded to BoHV-1 after the first dose (D21): G1 (log2=2.5, seroconversion rate = 67%) and G3 (log2=0.7, seroconversion rate = 80%). In D42, a higher magnitude response was observed in the heifers from G3 (log2=6.1, 100%) compared with G1 (log2=4.3, 100%) and G2 (log2=2.7, 60%). Based on the data obtained, it can be concluded that the commercial vaccine contained aluminum hydroxide (G1) was most effective in the induction of antibodies against BVDV-1. On the other hand, this vaccine did not induce the production of neutralizing Abs against BVDV-2. Only the heifers from G3 (Quil A, amphigen and cholesterol) generated neutralizing Abs against BVDV-2. The animals that received commercial vaccine containing oil emulsion as adjuvant (G2) had a weak/undetectable response against BVDV-1 and BVDV‑2. The best protective response against BoHV-1 was observed in heifers vaccinated with the live modified thermosensitive virus.

Abstract in Portuguese:

A vacinação é utilizada como estratégia para a prevenção e controle das doenças reprodutivas, causadas pelos vírus da diarreia viral bovina (BVDV) e herpesvírus bovino tipo 1 (BoHV-1), entretanto, as diversas composições de vacinas comerciais devem ser avaliadas quanto a sua eficiência protetiva mediada por anticorpos (Acs). O objetivo desta pesquisa foi avaliar a produção Acs neutralizantes específicos para cepas de BVDV‑1 e 2, e BoHV-1 induzida por vacinas comerciais contendo diferentes tipos de adjuvantes. Para tal, novilhas Holandesas foram vacinadas e distribuídas em três grupos experimentais: Grupo I (G1) foi vacinado com uma vacina comercial composta por cepas inativadas de BVDV-1, BVDV-2 e BoHV-1 diluídas em hidróxido de alumínio como adjuvante (n=9); Grupo II (G2) foi vacinado com produto contendo as cepas inativadas de BVDV-1, BVDV‑2, BoHV-1 e BoHV-5 em uma emulsão oleosa como adjuvante (n=10); O Grupo III (G3) foi vacinado com uma vacina comercial contendo BVDV-1 e BVDV-2 inativado, além do BoHV-1 vivo modificado e termosensivel, diluídos em adjuvante contendo Quil A, Amphigem e colesterol (n=10); O Grupo Controle não vacinado (n=6) foi inoculado com solução salina. As novilhas receberam duas doses das respectivas vacinas ou solução salina (5mL), com intervalo de 21 dias, por via subcutânea, na tábua do pescoço do lado direito. A resposta imune humoral foi avaliada pelo teste de vírus neutralização (VN) contra o BVDV-1 (cepas NADL e Singer), BVDV-2 (cepa SV253) e BoHV-1 (cepa Los Angeles) em amostras de soro coletadas nos dias (D) de vacinação zero (D0), 21 dias após 1ª dose (D21)e 42 (D42; 21 dias após A 2ª dose). Os anticorpos neutralizantes contra o BVDV-1 NADL foram detectados apenas em D42, independentemente da vacina utilizada. Os títulos médios geométricos (GMT) de anticorpos foram semelhantes entre G1 (log2=5,1) e G3 (log2=5,1). A taxa de soroconversão foi maior no G1 (78%) quando comparado ao G2 (10%) e G3 (40%). Para o BVDV‑1 Singer, somente após D42 foi observada a produção de Acs no G1 (log2=5,8; taxa de soroconversão de 100%) e G3 (log2=3,5; taxa de soroconversão = 60%). Os anticorpos contra BVDV‑2 (SV253) foram detectados apenas nas novilhas do G3, observando-se taxa de soroconversão de 90% com altos títulos de anticorpos neutralizantes (log2=6,7) em D42. Novilhas G1 e G3 responderam ao BoHV-1 após a primeira dose (D21): G1 (log2=2,5; taxa de seroconversão = 67%) e G3 (log2=0,7; taxa de seroconversão = 80%). Em contrapartida, foi observada uma maior magnitude de resposta para as novilhas G3 (log2=6,1; 100%) em D42, em relação aos animais G1 (log2=4,3; 100%) e G2 (log2=2,7; 60%). Com base nos dados obtidos, foi possível concluir que a vacina composta por hidróxido de alumínio (G1) foi mais eficaz na produção de anticorpos contra o BVDV-1, em contrapartida esse produto não induziu anticorpos contra o BVDV-2. Apenas as novilhas do G3 (Quil A, amphigen e colesterol) geraram Acs neutralizantes contra o BVDV-2. Os animais que receberam a vacina em emulsão oleosa (G2) como adjuvante apresentaram uma resposta fraca/indetectável contra o BVDV-1 e BVDV-2. A melhor resposta protetiva contra o BoHV-1 foi observada nas novilhas vacinadas com a vacina viva modificada termosensível.


#8 - Bovine rabies: economic loss and its mitigation through antirabies vaccination

Abstract in English:

Rabies is among the most common neurological disease in cattle in Brazil, causing significant economic losses. Data on the economic impact of rabies in livestock are available in several countries. However, in Brazil, these data focus mainly on the public health point o view, emphasizing the costs related to the prevention of rabies in humans, in dogs, or wildlife. Specific studies carried out in different regions of Brazil indicate critical economic losses caused by rabies in cattle in this country. However, the studies on the losses caused by the disease in cattle lack a detailed analysis of the affected rural properties based on data from official disease control agencies. The objective of this work was to evaluate the economic impact of bovine rabies, and its mitigation through antirabies vaccination in rural properties in Mato Grosso do Sul, Midwestern Brazil.

Abstract in Portuguese:

A raiva é uma das doenças neurológicas mais comuns em bovinos no Brasil, causando perdas econômicas significativas. Dados sobre o impacto econômico da raiva em bovinos de vários países estão disponíveis. No entanto, no Brasil, esses dados enfocam principalmente o ponto de vista de saúde pública, enfatizando os custos relacionados à prevenção da raiva em humanos, em cães ou animais silvestres. Estudos pontuais realizados em diferentes regiões do Brasil indicam perdas econômicas importantes causadas pela raiva em bovinos no país. No entanto, os estudos sobre as perdas causadas pela doença em bovinos carecem de uma análise detalhada das propriedades rurais afetadas com base em dados das agências oficiais de controle de doenças. O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto econômico da raiva bovina e sua mitigação através da vacinação antirrábica em propriedades rurais de Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste do Brasil.


#9 - Low level of the immune response against rabies virus in dogs and cats, a cross-sectional study in sheltered animals, Santander, Colombia

Abstract in English:

Rabies is an incurable and fatal progressive viral encephalomyelitis that causes approximately 61,000 deaths a year globally mainly by dog bites, which show the importance of anti-rabies vaccination in dogs to achieve elimination of the disease. In Colombia, multiple cases of human rabies transmitted by dogs and cats have been reported since 1999, showing an increased significance of cats in the transmission of rabies, mainly in rabies of wild origin. Therefore, the aim of the present study was to evaluate the development of neutralizing antibodies in dogs and cats during the mass vaccination campaign of the second half of 2015 in the city of Bucaramanga. For this purpose, a descriptive cross-sectional study with convenience sampling was conducted in 382 dogs and cats (295 dogs, 87 cats), and an evaluation of the humoral immune response of the animals was performed by quantitative ELISA. The prevalence of optimal neutralizing antibodies (>0.5 IU/ml) was only 32.76% (95% CI=28.05-37.46%) in the entire population studied and most of the animals did not have an adequate response to the vaccination, or seroconversion was not detected on them (65.45-95% confidence interval, CI=60.68-70.21%). Significant difference was found between the neutralizing antibody titers in cats and dogs, with a higher neutralizing response in cats. In conclusion, although mass vaccination campaigns for dogs and cats are the most important measure to interrupt virus circulation among the animals, achievement of a good neutralizing immune response in the animals is useful to demonstrate that vaccination has been successful, allowing the maintenance of the required minimum levels of population immunity. These results will allow the implementation of corrective measures in Bucaramanga to achieve better seroconversion rates. Other cities are expected to implement similar seroconversion assessments to verify the quality of effective anti-rabies vaccination in animal populations.

Abstract in Portuguese:

A raiva é uma encefalomielite viral progressiva incurável e fatal que causa aproximadamente 61.000 mortes por ano no mundo, principalmente por mordidas de cães, que mostram a importância da vacinação anti-rábica em cães para conseguir a eliminação da doença. Na Colômbia, vários casos de raiva humana transmitida por cães e gatos foram relatados desde 1999, mostrando um aumento na importância de gatos na transmissão da raiva, principalmente em raiva de origem selvagem. Portanto, o objetivo do presente estudo foi avaliar o desenvolvimento de anticorpos neutralizantes em cães e gatos durante a campanha de vacinação em massa do segundo semestre de 2015 na cidade de Bucaramanga. Para este propósito, um estudo descritivo transversal com amostragem de conveniência foi realizado em 382 cães e gatos (295 cães, 87 gatos), e uma avaliação da resposta imune humoral dos animais foi realizada por ELISA quantitativo. A prevalência de anticorpos neutralizantes ótimos (>0,5 UI/ml) foi de apenas 32,76% (IC 95% = 28,05-37,46%) em toda a população estudada e a maioria dos animais não teve resposta adequada à vacinação, ou a soroconversão foi não detectado neles (65,45-95% intervalo de confiança IC = 60,68-70,21%). Diferença significativa foi encontrada entre os títulos de anticorpos neutralizantes em gatos e cães, com uma maior resposta neutralizante em gatos. Em conclusão, embora as campanhas de vacinação em massa para cães e gatos sejam a medida mais importante para interromper a circulação do vírus entre os animais, a obtenção de uma boa resposta imunológica neutralizante nos animais é útil para demonstrar que a vacinação foi bem sucedida, permitindo a manutenção necessária dos níveis mínimos de imunidade da população. Esses resultados permitirão que a implementação de medidas corretivas em Bucaramanga alcance melhores taxas de soroconversão. Outras cidades devem implementar avaliações similares de soroconversão para verificar a qualidade da vacinação anti-rábica efetiva em populações animais.


#10 - Economic impact of an outbreak of botulism in a cattle feedlot

Abstract in English:

Botulism is a febrile disease, fatal in most cases, which affects the muscles of locomotion, chewing, and swallowing, as well as the diaphragm and intercostal muscles, causing flaccid paralysis and respiratory arrest. In bovines, the etiology is due to the ingestion of neurotoxins types C and D formed by the bacterium Clostridium botulinum in an animal or vegetal substance, during decomposition. Vaccination is one of the most effective prophylactic means to prevent this disease. In this study, an outbreak of botulism was evaluated in a feedlot with 6,300 finishing cattle, wherein 25 died as a consequence of contracting this disease. The economic losses resulting from the deaths were analyzed, and economic analysis was conducted, involving the estimated cost of vaccination for the whole herd under risk, with the objective of evaluating whether this prophylactic practice is a viable action plan. The financial loss due to the deaths resulting from botulism in the case studied was found to be R$55,560.00, equivalent to 0.39% of the total monetary value of the herd. The cost of immunizing the entire herd under risk was 14.06% (for toxins exclusive to toxins C and D) and 22.22% (for polyvalent vaccines against clostridiosis) of the financial loss incurred as a consequence of the recorded deaths. It was concluded that botulism is a disease that can cause a significant economic impact on intensive livestock production systems, and that vaccination is an economically viable prophylactic action if performed with adequate sanitary planning.

Abstract in Portuguese:

O botulismo é uma doença afebril, fatal na maioria dos casos, que afeta os músculos da locomoção, mastigação, deglutição e também o diafragma e os músculos intercostais, causando paralisia flácida e parada respiratória. Nos bovinos a etiologia é devido à ingestão de neurotoxinas tipos C e D previamente formadas pela bactéria Clostridium botulinum em matéria animal ou vegetal em decomposição. A vacinação é um dos meios profiláticos mais eficazes para prevenir esta doença. Neste trabalho, estudou‑se um surto de botulismo em um confinamento com 6300 bovinos em terminação, no qual 25 morreram devido a esta doença. Foram analisadas as perdas econômicas em consequência das mortes, e por meio do percentual do prejuízo contabilizado, foi realizada uma análise econômica referente ao custo estimado da vacinação para todo do rebanho sob-risco com o objetivo de avaliar se esta prática profilática é um plano de ação viável. Como resultado, o prejuízo financeiro devido às mortes resultantes do botulismo no caso estudado foi de R$ 55.560,00 o equivalente a 0,39% do valor monetário total do rebanho. O custo da vacinação para imunizar todo o rebanho sob-risco foi equivalente a 14,06% (para vacinas exclusivas para toxinas C e D) e 22,22% (para vacinas polivalentes contra clostridioses) relativo ao prejuízo financeiro em consequência dos óbitos registrados. Concluiu-se que o botulismo é uma doença que pode provocar impacto econômico significativo em sistemas de corte intensivos em bovinos, e que, a vacinação é um meio profilático economicamente viável se for realizada por meio de um planejamento sanitário adequado.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV