Resultado da pesquisa (21)

Termo utilizado na pesquisa farms

#1 - Bacterial identification, somatic cell count, antimicrobial profile and toxigenic Staphylococcus strains search from mastitic cow milk samples on small farms properties

Abstract in English:

Bovine mastitis has a negative impact on milk production and can pose risks to public health. The present study aimed to evaluate the quality of bovine milk from small farms in the Botucatu/SP region. Somatic cell counts (SCC), identification of pathogens involved in mastitis, and sensitivity antimicrobial profile of staphylococci isolated were performed. The presence of enterotoxin encoding genes in isolates of staphylococci obtained from milk was investigated. Milk samples from individual mammary quarters of cows were submitted to the California mastitis test (CMT) and SCC. Of the 239 dairy cows from 21 dairy herds evaluated (mean = 11.4 animals/property), two cows (0.8%) presented clinical mastitis and 86 (35.9%) subclinical mastitis. Bacterial culture was performed in 177 quarter milk samples. Staphylococci were identified in 55 (31.1%), corynebacteria in 45 (25.4%), streptococci in 25 (14.1%) and coliforms in four (2.3%) milk samples. Average SCC from culture-positive samples was 1598x103 cells/mL, in case of staphylococci was 1362x103 cells/ml, streptococci was 2857x103 cells/mL, corynebacteria was 976x103 cells/mL and in the cases of coliforms 1161x103 cells/mL were obtained. Staphylococci showed a high sensitivity (>95%) to cephalothin, cotrimoxazole, enrofloxacin, and gentamicin, with a 41.2% resistance to penicillin and 11.8% to oxacillin. Both coagulase positive (CPS) and negative staphylococci (CNS) carried genes encoding enterotoxins in 21.6% of the first group and 41.9% in the second. The sea gene was the most detected 45.8% (n=24) between them, followed by seb with 29.2% and sec with 25.0%. The sed gene was not identified. We highlight the potential risk to public health in the possibility of strains of Staphylococcus spp. enterotoxin-producing genes that can cause staphylococcal food poisoning.

Abstract in Portuguese:

A mastite bovina impacta negativamente a produção leiteira e pode acarretar riscos à saúde pública. O presente estudo teve como objetivo a avaliação da qualidade do leite bovino proveniente de pequenas propriedades na região de Botucatu/SP. Foi realizada a contagem de células somáticas (CCS), identificação dos patógenos envolvidos nas mastites, e realizado o perfil de sensibilidade aos antimicrobianos dos estafilococos isolados. Pesquisou se a presença de genes codificadores de enterotoxinas em isolados de estafilococos obtidos a partir do leite mastítico. Amostras de leite de quartos mamários individuais de vacas foram submetidas ao “California mastitis test” (CMT) e à CCS. Das 239 vacas em lactação provenientes de 21 rebanhos leiteiros avaliados (média = 11,4 animais/propriedade), dois (0,8%) animais apresentaram mastite clínica e, 86 (35,9%) mastite subclínica. 177 amostras de leite foram cultivadas em ágar sangue bovino 5% e ágar MacConckey e obteve-se 55 (31,1%) Staphylococcus spp., 25 (14,1%) Streptococcus spp., 45 (25,4%) Corynebacterium spp. e quatro (2,3%) coliformes. A média da CCS das amostras procedentes de todos os quartos mamários infectados avaliados foi de 1598x103 células/mL, enquanto que nos casos que foram isolados Staphylococcus spp. foi de 1362x103 células/mL, Streptococcus spp. 2857x103 células/mL, Corynebacterium spp. de 976x103 células/mL e nos casos de coliformes 1161x103 células/mL. Os estafilococos revelaram grande sensibilidade (>95%) à cefalotina, cotrimoxazol, enrofloxacina e gentamicina, com resistência de 41,2% à penicilina e 11,8% à oxacilina. Tanto estafilococos coagulase positivos (ECP) como negativos (ECN) revelaram genes codificadores de enterotoxinas em 21,6% do primeiro grupo e 41,9% no segundo. O gene sea foi o mais detectado 45,8% (n=24), seguido pelo seb com 29,2% e sec com 25,0%. O gene codificador da sed não foi identificado. Frente aos resultados, destaca-se o risco potencial à saúde pública pela possibilidade de veiculação de linhagens de Staphylococcus spp. carreadores de genes produtores de enterotoxinas, podendo ocasionar toxi-infecções alimentares.


#2 - Risk of exposure of farms and subsistence nurseries to contact with wild boar in southern Mato Grosso do Sul

Abstract in English:

With the advancement of wild boar distribution in the rural environment, its impacts are not limited to health in the pig sector, but the requirements for monitoring and control of the species are requirements laid down by the OIE for the recognition of classical swine fever free zone status. The construction of ecological models of favorability or suitability for the occurrence of pest species are necessary tools for the decision making on priority areas of management aiming at risk management. This work aims to map the level of suitability for the occurrence of wild boar in the southern state of Mato Grosso do Sul, as well as to identify the main risk variables for contact with the wild boar and evaluate the biosecurity measures adopted by commercial farms integrated in the south of the State of Mato Grosso do Sul. To evaluate the risk potential of wild boar for commercial and subsistence swine farming in southern Mato Grosso do Sul, a model of environmental suitability was constructed for this species in the swine producing region. This model considered different environmental strata, being the selection of the layers considered the physiological and behavioral characteristics of the species. In parallel, interviews were carried out in a sample of commercial farms integrating the region to survey the perception of the presence of the invasive species and the biosafety measures adopted. The results of this work indicate that the risk of contact among wild boars and animals reared in closed production systems may be high in the study area and only establishment of appropriate biosecurity measures that consider the characteristics and habits of the boar may prevent the intrusion of this species and contact with domestic swine. The built model can be considered of high reliability and it is recommended to apply it to other areas of the state, being a useful tool for the productive sector, environmental agencies and decision makers.

Abstract in Portuguese:

Com o avanço da distribuição do javali no ambiente rural, seus impactos não se restringem somente a sanidade suidea, embora as exigências quanto ao monitoramento e controle da espécie sejam exigências previstas pela OIE, para o reconhecimento do status de zona livre de peste suína clássica. A construção de modelos ecológicos de favorabilidade ou adequabilidade para a ocorrência de espécies-praga são ferramentas necessárias para as tomadas de decisão sobre áreas prioritárias de manejo visando gestão de risco. Este trabalho objetiva mapear o nível de adequabilidade para a ocorrência de javalis no sul do Estado de Mato Grosso do Sul, bem como levantar as principais variáveis de risco para o contato com o javali asselvajado e avaliar as medidas de biosseguridade adotadas por granjas comerciais integradas no sul do Estado do Mato Grosso do Sul. Para avaliar o potencial de risco exercido pelos javalis para a suinocultura comercial e de subsistência nesta região foi construído um modelo de adequabilidade ambiental para essa espécie na região produtora de suínos. Esse modelo considerou diferentes estratos ambientais, sendo que para a seleção das camadas consideram-se características fisiológicas e comportamentais da espécie. Em paralelo, entrevistas foram realizadas em uma amostragem de granjas comerciais de integração da região para levantamento da percepção quanto a presença da espécie invasora e as medidas de biossegurança adotadas. Os resultados desse trabalho indicam que o risco de contato entre javalis de vida livre e os animais criados em sistemas de produção fechados pode ser alto na área de estudo e somente estabelecimento de medidas de biosseguridade apropriadas, que considerem as características e hábitos do javali poderá impedir a intrusão dessa espécie e o contato com os suínos domésticos. O modelo construído pode ser considerado de elevada confiabilidade e recomenda-se a sua aplicação para as outras áreas do estado, sendo uma ferramenta útil para o setor produtivo, os órgãos ambientais e os tomadores de decisão.


#3 - Detection of Listeria spp. in cattle and environment of pasture-based dairy farms, 38(9):1736-1741

Abstract in English:

ABSTRACT.- Matto C., Varela G., Braga V., Vico V., Gianneechini R.E. & Rivero R. 2018. Detection of Listeria spp. in cattle and environment of pasture-based dairy farms. [Detecção de Listeria spp. em gados leiteiros no meio ambiente com base na pastagem.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1736-1741. Laboratorio Regional Noroeste DILAVE “Miguel C. Rubino”, Ministerio de Ganadería, Agricultura y Pesca, Ruta 3 Km 369, C.P. 60.000, Paysandú, Uruguay. E-mail: cmatto@mgap.gub.uy The aim of the study was to detect Listeria spp., particularly Listeria monocytogenes, in cattle and environment of pasture based dairy farms in Paysandú, Uruguay. A two-stage sampling was conducted, 10 farms were selected by probability proportional to size. A single visit was made to each farm. Samples from bovine faeces, feedstuffs, bulk tank milk, drinking water and soil from the entry and exit pens of the milking parlour were collected for bacteriological studies. PCR assays were used to confirm species and determine the serotype profile of L. monocytogenes isolates. AscI-pulsed-field gel electrophoresis was done to genetically compare them. Listeria spp. were isolated from eight of ten dairy farms, whereas L. monocytogenes in three of them. Serotype distribution in L. monocytogenes was as follows: 1/2a, three isolates; 4b, one isolate. L. monocytogenes or L. innocua excreted from clinically healthy milking cows was detected via faeces. In feedstuffs, only one L. monocytogenes 1/2a isolate from a pasture was obtained. The strain was identical by PFGE to an isolate 1/2a obtained from a pool of milking cow feces that grazed on this farm. No isolation of Listeria spp. was retrieved from the bulk tank milk or drinking water from any of the farms. Listeria innocua was detected in 13 feedstuffs and seven samples of soil from the entry and exit pens of the milking parlour. This is a first local study that confirms the presence of Listeria spp. including L. monocytogenes in healthy cattle and environment of pasture-based dairy farms. These results suggest the potential role that healthy cattle and their sub-products would play as a source of these agents for humans and/or others animals. More detailed studies that include genetic comparison of human and animal isolates are required in order to clearly establish the epidemiological relationship.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Matto C., Varela G., Braga V., Vico V., Gianneechini R.E. & Rivero R. 2018. Detection of Listeria spp. in cattle and environment of pasture-based dairy farms. [Detecção de Listeria spp. em gados leiteiros no meio ambiente com base na pastagem.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1736-1741. Laboratorio Regional Noroeste DILAVE “Miguel C. Rubino”, Ministerio de Ganadería, Agricultura y Pesca, Ruta 3 Km 369, C.P. 60.000, Paysandú, Uruguay. E-mail: cmatto@mgap.gub.uy O objetivo deste trabalho foi detectar a presença de bactérias do gênero Listeria e particularmente Listeria monocytogenes, em bovinos leiteiros no ambiente de Paysandú, Uruguai. Foi realizada uma amostragem em duas etapas, dez estabelecimentos foram selecionados por probabilidade proporcional ao tamanho. Foi realizada uma única visita a cada propriedade. Foram coletadas amostras para cultura bacteriológica de matéria fecal bovina, além de alimentos, leite do tanque de resfriamento, água e solo na entrada e saída da sala de ordenha. Com os isolados de L. monocytogenes foi realizado PCR para a confirmação da espécie e determinação do perfil do serotipo. AscI-elctroforese em gel de campo pulsado foi realizado para compará-los geneticamente. Listeria spp. foram isoladas de oito de dez estabelecimentos, enquanto L. monocytogenes foram detectadas em três deles. A distribuição dos serotipos nos isolados de L. monocytogenes recuperados foi: 1/2a três isolados, 4b um isolado. Foram detectadas vacas leiteras clinicamente sadias ​​que excretaram L. monocytogenes ou L. innocua nas fezes. Dos alimentos do gado houve só um isolamento de L. monocytogenes 1/2a em uma pastagem. Esta estirpe foi idêntica no PFGE a um isolado 1/2a obtido de uma “piscina” de fezes de vacas leiteiras do mesmo estabelecimento. Não houve isolamento de Listeria no leite do tanque de resfriamento ou na água de nenhum dos estabelecimentos. Listeria innocua foi detectada em 13 alimentos para o gado e sete amostras de solo na entrada e saída da sala de ordenha. Este parece ser o primeiro estudo local que confirma a presença de Listeria spp. incluindo L. monocytogenes em vacas leiteiras sadias e no meio ambiente de propriedades leiteiras com base alimentícia na pastagem. Esses resultados sugerem o potencial de vacas sadias e seus subprodutos como possível fonte desses agentes para humanos e/ou outros animais. São necessários estudos mais detalhados que incluem a comparação genética de isolados humanos e de animais para estabelecer claramente seu relacionamento epidemiológico.


#4 - Mastitis in dairy goats from the state of Minas Gerais, Brazil: profiles of farms, risk factors and characterization of bacteria, 38(9):1742-1751

Abstract in English:

ABSTRACT.- Lima M.C., Souza M.C.C., Espeschit I.F., Maciel P.A.C.C., Sousa J.E., Moraes G.F., Ribeiro Filho J.D. & Moreira M.A.S. 2018. Mastitis in dairy goats from the state of Minas Gerais, Brazil: profiles of farms, risk factors and characterization of bacteria. [Mastite em cabras de leite no estado de Minas Gerais: perfil de propriedades, fatores de risco e caracterização de bactérias.] Pesquisa Veterinária Brasilera 38(9):1742-1751. Laboratório de Doenças Bacterianas, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs s/n, Centro, Viçosa, MG 36570‑900, Brazil. E-mail: masm@ufv.br The Zona da Mata of Minas Gerais has a specialized goat milk production chain. Goat milk is superior in quality compared with milk of other domestic species, and the demand for milk and milk products for the public has increased. Data on dairy goat breeding in Minas Gerais are scarce and relatively old, and this lack of information has limited the implementation of prophylactic measures, especially for mastitis, which represents the biggest sanitary problem for dairy herds. The objective of this work was to characterize mastitis and bacteria associated with it in milking goats in the Zona da Mata of Minas Gerais. It also causes socioeconomic problems and market issues for dairy goat farming. A total of 539 lactating goats were examined and 268 individual samples (one for teat) were collected from animals positive for strip cup test and/or the California Mastitis Test (CMT). Microbiological cultures were carried out on blood agar medium and the bacteria were subjected to phenotypic, genotypic and antimicrobial susceptibility tests. The prevalence of subclinical mastitis was 28.0% and the clinical prevalence was 2.8%. Bacterial multiplication was obtained in 62% of samples. One hundred eighty seven total bacteria were identified. The most common species identified was Staphylococcus aureus (60%), followed Staphylococcus epidermidis (9.1%,), Escherichia coli (6.9%), Staphylococcus saprophyticus (5.9%) e Staphylococcus caprae (4.3%). Bacteria of the genus Staphylococcus presented a profile of resistance to antimicrobials belonging to the beta-lactam class (penicillin, ampicillin and oxacillin) in addition to tetracycline, in contrast to the other antimicrobials tested. Twelve percent of multidrug resistence (MDR) was found in five microregions. Among the bacteria with the highest prevalence of MDR, 38.5% were E. coli and 10.6% were S. aureus. The producers of the Zona da Mata of Minas Gerais are technicians who work with specialized dairy breeds and practise good management. However, some measures related to prophylaxis and control of diseases, such as vaccination, have low adherence or are not performed due to a lack of veterinary assistance. This is the first study focusing on this region, which is highly prominent in goat milk production in Brazil. It provides important information that can help in the implementation of measures for the prophylaxis and control of diseases, and for maintenance of a constant supply of products in sufficient quantities and of a quality suitable for the consumer population.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Lima M.C., Souza M.C.C., Espeschit I.F., Maciel P.A.C.C., Sousa J.E., Moraes G.F., Ribeiro Filho J.D. & Moreira M.A.S. 2018. Mastitis in dairy goats from the state of Minas Gerais, Brazil: profiles of farms, risk factors and characterization of bacteria. [Mastite em cabras de leite no estado de Minas Gerais: perfil de propriedades, fatores de risco e caracterização de bactérias.] Pesquisa Veterinária Brasilera 38(9):1742-1751. Laboratório de Doenças Bacterianas, Departamento de Veterinária, Universidade Federal de Viçosa, Avenida PH Rolfs s/n, Centro, Viçosa, MG 36570‑900, Brazil. E-mail: masm@ufv.br A Zona da Mata de Minas Gerais possui uma cadeia especializada de produção de leite de cabra. O leite de cabra é superior em qualidade em comparação com o leite de outras espécies domésticas, e a demanda por leite e produtos lácteos do público tem aumentado. Os dados sobre o sistema de criação de cabras leiteiras em Minas Gerais são escassos e relativamente antigos, e essa falta de informação limita a implementação de medidas profiláticas, especialmente para a mastite, que representa o maior problema sanitário nos rebanhos leiteiros. Isso também causa problemas socioeconômicos e problemas de mercado para a criação de cabras leiteiras. O objetivo deste trabalho foi caracterizar a mastite e as bactérias associadas em cabras leiteiras na Zona da Mata de Minas Gerais. Um total de 539 cabras em lactação foi examinado e 268 amostras individuais (uma por teto) foram coletadas de animais positivos no teste da caneca de fundo escuro e/ou Califórnia Mastitis test (CMT). As culturas microbiológicas foram realizadas em meio Agar sangue e as bactérias foram submetidas a testes fenotípicos, genotípicos e testes de susceptibilidade antimicrobiana. A prevalência de mastite subclínica foi de 28,0% e a prevalência clínica foi de 2,8%. A multiplicação bacteriana foi obtida em 62,0% das amostras. Cento e oitenta e sete bactérias foram identificadas. As espécies mais identificadas foram: Staphylococcus aureus (60,4%), seguida de Staphylococcus epidermidis (9.1%,), Escherichia coli (6.9%), Staphylococcus saprophyticus (5.9%) e Staphylococcus caprae (4,3%) em ordem decrescente. As bactérias do gênero Staphylococcus apresentaram um perfil de resistência aos antimicrobianos pertencentes à classe de beta-lactâmicos - penicilina, ampicilina e oxacilina - além da tetraciclina, em contraste com os outros antimicrobianos testados. Doze por cento dos isolados apresentaram resistência múltipla a antibióticos (MDR) e foram encontrados em cinco microrregiões. Entre as bactérias com maior prevalência de MDR, 38,5% foram E. coli e 10,6% S. aureus. Os produtores da Zona da Mata de Minas Gerais são tecnificados, trabalham com raças leiteiras especializadas praticam e possuem bom manejo. No entanto, algumas medidas relacionadas à profilaxia e ao controle das doenças, como a vacinação, têm baixa adesão ou não são realizadas por falta de assistência veterinária. Este é o primeiro estudo com foco nesta região, que possui grande relevância na produção de leite de cabra no Brasil, fornecendo informações importantes que podem auxiliar na implementação de medidas de profilaxia e controle das doenças, e na manutenção de um fornecimento constante de produtos em quantidade e qualidade suficientemente adequada para a população consumidora.


#5 - Parasitic profiling of Japanese quails (Coturnix japonica) on two farms with conventional production system in the Amazon region, 38(5):847-851

Abstract in English:

ABSTRACT.- Monte G.L.S., Cavalcante D.G. & Oliveira J.B.S. 2018. Parasitic profiling of Japanese quails (Coturnix japonica) on two farms with conventional production system in the Amazon region. [Perfil parasitário de codornas (Coturnix japonica) em duas granjas com sistema convencional de produção na Amazônia.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(5):847-851. Laboratório de Entomologia e Vetores de Doenças Tropicais, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Cx. Postal 478, Coroado, Manaus, AM 69011-970, Brazil. E-mail: gersonval.monte@inpa.gov.br The health monitoring and management systems of coturniculture can be deemed to be in a developmental phase when compared to the poultry industry. Studies regarding taxonomy and parasitic biology in quails (Coturnix japonica) has not been well conducted in Brazil. Most of the information is available from the autopsy case reports, in many ways the parasitic fauna of quails is still unknown. The aim of this study was to conduct a parasitological research in quails in order to contribute to ameliorate this situation. 31 quails, which were 12 months old, were used for the study. Their carcasses and viscera were sent to the Laboratory of Entomology and Tropical Diseases, INPA, Manaus/AM. The circulatory, nervous, respiratory, digestive and reproductive systems of these were studied separately. No blood parasites were found, however, nine species of endoparasites were registered which were distributed among the classes Cestoda, Nematoda and Protozoa. The helminths were distributed in the duodenum, jejunum, ileum, cecum and oviduct. The cecum was found to be the most parasitized organ and contained a wide range of parasites having three species of protozoa and three species of nematodes. Six morphotypes of Eutrichomastix globosus were recorded, and some morphotypes were hyperparasitized with sporangia Sphaerita sp. in the cytoplasm. A large number of parasites were recorded in this study, as well as the protozoan Blastocystis hominis was first being observed for quail.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Monte G.L.S., Cavalcante D.G. & Oliveira J.B.S. 2018. Parasitic profiling of Japanese quails (Coturnix japonica) on two farms with conventional production system in the Amazon region. [Perfil parasitário de codornas (Coturnix japonica) em duas granjas com sistema convencional de produção na Amazônia.] Pesquisa Veterinária Brasileira 38(5):847-851. Laboratório de Entomologia e Vetores de Doenças Tropicais, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Cx. Postal 478, Coroado, Manaus, AM 69011-970, Brazil. E-mail: gersonval.monte@inpa.gov.br A coturnicultura conta com um monitoramento sanitário e sistemas de manejo ainda em desenvolvimento quando comparado à avicultura industrial. Pesquisas de taxonomia e biologia parasitárias em codornas (Coturnix japonica) são pouco realizadas no Brasil, sendo a maioria das informações disponíveis referentes a relatos de caso em achados de necropsia, portanto, em muitos aspectos a fauna parasitária de codornas é ainda desconhecida. Este trabalho teve por objetivo realizar uma pesquisa parasitológica em codornas em fim de postura. Para pesquisa foram disponibilizadas 31 codornas com idades de 12 meses. As carcaças e suas vísceras foram encaminhadas ao Laboratório de Entomologia e Doenças Tropicais INPA, Manaus/AM. Foram estudados separadamente os sistemas circulatórios, nervoso, respiratório, digestivo e reprodutivo. Das 31 codornas examinadas nenhuma apresentou hemoparasitos, contudo, foram registradas nove espécies de endoparasitos distribuídas entre as classes Cestoda, Nematoda e protozoários. Os helmintos distribuíam-se pelo duodeno, jejuno, íleo, cecos e oviduto. O ceco foi o órgão mais parasitado e com maior diversidade de parasitas, sendo três espécies de protozoários e três de nematóides. Foram registrados seis morfotipos de Eutrichomastix globosus, sendo que, alguns morfótipos estavam hiperparasitados com esporângio Sphaerita sp. no citoplasma. Uma grande variedade de parasitos foi registrada nesta pesquisa, bem como, o protozoário Blastocystis hominis pela primeira vez sendo descrito para codornas.


#6 - Quality parameters of bovine milk from family farms, 38(4):573-578

Abstract in English:

ABSTRACT.- Jamas L.T., Salina A., Rossi R., Menozzi B.D. & Langoni H. 2018. [Quality parameters of bovine milk from family farms.] Parâmetros de qualidade do leite bovino em propriedades de agricultura familiar. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(4):573-578. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, Distrito de Rubião Júnior, Botucatu, SP 18618 970, Brazil. E-mail: hlangoni@fmvz.unesp.br Family operated dairies have contributed to increase milk production and can be considered important in the milk production chain. Hygiene in the productive process must be the major focus to assure greater milk quality and production. The quality of milk from cows in family farms in the city of Bofete/SP was monitored before and after the establishment of control measures. Twenty-one dairy family farms, selected for convenience, were evaluated. After the initial period of 13 collections for SCC and TBC monitoring, farmers of the two groups (G1 and G2) received technical guidance about mastitis and milk quality during a day of field activity. G1 farmers, besides these activities, received intervention in the adopted management by means of technical visit and individual guidance as to adequate milking manner and hygienic milk production. Then, new fortnight collections (n=12) were performed, as previously, of a set of milk samples from each farm and both groups, as well as from the community tank. Climate variables were considered, such as rainfall, temperature and relative humidity. There was a variation in the results of each collection for both SCC/mL milk and TBC/mL milk in the two periods. As to SCC in G1, there was a statistically significant decrease (P < 0.02), while for TBC there was a slight increase, rather lower compared to the median value, which was 381x103 CFU/mL milk in G2. The median results of SCC/mL milk and TBC/mL milk from the community tank were greater in the two stages (periods), but much superior for TBC. Analysis of the climate variables evidenced an increase in the medians for all three evaluated parameters. The correlation between these variables and milk quality did not show differences for Log10 of SCC and TBC. It can be concluded that the milking management hygiene was precarious.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Jamas L.T., Salina A., Rossi R., Menozzi B.D. & Langoni H. 2018. [Quality parameters of bovine milk from family farms.] Parâmetros de qualidade do leite bovino em propriedades de agricultura familiar. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(4):573-578. Departamento de Higiene Veterinária e Saúde Pública, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, Distrito de Rubião Júnior, Botucatu, SP 18618 970, Brazil. E-mail: hlangoni@fmvz.unesp.br Propriedades da agricultura familiar tem contribuído para aumentar a produção leiteira, e podem ser considerados importantes para cadeia produtiva do leite. A higiene no processo produtivo deve ser o foco principal para garantir maior produção e qualidade do leite. Monitorou-se a qualidade do leite de vacas, em propriedades da agricultura familiar, no município de Bofete/SP, antes e após a adoção de medidas de controle. Avaliaram-se 21 propriedades, selecionadas por conveniência. Após período inicial de 13 coletas para monitoramento de CCS e CBT, os proprietários dos dois grupos (G1 e G2) receberam orientações técnicas sobre mastite e qualidade do leite, em atividade de dia de campo. Os proprietários do G1 além dessas atividades receberam intervenção no manejo utilizado, com visita técnica, e orientações individuais quanto à maneira adequada de ordenha e obtenção higiênica do leite. Posteriormente foram realizadas novas coletas quinzenais (n=12) como anteriormente, de amostras de leite de conjunto, de cada propriedade dos dois grupos, bem como do tanque comunitário. Foram consideradas variáveis climáticas como precipitação, temperatura e umidade relativa do ar. Observou-se uma variação dos resultados de cada coleta tanto para CCS/mL de leite quanto para CBT/mL de leite, nos dois períodos. Quanto a CCS no G1 houve uma diminuição significativa (P < 0,02), enquanto que para CBT houve um ligeiro aumento, bem menor, quando comparado ao valor mediano que foi de 381x103 UFC/mL de leite no G2. Os resultados medianos de CCS/mL de leite e de CBT/mL de leite do tanque comunitário foram mais elevados nas duas fases (períodos), entretanto muito superior para CBT. A análise das variáveis climáticas evidenciou aumento das medianas nos três parâmetros avaliados. A correlação entre essas variáveis e qualidade do leite, não mostrou diferenças para o Log10 da CCS e CBT. Pode-se concluir pela higiene precária no manejo de ordenha.


#7 - Pseudomonas spp.: contamination sources in bulk tanks of dairy farms, 37(9):941-948

Abstract in English:

ABSTRACT.- Vidal A.M.C., Saran Netto A., Vaz A.C.N., Capodifóglio E., Gonçalves A. C.S., Rossi G.A.M., Figueiredo A.S. & Ruiz V.L.A. 2017. Pseudomonas spp.: contamination sources in bulk tanks of dairy farms. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):941-948. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Avenida Duque de Caxias Norte 225, Pirassununga, SP 13635-900, Brazil. E-mail: letticie@usp.br This study focused on isolating Pseudomonas spp. during milking process in ten dairy farms with manual and mechanical milking systems during dry and rainy seasons, and evaluating DNA homology and patterns of distribution between isolates, in order to identify main sources of milk contamination by Pseudomonas spp. A total of 167 isolates of Pseudomonas spp. were obtained from water, milkers’ hands, cows’ teats, teat cups, cooling tanks and raw milk. Bacteria of Pseudomonas spp. genus were isolated from 85 and 82 sampling points in dairy farms with manual and mechanical milking system, respectively. A significant difference (p=0.02) on Pseudomonas spp. isolation was observed among samples of surface of cows’ teats before and after pre-dipping, but no significant difference (p>0.05) was observed among milking systems or seasons. The possibility of the same Pseudomonas spp. patterns are distributed in different farms and seasons using Amplified Fragment Length Polymorphism (AFLP) technique was demonstrated. Milkers’ hands, surface of cows’ teats, teat cups and cooling tanks were associated with raw milk contamination with Pseudomonas spp. on farms with manual and mechanical milking system, showing that regardless of the type of milking system and season, proper hygiene procedures of equipment, utensils and workers’ hands are essential to avoid contamination of the milk and, therefore, improve milk quality.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Vidal A.M.C., Saran Netto A., Vaz A.C.N., Capodifóglio E., Gonçalves A. C.S., Rossi G.A.M., Figueiredo A.S. & Ruiz V.L.A. 2017. Pseudomonas spp.: contamination sources in bulk tanks of dairy farms. [Pseudomonas spp.: fontes de contaminação em tanques de expansão em fazendas leiteiras.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(9):941-948. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Avenida Duque de Caxias Norte 225, Pirassununga, SP 13635-900, Brazil. E-mail: letticie@usp.br Este estudo se propôs a isolar Pseudomonas spp. durante o processo de ordenha em dez fazendas com sistemas manuais e mecanizados, durante as estações seca e chuvosa, além de avaliar a homologia do DNA e seus padrões de distribuição entre os isolados, a fim de se determinar as principais fontes de contaminação do leite. Cento e sessenta e sete isolados de Pseudomonas spp. foram obtidos a partir de amostras de água, mãos de ordenhadores, tetos, teteiras, tanques de resfriamento e leite cru armazenado, sendo 85 e 82 pontos de amostragem em fazendas com sistemas de ordenha manual e mecânico, respectivamente. Diferença estatisticamente significativa foi encontrada entre os isolados observados entre a superfície dos tetos antes e após o pré-dipping (p=0,02), mas nenhuma diferença foi encontrada entre sistemas de ordenha ou estações (p>0,05). A possibilidade do mesmo padrão de Pseudomonas spp. estar distribuído em diferentes fazendas ou estações foi avaliada pela técnica de Polimorfismo do Tamanho de Fragmento Amplificado (AFLP). As mãos de ordenhadores, superfície dos tetos das vacas, teteiras e tanques de resfriamento foram associados com a contaminação do leite cru, demonstrando que independente do tipo de ordenha e estação, a higiene adequada de equipamentos, utensílios e mãos dos ordenhadores é essencial para evitar contaminação do leite, e consequentemente aumentar sua qualidade.


#8 - nimal movement network analysis as a tool to map farms serving as contamination source in cattle cysticercosis, 37(4):319-324

Abstract in English:

ABSTRACT.- Aragão S.C., Ito P.K.R.K., Paulan S.C., Utsunomyia Y.T., Grisi Filho J.H.H. & Nunes C.M. 2017. Animal movement network analysis as a tool to map farms serving as contamination source in cattle cysticercosis. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(4):319-324. Unesp, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Laboratório de Bioquímica e Biologia Molecular, Departamento de Apoio Produção e Saúde Animal, Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba, Rua Clóvis Pestana 793, Araçatuba, SP 16050-680, Brazil. E-mail: caris@fmva.unesp.br Bovine cysticercosis is a problem distributed worldwide that result in economic losses mainly due to the condemnation of infected carcasses. One of the difficulties in applying control measures is the identification of the source of infection, especially because cattle are typically acquired from multiple farms. Here, we tested the utility of an animal movement network constructed with data from a farm that acquires cattle from several other different farms to map the major contributors of cysticercosis propagation. Additionally, based on the results of the network analysis, we deployed a sanitary management and drug treatment scheme to decrease cysticercosis’ occurrence in the farm. Six farms that had commercial trades were identified by the animal movement network and characterized as the main contributors to the occurrence of cysticercosis in the studied farm. The identification of farms with a putative risk of Taenia saginata infection using the animal movement network along with the proper sanitary management and drug treatment resulted in a gradual decrease in cysticercosis prevalence, from 25% in 2010 to 3.7% in 2011 and 1.8% in 2012. These results suggest that the animal movement network can contribute towards controlling bovine cysticercosis, thus minimizing economic losses and preventing human taeniasis.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Aragão S.C., Ito P.K.R.K., Paulan S.C., Utsunomyia Y.T., Grisi Filho J.H.H. & Nunes C.M. 2017. Animal movement network analysis as a tool to map farms serving as contamination source in cattle cysticercosis. [Rede de movimentação animal como ferramenta para mapear fazendas fontes de contaminação para a cisticercose em gado.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(4):319-324. Unesp, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Laboratório de Bioquímica e Biologia Molecular, Departamento de Apoio Produção e Saúde Animal, Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba, Rua Clóvis Pestana 793, Araçatuba, SP 16050-680, Brazil. E-mail: caris@fmva.unesp.br A cisticercose bovina é um problema distribuído mundialmente e que resulta em perdas econômicas, principalmente devido à condenação de carcaças infectadas. Uma das dificuldades em se controlar esta zoonose no Brasil é a prática de aquisição de bovinos de múltiplas fazendas, tornando quase impossível a identificação da fazenda de origem do gado infectado, onde as medidas de controle devem ser aplicadas. Objetivou-se avaliar uma rede de movimentação animal construída com dados de uma fazenda de gado de corte que adquire animais de diferentes locais, com o objetivo de mapear as fazendas que mais contribuíam para a propagação da cisticercose. Adicionalmente, com base na análise da rede de movimentação, manejo sanitário e protocolo de tratamento adequados foram aplicados para diminuir a ocorrência de cisticercose na fazenda em estudo. Seis propriedades que tinham trocas comerciais foram identificadas pela rede de movimentação de bovinos e caracterizadas como as principais contribuintes para a ocorrência da cisticercose na fazenda em estudo. A identificação de fazendas com risco de infecção por Taenia saginata por meio da rede de movimentação animal juntamente com o manejo sanitário e protocolo de tratamento adequados resultaram em diminuição gradual da prevalência da cisticercose de 25%, em 2010, para 3,7% em 2011 e 1,8% em 2012. Estes resultados sugerem que a estratégia de análise da rede de movimentação do gado, associadas ao manejo sanitário e tratamento adequados podem contribuir para o controle da cisticercose bovina, minimizando assim as perdas econômicas e prevenindo a teníase humana.


#9 - Antimicrobial resistance profiles of Staphylococcus aureus clusters on small dairy farms in southern Brazil, 36(10):951-956

Abstract in English:

ABSTRACT.- Girardini L.K., Paim D.S., Ausani T.C., Lopes G.V., Pellegrini D.C.P., Brito M.A.V.P. & Cardoso M. 2016. Antimicrobial resistance profiles of Staphylococcus aureus clusters on small dairy farms in southern Brazil. Pesquisa Vetrinária Brasileira 36(10):951-956. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Faculdade de Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Av. Bento Gonçalves 9090, Porto Alegre, RS 91540-000, Brazil. E-mail: mcardoso@ufrgs.br In intensive dairy farming, persistent intramammary infection has been associated with specific Staphylococcus (S.) aureus strains, and these strains may be resistant to antimicrobials. The objective of this study was to evaluate the antimicrobial resistance phenotypes of S. aureus isolates and to assess the distribution and the persistence of clonal groups in small dairy herds of southern Brazil. Milk samples were collected from all lactating cows from 21 dairy farms over a two-year period, totaling 1,060 samples. S. aureus isolates were tested for susceptibility to thirteen antimicrobials using the disk diffusion method. The total DNA of the isolates was subjected to SmaI digestion followed by pulsed-field gel electrophoresis (PFGE). Banding patterns differing by &#8804;4 bands were considered members of a single PFGE cluster. The frequency of S. aureus isolation ranged from 3.45% to 70.59% among the 17 S. aureus-positive herds. Most S. aureus isolates (87.1%) were susceptible to all antimicrobials; resistance to penicillin (18.2%) was the most frequently observed. The 122 isolates subjected to macrorestriction analysis were classified into 30 PFGE-clusters. Among them, only 10 clusters were intermittent or persistent over the two-year period. The majority (93.6%) of isolates belonging to persistent and intermittent clusters were susceptible to all tested antimicrobials. S. aureus intramammary colonization in small dairy farms of southern Brazil is most frequently caused by sporadic PFGE clusters, although some persistent clusters can arise over time. Both sporadic and persistent isolates were highly susceptible to antimicrobials.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Girardini L.K., Paim D.S., Ausani T.C., Lopes G.V., Pellegrini D.C.P., Brito M.A.V.P. & Cardoso M. 2016. Antimicrobial resistance profiles of Staphylococcus aureus clusters on small dairy farms in southern Brazil. [Perfil de resistência a antimicrobianos de grupos clonais de Staphylococcus aureus isolados de pequenas propriedades leiteiras do sul do Brasil.] Pesquisa Vetrinária Brasileira 36(10):951-956. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva, Faculdade de Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Av. Bento Gonçalves 9090, Porto Alegre, RS 91540-000, Brazil. E-mail: mcardoso@ufrgs.br A infecção intramamária persistente em bovinos leiteiros tem sido associada com estirpes de Staphylococcus (S.) aureus específicos, os quais podem ser resistentes a antimicrobianos. Os objetivos deste estudo foram avaliar os fenótipos de resistência aos antimicrobianos de isolados de S. aureus e a distribuição e persistência de grupos clonais em pequenos rebanhos leiteiros do sul do Brasil. As amostras de leite foram coletadas de todas as vacas em lactação de 21 propriedades leiteiras, ao longo de um período de dois anos, perfazendo um total de 1.060 amostras. Isolados de S. aureus foram testados quanto à resistência frente a treze antimicrobianos, pelo método de disco-difusão. O DNA total dos isolados foi clivado com a enzima Smal e submetido a eletroforese em gel de campo pulsado (PFGE). Padrões de bandas diferentes por &#8804;4 bandas foram considerados como pertencentes ao mesmo grupo clonal. A freqüência de S. aureus variou de 3,45% até 70,59%, entre os 17 rebanhos com isolamento positivo de S. aureus. A maioria dos isolados de S. aureus (87,1%) foi suscetível a todos os antimicrobianos; resistência à penicilina (18,2%) foi a mais freqüentemente observada. Os 122 isolados submetidos à análise de macrorestrição foram classificados em 30 grupos clonais de PFGE. Entre eles, apenas dez grupos clonais foram intermitentes ou persistentes ao longo do período de dois anos. A maioria (93,6%) dos isolados pertencentes a grupos clonais persistentes e intermitentes foram suscetíveis a todos os antimicrobianos testados. Concluiu-se que a colonização intramamária em bovinos de pequenas propriedades leiteiras do Sul do Brasil é mais frequentemente causada por grupos clonais esporádicos de S. aureus, embora alguns grupos clonais persistentes possam ocorrer ao longo do tempo. Em ambos os grupos clonais os isolados foram majoritariamente suscetíveis a antimicrobianos.


#10 - Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil, 36(3):141-144

Abstract in English:

ABSTRACT.- Rossi G.A.M., Almeida H.M.S., Guimarães-Peixoto R.P.M., Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Vidal A.M.C., Mathias L.A. & Oliveira L.G. 2016. Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):141-144. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: gabrielrossiveterinario@gmail.com Taenia solium is a zoonotic tapeworm of great importance in developing countries, due to the occurrence of human taeniasis and cysticercosis. Pigs have an important role in the biological cycle of the parasite as intermediate hosts. The scientific literature has been describing risk factors associated with the occurrence of this disease that must be avoided in countries with poor sanitation, in order to reduce the exposure of swine to the parasite eggs. This research focused on testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in the region of Jaboticabal municipality, in the state of São Paulo, Brazil. The found prevalence was 6.82% (CI 95% 4.18 - 9.45) at animal level and 28.87% (CI 95% 16.74 – 40.40) at herd level. These figures are probably associated with low technification adoption during animal rearing in the studied area, which increased the exposure of the animals to risk factors associated with the occurrence of Taenia solium complex. The results found based on serological evidences of swine cysticercosis in the studied region serves as a warning to public sanitary authorities to improve public health and control T. solium.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Rossi G.A.M., Almeida H.M.S., Guimarães-Peixoto R.P.M., Acevedo-Nieto E.C., Pinto P.S.A., Vidal A.M.C., Mathias L.A. & Oliveira L.G. 2016. Testing pigs of non-technified rearing farms for serum antibodies against Taenia solium in a region of the state of São Paulo, Brazil. [Anticorpos séricos contra Taenia solium em suínos de criações não tecnificadas em uma região do Estado de São Paulo, Brasil.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(3):141-144. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva e Reprodução Animal, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Via de acesso Paulo Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: gabrielrossiveterinario@gmail.com A Taenia solium é uma importante zoonose com grande importância em países em desenvolvimento, devido a ocorrência de teníase e cisticercose em humanos. Os suínos possuem grande importância no ciclo biológico desse parasita como hospedeiros intermediários. A literatura científica descreve alguns fatores de risco associados com a ocorrência da enfermidade e que devem ser evitados em países com baixo saneamento básico a fim de reduzir a exposição dos suínos aos ovos do parasita. Assim, objetivou-se avaliar a presença de anticorpos séricos contra Taenia solium em suínos de criações não tecnificadas na região do Município de Jaboticabal, Estado de São Paulo, Brasil. A prevalência estabelecida foi de 6,82% (IC 95% 4,18 - 9,45) a nível animal e 28,87% (IC 16,74 - 40,40) nos rebanhos. Isso está provavelmente associado ao baixo nível de tecnificação adotado durante a criação dos animais na área avaliada, o qual aumenta a exposição dos animais aos fatores de risco associados ao complexo Taenia solium. Os resultados da ocorrência de cisticercose suína baseados em evidências sorológicas na região avaliada servem como um alerta as autoridades sanitárias para promover a saúde pública e controlar a Taenia solium


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV