Resultado da pesquisa (16)

Termo utilizado na pesquisa testículo

#1 - Morphology and biometry of the reproductive organs of adult males of Trachemys scripta elegans reared in São Paulo state, Brazil

Abstract in English:

Trachemys scripta elegans is an American underwater chelonian illegally marketed in Brazilian pet shops. When abandoned in nature, it compromises native species, threatening local biodiversity. However, little is known about the body development and structure of its reproductive tract. The objective of the present study was to investigate the morphology and biometry of testis, epididymis and penis, as well as the biometry of the body and secondary sexual characters in this species. Twenty-seven adult males were used aiming to contribute to preservation actions in captivity, population control, and scientific research, as well as to interspecific comparisons. Sex identification by the third claw length was effective, and the specimens presented harmonious and positive body development between mass, carapace, plastron, and height, with unimodal tendency and higher frequency of maximum carapace length at 15cm. The testes and epididymides presented biometric similarity between the antimeres and anatomical and histological structure similar to that of other species of chelonians and mammals, except for the type of epithelium. The findings suggest that there is conserved morphology between slider turtles and homology in relation to mammals. Histological similarity to the reproductive organs of other amniotes, including humans, may give rise to scientific and comparative studies, essential for the establishment of conservation strategies in reptiles.

Abstract in Portuguese:

Trachemys scripta elegans é um quelônio subaquático americano ilegalmente comercializado em pet shops brasileiros. Ao ser abandonado na natureza, compromete as espécies nativas, ameaçando à biodiversidade local. No entanto, pouco se conhece sobre o desenvolvimento corporal e a estrutura do seu aparelho reprodutor. O objetivo do presente trabalho foi investigar a morfologia e a biometria dos testículos, epidídimos e pênis, a biometria corporal e dos caracteres sexuais secundários. Foram utilizados 27 machos adultos desta espécie, visando contribuir com ações de preservação em cativeiro, controle populacional e pesquisas científicas, além de comparações interespecíficas. A identificação sexual pelo comprimento da terceira garra foi efetiva e os espécimes apresentaram desenvolvimento corporal harmônico e positivo entre massa, carapaça, plastrão e altura, com tendência unimodal e maior frequência de comprimento máximo de carapaça em 15,0cm. Testículos e epidídimos apresentaram semelhança biométrica entre os antímeros e estrutura anatômica e histológica semelhantes à de outras espécies de quelônios e mamíferos, excetuando-se pelo tipo de epitélio. Os achados sugerem haver morfologia conservada entre os cágados e homologia em relação aos mamíferos. A semelhança histológica com os órgãos reprodutivos de outros amniotas, incluindo os humanos, pode dar ensejo a estudos científicos e comparativos, essenciais para estabelecimento de estratégias de conservação em répteis.


#2 - Seasonal influence on testicular morphophysiological parameters of bat Carollia perspicillata in fragments of the Atlantic Forest, northeastern Brazil

Abstract in English:

Bats belong to the order Chiroptera, family Phyllostomidae, and present a wide diversity of reproductive strategies. However, information on the reproductive biology of male bats is scarce, mainly in the Northeast Region of Brazil. Thus, this study evaluated the seasonal testicular histomorphometry of the bat Carollia perspicillata in fragments of the Atlantic Forest in Pernambuco state. To this end, adult males were collected, euthanized for removal of the testicles, and later submitted to a routine histological technique. Histomorphometric analysis included assessment of the areas of tubular and intertubular compartment occupation, as well as quantification of spermatocytes, rounded spermatids, elongated spermatids, and Sertoli and Leydig cells. Results indicated that this bat species presents reproductive seasonality, because significantly higher averages of the testicular parameters were observed in the rainy season, which is a period of greater availability of food resources. Such inferences indicate that there is a synchrony between peak spermatogenesis and hormonal inversion in the months of high precipitation; furthermore, a higher carrying capacity of the Sertoli cells is noted. C. perspicillata males possibly present greater sperm and androgenic activity in the rainy season, associated with increased tubular area and number of spermatogenic cells, as well as with the intertubular area and number of Leydig cells, respectively.

Abstract in Portuguese:

Os morcegos pertencem a ordem Chiroptera, família Phyllostomidae, e apresentam ampla diversidade de estratégias reprodutivas. Entretanto, as informações relacionadas à biologia reprodutiva dos machos são escassas, principalmente no Nordeste do Brasil. Dessa forma, o trabalho avaliou a histomorfometria sazonal testicular de Carollia perspicillata em fragmentos de Mata Atlântica de Pernambuco. Para tanto, os machos adultos foram coletados, eutanasiados para a remoção dos testículos, e posteriormente submetidos à técnica histológica de rotina. As análises histomorfométricas avaliaram as áreas de ocupação do compartimento tubular e intertubular, assim como a quantificação dos espermatócitos, espermátides arredondadas, espermátides alongadas, células de Sertoli e de Leydig. Os resultados indicaram que a espécie apresenta sazonalidade reprodutiva, visto que maiores médias significativas dos parâmetros testiculares foram encontradas na estação chuvosa, que é um período de maior disponibilidade de recursos alimentares. Tais inferências indicam que existe uma sincronia entre o pico de espermatogênese e investimento hormonal nos meses de alta precipitação, atrelado a isso, nota-se ainda, uma maior capacidade de suporte das células de Sertoli. Os machos de C. perspicillata possivelmente apresentam uma maior atividade espermática e androgênica na estação chuvosa, associadas ao aumento da área tubular e do número de células espermatogênicas, assim como da área intertubular e do número das células de Leydig, respectivamente.


#3 - Effects of vincristine sulphate on albino rat testis treated in the prepuberal phase

Abstract in English:

This study evaluated the vincristine sulfate effect on rat testes treated in pre pubertal stage, especially regarding the changes of Sertoli cells and germ cells. Thirty control rats and 30 rats treated with vincristine sulfate were used. The drug application occurred at 15 days of life, and euthanasia at 40, 64 and 127 days of life to enable evaluation at different stages of reproductive development. Biometric measurements were performed (body and testicular weights), testicular morphometric measures (major and minor testicular axis and of seminiferous tubule and seminiferous lumen) and stereological (testicular volumes and volume densities of the tubular and testicular interstitial tissue). The biometric measurements were made on all rats in the experiment, and morphometric and stereological analysis was carried out in 200 seminiferous tubules. The results demonstrate that vincristine sulfate reduces biometric parameters such as body weight, testicular weight and the total testicular volume. Morphometric and stereological variables as diameter of the seminiferous tubules, height of the seminiferous epithelium and volume of the seminiferous tubules were also reduced. The most affected cell types were spermatogonia, late spermatids and Sertoli cells.

Abstract in Portuguese:

Este trabalho visou avaliar os efeitos de sulfato de vincristine sobre os testículos de ratos tratados na fase pré púbere, sobretudo quanto às alterações das células de Sertoli e das células germinativas. Foram utilizados 30 animais controles e 30 tratados com sulfato de vincristine. As aplicações da droga ocorreram aos 15 dias de vida, e a eutanásia aos 40, 64 e 127 dias de vida para possibilitar a avaliação em diferentes estágios de desenvolvimento reprodutivo. Foram realizadas medidas biométricas (pesos corpóreos e testiculares), medidas morfométricas testiculares, (eixos testiculares maiores e menores, diâmetros testiculares de túbulo e lúmen seminíferos, e altura do epitélio seminífero) e estereológicas (volumes testiculares e as densidades de volume do tecido tubular e do tecido intersticial testicular). As medidas biométricas foram feitas em todos os animais do experimento, e as avaliações morfométricas e estereológicas foram realizadas em 200 túbulos seminíferos. Os resultados demonstraram que sulfato de vincristine reduz parâmetros biométricos como peso corpóreo, peso testicular e volume testicular total. Variáveis morfométricas e estereológicas como diâmetro dos túbulos seminíferos, altura do epitélio seminífero e volume dos túbulos seminíferos também foram reduzidos. Os tipos celulares mais atingidos foram as espermatogônias, espermátides tardias e células de Sertoli.


#4 - Influence of prolonged flaxseed (Linum usitatissimum) consumption over epididymis and testicle histoarchitecture of Wistar rats, 37(6):650-656

Abstract in English:

ABSTRACT.- Corrêa L.B.N.S., Cardozo L.F.M.F., Ribeiro I.C.A, Boaventura G.T. & Chagas M.A. 2017. Influence of prolonged flaxseed (Linum usitatissimum) consumption over epididymis and testicle histoarchitecture of Wistar rats. Pesquisa Veterinária Brasileira 37(6):650-656. Laboratório de Biomorfologia Celular e Extracelular, Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Rua Prof. Hernani Melo 101, São Domingos, Niterói, RJ 24210-130, Brazil. E-mail: chagas.m@gmail.com Flaxseed is considered a functional food with several health benefits. However, because of its high phytoestrogen content, flaxseed influences hormone metabolism and affects the gonadal biomorphology. In this study, computerized histomorphometry was used to evaluate seminiferous and epididymal tubules, considering the different regions of the epididymis (head, body and tail) of rats subjected to a prolonged diet of flaxseed. Young adult male Wistar rats (n=20) were divided into 2 groups during their lactation period: Control Group (CG), fed casein-based meals and Flaxseed Group (FG), fed a 25% flaxseed meal. After 250 days of continuous ingestion, the animals were euthanized and a blood sample was collected. The testicles and epididymis were removed and fixed in buffered formalin solution. The samples were subjected to routine histological paraffin techniques and stained with hematoxilin and eosin. Immunostaining was performed using an antivimentin antibody for Sertoli cell identification. For morphometry, images of the slides were scanned and analyzed using Image J to determine the epithelial height, tubular and luminal diameter and tubular and luminal area. In the hormonal evaluation, FG had a higher serum concentration of estrogen (P=0.001), but no change was observed in the concentration of testosterone. The morphometric assay of seminiferous tubules and epididymal regions revealed no significant differences between the analyzed groups. Similarly, Sertoli cell quantification showed no significant differences in the FG (P=0.98). These results revealed that the continuous and prolonged intake of 25% flaxseed meals from gestation to 250 days of age, even with a significant increase in serum levels of estradiol, does not exert adverse effects on the testicular and epididymal structure or on the cells participating in the spermatogenesis of rats.

Abstract in Portuguese:

ABSTRACT.- Corrêa L.B.N.S., Cardozo L.F.M.F., Ribeiro I.C.A, Boaventura G.T. & Chagas M.A. 2017. Influence of prolonged flaxseed (Linum usitatissimum) consumption over epididymis and testicle histoarchitecture of Wistar rats. [Influência do consumo prolongado de semente de linhaça (Linum usitatissimum) sobre a histoarquitetura dos testículo e epidídimo de ratos Wistar.] Pesquisa Veterinária Brasileira 37(6):650-656. Laboratório de Biomorfologia Celular e Extracelular, Instituto Biomédico, Universidade Federal Fluminense, Rua Prof. Hernani Melo 101, São Domingos, Niterói, RJ 24210-130, Brazil. E-mail: chagas.m@gmail.com A semente de linhaça é considerada um alimento funcional com vários efeitos benéficos à saúde. Entretanto, devido ao seu elevado teor de fitoestrógenos, esta semente pode influenciar no metabolismo hormonal e interferir na biomorfologia gonadal. Neste estudo, utilizamos a histomorfometria computadorizada para avaliar os túbulos seminíferos e epididimários, considerando as diferentes regiões do epidídimo (cabeça, corpo e cauda) de ratos submetidos a uma dieta prolongada de semente de linhaça. Foram utilizados ratos Wistar machos adultos jovens (n=20) divididos em 2 grupos, durante o período de lactação: Grupo Controle (GC) a base de caseína e Grupo Linhaça (GL) alimentados com 25% de semente de linhaça. Ao final de 250 dias de ingestão contínua, os animais foram sacrificados e amostra de sangue foi coletada. Os testículos e epidídimos foram retirados e fixados em formol tamponado. As amostras foram submetidas ao processamento histológico de rotina para parafina e coradas em hematoxilina e eosina. Foi feita a imunomarcação com anticorpo antivimentina para identificação das células de Sertoli. Para morfometria, as imagens das lâminas foram digitalizadas e analisadas pelo software ImageJ para obtenção dos dados de altura epitelial, diâmetro e área tubular e luminal. Na avaliação hormonal o GL teve maior concentração de estrógeno sérico (p=0,001), mas nenhuma mudança na concentração de testosterona foi observada. Nos parâmetros morfométricos dos túbulos seminíferos e das regiões epididimárias, não houve diferenças significativas entre os grupos analisados. Da mesma forma, a quantificação das células de Sertoli não apresentaram diferenças significativas no GL (p=0,98). Estes resultados mostraram que o consumo contínuo e prolongado de 25% de semente de linhaça desde período gestacional até 250 dias de idade, mesmo com o aumento significativo nos níveis séricos de estradiol, não exerceram efeitos adversos sobre a estrutura testicular e epididimária, assim como nas células participantes da espermatogênese em ratos.


#5 - Ectopic testis in coati (Nasua nasua Linnaeus, 1766), 36(10):999-1004

Abstract in English:

ABSTRACT.- Lima D.C.V., Siqueira D.B., Silva-Junior V.A., Nery L.T.B., Rameh-de-Albuquerque L.C., Souza D.S., Melo C.C.S. & Oliveira E.C.S. 2016. Ectopic testis in coati (Nasua nasua Linnaeus, 1766). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):999-1004. Universidade Federal Rural de Pernambuco, Dom Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: ecso21@uol.com.br This paper reports a case of unilateral extracorporeal ectopic testes in a captive coati (Nasua nasua) in the State Park of Dois Irmãos Zoo, Recife/PE, Brazil. The testicle was located in the subcutaneous tissue of the inguinal region not adhered to the surrounding tissues. After bilateral orchiectomy, both testes were measured, fixed with 10% formalin buffered and embedded in paraffin for histopathological evaluation. The left testis measured 1.2 cm width by 1.7cm length, and the right one measured 1.5 cm width by 2.0 cm length. The ectopic testes had seminiferous epithelium without post-meiotic germ cell lines. The non-ectopic testis had several changes in the seminiferous epithelium that indicated degeneration. In both epididymis, the lumen did not contain sperm and the major epithelial structural alterations were more distinct in the epididymis associated to the ectopic testicle. In conclusion, the ectopic testis and epididymis had lesions compatible with testicular exposition to body temperature. Non-ectopic epididymis and testis had minor lesions but could be related to the infertility of the coati.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Lima D.C.V., Siqueira D.B., Silva-Junior V.A., Nery L.T.B., Rameh-de-Albuquerque L.C., Souza D.S., Melo C.C.S. & Oliveira E.C.S. 2016. Ectopic testis in coati (Nasua nasua Linnaeus, 1766).[Testículo ectópico em quati (Nasua nasua Linnaeus, 1766).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):999-1004. Universidade Federal Rural de Pernambuco, Dom Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: ecso21@uol.com.br O artigo relata um caso de testículo ectópico em quati de cativeiro (Nasua nasua) no Zoológico do Parque Estadual Dois Irmãos, Recife/PE. O testículo encontrava-se localizado no tecido subcutâneo da região inguinal, sem estar aderido aos tecidos circunvizinhos. Após orquiectomia bilateral, ambos os testículos foram mensurados, fixados em formol a 10% e embebidos em parafina para avaliação histopatológica. O testículo esquerdo mediu 1,2cm de largura por 1,7cm de movimento; e o testículo direito mediu 1,5cm de largura por 2,0cm de comprimento. O testículo ectópico apresentou epitélio sem linhagem de células germinativas pós-meióticas. O testículo não ectópico apresentou alterações no epitélio seminífero caracterizando degeneração. Em ambos os epidídimos, o lúmen não continha espermatozoides e as principais alterações estruturais do epitélio foram mais distintas no epidídimo associado ao testículo ectópico. Conclui-se que o testículo ectópico e epidídimo apresentaram lesões características de aumento de temperatura. O testículo e epidídimo não ectópico apesentaram lesões menores mas que puderam ser associadas à infertilidade do quati.


#6 - Morphology of the testes and epididymal ducts in the Pampas cat Leopardus colocolo (Molina, 1782), 36(10):1014-1020

Abstract in English:

ABSTRACT.- Mehanna M., Ferreira A.L.S., Ferreira A. & Paz R.C.R. 2016. Morphology of the testes and epididymal ducts in the Pampas cat Leopardus colocolo (Molina, 1782). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):1014-1020. Laboratório de Pesquisa em Animais de Zoológico, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Mato Grosso, Avenida Fernando Corrêa da Costa 2367, Bairro Boa Esperança, Cuiabá, MT 78060-900, Brazil. E-mail: reginacrpaz@gmail.com The pampas cat Leopardus colocolo (Molina, 1782) is a species of the Felidae family, widely distributed in South America, included on CITES Appendix II and classified as Near Threatened on the IUCN Red List, with population trend decreasing. Based on this information, the objective of this study is to describe morphologically the testes and epididymal ducts of pampas cat. The animal, coming from the Federal University of Mato Grosso Zoo, Brazil, had died after anesthesia procedure and the male reproductive system was dissected to collect the testicles. The samples taken were fragmented and histologically examined. From the microscopic analysis of the testes were identified: vaginal and tunica albuginea, formed by dense connective tissue modeled with large amount of collagen fibers. The tunica albuginea fibrous septa emits into the body. The seminiferous tubules are coiled and coated internally by spermatogenic epithelium consisting of Sertoli cells, surrounded by a basement membrane in the presence of myoid cells. The interstitial tissue between the seminiferous tubules, is composed of loose connective tissue, blood and lymph vessels, and Leydig cells in polyhedral shape. The epididymal ducts showed pseudostratified columnar epithelium with secretory cells of which stereocilia design, situated on a basement membrane filled by myoid cells. This epithelium has principal and basal cells, the main cell design stereocilia toward the lumen of the epididymal duct.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Mehanna M., Ferreira A.L.S., Ferreira A. & Paz R.C.R. 2016. Morphology of the testes and epididymal ducts in the Pampas cat Leopardus colocolo (Molina, 1782). [Morfologia dos testículos e ductos epididimários do gato-palheiro Leopardus colocolo (Molina, 1782).] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(10):1014-1020. Laboratório de Pesquisa em Animais de Zoológico, Faculdade de Agronomia, Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal de Mato Grosso, Avenida Fernando Corrêa da Costa 2367, Bairro Boa Esperança, Cuiabá, MT 78060-900, Brazil. E-mail: reginacrpaz@gmail.com O gato-palheiro Leopardus colocolo (Molina, 1782) é uma espécie da família Felidae, com ampla distribuição na América do Sul. Está incluido no Appendix II da CITES e classificada como Próxima da Extinção na Lista Vermelha da IUCN, apresentando população em decrescimo. Com base nessas informações o objetivo deste estudo é caracterizar morfologicamente os testículos e ductos epididimários de L. colocolo. O animal, oriundo do Zoológico da Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil, veio a óbito após procedimento anestésico e o sistema reprodutor masculino foi dissecado para coleta dos testículos. As amostras retiradas foram fragmentadas e histologicamente examinadas. A partir das análises microscópicas dos testículos foram identificados: a túnica vaginal e albugínea, formada por tecido conjuntivo denso modelado, com grande quantidade de fibras de colágeno. A túnica albugínea emite septos fibrosos para o interior do órgão. Os túbulos seminíferos são enovelados e revestidos internamente por epitélio estratificado constituído por células espermatogênicas e células somáticas de Sertoli, envolvidos por uma membrana basal com presença de células mioides. O tecido intersticial, entre os túbulos seminíferos, é constituído de tecido conjuntivo do tipo frouxo com vasos sanguíneos e linfáticos, e células de Leydig em formato poliédrico. Os ductos epididimários apresentaram epitélio cilíndrico pseudoestratificado com células secretoras dos quais projetam estereocílios, situados sobre uma membrana basal repleta por células mióides. Este epitélio apresenta células principais e basais, cujas células principais projetam estereocílios em direção ao lúmen do ducto epididimário.


#7 - Morphology of scrotum and testicle, and spermatic pathways of Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), Didelphidae-Marsupialia, 35(Supl.1):69-83

Abstract in English:

ABSTRACT.- Costa S.F., Nogueira J.C., Soares B.A., Ambrósio N.A., Chaves A.S., Melo L.Q. & Zangeronimo M.G. 2015. [Morphology of scrotum and testicle, and spermatic pathways of Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), Didelphidae-Marsupialia.] Morfologia do escroto, do testículo e das vias espermáticas de Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), Didelphidae-Marsupialia. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(Supl.1):69-83. Setor de Morfologia Animal, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus UFLA, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: sfcosta@dmv.ufla.br Gonads and sperm pathways of five adult male Metachirus nudicaudatus in the reproductive phase were used to describe the morphology of scrotum, testicle, and spermatic tract. M. nudicaudatus has a scrotum pre-penis which contains the testicles permanently. The scrotal skin is not pigmented and has few hairs and glands. The parietal vaginal tunic is slightly pigmented. The testicles are oval and connected to the epididymis by testicular-epididymal pedicle; they are surrounded externally by the testicular capsule and supported by a stroma of connective nature. Interstitial cells are the predominant elements in abundant intertubular tissue. The seminiferous tubules are wide, meandering and surrounded by a fibro-elastic coat, containing myoid cells. The seminiferous epithelium is composed of spermatogenic cells and Sertoli cells interspersed. The seminiferous tubules converge toward the end of the testis capitata, getting coated only support cells, featuring a transition region between the seminiferous tubules and straight tubules, occupied by a type “valve” structure that partially blocks the tubular lumen. Straight tubules together to form a single efferent ductule, which runs a small intra-testicular extent, penetrates through the tunica and the pedicle testis-epididymis. The flexuosa part of the efferent ductule forms a separate lobe in the medial part of the body of the epididymis. The epididymis is enveloped by a capsule and epididymal comprising the epididymal duct, which is quite entangled. The epididymal duct is lined by pseudostratified columnar epithelium with simple principal, basal, apical and “clear halo” cells. The main cells are prevalent and have morphological and histochemical differing characteristics along the duct, enabling to characterize nine different epididymal areas. In the lumen of the seventh area (top of tail) that starts the pairing of sperm. This phenomenon coincides well with morphological change and a larger amount of neutral muco-substances is secreted in that area. Vas deferens has three parts: fair-epididymal, abdominal and funicular part, based on histological and histochemical changes of the epithelium and surrounding components. The vas deferens has no bulb and even crosses the ureter before flowing into the urethra. The spermatic cord contains the vas deferens, testicular artery and veins, lymphatic vessels, nerves and developed cremaster muscle. Its components have structural changes in the proximal, middle and distal region, with a peculiar admirable network.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Costa S.F., Nogueira J.C., Soares B.A., Ambrósio N.A., Chaves A.S., Melo L.Q. & Zangeronimo M.G. 2015. [Morphology of scrotum and testicle, and spermatic pathways of Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), Didelphidae-Marsupialia.] Morfologia do escroto, do testículo e das vias espermáticas de Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), Didelphidae-Marsupialia. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(Supl.1):69-83. Setor de Morfologia Animal, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus UFLA, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: sfcosta@dmv.ufla.br Foram utilizadas as gônadas e vias espermáticas de cinco animais machos, adultos em fase reprodutiva, da espécie Metachirus nudicaudatus Geoffroy 1803, única espécie do gênero, para descrever a morfologia do escroto, do testículo e das vias espermáticas. O Metachirus possui escroto pré-peniano e que contém os testículos permanentemente. A pele escrotal é não pigmentada e com poucos pelos e glândulas. A lâmina parietal da túnica vaginal apresenta-se pouco pigmentada. Os testículos são ovais e ligados ao epidídimo através do pedículo testículo-epididimário. Eles são envolvidos, externamente, pela cápsula testicular e sustentados por um estroma de natureza conjuntiva. As células intersticiais são os elementos predominantes no abundante tecido intertubular. Os túbulos seminíferos são largos, enovelados e envolvidos por uma túnica própria fibroelástica, contendo células mióides. O epitélio seminífero é formado pelas células espermatogênicas e de Sertoli intercaladas. Os túbulos seminíferos convergem em direção à extremidade capitata do testículo, ficando revestidos por apenas células de sustentação, caracterizando uma região de transição entre túbulos seminíferos e túbulos retos, ocupada por uma estrutura tipo “válvula” que obstrui parcialmente o lume tubular. Os túbulos retos reúnem-se para formar um único dúctulo eferente, que percorre uma pequena extensão intratesticular, atravessa a albugínea e penetra no pedículo testículo-epididimário. A parte flexuosa do dúctulo eferente forma um lóbulo separado na parte medial do corpo do epidídimo. O epidídimo é envolvido pela cápsula epididimária e constituído pelo ducto epididimário, que se encontra bastante enovelado. O ducto epididimário é revestido por epitélio simples colunar pseudoestratificado apresentando células principais, basais, apicais e de “halo claro”. As células principais são predominantes e apresentam características morfológicas e histoquímicas que diferem ao longo do ducto, possibilitando a caracterização de nove diferentes zonas epididimárias. É no lume da zona sete (início da cauda) que começa o pareamento de espermatozoides. Esse fenômeno coincide com alterações morfológicas bem evidentes e uma maior quantidade de mucossubstâncias neutras é secretada nessa zona.O ducto deferente apresenta-se dividido em três partes: justa-epididimária, funicular e abdominal, baseando nas variações histológicas e histoquímicas de seu epitélio e componentes envolventes. O ducto deferente não apresenta ampola e nem cruza o ureter antes de desembocar na uretra. O funículo espermático contém o ducto deferente, artéria e veias testiculares, vasos linfáticos, nervos e um desenvolvido músculo cremáster. Seus componentes apresentam modificações estruturais nas regiões proximal, média e distal, sendo notável a peculiar rede admirável.


#8 - Influence of the year’s season on the testicular structure in sheep bred in southern Piaui, Brazil, 35(11):933-939

Abstract in English:

ABSTRACT.- Santos J.D.F., Eufrasio R.O., Pinheiro G.F.M., Alves F.R., Carvalho M.A.M. & Machado Júnior A.A.N. 2015. [Influence of the year’s season on the testicular structure in sheep bred in southern Piaui, Brazil.] Influência da estação do ano do ano sobre a estrutura testicular em ovinos criados no sul do Estado do Piauí. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(11):933-939. Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Rodovia Municipal Bom Jesus-Viana Km 1, Planalto Horizonte, Bom Jesus, PI 64900-000, Brazil. E-mail: machadojunior@gmail.com To evaluate influence of the year season related with the testicular structure of cross bred sheep, the testes of ten 2 to 3-year-old sheep were sectioned and fixed in for 24 hours in bouin’s solution. The fragments were subjected to histological processing, embedded in paraffin and stained with hematoxylin-eosin. The volumetric proportion of testicular compartments, the seminiferous tubules, seminiferous epithelial height and frequency of the seminiferous epithelium stages of the cycle were evaluated. Data were subjected to analysis of variance at 5% probability. The results showed that all values studied were influenced by year’s season. The tubular diameter was 143.98±17.83 and 170.37±26.64μm, the seminiferous epithelium height was 44.92±9.23 and 50.06±13.61μm, and the testicle parenchyma volume density was 78.32±16.68 and 80.13±15.14% in the dry and rainy periods, respectively. The germ cells and Sertoli cells quantification showed that all values were higher in the rainy season compared with the dry season. It can be concluded that the year season interfered in the testicular structure, given that all values showed significant differences between the seasons, as the values were more pronounced during the rainy season.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Santos J.D.F., Eufrasio R.O., Pinheiro G.F.M., Alves F.R., Carvalho M.A.M. & Machado Júnior A.A.N. 2015. [Influence of the year’s season on the testicular structure in sheep bred in southern Piaui, Brazil.] Influência da estação do ano do ano sobre a estrutura testicular em ovinos criados no sul do Estado do Piauí. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(11):933-939. Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Piauí, Rodovia Municipal Bom Jesus-Viana Km 1, Planalto Horizonte, Bom Jesus, PI 64900-000, Brazil. E-mail: machadojunior@gmail.com Objetivou-se avaliar a influência da estação do ano sobre a estrutura testicular de ovinos SRD. Foram utilizados 10 animais com idade entre dois e três anos. Os testículos foram seccionados e fixados em solução de Bouin por 24h. Os fragmentos foram submetidos ao processamento histológico, emblocados em parafina e corados com hematoxilina eosina. Foram avaliadas a proporção volumétrica dos compartimentos testiculares, o diâmetro dos túbulos seminíferos, altura do epitélio seminífero e frequências dos estágios do ciclo do epitélio seminíferos. Os dados foram submetidos à análise de variância a 5% de probabilidade, do programa estatístico SAS 9.0. Os resultados revelaram todos os valores pesquisados sofreram influência da estação do ano. O valor do diâmetro tubular foi de 143,98±17,83 e 170,37±26,64µm, a altura do epitélio seminífero foi de 44,92±9,23 e 50,06±13,61µm e a proporção volumétrica foi de 78,32±13,68 e 80,13±15,14% nos períodos seco e chuvoso, respectivamente. A quantificação das células germinativas e de Sertoli mostrou todos os valores foram maiores no período chuvoso quando comparados com o seco. Concluiu-se que a estação do ano interferiu na estrutura testicular, tendo em vista que todos os valores da proporção volumétrica dos componentes testiculares mostraram diferença significativa entre as estações do ano, pois os valores foram mais acentuados no período chuvoso.


#9 - Triplex Doppler evaluation of the testes in dogs of different sizes, 34(11):1135-1140

Abstract in English:

ABSTRACT.- Souza M.B., Mota Filho A.C., Sousa C.V.S., Monteiro C.L.B., Carvalho G.G., Pinto J.N., Linhares J.C.S. & Silva L.D.M. 2014. Triplex Doppler evaluation of the testes in dogs of different sizes. Pesquisa Veterinária Brasileira 34(11):1135-1140. Laboratório de Reprodução de Carnívoros, Universidade Estadual do Ceará, Campus do Itaperi, Av. Doutor Silas Munguba 1700, Itaperi, Fortaleza, CE 60714-903, Brazil. E-mail: mirley.souza@gmail.com This study aimed to assess whether there are differences in Doppler velocimetry parameters between different sizes. Twenty dogs were equally divided into small and large groups used in this study. The dogs were evaluated using Triplex ultrasound. Testicular artery was located by Colour Doppler in the spermatic cord, marginal to the testes and intratesticular segments and then, spectral Doppler were used to calculate: peak systolic velocity (PSV), end diastolic velocity (EDV), resistance index (RI) and pulsatility index (PI). The mean testicular volume in the left side was significantly higher than the right side, in both groups. Doppler examination showed higher velocities (EDV) at spermatic cord in large dogs; marginal to the testes was observed higher velocities in small dogs; intratesticular region no differences were observed (P < 0.05) and within the groups differences between segments of the artery were also observed for each parameter. The results showed that there are differences in Doppler velocimetry parameters between different sizes.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Souza M.B., Mota Filho A.C., Sousa C.V.S., Monteiro C.L.B., Carvalho G.G., Pinto J.N., Linhares J.C.S. & Silva L.D.M. 2014. Triplex Doppler evaluation of the testes in dogs of different sizes. [Avaliação Triplex Doppler dos testículos de cães de tamanhos diferentes.] Pesquisa Veterinária Brasileira 34(11):1135-1140. Laboratório de Reprodução de Carnívoros, Universidade Estadual do Ceará, Campus do Itaperi, Av. Doutor Silas Munguba 1700, Itaperi, Fortaleza, CE 60714-903, Brazil. E-mail: mirley.souza@gmail.com Este trabalho teve como objetivo verificar se existem diferenças nos parâmetros dopplervelocimétricos entre cães de diferentes portes. Para tanto, foram utilizados 20 cães, sendo 10 cães de pequeno porte e 10 cães de grande porte. Foram avaliados pelo Triplex Doppler para localização da artéria testicular nos segmentos de cordão espermático, marginal ao testículo e intratesticular. Após isso, o Doppler espectral foi acionado para cálculo dos parâmetros de velocidade de pico sistólico (VPS), velocidade diastólica final (VDF) e índices de resistência (IR) e pulsatilidade (IP). O volume testicular médio do testículo esquerdo foi significativamente maior que o direito em ambos os grupos. Ao Doppler, foram observadas diferenças dos valores entre os portes, sendo as velocidades no cordão espermático superiores nos animais de grande porte (P < 0,05) e dentro dos grupos também foram observadas diferenças entre as regiões da artéria testicular. Diante do exposto, conclui-se que existem diferenças nos parâmetros dopplervelocimétricos quando comparados animais de diferentes portes, além disso, os parâmetros dopplervelocimétricos são diferentes dependendo da região em que são mensurados.


#10 - Morphological and functional analysis of spermatogenesis in guinea pigs (Cavia porcellus) from pre-puberty to post-puberty, 33(Supl.1):1-7

Abstract in English:

ABSTRACT.- Nunes A.K.R., Gouveia B.B.., Matos M.H.T., Pires I.C., Franzo V.S., Faria M.D. & Gradela A. 2013. [Morphological and functional analysis of spermatogenesis in guinea pigs (Cavia porcellus) from pre-puberty to post-puberty.] Análise morfológica e funcional do processo espermatogênico em cobaios (Cavia porcellus) da pré-puberdade até a pós-puberdade. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):1-7. Colegiado de Medicina Veterinária, Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco, Rodovia 407 Km 12, Lote 543, Projeto Nilo Coelho C1, Petrolina, PE 56300-000, Brazil. E-mail: agradela@hotmail.com This study describes the morphological and functional analysis of spermatogenesis in guinea pigs (Cavia porcellus) with five (W5), six (W6), nine (W9) and eleven (W11) weeks of age (n=5/group). The aspects analyzed include counts of cell populations present in stage 1 of seminiferous epithelium cycle (SEC), efficiency of spermatogonial mitosis (EMi), meiotic production (EMe), overall yield of spermatogenesis (EOS), Sertoli cell index (SCI) and carrying capacity of Sertoli cells (CCSC). The results showed that the average number of spermatogonia type A, primary spermatocytes in pré-leptóteno/leptóteno, primary spermatocytes in pachytene, total spermatogenic cells and Sertoli cells showed numerical variations according to age; however they were statistically not detected, while round spermatids increased significantly at puberty and then stabilized. The spermatogenic production of 5 to 11-week-old guinea pigs did not reach the stabilization point, and the RMi, RME, EOS, SCI and CCSC showed significant number variation as a function of age. The results demonstrate that Cavia porcellus in post-pubertal stage 2 are an advantageous experimental model to address studies on the processes of homologous recognition, alignment, and synapsis during meiotic prophase; intrinsic yield of spermatogenesis in guinea pigs is similar to Wistar rats, paca and agouti (Dasyprocta sp.) and lower than in cavies, whereas the functional efficiency of Sertoli cells is higher than in agouti and Wistar rats, and lower than in pacas, spiny rat and collared peccaries. We conclude that in guinea pigs the spermatogenesis is fully established at 6 weeks of age, indicating the pubertal stage of sexual development, and until week 11 they do not reach the maximum daily sperm production and therefore sexual maturity.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Nunes A.K.R., Gouveia B.B.., Matos M.H.T., Pires I.C., Franzo V.S., Faria M.D. & Gradela A. 2013. [Morphological and functional analysis of spermatogenesis in guinea pigs (Cavia porcellus) from pre-puberty to post-puberty.] Análise morfológica e funcional do processo espermatogênico em cobaios (Cavia porcellus) da pré-puberdade até a pós-puberdade. Pesquisa Veterinária Brasileira 33(Supl.1):1-7. Colegiado de Medicina Veterinária, Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco, Rodovia 407 Km 12, Lote 543, Projeto Nilo Coelho C1, Petrolina, PE 56300-000, Brazil. E-mail: agradela@hotmail.com Este estudo descreveu as análises morfológica e funcional do processo espermatogênico em cobaios (Cavia porcellus) de cinco (S5); seis (S6); nove (S9) e onze (S11) semanas de idade (N=5/grupo). Os aspectos analisados incluíram a contagem das populações celulares presentes no estádio 1 do ciclo do epitélio seminífero (CES), eficiência das mitoses espermatogoniais (RMi), produção meiótica (RMe), rendimento geral da espermatogênese (RGE), índice de células de Sertoli (ICS) e capacidade de suporte das células de Sertoli (CSCS). Os resultados mostraram que número médio de espermatogônias A, espermatócitos primários em pré-leptóteno/leptóteno, espermatócitos primários em paquíteno, células espermatogênicas totais e células de Sertoli mostraram variações numéricas em função da idade, entretanto, não detectadas estatisticamente, enquanto espermátides arredondadas aumentaram significativamente na puberdade e depois se estabilizaram. A produção espermatogênica de cobaios de 5 a 11 semanas não atingiu o ponto de estabilização e o RMi, RMe, RGE, ICS e CSCS mostraram variação numérica significativa em função da idade. Os resultados demonstraram que Cavia porcellus na pós-puberdade 2 são um modelo experimental vantajoso para estudos de processos de reconhecimento homólogos, alinhamento, e sinapses durante a prófase meiótica; o rendimento intrínseco da espermatogênese em cobaios é semelhante ao relatado para ratos Wistar, pacas e cutias (Dasyprocta sp.) e menor do que em preás, enquanto que a eficiência funcional das células de Sertoli é superior a de cutias e ratos Wistar e inferior à de pacas, rato espinhoso e catetos. Concluiu-se que em cobaios a espermatogênese está completamente estabelecida na semana 6 de idade, indicando a fase púbere do desenvolvimento sexual, e até a semana 11 eles não atingiram a produção espermática diária máxima e, portanto, a maturidade sexual.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV