Resultado da pesquisa (14)

Termo utilizado na pesquisa sex

#1 - Response of vital functions, Apgar and cortisol in the prognosis of vigor against neonatal factors of lambs

Abstract in English:

The management of lambs during the neonatal period has been studied in several researches due to the vital and hormonal organic adaptations undergone by the calf after birth. However, gender, number of pups and type of delivery play an important role in understanding neonatal vigor. The study of these groups with the monitoring of clinical evolution and cortisol metabolism becomes an indispensable subsidy for a better understanding of this neonatal phase, aiming to minimize the losses generated. The objective of this study was to evaluate the influence of gender, number of pups and type of delivery in the prognosis of neonatal vigor of lambs through clinical and cortisol diagnosis. Thirty crossbred Santa Inês lambs with Dorper in the neonatal phase were divided into three groups: male and female, number of pups (single and twin) and type of delivery (eutocic and dystocic). In each group, clinical evaluation of heart and respiratory rate, rectal temperature, Apgar score and weight were performed; and with the exception of cortisol, all evaluations were performed at fifteen and sixty minutes, as well as at twelve and twenty-four hours. In addition, blood samples were collected for cortisol dosage obtained in two moments at fifteen and sixty minutes using the radioimmunoassay technique. Among the three experimental groups related to lamb vigor, the heart rate was the only one that showed lower mean values ​​(P<0.05) at twenty-four hours in the male group 90.00±20.20bpm, twins 96.44±20.02bpm and eutocic 93.25±18.11bpm. Differences in respiratory rate values ​​were observed in the eutocic group (64.00±14.75mpm) at twenty‑four hours. In the group of males there was a significant reduction in body temperature during the evaluation moments (P<0.05). Lambs from the group of twins showed lower body weight during the evaluations. At both times the analysis of serum cortisol was less than at sixty minutes. It was concluded that soon after the birth there were marked changes in the physiological parameters and weight of Santa Inês lambs, but were not enough to cause negative effects on the vigor of the neonates, indicating the occurrence of effective neonatal adaptation capacity in this species.

Abstract in Portuguese:

O manejo dos cordeiros durante o período neonatal tem sido objeto de estudo em diversas pesquisas devido às adaptações orgânicas vitais e hormonais sofridas pela cria após o parto. Todavia, o gênero, número de filhotes e o tipo de parto parecem desempenhar um papel importante para melhor compreensão do vigor neonatal. Além disso, o estudo destes grupos com o acompanhamento da evolução clínica e do metabolismo do cortisol torna-se um subsidio indispensável para melhor compreensão dessa fase neonatal, visando minimizar as perdas geradas. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência do gênero, número de filhotes e tipo de parto na apresentação do vigor neonatal dos cordeiros através do diagnostico clinico e de cortisol. Foram utilizados trinta cordeiros mestiços da raça Santa Inês com Dorper em fase neonatal divididos em três grupos: gênero (macho e fêmea), número de filhotes (único e gemelar) e tipo de parto (eutócico e distócico). Em cada grupo, foi realizada a avaliação clínica da frequência cardíaca e respiratória, temperatura retal, escore Apgar e peso; e com a exceção do cortisol, todas as avaliações foram realizadas aos quinze e sessenta minutos, como também às doze e vinte e quatro horas. Adicionalmente, procedeu-se com a coleta de amostras de sangue total para dosagem de cortisol obtida em dois momentos aos quinze e sessenta minutos através da técnica de radioimunoensaio. Dentre os três grupos experimentais relacionados com vigor dos cordeiros, a frequência cardíaca foi a única que evidenciou menores médias (P<0,05) às vinte e quatro horas no grupo dos machos 90,00±20,20bpm, gêmeos 96,44±20,02bpm e eutócicos 93,25±18,11bpm. Observou‑se no grupo eutócico diferenças nos valores da frequência respiratória de 64,00±14,75mpm às vinte e quatro horas. No grupo dos machos houve redução significativa na temperatura corpórea durante os momentos de avaliação (P<0,05). Cordeiros do grupo de gêmeos demonstraram menor peso corpóreo durante as avaliações. Em ambos momentos a análise do cortisol sérico demonstrou se menor aos sessenta minutos. Pôde se concluir que logo após o parto ocorreram alterações marcantes nos parâmetros fisiológicos e peso de cordeiros Santa Inês, porém não foram suficientes para causar efeitos negativos sobre o vigor dos neonatos, indicando a ocorrência de efetiva capacidade de adaptação neonatal nesta espécie.


#2 - Ultrasonography in the diagnosis of seminal vesiculites in beef bulls

Abstract in English:

The vesiculite is an inflammatory process of the vesicular glands, unilateral or bilateral, that affects bulls. The purpose of this study was to evaluate the use of ultrasound as a complementary method for early detection of changes in seminal vesicles in bulls. This study was conducted in the municipality of Videira, Santa Catarina. We evaluated 42 bulls, with an average age of 15 months, Aberdeen Angus and Polled Hereford breeds and in semi-confinement. Clinical animal examination and andrological exam were performed in all animals. Semen samples were obtained by electroejaculation and physical characteristics of the ejaculate were performed. Rectal palpation was performed by ultrasonography to evaluate vesicular glands changes. Statistical analysis of the data was performed using analysis of variance (ANOVA) for comparison between means with significance level of 5%. The presence of vesiculitis was observed in 31 (73.8%) from the 42 analyzed bulls. Of the 31 animals, 11 animals (35.5%) presented bilateral vesiculitis and 20 showed unilateral vesiculitis (64.5%; P<0.05). Animals with a larger scrotal perimeter tend to develop unilateral vesiculitis, which can be explained by the sexual precocity observed by sodomy among animals. In this way, the use of ultrasound helps preventively to detect animals with vesiculitis in breeding animals.

Abstract in Portuguese:

A vesiculite é um processo inflamatório das glândulas vesiculares, podendo ser unilateral ou bilateral, que acomete reprodutores. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a utilização da ultrassonografia como meio de diagnóstico precoce das alterações das vesículas seminais em touros. O presente trabalho foi realizado no município de Videira, Santa Catarina. Analisou-se um total 42 reprodutores, com média de idade de 15 meses, das raças Aberdeen Angus e Polled Hereford em semi‑confinamento. Foi realizado exame clinico do estado geral dos animais e exame andrológico dos reprodutores. As amostras de sêmen para a realização do exame das características físicas do ejaculado foram obtidas por eletroejaculação. Através da palpação retal, realizou-se a avaliação das glândulas vesiculares por ultrassonografia. A análise estatística dos dados foi realizada por meio de análise de variância (ANOVA) para comparação entre médias com nível de significância de 5%. A presença de vesiculite foi observada em 31 animais (73,8%) dos 42 analisados. Dos 31 animais portadores 11 animais (35,5%) apresentaram vesiculite bilateral e 20 apresentaram vesiculite unilateral (64,5%; P<0,05). Animais com perímetro escrotal maior tendem a desenvolver vesiculite unilateral, tal fato pode ser explicado pela precocidade sexual agravado pela sodomia entre os animais. O uso do ultrassom auxilia de forma preventiva a detecção de animais portadores de vesiculite em reprodutores.


#3 - Sexual dimorphism and perineal structure in Coendou prehensilis (Prehensile-tailed porcupine), 36(12):1215-1220

Abstract in English:

ABSTRACT.- Cury F.S. & Ambrósio C.E. 2016. [Sexual dimorphism and perineal structure in Coendou prehensilis (Prehensile-tailed porcupine).] Dimorfismo sexual e estrutura perineal em Coendou prehensilis (Ouriço-cacheiro). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(12):1215-1220. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte, Pirassununga, SP 13635-000, Brazil. E-mail: fcury@usp.br Coendou prehensilis is a mammal that belongs to the Rodentia order, which consists of five suborders: Sciuromorfos, to which the squirrels belongs; Castorimorfos where we have the beavers; Myomorfos, which include the mice; Anomaluromorfos, Hare jumper, and Hystricomorfos, where we have the capybara. We used the porcupine clerk in the research (Coendou prehensilis), one male and one female, both adults. These animals were transferred to the Laboratory of Anatomy, Department of Veterinary Medicine, Faculty of Animal Science and Food Engineering, University of São Paulo (FZEA/USP), originating from roadaccidents in Pirassununga, SP (Registration n. 43274-1 SISBIO). The animals were fixed with 10% formaldehyde and dissected in the perineum region. The results showed that the only feature which allows us to differentiate males from females is the space between anus and the genitals of the animals; the male has a larger space than the female. The perineum is an extra cavity region with lozenge definition, and this definition is formed by interpubic bones, the pubic and processes of the pubic and ischium. The male Coendou prehensilis perineum consists of five major muscles, three arranged on the urogenital diaphragm surface (ischiocavernosus muscles, M. bulbocavernosus and Mm. bulboesponjosos) and two in the pelvic diaphragm (M. levator ani and M. penis retractor). The female’s perineum is composed by ischiocavernosus, bulbospongiosus, levator ani and external anal sphincter muscles. We conclude that both sexes have the ischiocavernosus muscles, Mm. bulboesponjosos, M. levator ani and external anal sphincter, and it is very important to study the perineal region of the animals, because understanding the function and location of each muscle we can contribute to future research on reproduction and animal behavior during copulation, helping to a better knowledge about reproductive potential of Erethizontidae rodents, and to contribute in the applied biotechnology development of reproduction, what can be helpful even in captivity reproduction of these animals besides the ones in free environment.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Cury F.S. & Ambrósio C.E. 2016. [Sexual dimorphism and perineal structure in Coendou prehensilis (Prehensile-tailed porcupine).] Dimorfismo sexual e estrutura perineal em Coendou prehensilis (Ouriço-cacheiro). Pesquisa Veterinária Brasileira 36(12):1215-1220. Departamento de Medicina Veterinária, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Av. Duque de Caxias Norte, Pirassununga, SP 13635-000, Brazil. E-mail: fcury@usp.br Coendou prehensilis é um mamífero da ordem Rodentia, que é composta por cinco subordens: Sciuromorfos, a qual pertencem os esquilos; Castorimorfos, onde encontramos os castores; Myomorfos, a qual encontramos os ratos; Anomaluromorfos, Lebre-saltadora, e os Histricomorfos, onde observamos a capivara. Utilizamos nesta pesquisa o ouriço-cacheiro (Coendou prehensilis) sendo um macho e uma fêmea, ambos adultos. Estes animais foram encontrados em óbito por atropelamento nas rodovias da região de Pirassununga-SP e cedidos para o Laboratório de Anatomia do Departamento de Medicina Veterinária da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo FZEA/USP devido a permissão do Ibama para estudar os animais (Registro SISBIO no. 43274-1), os quais foram fixados com formaldeído a 10% e dissecados na região do períneo. Os resultados mostraram que a única característica que nos permite diferenciar machos de fêmeas, é o espaço entre o ânus e as genitais dos animais, sendo que o macho apresenta essa distância maior que a fêmea. O períneo é uma região extra cavitária de delimitação losangular, sendo essa delimitação feita pelos ossos interpubiano, púbico e pelos processos do púbis e ísquio. O períneo do Coendou prehensílis macho é composto por cinco principais músculos, sendo três encontrados dispostos no diafragma urogenital superficial, (Músculos isquiocavernosos, M. bulbocavernoso e Mm. Bulboesponjosos) e dois no diafragma pélvico (M. levantador do ânus e M. retrator do pênis). O períneo da fêmea é composto pelos músculos (isquiocavernoso, o bulboesponjoso, levantador do ânus e esfíncter anal externo). Conclui-se que ambos os sexos possuem os músculos isquiocavernosos, Mm. Bulboesponjosos, M. levantador do ânus e esfíncter anal externo, além de que o estudo da região perineal dos animais é de grande importância, pois através do entendimento da função e localização de cada músculo, podemos contribuir para futuras pesquisas sobre reprodução e comportamento animal durante a cópula auxiliando para um melhor entendimento do potencial reprodutivo de roedores da família Erethizontidae, além de contribuir na base do desenvolvimento da biotecnologia aplicada à reprodução visando até mesmo à reprodução desses animais em cativeiro além do meio ambiente livre.


#4 - Morphology and histochemistry of accessory sex glands of Metachirus nudicaudatus, Didelphidae-Marsupialia, 36(9):881-892

Abstract in English:

ABSTRACT.- Costa S.F., Nogueira J.C., Zangeronimo M.G., Soares B.A., Chaves A.S. & Melo L.Q. 2016. [Morphology and histochemistry of accessory sex glands of Metachirus nudicaudatus, Didelphidae-Marsupialia.] Morfologia e histoquímica das glândulas sexuais acessórias de Metachirus nudicaudatus, Didelphidae-Marsupialia. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):881-892. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: sfcosta@dmv.ufla.br This paper describes the morphology and distribution of glycogen and mucous substances in the prostate and the bulbourethral glands of Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), the only species of the genus. The prostate is surrounded by the tunica adventitia, and muscle and stroma is formed by connective urethral mucosa. The glandular parenchyma consists of secretory tubules, scattered throughout the connective tissue of the urethral mucosa which differs histologically and histochemically in cranial, middle, and caudal segments of the prostate. These morpho-histochemical differences are also observed in the outer, middle and inner parts of the tubular epithelium of each prostatic segment. In general, prostatic segments secrete neutral mucous substances, and the caudal segment also produces glycogen. The three pairs of bulbourethral glands (lateral, intermediate and medial) are surrounded by a capsule of dense connective tissue and skeletal striated muscle. The glandular parenchyma is formed by tubules or branched tubuloacinar, covered by simple epithelium which is characteristic for each pair of glands. The lateral bulbourethral glands and the medial bulbourethral glands produce neutral mucous substances and the secretion of the intermediate bulbourethral glands consists of neutral mucous substances, carboxylated acids, and sulfated acids. The M. nudicaudatus does not have ampullary glands, seminal vesicles or coagulating glands.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Costa S.F., Nogueira J.C., Zangeronimo M.G., Soares B.A., Chaves A.S. & Melo L.Q. 2016. [Morphology and histochemistry of accessory sex glands of Metachirus nudicaudatus, Didelphidae-Marsupialia.] Morfologia e histoquímica das glândulas sexuais acessórias de Metachirus nudicaudatus, Didelphidae-Marsupialia. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(9):881-892. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal de Lavras, Campus Universitário, Lavras, MG 37200-000, Brazil. E-mail: sfcosta@dmv.ufla.br São descritas a morfologia e a distribuição de glicogênio e mucossubstâncias na próstata e nas glândulas bulbouretrais de Metachirus nudicaudatus (Geoffroy, 1803), única espécie do gênero. A próstata é envolvida pelas túnicas adventícia e muscular, e o estroma é formado pelo conjuntivo da mucosa uretral. O parênquima é constituído pelos túbulos secretores, disseminados na mucosa uretral, e que diferem histológica e histoquimicamente nos segmentos cranial, médio e caudal. Essas diferenças morfo-histoquímicas também são observadas nas partes externa, média e interna de cada túbulo. De um modo geral, os três segmentos prostáticos secretam mucossubstâncias neutras, porém o segmento caudal produz também glicogênio. Os três pares de glândulas bulbouretrais (laterais, intermédias e mediais) do Metachirus são envolvidas por uma cápsula conjuntiva e músculo estriado esquelético. O maior par é a bulbouretral lateral que é constituída por longos túbulos secretores de mucossubstâncias neutras. As bulbouretrais intermédias são formadas por túbulos ramificados, que produzem mucossubstâncias neutras, ácidas carboxiladas e ácidas sulfatadas. Os túbulo-ácinos ramificados das bulbouretrais mediais secretam mucossubstâncias neutras. O Metachirus não possui glândulas ampulares, vesículas seminais nem glândulas de coagulação.


#5 - Identification of ultrastructural and functional damages in sperm from six-banded armadillos (Euphractus sexcinctus) due to cryopreservation, 36(8):767-774

Abstract in English:

ABSTRACT.- Sousa P.C., Santos E.A.A., Silva A.M., Bezerra J.A.B., Souza A.L.P., Lima G.L., Oliveira M.F. & Silva A.R. 2016. Identification of ultrastructural and functional damages in sperm from six-banded armadillos (Euphractus sexcinctus) due to cryopreservation. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(8):767-774. Laboratory of Animal Germoplasm Conservation, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, BR-110 Km 47, Presidente Costa e Silva, Mossoró, RN 599625-900, Brazil. E-mail: legio2000@yahoo.com The aim of the study was to cryopreserve the semen of six-banded armadillos (Euphractus sexcinctus) in Tris-yolk and glycerol diluent, and to determine the damage caused by the freezing-thawing process, using fluorescent markers and ultrastructural analysis. Semen samples (n=11) collected from 4 adult six-banded armadillos by electroejaculation were cryopreserved in Tris diluent plus 20% egg yolk and 3% glycerol, in a fast freezing curve. Classical analysis of samples was performed after dilution, refrigeration and thawing, followed by fluorescence analysis, using a combination of fluorescent probes to assess membrane integrity (propidium iodide - PI and Hoechst - H342), and mitochondrial activity (CMXRos - Mito Tracker Red®). We also used the ultrastructural analysis to verify possible morphological alterations caused by cryoinjuries. When compared with fresh samples, we verified a significant decline in all the armadillos’ semen parameters after thawing, in which only 6.1% motile sperm were found. However, the percentage of sperm which remained with viable (13%) and functional (24.7%) membranes after thawing suggests that some cells could be live but immotile. Analysis using fluorescent markers revealed that the mitochondria of armadillos’ sperm is highly sensible to the freezing protocol and the findings through ultrastructure analysis proved this statement. Additionally, the images obtained by transmission electron microscopy revealed that frozen-thawed sperm presented damaged plasma membrane, nuclear modifications as changes in chromatin and acrossomal changes relative to sperm capacitation. In conclusion, this study is the first attempt to cryopreserve the semen of an armadillo species, and to help us to identify critical points on the freezing-thawing procedure in order to improve the protocol.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Sousa P.C., Santos E.A.A., Silva A.M., Bezerra J.A.B., Souza A.L.P., Lima G.L., Oliveira M.F. & Silva A.R. 2016. Identification of ultrastructural and functional damages in sperm from six-banded armadillos (Euphractus sexcinctus) due to cryopreservation. [Identificação de danos ultraestruturais e funcionais em espermatozoides de tatus-peba (Euphractus sexcinctus) oriundos da criopreservação.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(8):767-774. Laboratory of Animal Germoplasm Conservation, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, BR-110 Km 47, Presidente Costa e Silva, Mossoró, RN 599625-900, Brazil. E-mail: legio2000@yahoo.com O objetivo deste estudo foi criopreservar o sêmen de tatus-peba (Euphractus sexcinctus) em diluente Tris-gema e glicerol, e determinar os danos causados pelo processo de congelação-descongelação, utilizando marcadores fluorescentes e análise ultraestrutural. As amostras de sêmen (n=11) coletadas de 4 tatus-peba adultos por eletroejaculação foram criopreservadas em diluente Tris acrescido de 20% de gema de ovo e 3% de glicerol, em curva rápida de congelação. A análise clássica das amostras foi realizada após a diluição, refrigeração e descongelação, seguida por análise de fluorescência, utilizando uma combinação de sondas fluorescentes para avaliar a integridade da membrana (Iodeto de Propídio - PI e Hoechst - H342), e a atividade mitocondrial (CMXRos - Mito Tracker RED®). Foi também utilizada a análise ultraestrutural para verificar possíveis alterações morfológicas causadas pela crioinjúria. Quando comparadas com as amostras a fresco, verificou-se uma queda significativa em todos os parâmetros seminais dos tatus após a descongelação, em que apenas 6,1% de espermatozoides móveis foram encontrados. No entanto, o percentual de espermatozoides que permaneceu com membrana viável (13%) e funcional (24,7%) após a descongelação sugere que algumas células podem estar vivas, mas imóveis. Análises utilizando marcadores fluorescentes revelaram que as mitocôndrias dos espermatozoides de tatus são altamente sensíveis ao protocolo de congelação e os achados através da análise ultraestrutural comprovaram esta afirmação. Além disso, as imagens obtidas por microscopia eletrônica de transmissão revelaram que espermatozoides congelados-descongelados apresentaram membranas plasmáticas danificadas, modificações nucleares como alterações na cromatina, e alterações acrossomais relativas à capacitação espermática. Em conclusão, este estudo é a primeira tentativa de criopreservação de sêmen em uma espécie de tatu, e nos auxiliou a identificar pontos críticos no processo de congelação-descongelação, a fim de melhorar o protocolo.


#6 - Electrocardiographic parameters of the American Miniature Horse: influence of age and sex, 36(6):551-558

Abstract in English:

ABSTRACT.- Santarosa B.P., Lourenço M.L.G., Dantas G.N., Ulian C.M.V., Heckler M.C.T., Sudano M.J., Gonçalves R.C. & Chiacchio S.B. 2016. Electrocardiographic parameters of the American Miniature Horse: influence of age and sex. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):551-558. Departamento de Clínica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: mege@fmvz.unesp.br The veterinary cardiology has growing importance in equine medicine. There are studies of standardization of electrocardiographic parameters of many races, according to their stature and ability. However, no studies are in the literature with the American Miniature Horse. To evaluate the electrocardiogram (ECG) tracing configuration of this breed at rest and to verify the influence of age and sex on ECG parameters, 203 horses including 143 females and 60 males were divided into four age groups (foals, yearlings, adults and elderly). Electrocardiographic parameters were performed by computerized electrocardiogram (TEB), and the parameters were evaluated in six leads of frontal plane (Lead I, II, III, aVR, aVL and aVF) and base-apex (BA). Heart rates (HR) decreased with increasing age were higher in males than in females. Sinus tachycardia followed by sinus arrhythmia was dominant in both sexes. The cardiac axis was higher in males and ranged between 120° and 150° for foals, 30° and 60° for yearlings and adults, and 60° and 90° for the elderly. The P wave was bifid in several animals. The P-wave amplitude and T-wave duration from lead II and BA were larger in males than in females. The majority of the animals exhibited ST segment depression and a negative T-wave. The most common QRS complex morphology was Qr. Differences were observed between the electrocardiographic tracings of males and females, and age influenced the ECG parameters. Therefore, this study established the ECG patterns for the American Miniature Horse breed and could be used to determine the influence of age and sex on several of the studied variables.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Santarosa B.P., Lourenço M.L.G., Dantas G.N., Ulian C.M.V., Heckler M.C.T., Sudano M.J., Gonçalves R.C. & Chiacchio S.B. 2016. Electrocardiographic parameters of the American Miniature Horse: influence of age and sex. [Parâmetros eletrocardiográficos de equinos Mini Horse: influência da idade e sexo.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(6):551-558. Departamento de Clínica Veterinária, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista, Campus de Botucatu, Distrito de Rubião Júnior s/n, Botucatu, SP 18618-970, Brazil. E-mail: mege@fmvz.unesp.br A cardiologia veterinária possui crescente importância na medicina equina. Existem estudos de padronização dos parâmetros eletrocardiográficos de muitas raças, de acordo com sua estatura e aptidão. No entanto, não há na literatura trabalhos com os equinos da raça Miniature Horse. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a configuração do traçado do eletrocardiograma (ECG) em repouso, de equinos desta raça, além de verificar a influência do sexo e da idade sobre os parâmetros eletrocardiográficos desses animais. Foram utilizados 203 equinos desta raça, hígidos, sendo 143 fêmeas e 60 machos, classificados em quatro faixas etárias (potros, sobreanos, adultos e idosos). Os exames eletrocardiográficos foram realizados por eletrocardiograma computadorizado (TEB), e os parâmetros foram avaliados em seis derivações do plano frontal (DI, DII, DIII, aVR, aVL e aVF) e base-ápice (BA). A frequência cardíaca (FC) diminuiu com a progressão da idade, e foi maior nos machos do que nas fêmeas. O ritmo mais comum em ambos os sexos foi taquicardia sinusal, seguido de arritmia sinusal. O eixo cardíaco foi maior nos machos do que nas fêmeas, e nos potros ficou entre 120 e 150o, nos sobreano e adultos permaneceu entre 30 e 60o, e nos idosos entre 60 e 90o. A amplitude da onda P e a duração da onda T foram maiores nos machos do que nas fêmeas na DII e BA. A maioria dos animais apresentou segmento ST infradesnivelado e onda T negativa. A morfologia do complexo QRS mais encontrada em todos os casos foi Qr. Este estudo permitiu estabelecer os padrões eletrocardiográficos para a raça Mini Horse e conseguiu verificar a influência da progressão da idade nas diversas variáveis estudadas, bem como a diferença entre os sexos.


#7 - Distribution of lymphocytes, immunoglobulin-containing cells, macrophages, and dendritic cells in the accessory sex glands of rams experimentally infected with Actinobacillus seminis, 36(5):363-372

Abstract in English:

ABSTRACT.- Acosta-Dibarrat J., Tenorio-Gutiérrez V., Soriano-Vargas E., Talavera-Rojas M., Cal-Pereyra L., Montes de Oca-Jiménez R., Velázquez-Ordoñez V. & Tórtora-Pérez J. 2016. Distribution of lymphocytes, immunoglobulin-containing cells, macrophages, and dendritic cells in the accessory sex glands of rams experimentally infected with Actinobacillus seminis. Pesquisa Veterinária Brasileira 36(5):363-372. Centro de Investigación y Estudios Avanzados en Salud Animal, Facultad de Medicina Veterinaria y Zootecnia, Universidad Autónoma del Estado de México, Km 15.5 Carretera Toluca-Atlacomulco, Toluca, ME 50100, México. E-mail: jpacosta00@hotmail.com The distribution of cells involved in the immune response in accessory sex glands of rams experimentally infected with Actinobacillus seminis was studied. Twelve one-year old rams were experimentally infected by intraurethral (IU) (n=4) and intraepididymal (IE) (n=4) route, and four control (CON) animals were used. The animals were slaughtered 35 days post-inoculation, samples were taken from accessory sex glands, and bacteriology and histopathology tests were performed. The presence of CD4, CD8 and TCR&#947;&#948; (WC1) lymphocytes, CD45RO cells, macrophages (CD14), dendritic cells (CD1b), IgA-, IgG- and IgM-containing cells (IgCC) was determined. Animals of the IE group developed clinical epididymitis. No lesions were seen in rams of the IU group; two of the intraepididymal inoculated CON developed small lesions in the epididymis. A. seminis isolates were achieved from 6:16 (37.5%) accessory sex glands in the IE group, but not in the IU and CON groups. In the CON group, IgA- and IgM- containing cells predominated in the bulbourethral glands and the disseminated prostate, and they were scarce or null in the vesicles and ampullae. A significant increase of IgA-, IgG- and IgM- containing cells was confirmed in the seminal vesicles, the ampullae and the bulbourethral glands in the IE group. In the IE and IU groups, an increase in CD4, CD8, WC1, CD45RO and CD14 was evidenced in the vesicles and ampullae. CD1b dendritic cells were present in the ampullae and vesicles with inflammatory processes. A. seminis triggered a local immune response in the IE and IU groups. These results indicate a different pattern of infiltrating immune cells in the accessory sex glands of infected A. seminis rams.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Acosta-Dibarrat J., Tenorio-Gutiérrez V., Soriano-Vargas E., Talavera-Rojas M., Cal-Pereyra L., Montes de Oca-Jiménez R., Velázquez-Ordoñez V. & Tórtora-Pérez J. 2016. Distribution of lymphocytes, immunoglobulin-containing cells, macrophages, and dendritic cells in the accessory sex glands of rams experimentally infected with Actinobacillus seminis. [Distribuição de linfócitos, células carreadoras de imunoglobulinas, macrófagos e células dendríticas em glândulas sexuais acessórias de carneiros infectados experimentalmente com Actinobacillus seminis.] Pesquisa Veterinária Brasileira 36(5):363-372. Centro de Investigación y Estudios Avanzados en Salud Animal, Facultad de Medicina Veterinaria y Zootecnia, Universidad Autónoma del Estado de México, Km 15.5 Carretera Toluca-Atlacomulco, Toluca, ME 50100, México. E-mail: jpacosta00@hotmail.com A distribuição das células envolvidas na resposta imune em glândulas sexuais acessórias de carneiros experimentalmente infectados com Actinobacillus seminis foi estudada. Doze carneiros de um ano de idade foram experimentalmente infectados via intrauretral (IU) (n=4) e via intraepididimal (IE) (n=4) e quatro animais controles (CON) foram utilizados. Os animais foram abatidos 35 dias após a inoculação, amostras foram retiradas das glândulas sexuais acessórias e testes bacteriológicos e histopatológicos foram realizados. A presença de linfócitos CD4, CD8 e TCR&#947;&#948; (WC1), células CD45RO, macrófagos (CD14), células dendríticas (CD1b) e células  contendo IgA, IgG and IgM (IgCC) foi determinada. Os animais do grupo IE desenvolveram epididimite clínica. Não foram visualizadas lesões nos carneiros do grupo IU, dois dos CON inoculados intraepididimalmente desenvolveram pequenas lesões no epidídimo.  Isolados de A. seminis foram obtidos de 6:16 (37,5%) nas glândulas sexuais acessórias no grupo IE mas não nos grupos IU e CON. No grupo CON células contendo IgA and IgM predominaram nas glândulas bulbouretrais e na próstata e foram escassas ou ausentes nas vesículas e na ampola. Um incremento significativo de células contendo IgA, IgG and IgM foi confirmado nas vesículas seminais, na ampola e nas glândulas bulbouretrais no grupo IE. Nos grupos IE e IU foi evidenciado um aumento em CD4, CD8, WC1, CD45RO e CD14 nas vesículas e ampola. As células dendríticas CD1b estavam presentes na ampola e nas vesículas com processo inflamatório. A. seminis induziu uma resposta imune local nos grupos IE e IU. Estes resultados indicam um padrão diferente de células imunes infiltrantes nas glândulas sexuais acessórias de carneiros infectados por A. seminis.


#8 - Reproductive endocrine and socio-sexual behavior study of black-tufted-marmoset (Callithrix penicillata) kept in captivity, 35(3):304-310

Abstract in English:

ABSTRACT.- Sgai M.G.F.G., Pizzutto C.S., Viau P., Oliveira C.A. & Guimarães M.A.B.V. 2015. [Reproductive endocrine and socio-sexual behavior study of black-tufted-marmoset (Callithrix penicillata) kept in captivity.] Estudo endócrino reprodutivo e do comportamento sócio-sexual de sagui-de-tufo-preto (Callithrix penicillata) mantido em cativeiro. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(3):304-310. Departamento de Reprodução Animal, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 055508-270, Brazil. E-mail: manuelafraga@hotmail.com The communication of the female reproductive status in Callithrichidae relies mainly on the socio-sexual behavior, as generally the ovulation is concealed in this primate family by a primary signaling system. In this study the socio-sexual behavior patterns was analyzed in association with the concentration of fecal metabolites of sex steroid hormones progesterone (MFP), estradiol (MFE) and testosterone (MFT) in captive couples of Black-Tufted-Marmoset (Callithrix penicillata), during the different phases of the ovarian cycle. The studied group was composed of four adult couples kept in the São Paulo City Wild Animals Rehabilitation Center. The behavioral patterns were record by focal samplings, with 30 seconds intervals for each observation, five days a week, totalizing 14.400 registers per animal. The measurement of fecal metabolites of progesterone (MFP), estradiol (MFE) and testosterone (MFT) proceeded by enzyme immune assay (EIA). The results allowed to determine the duration of the ovarian cycle and to characterize three different phases (follicular, periovulatory and luteal). It was possible to determine 31 complete cycles that lasted 24.3±4.1 days (Mean ± SD). The follicular and luteal phases lasted 13.04±4.8 and the luteal phase 11.2±4.2 days. The behavioral patterns (scent marking, sniff genitals, grooming and sexual presentation) were more prevalent in the periovulatory phase as the behavioral variable “proximity” as well. There were no variations in the concentration of MFT in the males during the period studied. The associated analyses of the fecal metabolite of sex steroids and the socio-sexual behaviors led to a better understanding of the factors involved in the reproduction of C. penicillata.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Sgai M.G.F.G., Pizzutto C.S., Viau P., Oliveira C.A. & Guimarães M.A.B.V. 2015. [Reproductive endocrine and socio-sexual behavior study of black-tufted-marmoset (Callithrix penicillata) kept in captivity.] Estudo endócrino reprodutivo e do comportamento sócio-sexual de sagui-de-tufo-preto (Callithrix penicillata) mantido em cativeiro. Pesquisa Veterinária Brasileira 35(3):304-310. Departamento de Reprodução Animal, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade de São Paulo, Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva 87, Cidade Universitária, São Paulo, SP 055508-270, Brazil. E-mail: manuelafraga@hotmail.com A comunicação do estado reprodutivo nos primatas da família Callithrichidae, depende principalmente dos comportamentos sócio-sexuais como um sistema de sinalização primário, uma vez que nestas espécies a ovulação não é percebida pelos machos. Neste trabalho, os padrões de comportamentos sócio-sexuais foram analisados em conjunto com as concentrações de metabólitos fecais dos esteróides sexuais progesterona (MFP), estradiol (MFE) e testosterona (MFT) em casais cativos de Sagüi-de-tufos-pretos (Callithrix penicillata), nas diferentes fases do ciclo ovariano. O grupo estudado era composto por quarto casais adultos, mantidos no Centro de Reabilitação de Animais Selvagens da prefeitura de São Paulo. Os padrões comportamentais foram registrados pelo método de amostragem focal por intervalo de tempo a cada 30 segundos, cinco vezes por semana, totalizando 14.400 registros por animal. A mensuração das concentrações de metabólitos fecais dos esteroides sexuais foram realizados pelo método de enzima imunoensaio (EIE). Os resultados obtidos dessas concentrações possibilitaram a determinação endócrina das fases do ciclo ovariano (folicular e luteal) e de suas respectivas durações, assim como a determinação da fase periovulatória. Foram caracterizados 31 ciclos ovarianos completos, com duração de 24,3±4,1 dias (média ±DP), sendo que a fase folicular compreendeu 13,04±4,8dias e a fase lútea 11,2±4,2 dias. Os comportamentos sócio-sexuais (marcação por cheiro, cheirar genitália, catação e apresentação sexual) e a variável “proximidade” mostraram-se significativamente mais prevalentes na fase periovulatória do que nas demais fases do ciclo. Não houve alteração das concentrações de MFT dos machos ao longo de todo o período estudado. A análise conjunta das concentrações de metabólitos fecais de esteróides sexuais e dos comportamentos sócio-sexuais possibilitou um melhor entendimento das relações endócrino-comportamentais e reprodutivas de C. penicillata.


#9 - Efeito do sexo e estações do ano sobre as variáveis hematológicas e bioquímico-séricas de veados-catingueiro (Mazama gouazoubira) criados em cativeiro, 33(11):1364-1370

Abstract in English:

ABSTRACT.- Camargo C.M.S., Duarte J.M.B., Fagliari J.J., Santana A.M., Simplício K.M.M.G & Santana A.E. 2013. Effect of sex and seasons of the year on hematologic and serum biochemical variables of captive brown brocket deer (Mazama gouazoubira). Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1364-1370. Departamento de Clínica e Cirurgia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Júlio de Mesquita Filho, Unesp-Jaboticabal, Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: santana@fcav.unesp.br The Brown brocket deer (Mazama gouazoubira) is the most common free-living and captive deer in South America, especially in Brazil, and has great ecological and scientific significance. However, data on hematological and biochemical parameters in brown brocket deer are scarce. The goal of this study was to establish reference ranges for hematological and biochemical parameters of Mazama gouazoubira, comparing differences during the seasons of the year and between sex. Blood samples from ten adult healthy brown brocket deer (6 female and 4 male) were collected during daytime, monthly, during 12 months. The animals were maintained in individual stable, protected from noise and fed ad libitum with commercial ration and green fodder. For blood collection, animals were submitted to physical restrain for no longer than 2 minutes. The following parameters were determined: red blood cell count (RBC), haemoglobin concentration, packed cell volume (PCV), mean corpuscular volume (MCV), mean corpuscular haemoglobin (MCH), mean corpuscular haemoglobin concentration (MCHC), white blood cell count (WBC), platelet count, enzyme activity of alanine aminotransferase (ALT), aspartate aminotransferase (AST) and gamma-glutamyl transferase (GGT) and serum levels of alkaline phosphatase (ALP), creatine kinase (CK), total protein (TP), albumin, cholesterol, total calcium, ionic calcium, sodium, potassium, magnesium, triglycerides, creatinine and urea. Values were compared according to season and sex. RBC count, WBC count and MCV suggested seasonal influence. Haemoglobin concentration, PCV and MCV were influenced by sex. Serum concentration of total calcium, ionic calcium, sodium, potassium and magnesium were influenced by season. Serum magnesium was also influenced by sex. The blood parameters herein reported may be useful as reference values for diagnostic and prognostic purposes in captive brown-brocket deer.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Camargo C.M.S., Duarte J.M.B., Fagliari J.J., Santana A.M., Simplício K.M.M.G & Santana A.E. 2013. Effect of sex and seasons of the year on hematologic and serum biochemical variables of captive brown brocket deer (Mazama gouazoubira). [Efeito do sexo e estações do ano sobre as variáveis hematológicas e bioquímico-séricas de veados-catingueiro (Mazama gouazoubira) criados em cativeiro.] Pesquisa Veterinária Brasileira 33(11):1364-1370. Departamento de Clínica e Cirurgia, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Júlio de Mesquita Filho, Unesp-Jaboticabal, Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castellane s/n, Jaboticabal, SP 14884-900, Brazil. E-mail: santana@fcav.unesp.br O veado-catingueiro (Mazama gouazoubira) é o cervídeo de vida livre mais comum na América do Sul, especialmente no Brasil, e tem grande importância ecológica e científica. No entanto, dados sobre parâmetros hematológicos e bioquímicos nesta espécie animal são escassos. O objetivo deste trabalho foi estabelecer valores de referência hematológica e bioquímica do Mazama gouazoubira, comparando diferenças entre as estações do ano e entre sexo. Amostras sanguíneas de dez veados-catingueiros (6 fêmeas e 4 machos), todos adultos hígidos, foram mensalmente colhidas pela manhã, durante 12 meses, e prontamente analisadas. Os animais foram mantidos em baias individual, protegidos de barulho e alimentados ad libitum com ração comercial e forragem verde. Para obtenção das amostras, os animais foram submetidos à contenção física por, no máximo, 2 minutos. Os seguintes parâmetros foram determinados: Contagem total de hemáceas, concentração de hemoglobina, volume globular (VG), volume corpuscular médio (VCM), hemoglobina corpuscular média (HCM), concentração de hemoglobina corpuscular média (CHCM), contagem total de leucócitos, contagem de plaquetas, atividade das enzimas alanina aminotransferase (ALT), aspartato aminotransferase (AST), gama glutamiltransferase (GGT) e concentrações séricas de fosfatase alcalina (FA), creatino quinase (CK), proteína total (PT), albumina, colesterol, cálcio total, cálcio iônico, sódio, potássio, magnésio, triglicérides, creatinina e uréia. Os valores foram comparados de acordo com o sexo e sazonalidade. A contagem total de hemáceas, de leucócitos e VCM sugeriu influência das estações do ano sobre estes parâmetros. A concentração de hemoglobina, VG e VCM foram influenciados pelo sexo. Concentrações séricas de cálcio total, cálcio iônico, sódio, potássio e magnésio também foram influenciados pelas estações do ano. O teor sérico de magnésio sofreu influência, ainda, do sexo. Os parâmetros sanguíneos obtidos e aqui reportados podem ser úteis como valores de referência nesta espécie para fins diagnóstico e prognóstico.


#10 - Effect of age and gender about the serum concentration of eritropoetin in Arabian horses, 32(Supl.1):21-24

Abstract in English:

ABSTRACT.- Fonteque J.H., Kohayagawa A., Saito M.E., Teixeira A.B., Watanabe M.J. & Thomassian A. 2012. [Effect of age and gender about the serum concentration of eritropoetin in Arabian horses.] Efeito da idade e sexo sobre a concentração sérica de eritropoetina em equinos da raça Árabe. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(Supl.1):21-24. Departamento de Medicina Veterinária, Hospital de Clínica Veterinária, Centro de Ciências Agroveterinárias, Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, SC 88520-000, Brazil. E-mail: fonteque@hotmail.com The erythropoietin (EPO) is a glicoproteic grow factor synthesized by the adjacent cells in the proximal renal tubes and controlled by feedback mechanism that involve the tension of tissular oxygen. In the presence of low tension of arterial oxygen, the production of EPO increases and it causes a major production of erythrocytes in the marrowbone. Due to poor knowledge of the serum concentration of erythropoietin in equines and the absence of information about the differences between age and gender, the aim of this study was to compare the serum concentration of erythropoietin in Arabian horses, clinically healthy with different age and gender. A total of 31 horses were used from 6 to 12 months old (young) and over 24 months old (adult), 13 males (six young and seven adult) and 18 females (eight young and ten adult) clinically healthy. Blood samples were collected from jugular vein using a vacuntainer with blood clot gel activator and the serum was separated by centrifugation and stored until the time of processing. The EPO serum concentration was measured by radioimmunoassay method (RIA) using a commercial kit (EPO Trac TM125I RIA, Diagnostic Systems Laboratories, Webster, Texas, USA). For statistical analysis of data were used the Student t test at 5% level of significance (P<0.05). It was not observed any statistic differences (P<0.05) between the sex and age of the animals from 6 to 12 months old and over of 24 months. We concluded that the concentration of the EPO in Arabian equines is independent of the sex and age, and can be used as reference values however it is very important and necessary to obtain references values for each laboratory.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Fonteque J.H., Kohayagawa A., Saito M.E., Teixeira A.B., Watanabe M.J. & Thomassian A. 2012. [Effect of age and gender about the serum concentration of eritropoetin in Arabian horses.] Efeito da idade e sexo sobre a concentração sérica de eritropoetina em equinos da raça Árabe. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(Supl.1):21-24. Departamento de Medicina Veterinária, Hospital de Clínica Veterinária, Centro de Ciências Agroveterinárias, Universidade do Estado de Santa Catarina, Lages, SC 88520-000, Brazil. E-mail: fonteque@hotmail.com A EPO é um fator de crescimento glicoprotéico sintetizado pelas células adjacentes aos túbulos proximais renais regulada via mecanismo de “feed back” envolvendo a tensão de oxigênio tissular. Na baixa tensão de oxigênio arterial, a produção de EPO aumenta causando uma maior produção de eritrócitos na medula óssea. Devido ao pouco conhecimento da concentração de EPO sérica em equinos e a ausência de trabalhos sobre o efeito da idade e sexo sobre a sua concentração o trabalho teve como objetivo comparar a concentração sérica de eritropoietina em equinos da raça Árabe de sexos e idades diferentes. Foram utilizados 31 equinos da raça Árabe, com idades de seis a 12 meses (jovens) e acima de 24 meses (adultos), sendo 13 machos (seis jovens e sete adultos) e 18 fêmeas (oito jovens e 10 adultas), clinicamente sadios. As amostras de sangue foram colhidas por venipunção jugular e o soro armazenado até o momento do processamento. A concentração sérica de eritropoetina foi determinada pelo método de radioimunoensaio (RIA) utilizando kit comercial (EPO Trac TM125I RIA, Diagnostic Systems Laboratories, Webster, Texas, USA). Para análise estatística dos dados utilizou-se o Teste t de Student ao nível de 5% de significância (P<0,05). Não foram observadas diferenças significativas (P<0,05) quando se compararam os animais divididos entre sexos e as idades de seis a 12 meses (jovens) e acima de 24 meses (adultos). Conclui-se que a concentração de eritropoietina em equinos da raça Árabe independe do sexo e idade, e pode ser utilizada como valores de referência, porém ressalta-se a necessidade da obtenção de valores de referência para cada laboratório.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV